sophialoren Sophia Loren

Era o casamento do Juiz do Inferno com a representante de Hades. Thanatos foi o escolhido para ser o “padre”. Só que tinha um detalhe: Ele não queria. | Tentativa de comédia |


Fanfiction Anime/Mangá Todo o público.

#comédia #casamento #saint-seiya #cavaleiros-do-zodíaco #dia-a-dia
Conto
2
208 VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Capítulo Único — “Quer ser realmente esposa dele?”

Um som de microfone sendo testado chamou a atenção dos convidados no grande e glamoroso salão em Giudecca. Impressionantemente tudo estava coberto de flores das mais variadas, espalhando seu aroma — que era um tanto enjoativo para alguns — no local. As cadeiras de madeira maciça de carvalho devidamente enfeitada e coberta por uma manta branca, com detalhes em ouro.

Os convidados eram quase todas as personalidades do Mundo Inferior, como o Neo Rei Hades, sua esposa, Perséfone, uma moça de boa índole que organizou o evento; Hypnos e a esposa Grácia Pasitea e Thanatos no qual o último iria unir o casal da boda. Claro que Thanatos foi forçado a aceitar a contra gosto ser o “padre” da ocasião já que Hades não teria tempo para se organizar, por causa das diversas coisas do submundo.

Radamanthys olhava com adoração sua bela noiva, Pandora. Jamais imaginou que um dia poderia conquistar essa mulher tão difícil e de personalidade forte. A virginiana vestia um belo vestido grego, branco e entulhado de ornamentos, como joias de diversas pedras preciosas e ouro. Seus cabelos negros estavam bem arrumados em seu véu.

Pandora sorria com emoção com suas mãos enluvadas dadas com Radamanthys. Ela tinha sido guiada pelo seu “irmão” Hades, que a deixou com um olhar de aviso para seu juiz. “Se você machucá-la, vai desejar nunca ter renascido”, o típico olhar para tal ocasião.

— Boa noite a todos, neste belo salão de cerimônias — disse Thanatos um tanto sufocado por sua túnica preta com detalhes em ouro, que foi feita por sua cunhada. Olhou para seu papel na sua alta mesa, que continha o “roteiro” que tinha escrito para se guiar em tal festividade — Sejam bem vindas às bodas de Radamanthys de Wyvern e Pandora Heinstein. Um dos Três Juízes do Inferno e a representante de Hades respectivamente. — Puxou as mangas para cima para poder se apoiar melhor na mesa e tentando esconder sua irritação.

O noivo sussurrou para sua amada, cortando sem querer o “discurso” de Thanatos.

— Você está muito bela, querida-

— Sim, sim! Belíssima. Mas agora se calem! — disse o deus da morte irritado, fazendo o casal pular de susto e alguns convidados rirem amarelos. Thanatos suspirou e penteou os cabelos para trás tentando se acalmar — Retornando, vamos prestigiar a adorável união desses espectros. — Levou seus olhos de prata para os noivos — Senhora Pandora, aceita esse estúpido, bebum, insignificante, bruto, inútil e tão feio quanto um dragão como seu legítimo esposo? Na saúde e na doença; na riqueza e na pobreza, até que a morte, no caso eu, os separe?

A mulher estufou o peito orgulhosa. Radamanthys olhou como se Thanatos não tivesse medo de uns cascudos de Hades por tamanha petulância. Enquanto isso o imperador do submundo só esperava ansioso a resposta de Pandora.

— Sim!

Thanatos fitou bem os olhos castanhos da mulher.

— Certeza? Olha que ainda tem chance de sair correndo daqui.

— Absoluta Thanatos — confirmou Pandora.

Thanatos suspirou e voltou a ler seu papel.

— Radamanthys, aceita a glamourosa e horada Pandora como sua legítima esposa? Na saúde... Ah, todos os blá-blá-blá anteriores — o deus da morte com uma batida colocou os papéis na mesa. Percebeu uma certa demora com a resposta do escorpiano. Thanatos levantou sua sobrancelha — É para hoje bebum!

— Ah, sinto muito — pediu o juiz envergonhado coçando a nuca — Imaginei que vossa deidade fosse falar algo a mais. Minha resposta é sim, claro!

Thanatos revirou os olhos.

— Alguém é contra a essa união? Fale agora ou calasse para sempre. — o deus encarrou o público com expetativa, recebendo um olhar curioso de Hades e um irritado da deusa Perséfone pela forma de como estava gerindo o casório. — Sério? Ninguém? Só eu que sou contra toda essa bobagem? — retornou seu olhar a virginiana — A senhora pode arranjar homem melhor, como aquele pássaro de fogo-

— Thanatos! — ecoou a voz irritada de seu irmão — Pare de fazer cena e conclua esse matrimônio!

O deus da morte bufou. Se ela queria casar com aquele jumento, tudo bem! Mas depois não o culpasse de nada. Arg! Que casamento mais sem graça, pensou.

— Podem se beijar! Sejam felizes para sempre! — jogou os papéis para o alto e saiu a passos fortes da sala — Bando de idiotas! — gruiu.

A cerimônia deu-se por encerrada quando o casal deu um selinho, e saíram com os cabelos cheios de arroz, para outro salão onde seria dada uma festa com tudo o que tinha direito para os noivos e convidados.

Hades sorria docilmente, como tudo tivesse saído perfeito. Levava de mãos da esposa até o buffet.

— Foi tudo tão belo! — comentou com Perséfone, que o encarou curiosa, já que tinha sido uma cerimônia quase ao fracasso. — Nem acredito que Pandora cresceu tão rápido. — Enxugou uma lágrima que escorria com um lencinho azul de algodão.

— Querido, creio que você precisa assistir a mais casamentos.

22 de Maio de 2020 às 19:38 2 Denunciar Insira 1
Fim

Conheça o autor

Sophia Loren Só uma garota que gosta de escrever.

Comentar algo

Publique!
renkyou renkyou
O Thanatos--KKKKKKKK sei nem o que dizer, mas sei que adorei a fanfic☺️🥰

  • Sophia Loren Sophia Loren
    Obrigada! Fico muito contente com seu comentário <3 2 days ago
~