sasunaru1584234521 Itanarusasu_panic Cristina

Seu irmão até dissera que era perigoso pegar um uber em plena madrugada de sexta-feira em uma noite chuvosa, mas Sasuke nunca iria imaginar que a rota em que o motorista de uber faria como "atalho" pudesse fazer eles ficarem desaparecidos para o resto do mundo. - Warnings: Essa fanfic tem a tag terror, mas é totalmente focado no casal narusasu/sasunaru • Disclaimer: Os personagens são de Masashi Kishimoto, porém o enredo é totalmente meu. | ATENÇÃO: se você está lendo essa fanfic fora do wattpad, inkspired ou spirit, saiba que não é de minha autoria!


Fanfiction Anime/Mangá Para maiores de 18 apenas.

#suspense #lemon #shiita #sasunaru #narusasu
1
642 VISUALIZAÇÕES
Em progresso - Novo capítulo A cada 10 dias
tempo de leitura
AA Compartilhar

Capítulo inicial

Fazia exatamente uma hora que Sasuke encarava fixamente para a tela de seu celular a espera de um próximo carro de uber.

Uma chuva forte caia pelas ruas de Mito, um bairro famoso próximo ao centro de Tóquio.

Sasuke soltou um espirro, sentindo seu nariz pinicar. Levantou um pouco a manga do seu próprio casaco moletom azul, levando até o nariz e impedindo a secreção de escorrer pelas suas narinas

Por isso Sasuke odiava a chuva.

Não só a chuva, mas tudo que tinha a ver com frio.

E odiava o calor também.

Essas eram uma das coisas da longa lista de coisas que Sasuke odiava.

E outra também, era o fato de seu irmão não parar de insistir que Sasuke deveria dormir em sua casa.

- Eu tô dizendo Sasuke, tá chovendo demais, você acha que vai aparecer algum uber por aqui?- Exclamou seu irmão mais velho, cruzando os braços e o encarando fixamente.- Eu já falei, é melhor você dormir aqui. Eu posso até dormir no sofá e você na cama, não tem problema Otouto. E outra, você sabe que é perigoso pegar um uber nessa hora da madrugada.

Sasuke soltou um suspiro, deixando de fitar a tela do celular. Olhou para cima, observando a figura do seu irmão mais velho parado no meio da sala de braços cruzados.

Itachi era bonito. Eles eram quase a cópia exata, tirando o fato do seu irmão mais velho ter o cabelo longo abaixo da cintura - que agora estavam presos em um coque desajeitado - e o cabelo de Sasuke ser repicado para trás. E tinha a diferença das marcas de nascença ao lado das bochechas de Itachi, junto com os longos cílios pretos que Sasuke sempre invejava - mas tinha orgulho o suficiente para confessar. - Sem contar da diferença de 4 anos de Itachi.

Ele só tinha feito uma visita breve ao irmão, mas acabaram tão envolvidos em vários assuntos que Sasuke não viu o tempo passar. Só notou que era mais de meia noite quando ouviu um barulho característico de chuva e foi verificar o horário em seu celular.

Sasuke saiu dos seus pensamentos ao ouvir seu irmão tossir de leve, chamando sua atenção.

- Eu não gosto de dormir na casa dos outros, Itachi.- Respondeu, ignorando totalmente a proposta feita pelo outro.

Itachi soltou um suspiro, andando até parar em frente ao irmão.

- Não é dos outros, Sasuke! Eu sou seu irmão, não um desconhecido.- Falou Itachi em um tom sério, se sentindo ofendido pela resposta do mais novo.

- Eu sei, porra. Mas eu não gosto de dormir fora de casa, tá difícil entender? - Exclamou Sasuke devolvendo no mesmo tom sério do mais velho.

Estava ficando estressado.

Sasuke, sinceramente, quis mandá-lo tomar no meio do cu.

Sua cabeça doía de leve, e a recém-gripe não ajudava em nada.

- Ah, o problema é seu. Você não é mais uma criança, Sasuke. então eu não vou ficar insistindo. - Itachi murmurou se dando por vencido, e batendo os pés até o próprio quarto, fechando a porta com força.

Ignorando o seu irmão e a dor de cabeça latejante, Sasuke soltou um suspiro, saindo da sala em direção a porta da casa de Itachi.

#

Sasuke assistia as grossas gotas de chuva cair pelas casas e ruas sentado na rede estendida na varanda da casa de Itachi.

Depois da pequena discussão com seu irmão mais velho, decidira ficar ali fora.

Sua cabeça tinha parado de doer fazia alguns minutos.

Mexendo os pés para fora da rede, Sasuke podia ouvir as gotas grossas batendo na telha da varanda, rolando até aparecer em seu campo de visão, formando gotas ainda mais grossas.

Sasuke se relembrara da cena minutos atrás de Itachi.

Será que seria melhor ele ficar ali do que ir embora?

Iria matá-lo se ele passasse apenas uma noite na casa do seu irmão mais velho?

Itachi até propôs que ele dormisse na sua própria cama, e que ele dormiria no sofá sem problemas.

Sasuke franziu o cenho, só de pensar em dormir na cama de outra pessoa sem ser a sua já o dava um certo enjoo.

Mas também ele não teria outra opção, nenhum uber estava disponível.

Sasuke pegou seu celular, apenas para verificar se tinha algum uber disponível.

Verificou, vendo novamente que não tinha ninguém disponível.

Soltou um suspiro, estava pronto para sair da rede e desistir de ir para casa, aceitando a proposta de dormir na cama de Itachi, quando um desenho característico apareceu em seu celular.

Era um uber. Um único uber passando a menos de dois quilômetro de distância perto da casa de Itachi.

Sasuke arregalou os olhos por um segundo, totalmente surpreso.

Quem seria o louco a dirigir no meio dessa chuva forte em plena madrugada?

Sasuke saindo dos seus pensamentos, buscou o botão do seu celular apertando-o e chamando o uber para si, temendo que alguém o chamasse antes dele e ele acabasse perdendo o único uber que tinha disponível.

#

O uber chegou em cinco minutos.

Do lado de fora, Itachi abraçava seu irmão, mesmo que tenha ficado magoado com as palavras do irmão.

Os cabelos de Itachi, que antes estavam presos em um coque bagunçado; agora estavam soltos pelas suas costas.

- Tem certeza que não quer ficar?- Perguntou Itachi com um único fio de esperança, Sasuke se afastou um pouco de Itachi, observando as onix semelhantes a sua.

- Você sabe que não, Itachi. Mas assim que eu chegar em casa, te garanto que mando uma mensagem. - Disse Sasuke, se soltando de Itachi e ajeitando o seu moletom que amassou por conta do abraço.

- Tudo bem, Se cuidado otouto. Eu te amo, não esqueça disso. - Constatou Itachi, fazendo Sasuke sentir um arrepio passar pelo seu corpo.

Não sabia por quê, mas sentiu que deveria falar que o amava também.

Mas, por conta do orgulho e vergonha, Sasuke apenas se afastou, acenando para Itachi enquanto abre a porta do uber e adentra no carro.


4 de Junho de 2020 às 02:44 0 Denunciar Insira Seguir história
0
Continua… Novo capítulo A cada 10 dias.

Conheça o autor

Itanarusasu_panic Cristina itanarusasu é cannon com gostinho de chocolate

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~

Histórias relacionadas

Mais histórias

Cintilante Cintilante
Art Deco Art Deco
Jardim de borboletas Jardim de borboletas