moonbaek Luna Byun

Byun Baekhyun só queria que a sua namorada, Kim Taeyeon, parasse de jogar League of Legends e lhe desse um pouco de atenção. Seria pedir demais por isso?


Fanfiction Bandas/Cantores Impróprio para crianças menores de 13 anos.

#romance #comedia #exo #baekyeon #taeyeon #baekhyun
0
660 VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Taeyeon sai do lol, mas o lol não sai dela

Baekhyun não aguentava mais ficar em casa sem fazer nada, dominado pelo tédio. Era feriado e deveria estar aproveitando, fazendo alguma coisa que não tivesse tempo para fazer no seu dia-a-dia. Porém lá estava ele deitado na cama com o celular em mãos, com um joguinho aberto.

Já estava cansado do mesmo jogo, então o fechou e ficou zanzando pelos aplicativos do celular, vendo algumas fotos e excluindo outras, até que parou em uma foto com a sua namorada, Taeyeon. Como não tinha pensado nela antes? Que péssimo namorado é, já que nem da namorada lembra.

Abriu o aplicativo de conversas e mandou uma mensagem para Taeyeon, esperando que ela estivesse livre.

[13:14] Baek: Tae, você tá em casa? Eu quero te ver...

Baekhyun ficou abrindo e fechando a conversa já que Taeyeon estava demorando para responder. O que ela estava fazendo, afinal?!

[13:26] Denguinho: Euto em cawa dim, vem p ca

[13:26] Denguinho: Eu tô*

[13:26] Denguinho: Casa*

Ignorou a demora com que tinha recebido as mensagens e mandou um “estou indo” em seguida.

Levantou da cama e começou a escolher uma meia para colocar, mas parou com o que estava fazendo ao pensar se não estava fedendo, já que o dia estava um pouco quente e tinha acordado suando. Levantou o braço e deu uma fungada no sovaco, fazendo uma careta em seguida por causa do cheiro azedo. Precisaria de um banho, com toda certeza.

Foi para o banheiro e tirou toda a roupa para que pudesse tomar um banho e ir cheiroso para a casa da Taeyeon, não querendo passar vexame. Porém, antes de entrar no box, deu uma cheirada debaixo do braço de novo, apenas para ter certeza de que estava fedendo mesmo.

Ôh fudum bravo.

(...)

Baekhyun tomou seu banho e passou seus produtos mais cheirosos que tinha. Não é novidade para ninguém que ele é muito vaidoso, gosta de estar cheiroso e bonito, ainda mais para estar no mesmo nível de beleza que sua namorada. O Byun ama ouvir que os dois fazem um casal muito bonito e que seus futuros filhos iriam ser crianças muito fofas e lindas – mesmo que ainda sejam muito jovens para isso, recém estão na universidade –, isso infla mais ainda seu lado romântico e sonhador.

A diferença entre Taeyeon e Baekhyun é algo gritante para as pessoas que veem de fora, pois Baekhyun parece ser aquele garoto meloso que adora um romance regado a mel e açúcar, e Taeyeon parece ser aquela garota que só quer saber de ficar em casa dormindo e que se lembra que tem um namorado duas vezes por semana.

Porém, isso é o que as pessoas de fora veem.

Porque o que realmente acontece dentro do relacionamento deles é que os dois são um casal meloso e que adoram se zoar. Baekhyun realmente é mais romântico, mas esse seu lado acaba por amolecer o coração de Taeyeon, o que faz com que eles vivam se enroscando em abraços com direito a beijinhos molhados na bochecha e palavras bonitinhas cheias de mel. Mas eles também adoram ficar zoando um ao outro, principalmente com brincadeirinhas irritantes e competitivas.

E pensando sobre isso durante o banho, o Byun começou a ficar mais animado com a ideia de ir para a casa da namorada, já que quanto mais pensava nela, mais vontade tinha de vê-la.

Terminou de se arrumar e saiu de seu apartamento, resolvendo ir a pé para a casa de Taeyeon, aproveitar que o dia estava bonito e com uma brisa fresquinha.

Enquanto caminhava, ficou pensando em várias coisas que ele e Taeyeon poderiam fazer juntos, assistir algum filme ou sair para dar uma passeada pela cidade. Pensou até mesmo em ir no cinema de noite. Ou poderiam ir para um barzinho com música, para comerem e beberem um pouco. Muito melhor do que ficar deitado na cama e mexendo no celular o dia inteiro.

Animado com os planos que tinha em mente, Baekhyun apertou a campainha da casa de Taeyeon quando chegou até a mesma. Estava com um sorriso pequeno no rosto só de pensar em ver a namorada, sorriso esse que foi se desfazendo aos poucos conforme ele foi apertando mais vezes na campainha da casa e nada de Taeyeon atender a porta.

Pensando que a Kim deveria estar no banheiro, sentou-se no pequeno degrau que havia na frente da porta. Apoiou os braços nos joelhos e ficou observando a rua, conseguiu até se distrair um pouco por uns 10 minutos, porém logo começou a ficar impaciente.

Levantou-se e voltou a apertar a campainha, ficando no vácuo novamente. Bufou impaciente e resolveu fazer a volta na casa, indo atrás da janela do quarto da Taeyeon. Sua sorte é que a casa é de apenas um andar, o que facilitou muito a sua vida. Parou em frente à janela dela e observou para dentro do quarto, não demorando a encontrar Taeyeon sentada à sua mesa de computador jogando League of Legends...

Baekhyun não conseguia controlar a sua cara de desgosto ao ver que sua namorada estava o deixando de lado por causa de um jogo. Será que ela estava jogando desde a hora que tinha enviado as mensagens? Não pode ser possível... mas isso explicaria os erros de digitação e a demora para responder.

Sentindo seu lado vingativo falando mais alto, Baekhyun aproveitou que a janela estava aberta e a escalou de forma silenciosa, entrando no quarto em seguida. Tirou os sapatos para que não fosse xingado e os deixou no parapeito da janela. Foi na ponta dos pés até a cadeira de Taeyeon, rindo internamente por ela ter que ficar sentada quase de costas para a janela do quarto.

— Yah! Kim Taeyeon! — Baekhyun exclamou, não se aguentando e caindo na risada quando viu sua namorada levar um susto e a cadeira virar com ela, fazendo com que ela fosse direto para o chão.

Depois de se acalmar um pouco, foi ajudá-la a levantar, logo vendo a cara de irritada dela, que piorou mais ainda quando ela viu que tinha morrido no jogo.

— Como você entrou aqui?! — Ela perguntou de forma indignada enquanto arrumava a cadeira. — Isso não se faz com as pessoas, Baekhyun! Eu podia ter tido um treco aqui!

— É, mas não teve. Você mereceu! Quem mandou me deixar te esperando abrir a porta por décadas?

— Eu ia atender assim que terminasse a partida! Você não poderia esperar mais um pouco? Nós já estávamos… — Taeyeon foi interrompida pelo som do jogo avisando que o time dela tinha ganhado a partida. Baekhyun quase caiu para trás quando levou um tapa de uma Taeyeon feliz por ter ganho a partida.

— Não foi dessa vez seus bostas! — Taeyeon gritou para a tela do computador toda animada.

Baekhyun sentou-se na cama da namorada e massageou o braço que ela tinha agredido, podia não parecer, mas Taeyeon tinha a mão pesada.

— Você devia parar com esse jogo, Tae. Você fica muito agressiva — Baekhyun resmungou enquanto olhava para a namorada.

— Você devia jogar pra ver como é bom — Ela disse sentando-se ao lado dele.

— E você devia me beijar, isso sim que é bom. — Baekhyun abriu um sorriso galante ao terminar de falar, piscando um dos olhos.

— Você é horrível em cantadas. — A Kim revirou os olhos, mas no final puxou o rosto de Baekhyun pelas bochechas, juntando seus lábios de forma calma.

Por mais que Baekhyun tenha ficado chateado por Taeyeon ter deixado ele esperando do lado de fora, quando ele sentiu os lábios dela contra os seus foi como se nada tivesse acontecido. Era sempre assim quando estava com ela, acabava esquecendo de tudo. O mesmo acontece com Taeyeon, por mais que anteriormente a sua atenção estivesse totalmente voltada para o jogo, quando se voltou para Baekhyun, focou-se apenas nele, sem conseguir pensar em outra coisa que não fosse no gostinho de pasta de dente que o beijo tinha e na maciez dos lábios alheios.

Baekhyun aproveitou para levar as mãos para a cintura da mais velha, apertando levemente o local com os dedos, a puxando para mais perto de si enquanto fazia o beijo ficar mais intenso, sugando a língua alheia com vontade. Enquanto isso, Taeyeon soltou as bochechas dele e passou os braços por seus ombros. Lentamente, Baekhyun foi empurrando Taeyeon para trás pela cintura, acabando com ela deitada na cama e com ele por cima. Na cabeça de Baekhyun já estava claro o que iria acontecer ali, já estava ficando todo animado, em todos os sentidos, se é que dá para entender...

O Byun então deu um fim ao beijo e desceu com os lábios para o pescoço de Taeyeon, dando leves mordidas junto de beijinhos pela pele, a vendo ficar toda arrepiada por causa de suas carícias. Soltou as mãos da cintura alheia e as levou para os botões da camisa que a mais velha estava usando, desabotoando um por um enquanto os acompanhava com beijos na pele que ia ficando exposta.

Taeyeon já estava ofegante, mordendo o lábio inferior para que não acabasse gemendo. Os olhos estavam fechados para que pudesse aproveitar da sensação de ter os lábios de seu namorado contra a sua pele, não se contendo e soltando um gemido baixo quando sentiu uma das mãos de Baekhyun apertando seu seio esquerdo por baixo da camisa, porém sua atenção fora desviada do que estavam fazendo quando começou a ouvir um barulho chato repetidamente vindo do computador.

Baekhyun ignorava o barulho a todo custo, pronto para terminar de abrir a camisa de Taeyeon e poder brincar um pouco com os peitos da mesma, como tanto gostava, quando, de repente, ela lhe empurrou e sentou na cama, acabando com todo o clima do momento.

Baekhyun rolou pela cama soltando um gemido de frustração quando a Kim levantou e sentou-se na frente do computador depois de terminar de abotoar a camisa completamente. Era o chat com o seu time do lol querendo saber onde que ela estava porque eles queriam jogar mais uma partida e só estavam esperando por ela. Taeyeon nem fez questão de avisar Baekhyun, apenas aceitou e entrou na partida.

Baekhyun a olhava de forma indignada, não acreditando que ela tinha parado tudo para voltar a jogar aquela coisa!

— Isso é sério, Taeyeon? — perguntou ainda não acreditando. — Você vai me deixar aqui assim? — perguntou apontando para o volume em sua calça, mesmo que a mais velha não pudesse ver.

— É seríssimo! É só uma partida, Baek. — Taeyeon fez o número 1 com o dedo e voltou a sua atenção para a tela do computador, já que o jogo já iria começar.

Baekhyun não pode fazer nada mais que suspirar e colocar o travesseiro em seu colo, esperando por Taeyeon terminar a partida.

Só esperava que não demorasse muito, afinal, queria a atenção de sua namorada, nem que fosse só para ficarem abraçados.

(...)

Era a terceira partida de lol que Taeyeon jogava, o que estava deixando Baekhyun mais indignado ainda e sem paciência. Como que estava sendo trocado por um jogo?!

Era a milionésima vez que estava rolando pela cama em puro tédio quando notou um controle em cima do criado-mudo ao lado da cama. Foi quando uma ideia surgiu em sua mente…

Abriu um sorriso arteiro e pegou o controle de cima do criado-mudo, o mirando para a tela do computador de Taeyeon. Não era bem uma tela de computador, era uma televisão já que a mais velha queria uma tela de computador grande e não achava por um preço barato, então a mesma vinha com um controle e podia ser controlada por ele.

Baekhyun já estava de saco cheio de ficar vendo Taeyeon sentada jogando e não ligando para a sua presença, então resolveu tirar um pouco com a cara dela. Apertou no botão do controle, fazendo a tela desligar e o escondeu embaixo do travesseiro rapidamente, fingindo que nada tinha acontecido.

— Ué? O que aconteceu?! — Prendeu o riso ao ver Taeyeon ficar surpresa quando a tela se desligou, vendo o desespero da mesma para ligá-la de novo e não morrer no jogo.

A Kim voltou a jogar quando ligou a tela e Baekhyun esperou um pouco para pegar o controle e apertar o botão de desligar de novo, vendo a mais velha dar um piti quando a tela ficou escura novamente. A vontade de rir era imensa, mas tentava a todo custo não se deixar levar e acabar com a sua diversão.

Dessa vez Taeyeon ligou a tela, mas já tinha morrido no jogo, o que fez com que ela xingasse alto e ficasse com um bico emburrado nos lábios.

Baekhyun estava com a mão na frente da boca segurando o riso, então levou um susto quando Taeyeon virou-se para si do nada. Sua sorte que deu tempo de esconder o controle debaixo de seu corpo.

— O que você tá fazendo? — Taeyeon perguntou estranhando o jeito do namorado.

— Eu? Nada. — Arregalou os olhos.

— Hm… sei — murmurou ainda desconfiada, porém voltou a sua atenção para o jogo quando a contagem de sua morte acabou.

Enquanto isso Baekhyun fazia uma cara de alívio e se abanava com a mão, se acalmando do susto que tinha levado, pensou que iria ser pego no flagra e tinha quase certeza de que se isso acontecesse iria apanhar.

Ficou quieto na sua por alguns minutos, apenas observando Taeyeon resmungar e xingar alguns jogadores, até que não resistiu novamente e desligou a tela de novo. Escondeu o controle e teve de virar de costas para a namorada, porque começou a ter um ataque de risos silenciosos depois de vê-la levantar da cadeira puta da vida e começar a procurar pelo problema na tela do computador. Espiou por cima do ombro e deu de cara com ela abaixada, procurando por, provavelmente, algum fio que estivesse “desligando” a tela do computador o tempo todo.

— Baekhyun! Vem me ajudar aqui, eu não tô conseguindo entender o que tem de errado com essa tela! — resmungou levantando-se e virando para o namorado com a cara emburrada.

— Mas eu não entendo dessas coisas, você sabe disso, Tae — respondeu não querendo se meter, já que não havia problema algum, afinal.

— Eu não acredito que essa porcaria já tá dando pane, faz nem três meses que eu comprei! Arrrg! — Baekhyun teve de se virar para o outro lado novamente por causa do acesso de raiva de Taeyeon, sempre achava graça de ver a mais velha irritada, ela ficava com umas expressões engraçadas.

Voltou a escutar os sons do jogo, então deduziu que Taeyeon tinha ligado a tela e voltado a jogar, o que fez com que apontasse o controle novamente e apertasse o botão para desligá-la. Por cima do ombro só viu Taeyeon batendo com a cabeça na mesa e resmungando.

Dessa vez não conseguiu controlar o riso e a Kim virou para ele, querendo saber o que era tão engraçado. Foi então que quando ela se virou deu de cara com Baekhyun tapando a boca com a mão e um controle na outra, rapidamente entendendo e fazendo com que tudo ficasse claro para si.

— Eu não acredito nisso, Byun Baekhyun! — E antes que Baekhyun pudesse pensar em fugir, Taeyeon já estava em cima dele, batendo com um travesseiro nele com toda a força que tinha.

Baekhyun não pode fazer mais do que se proteger, colocando os braços na frente do rosto e berrando para que Taeyeon parasse de bater nele com o travesseiro.

— Você merece isso, eu tô morrendo nessa merda de jogo de por sua culpa! — E continuou batendo nele.

— Mas Tae… Ai, droga… Eu só tava brincando! — falou tentando agarrar o travesseiro das mãos da mais velha, mas falhando.

Depois de dizer isso, aí sim que Taeyeon passou a bater com mais força nele com o travesseiro, estava brava por ele ficar lhe fazendo de boba e não deixando com que terminasse seu jogo. Apenas parou de bater nele quando ficou cansada, caindo deitada na cama. Tinha ficado cansada muito rapidamente, estava virando uma sedentária, nem força nos braços tinha mais. Será pelo fato de que só fica sentada jogando a maior parte do tempo?

Deixou esses pensamentos de lado quando sentiu Baekhyun grudando em si, colocando uma de suas pernas por cima das suas e passando um dos braços pela sua cintura. A Kim tentou fazer com que ele lhe soltasse, mas não conseguiu, já que o mais novo tinha grudado que nem carrapato.

— Eu tô brava contigo, me solta — falou lançando um olhar irritado para Baekhyun.

— Ai amor, não faz assim… — Fez uma voz chorosa. — Eu só queria que você desistisse de jogar e viesse me dar um pouco de atenção. — Fez cara de coitadinho para ver se a mais velha amolecia.

— Você é uma peste, Baekhyun — falou, não resistindo e dando uns tapas nele em seguida.

— Para de me bater, mulher! — Soltou-se de Taeyeon para segurar os braços dela, aproveitando para subir em cima dela, segurando os seus braços em cima de sua cabeça.

— Me solta! — Se sacudiu tentando fazer com que Baekhyun saísse de cima de si.

— Eu não, você tá muito agressiva com o amor da sua vida.

— Amor da minha vida só se for no seu…

— Epa, nada de palavrões! — interrompeu antes que ela falasse algo nada bonito. — Eu só queria mesmo que você me desse atenção, poxa. Eu vim pra sua casa pra passar um tempo contigo e não ficar te vendo jogar!

Taeyeon respirou fundo e fechou os olhos, balançando negativamente a cabeça para em seguida não conseguir segurar a sua risada.

— Do que você tá rindo? — O Byun perguntou fazendo uma careta pela mais velha estar rindo do que tinha dito. — Eu não fiz nenhuma piada, sabia?

— Eu tô rindo porque você é muito carente — disse depois de parar de rir, voltando a abrir os olhos e dando de cara com um Byun emburrado. — Qual o problema de me ver jogando por um tempinho?

— O problema é quando esse tempinho demora mais de uma hora.

— Eu nem fiquei mais de uma hora jogando…

— Ficou sim! — Puxou o celular do bolso da calça e mostrou o horário da conversa deles. — As duas horas eu saí de casa e cheguei aqui em vinte minutos, já são quatro horas!

Taeyeon revirou os olhos quando viu o horário, não gostava quando tinha que admitir que estava errada. Soltou um grunhido baixo por ter que concordar com ele.

— Tá bom, você venceu… — O Byun abriu um sorriso convencido quando ouviu o que ela disse.

— Então agora você vai me dar atenção? Se disser que não, eu não vou te soltar.

— Sim, eu vou te dar atenção — disse mostrando a língua para ele, não demorando para ter os braços soltos.

Baekhyun não perdeu tempo, saiu de cima de Taeyeon e foi até o computador, fechando o jogo e desligando o computador, voltando para a cama depois de fazer isso.

— Pra que isso? — perguntou confusa.

— Só pra garantir que você vai ficar comigo e não com o lol, afinal, eu sou o seu namorado e não o jogo — resmungou fazendo uma careta.

Taeyeon revirou os olhos, mas não conseguiu conter o sorriso que surgiu em seus lábios. Não conseguia acreditar em como seu namorado era uma criancinha carente de atenção.

— Você é muito chato — falou se aproximando de Baekhyun e o abraçando, deixando um beijo estalado em sua bochecha. — O que você quer fazer?

— Assistir alguma coisa na televisão? — mais perguntou do que afirmou. — Eu queria sair de noite, vamos no cinema, eu quero ver Thor.

— Tá bom, você quer alguma coisa pra comer? — perguntou pegando o controle da televisão e a ligando.

— Você, pode ser? — Taeyeon arregalou os olhos e virou-se para Baekhyun, vendo ele lhe olhando de forma maliciosa. O tapa que deu em Baekhyun foi quase automático, já que era algo que fazia com mais frequência do que parecia.

— Para de ser tarado!

— Eu só estava brincando, você é muito bruta comigo — reclamou massageando o braço onde tinha recebido o tapa.

— Você pede por isso, você sabe — respondeu e Baekhyun a respondeu mostrando a língua. — Você parece uma criança desse jeito.

— E você não tá cuidando dessa criança direito. Já era pra estar aqui, me dando beijinhos. — Apontou para a própria bochecha.

Taeyeon balançou negativamente a cabeça, mas voltou a dar uns beijinhos na bochecha do mais novo, esse que voltou a abraçá-la pela cintura e a passar a perna por cima das dela. Realmente, um carrapato.

Antes que Taeyeon pudesse perceber, Baekhyun virou o rosto e fez com que o beijo que iria na sua bochecha, fosse em seus lábios. Acabaram deixando com que o beijo rolasse, ficando apenas na simplicidade, mas que mesmo assim fazia com que Baekhyun e Taeyeon sentissem aquela coisinha boa no peito. Pararam o beijo e Baekhyun ainda deixou um beijo de esquimó no nariz da mais velha, rindo em seguida que afastou os rostos.

— Vamos ver o que tá passando de bom na televisão — Baekhyun falou pegando o controle e procurando por alguma coisa interessante nos canais.

Taeyeon assentiu e se aconchegou contra o corpo do namorado, enfiando o rosto no pescoço dele para sentir o cheirinho do mesmo e abraçando o corpo dele, que nem ele estava fazendo com o seu. O que fez com que Baekhyun abrisse um sorriso satisfeito enquanto passava pelos canais da televisão.

Taeyeon nem se lembrava mais de League of Legends.

(...)

Taeyeon e Baekhyun estavam terminando de ver um filme na televisão, o final estava bem chato para os dois, foi então que veio algo na cabeça de Taeyeon e ela cutucou Baekhyun para que ele lhe desse atenção.

— O que foi?

— Qual campeão do LoL trabalha nos Correios? — Não deixou com que Baekhyun respondesse, logo falando a resposta. — O Karthus. — E caiu na risada.

— Você sai do lol, mas o lol não sai de você, Taeyeon...

24 de Maio de 2020 às 09:41 0 Denunciar Insira Seguir história
0
Fim

Conheça o autor

Luna Byun apaixonada por byun baekhyun ; amo muito baeksoo e chanbaek ; a louca dos fluffy ;

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~

Mais histórias

Iniciativa Fanficadores - descrição do projeto Iniciativa Fanficado...
O alvorecer do amor O alvorecer do amor
Axis Mundi Axis Mundi