bucetinhadobyun 𝕤𝕞𝕚𝕝𝕖 𝕠𝕟 𝕞𝕪 𝕗𝕒𝕔𝕖 ⁹⁹

Chanyeol se viu encantado por uma voz misteriosa que cantada todas as madrugadas quando ele ia dormir, um dia junta toda a coragem que nem sequer sabia que tinha e vai atrás do som, munido apenas de um chinelo e uma lanterna.


Fanfiction Bandas/Cantores Todo o público.

#fantasia #yaoi #fluffy #chanbaek #exo #Baekhyun-TritãoAU
Conto
0
574 VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Beautiful

Olhou no relógio e eram exatas 3 da manhã. Arrepiou-se ao ouvir aquele ‘nanana’ e decidiu acabar logo com aquilo. Já faziam duas semanas que só dormia depois do sol nascer, quando a canção finalmente chegava ao fim.


Levantou-se e pediu ao cachorro, Toben, que o mesmo lhe desejasse boa sorte, este que latiu e Chanyeol foi para fora do quarto. A casa estava escura pois todos estavam dormindo, mas conhecia cada centímetro, sabia bem por onde passar para não esbarrar em nada ou fazer barulho. Respirou fundo e abriu a porta, a partir de agora ele estaria completamente sozinho. Morar no meio do mato tinha suas desvantagens, principalmente em situações como essa, em que a vegetação parecia o esconder de um tudo e tornava impossível enxergar algo além do próprio pé. Olhou para trás uma última vez e ligou a lanterna: estava na hora.


Não soube por quanto tempo caminhou, só sabe que o mato deu lugar a água, que de dia era cristalina e a noite tão escura quanto o céu mais estrelado, e hoje era como naquelas noites. Mas a canção agora estava ainda mais alta, ali era a fonte.


O coração acelerou como uma galinha fugindo dele. Com uma fagulha de coragem, ele iluminou uma parte daquele lago, dando de cara com um lindo rapaz cantando embaixo d’água.


Mas o rapaz tinha a parte debaixo de um peixe e seu corpo tinha as laterais holográficas. Foi a cena mais linda que já viu, e aquela voz… Estava hipnotizado enquanto segurava a lanterna com uma mão e o chinelo na outra, a cantoria continuava enquanto o ser lentamente se aproximava, até que sentiu mãos frias sobre suas bochechas quentes, sendo sutilmente trazido para a água, deixando cair o chinelo e a lanterna.


Mesmo com a baixa iluminação, ainda conseguia vê-lo. Seus olhos eram tão brilhantes quanto milhares de pequenas estrelas. De repente, seus lábios foram selados e ele ouviu aquela música ecoar por toda a água também dentro de sua mente. Estava tão encantado que sequer notou se respirava ou não, até que o ser começou a rodeá-lo enquanto cantava e com uma rabada o lançou de volta para a terra, chutando também o chinelo que ele prontamente pegou. A criatura nadou para a superfície junto, deixando apenas seus olhos para emergir totalmente logo depois e a canção chegar ao fim.


Olhou para o céu e notou que o sol estava nascendo, e sem pensar duas vezes correu para dentro da casa, agora conseguindo enxergar o caminho.


Depois daquele dia passou a sonhar todos os dias com o misterioso ser, o rodeando e cantando, o beijando e fazendo acrobacias enquanto dançava sedutoramente sob a luz da lua.


Nunca mais o viu pessoalmente, em horário algum, mesmo que o esperasse pacientemente na beirada do lago com outra lanterna. Quem era o ser misterioso? Por que desapareceu? Voltará um dia? Infelizmente ele não tinha ideia. Só sabia que, desde aquele dia, não existia mais ninguém em seus pensamentos ou seu coração se não ele.

1 de Junho de 2020 às 02:11 0 Denunciar Insira Seguir história
0
Fim

Conheça o autor

𝕤𝕞𝕚𝕝𝕖 𝕠𝕟 𝕞𝕪 𝕗𝕒𝕔𝕖 ⁹⁹ Gosto de escrever, ouvir música e apreciar fanarts. ♥

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~