kanon_sensei Kanon Sensei

Uma humana com superpoderes sobrenaturais Um bestial que pode ficar na forma humana Kate uma garota que nunca se apaixonou e seu coração será agarrado por Luke o bestial poderá esse amor dar certo?


Romance Romance adulto jovem Para maiores de 21 anos apenas (adultos).

#bruxa #comédia #magia #fantasia #lobo
1
625 VISUALIZAÇÕES
Em progresso - Novo capítulo A cada 15 dias
tempo de leitura
AA Compartilhar

Capítulo 1





















Kate


Até alguns dias atrás eu era só uma mulher de 20 anos do interior de São Paulo que tinha acabado de ser aceita na melhor empresa de telecomunicações da região de Ribeirão Preto, mas tudo mudou por causa de um acidente que aconteceu no dia que fui comemorar meu primeiro emprego. Eu estava com minha família num restaurante e de repente assaltantes invade o local e começa roubar os clientes, "quem imaginaria que um restaurante seria alvo de assaltantes perigosos"


Meu pai não quis entregar seu relógio, seu celular e seu dinheiro e isso deixou os bandidos furiosos, então um deles agrediu meu pai fazendo-o desmaiar, vendo aquilo minha mente ficou em branco e algo dentro de mim começou a queimar e quando voltei ao normal, todos os bandidos estão caídos no chão e mortos e meus familiares estavam paralisados e com os olhos arregalados, vi minha mãe me olhar com medo, vendo aquilo me deixou desesperada e sai correndo e fui pra casa e me tranquei no meu quarto e fiquei por dois dias trancada com medo de machucar minha família, então eles vieram, "os batedores", cinco homens com roupas diferente vieram me prender, falou pra minha família que era uma polícia especializada em caso sobrenatural e falou que eu era um perigo pra todos, meu pai não gostou e mandou eles irem embora, mas se recusaram e usaram um tipo de magia na família fazendo todos desmaiaram, então vi que se eu ficasse eles estariam em perigo, peguei minhas coisas e fugi antes deles conseguir me pegar. Fiquei por vários dias fugindo, mas eles continuavam na minha cola e sem saber o que fazer resolvi entrar na floresta proibida, meu pai sempre falava dessa floresta, dizia que quem entrasse nela nunca mais voltava, mas essa é a única solução pra me livrar deles... Já era tarde quando entrei na floresta e pra ajudar começou a chover, fiquei por várias horas correndo sem rumo e mesmo assim consigo sentir a presença dos homens, "eles não desistem", mas não vão me pegar jamais... Olho pra trás e não vejo ninguém atrás de mim, então volto olhar pra frente e acabo trombando em algo me fazendo cair de bunda, gemo de dor ao sentir meu cofrinho sendo quebrado por causa do impacto, com raiva olho pra frente e fico paralisada, "PUTA QUE PARIU". Agora essa! Além de fugir dos homens, vou ser devorada por um lobisomem. O animal fica me olhando, então me levanto e levo a mão onde está doendo

— se vai me comer, anda logo porque os que estão atrás de mim vão fazer isso — falo ao olhar pra ele — prefiro ser devorada do que ser capturada por aqueles homens estranhos — falo e o animal se aproximar e congelo ao vê-lo bem na minha frente — meu pai, como ele é grande — pensei

— porque eu comeria uma humana? — pergunta com a voz grossa e rouca, fico parada e piscando várias vezes e tentando acreditar que ele falou — quem está atrás de você, humana?

— ele fala — falo e levo a mão na cabeça — acho que estou ficando louca por causa do cansaço, o lobisomem falou — falo e começo a rir e o mesmo fica me olhando — o que tinha na minha água? — pergunto meia confusa

— humana estranha — fala e olho pra ele e arregalo os meus olhos

— você está falando — falo gaguejando e de repente tudo começa a escurecer e caio e antes de chegar ao chão sinto braços me envolvendo — você vai me comer? — pergunto baixinho

— não como carne humana — responde e me pega no colo — vou te tirar dessa chuva — fala e começa a andar e desmaio

(...)

Kate

Acordo e fico pensando no sonho maluco que tive, "eu estava fugindo dos batedores e acabei trombando num lobisomem e o mais doido que ele fala", começo a rir do meu sonho maluco, então abro meus olhos e vejo que está escuro, me sento e olho pro lado, "que diabo de lugar é esse?" Me levanto e começo a andar, "merda não consegui ver nada", então bato em alguma coisa

— PORRA! ESSA DOEU — grito e me abaixo e levo a minha mão no meu pé — onde estou?

— na minha toca — responde e olho pra frente e vejo o lobisomem segurando uma tocha de fogo

— caralho!! Não era um sonho — falo ao me levantar — então, obrigada por me salvar — falo sem graça e o mesmo fica me olhando — isso é muito estranho — pensei — você tem nome?

— Luke

— prazer, sou Kate — falo e sorrio — você é um lobisomem?

— humanos amaldiçoados que são lobisomem...Sou um bestial, mas minha magia permite que eu vire humano

— qual é a diferença de um lobisomem com um bestial ?

— a diferença que o humano vira lobisomem na lua cheia e não tem controle da besta e um bestial tem o sangue puro e consciência

— não entendi nada, mas vai isso mesmo — falo sem graça

— porque você estava fugindo?

— porque os batedores estão atrás de mim

— batedores?

— são uma tipo de polícia que só ficam atrás de casos sobrenatural... Eu tenho poderes sobrenaturais que pra eles é um perigo aos humanos, então fugi mas eles não desistem de tentar me capturar — respondo e solto suspiro cansado — tive que deixar todos que são importantes pra mim em forma de protege-los de mim e dos batedores

— você está segura aqui — fala ao tocar no meu rosto e me assusto, mas não demonstro

— obrigada — agradeço e em seguida espirro — merda! Vou acabar pegando gripe — falo por está molhada ainda

— vou fazer uma fogueira pra se aquecer — fala e começa a andar e se abaixa e faz a fogueira — tire a sua roupa e coloca pra secar — fala e fico olhando pra ele

— eu não vou tirar a roupa perto de você — falo envergonhada e o mesmo fica me olhando — bicho safado — pensei

— azar é o seu — fala sem se importar e deita no chão e fico olhando pra ele e volto a espirrar

— não acredito nisso — pensei — se você olhar, te mato — falo seriamente ao me aproximar e começo a tirar a minha roupa, após terminar deixo elas perto da fogueira e sento no chão — ele é um animal que fala, então não dá nada ficar nua na frente dele, mas ele é macho e ainda fica na forma humana — pensei — era melhor se eu tivesse sido devorada — sussurro pra mim mesma e abraço meus joelhos — existe mais da sua espécie?

— sim

— porque você não está com eles?

— você faz muito pergunta — fala ao se levantar e vem até a mim e senta do meu lado e fico nervosa — aconteceu muitas coisas que me levou a sair da minha alcatéia

— o que aconteceu? — pergunto curiosa — desculpa, estou fazendo perguntas de mais — falo sem graça e volto a olhar na direção da fogueira

— eu era o líder da minha alcatéia e como todo líder precisa de uma fêmea, então os anciãos escolheram uma pra mim, mas não aceitei e então sai da alcatéia

— você não amava ela? — pergunto ao olhar pra ele e o mesmo balança a cabeça que não — casar com alguém que não ame, nem eu aceitaria algo assim...Sua alcatéia tem leis isso é interessante

— temos aparência de animal, mas somos inteligentes e civilizados

— entendi — falo e me encolhi ao sentir frio — aqui é uma geladeira, logo terá picolé de Kate — falo brincando e sinto braços me envolvendo e me puxa — o que você está fazendo? — pergunto gaguejando por ele me fazer sentar no colo dele

— estou evitando que você vire um picolé — responde ao me abraçar — só te peço, não se mexa

— porque não me mexer?... Oh meu pai do céu — pensei — tá bom — respondo firme — ele é um lobisomem fortão de dois metros de altura, nem tem como... Espera... QUE PORRA ESTOU PENSANDO?...Tô tarando tudo agora, que merda é essa, kate? — pensei — luke, você pode fechar os olhos pra eu vestir minha roupa — falo ao olhar pra ele e o mesmo me solta e fecha os olhos, então me levanto e vou até minhas roupas e as pego e vejo que estão úmidas não ligo e visto mesmo assim — pode abrir agora — falo ao me aproximar dele

— você deveria ter esperado sua roupa secar

— seria muito perigoso — falo sem pensar e minha cara queima — eu vou dormir, boa noite — falo rápido e deito no chão e fecho meus olhos — que merda está acontecendo comigo? — pensei

29 de Maio de 2020 às 02:18 2 Denunciar Insira Seguir história
1
Continua… Novo capítulo A cada 15 dias.

Conheça o autor

Kanon Sensei "As pessoas mudam!...Mas ja viram um demonio voltar a ser anjo?"

Comentar algo

Publique!
jessica sucenato jessica sucenato
Amo essa história. Fico feliz que esteja publicando aqui 😆
May 29, 2020, 02:28

  • Kanon Sensei Kanon Sensei
    Vamos ver o que vai virar aqui né Pensa num site difícil de postar as histórias. Demorou pra mim postar um capítulo 😅 May 29, 2020, 02:32
~