yaskara-bohr Yaskara Bohr

Você acredita que em algum lugar possa estar o seu grande amor? Que existam almas que se completam? O que você faria se fosse proibido de estar com quem ama? Imagine que vocês fossem seres imortais e que foram amaldiçoados, um sempre reencarnaria como mortal em mundos diferentes, e você imortal a seguiria por todo o universo? E se você descobrisse que sua presença sugasse o tempo de vida dela, você desistiria de estarem juntos? Mesmo sentindo no fundo do seu coração toda vez que ela nascesse ou morresse, conseguiria ignorar sem intervir? Você iria atrás dela? Contaria tudo? A faria apaixonarsse por você novamente? Quantas vezes você seria capaz de repetir isso? Esses são alguns dos desafios que enfrentam os protagonistas desse livro, estão agora em um outro mundo, buscando viver seu amor e se livrar dessas barreiras em uma realidade cheio de desafios. Destino Traçado conta a história de um amor ciclíco, propositalmente interrompido e reiniciado pelos deuses.


Romance Suspense romântico Para maiores de 18 apenas.

#altafantasia #deuses #fantasia-guerra--espada-
2
1.6mil VISUALIZAÇÕES
Em progresso - Novo capítulo Todos os Domingos
tempo de leitura
AA Compartilhar

A carruagem

Era tarde de início de inverno nas terras de Adam, entre a janela meio aberta, avistava o sol sonolento no horizonte.


Minha carruagem de viagem retornava para casa quando atravessando a estrada pedregosa ao fundo do Vale Austero, uma das damas quebrou um pesado silêncio:


— Estamos na metade do caminho, baronesa! Essa parte da estrada ficou terrível depois que passaram as enchentes, mas acredito que ficará pior com a neve que ameaça cair. — disse preocupada, Emili, uma linda e sensata jovem de longos cabelos cacheados.


Como era de costume nessa região, estávamos todas vestindo pesadas roupas de inverno e cobríamos a cabeça com um véu protetor para que o vento frio não ferisse a pele do rosto e dos lábios.


Dentro da carruagem um clima de ansiedade tomava o ar, estávamos em alerta desde que recebemos a notícia de invasão que estava a caminho de uma das cidades comerciais próxima.


— Temos que chegar a salvo a Odessa antes do cair da noite!


— Oh! Já estamos ao entardecer, não creio que conseguiremos, senhora Milien! — Era Petúnia que suspirava fundo, uma mulher corpulenta quase de meia-idade, com pele alva e lindos cabelos negros, apresentava sua negatividade habitual, mas uma dama de companhia muito prestativa e falava fluente vários idiomas.


Com um solavanco, que elevou às três as alturas, a carruagem parou, meu cocheiro Edgar bateu à porta aflito:


— Senhora Baronesa! Temos um problema!


Ao abrir a janela, se avistava que à frente na estrada havia um bloqueio.


— Serão ladrões? — Petúnia abanava o peito, aflita.


Segundos depois o chão começou a tremer, se sentia e escutava o cavalgar de inúmeras animais, logo em seguida os avistados a frente do bloqueio, com facilidade alguns cavaleiros saltaram o obstáculo e logo a carruagem estava cercada.


— "Quem vem lá?" - Um soldado com armadura prateada bateu ao lado da carruagem com inquietação.


Petúnia entendeu o idioma e respondeu na mesma língua:


— "Temos permissão para retornar a Odessa esta noite... somos..." — Interrompendo-a, Emili agarrou seu braço e disse baixinho:


— Não identifique a baronesa sem antes ver a bandeira desses homens.


Petúnia contínua:


— "Sir! Por gentileza! Poderíamos ver a bandeira do seu destacamento?"


O homem ergue o brasão escarlate no manto branco de seu peito.


— "Se não fôssemos homens do dono dessas terras, com certeza as damas não estariam inteiras dentro desta carruagem". — Sorri encarando Emili, que encolhe e se esconde atrás de Petúnia.


Tomando a frente me ergui dentro da carruagem dizendo:


- Basta! "Temos a permissão de seu senhor para atravessar este vale!" — Arranhando o pouco que sabia do seu idioma, ergui um passe com o mesmo brasão que carregava o cavaleiro.


Ele riu e o tomou da minha mão.


— "Este passe já não tem validade, a Senhora não passará desde aqui até Odessa". — Encarou-me, rasgando o passe e o atirando ao chão.


— "Como se atreve?" — Me entrepus pela janela com dificuldade devido às roupas de inverno, mas tinha que ver a cara deste homem, perguntei com seriedade:


— "Como se chama, Sir? Para que eu escreva uma carta de reclamação a seu respeito diretamente ao conde? — Estava cerrando os punhos firmemente nesse momento, realmente não conseguia esconder o quanto estava indignada.


O cavaleiro soltou um risinho.


— "Sir Dalton, sou o primeiro mestre de armas e a sua reclamação pode ser feita agora diretamente a Ele" — recuou seu cavalo prateado e deu espaço para um imponente garanhão negro e seu misterioso cavaleiro, se apressou até janela, levantou a viseira protetora do elmo perguntando em meu idioma:


— Milady, Baronesa Milien de Odessa? — Escutando a sua voz meus sentidos foram congelando, a cena para mim, começou a passar lentamente, levei um tempo para processar o que via, a imagem de um aterrador cavaleiro de armadura negra e com a túnica vermelha, banhada em sangue.


— Si-si... Se-se — Consentia com a cabeça, as palavras não saíam por completo, percebi que ele ergueu o braço para me puxar pela janela, retrocedi, mas foi em vão, com um único movimento me retirou da carruagem e me pós a sua frente na sela.


Minhas damas de companhia estavam desesperadas, sem saber o que fazer.


Me encarando disse:


— Sou o senhor dessas terras. — Virou para seus soldados e ordenou — Dalton e Curle, agarrem as damas! Você cocheiro volte com a carruagem para a Vila Alcea, o Senhor Bruno irá guardá-la e te dará abrigo.


Quando os dois cavaleiros se aproximaram, Emili Petúnia começam a gritar meu nome.


Nesse momento despertei do transe em que estava, me ergui na sela e veemente contrário:


— Esperem! Para onde irão levar minhas damas de companhia? Não se atrevam a tocá-las! — Olhei para cima, desafiando seus sérios olhos negros, traguei saliva e continuei com o mesmo tom de voz:


— Conde, meu Senhor, por favor me diga o que está acontecendo!


Nesse momento escuto zunidos de flechas cortando o ar ao meu lado, outras três seguem tendo a mim como alvo, mas são interceptadas e destroçadas pela armadura do braço do Conde, ele ordenou:


— Levem as damas para a fronteira com os aliados agora!


— Senhora! Senhora! — Grita Edgar apontando para cima. — Do alto vi toda uma infantaria de arqueiros mirando para baixo do vale, gritei:


— Edgar! Esqueça a carruagem! Pegue os cavalos e vá para o refúgio de Odessa!


Abruptamente, o conde me aperta contra a sela e vira o cavalo saltando para baixo da estrada, todos os seus homens o seguiram, e do alto do vale uma saraivada se flechas foram erguidas ao céu.


Por de baixo os braços do conde, observava a Edgar desatar os cavalos e seguir de regresso pela estrada, fecho os olhos e me agarro firmemente a crina do animal rogando para que todos cheguem vivos em casa.


Como se estivesse lendo meus pensamentos o Conde abaixa a cabeça e diz em meu ouvido:


— Não se preocupe, eles estarão bem, os objetivos que eles mais querem eliminar estão agora sob este cavalo. — Ele se vira e ergue um imenso escudo nos protegendo da chuva de flechas que caía e tudo ao meu redor escureceu.



25 de Maio de 2020 às 12:27 10 Denunciar Insira Seguir história
2
Leia o próximo capítulo O Quarto Vazio

Comentar algo

Publique!
Karimy Lubarino Karimy Lubarino
Olá! Escrevo-lhe por causa do Sistema de Verificação do Inkspired. Caso ainda não conheça, o Sistema de Verificação existe para verificar o cumprimento das Regras comunitárias e ajudar os leitores a encontrarem boas histórias no quesito ortografia e gramática; verificar sua história significa colocá-la entre as melhores com relação a isso. A verificação não é necessária caso não tenha interesse em obtê-la, então, se você não quiser verificar sua história, pode ignorar esta mensagem. E se tiver interesse em verificar outra história sua, pode contratar o serviço através de Serviços de Autopublicação. Sua história foi colocada "Em revisão" pelos seguintes apontamentos retirados dela: 1)Pontuação: "Sol se pôr um dos últimos do ano" em vez de "Sol se pôr, um dos últimos do ano"; "para casa quando atravessando a estrada pedregosa do Vale Austero, uma das" em vez de "para casa quando, atravessando a estrada pedregosa do Vale Austero, uma das"; "Estamos na metade do caminho Baronesa!" em vez de "Estamos na metade do caminho, Baronesa!" 2)Acentuação: "ensinou tudo que pode" em vez de "ensinou tudo que pôde"; "trocavamos" em vez de "trocávamos"; "bateu a porta" quando deveria ser "bateu à porta"; "toca-las" em vez de "tocá-las". Observação: os apontamentos acima são apenas exemplos retirados de sua obra, há mais o que ser revisado. Aconselho que procure um revisor; é sempre bom ter alguém para ler nosso trabalho e apontar o que acertamos e o que podemos melhorar, e os revisores do Inkspired, quando contratados, fazem uma correção aprofundada e profissional, realizada por revisores capacitados e experientes. Caso se interesse, o serviço de Correção editorial e de estilo também é disponibilizado pelo Inkspired através do Serviços de Autopublicação. Também disponibilizamos o serviço de beta readers, que fazem uma análise detalhada de pontos específicos da história (como enredo e construção de personagens) e a enviam através de um comentário privado. Além disso, também temos o blog Tecendo Histórias, que dá dicas sobre construção narrativa e poética, e o blog Esquadrão da Revisão, que dá dicas de português. Confira! Bom... Basta responder esta mensagem quando tiver revisado a história, então farei uma nova verificação.
May 28, 2020, 12:35

  • Yaskara Bohr Yaskara Bohr
    Olá! Obrigada por ter gostado da primeira cena! Fiz correção que você apontou, sobre o serviço de revisão profunda e de estilo penso fazer quando terminar esse livro e/ou ele tiver uma certa quantidade de seguidores. Sobre os leitores beta tenho o plano anual, esse serviço estaria incluso, certo? May 28, 2020, 18:49
  • Karimy Lubarino Karimy Lubarino
    Olá, autora! Sua história será verificada de novo em breve. Com relação aos Betas: sim, você tem direito a pedir betas e também outros serviços inclusos no pacote. Caso vá fazer pedido de betagem, você também pode especificar suas prioridades, Como construção de personagens ou diálogos, por exemplo. Caso tenha alguma dúvida, basta falar. May 29, 2020, 16:09
  • Karimy Lubarino Karimy Lubarino
    Olá, autora! Fiz uma nova verificação em sua história, porém ainda encontrei pontos que precisam de revisão. É importante lembrar que os apontamentos da primeira mensagem são apenas exemplos do que você pode trabalhar para melhorar a história gramaticalmente e ortograficamente falando, como em "Estamos na metade do caminho, Baronesa!", que foi um exemplo para mostrar que é necessário separar os vocativos das frases, pois um não faz parte do outro. Enfim, caso faça uma nova revisão e queira outra verificação, bastante responder o comentário e virei o mais rápido possível. Obrigada. May 30, 2020, 14:40
  • Yaskara Bohr Yaskara Bohr
    Olá! Obrigada pela atenção, fiz todas as correções que consegui enxergar. May 31, 2020, 16:36
  • Karimy Lubarino Karimy Lubarino
    Olá, autora. Uma nova revisão foi feita, porém ainda existem pontos gramaticais e ortográficos que precisam de atenção. Caso realize uma nova revisão e deseje uma verificação, basta avisar. Obrigada. June 01, 2020, 13:18
  • Yaskara Bohr Yaskara Bohr
    Olá! Fiz novas correções. Está melhor agora? June 04, 2020, 13:24
  • Karimy Lubarino Karimy Lubarino
    Olá, autora. Ainda existem coisas que precisam de atenção na história. Por exemplo, falta de vírgula para separar orações deslocadas (inclusive uma delas exposta no primeiro comentário que fiz); também há uso equivocado de crase, entre outros. Caso deseje ajuda com a revisão, você pode sempre contratar os serviços do Inkspired ou pedir ajuda a um Beta reader que faça correção gramatical e ortográfica. Se precisar de uma nova verificação, basta avisar. Obrigada. June 04, 2020, 15:18
  • Yaskara Bohr Yaskara Bohr
    Boa tarde! Poderia fazer uma nova verificação? Obrigada. :) June 05, 2020, 17:33
  • Karimy Lubarino Karimy Lubarino
    Olá, autora! Uma nova verificação foi feita em sua história, porém ainda encontrei pontos que precisam de atenção. Caso deseje uma nova verificação, basta pedir. June 08, 2020, 13:28
~

Você está gostando da leitura?

Ei! Ainda faltam 10 capítulos restantes nesta história.
Para continuar lendo, por favor, faça login ou cadastre-se. É grátis!