esterkyuubi Ester Kyuubi

Quando parece que a guerra terá um fim, surge um novo mal para aterrorizar os clãs. Os nove monstros mandados pelo caos, o início do fim está só começando. Pragas consumindo tudo o que vêem pela frente, pessoas em guerra contra a própria sorte, o mar engolindo homens por pura revolta, dessa vez, o fim está próximo... Volume II "O príncipe e o prisioneiro" é o volume I, se encontra no meu perfil, está em revisão.


Fanfiction Anime/Mangá Para maiores de 18 apenas.

#amor--bijus--clãs--deuses--guerra--herdeiros--hot--konohana--monarquia--morte--narusasunaru--nejiten--painkonan--rei--reinos--gaaino--sangue--sasunarusasu--ōtsutsuki
1
4.1mil VISUALIZAÇÕES
Em progresso - Novo capítulo A cada 10 dias
tempo de leitura
AA Compartilhar

O mal está entre nós...

Coçou os olhos ao acordar e se sentou na beirada da cama, fazia semanas que Sasuke se sentia ansioso e preocupado com alguma coisa na qual ele não sabia ao certo, ainda assim, tentou manter a calma e ajudar Naruto na tarefa de cuidar do reino.

Bom, agora Naruto havia se tornado rei ao se casar com ele e suas responsabilidades haviam aumentado.

Contudo, ainda se lembrava do quão complicada fora a cerimônia...

"Receberam muitas críticas pelo fato de que Naruto nunca traria herdeiros para o clã, e esse havia sido um motivo para que diversas alianças fossem desfeitas.

- Puro preconceito! - Bateu os punhos fechados contra a mesa, claramente frustrado. - Eles são uns idiotas, não consigo ter paciência com isso, idiotas, é isso que eles são! - Naruto Esbravejou.

Sasuke apertou o topo do nariz por conta da situação e tentou acalmar o rei.

- Naruto, já devíamos saber que algo assim aconteceria, não fomos pegos de surpresa.

Os olhos azuis se ergueram magoados em sua direção, como se apenas o olhar, dissesse que Sasuke precisava entender o que estava sentindo, os olhos dele imploravam por isso.

- Sasuke, o amor não devia ser motivo de alianças desfeitas, o ódio sim, deveria. Não consigo tolerar isso, não dá...

Sasuke se aproximou de Naruto naquele dia e acariciou seus cabelos, assim, aos poucos, acalmando-o.

- Vai ficar tudo bem, vamos superar isso, sempre superamos tudo..."

Ouviu um suspirar mais alto e pensou que o marido havia acordado, mas não, continuava dormindo com uma expressão serena no rosto.
Se levantou, lavou o rosto na bacia com água limpa e fresca que os servos haviam colocado em cima da penteadeira e secou-o com uma toalha.
Se olhou no espelho e pode ver as olheiras, os sonhos horrendos que andava tendo haviam-no feito perder o sono.

No sonho ele via guerras, Deuses morrendo (mesmo sem saber como seria possível algo do tipo), pessoas de outro mundo invadindo o deles e aquilo o assustara tanto, que ficou com receio de contar para Naruto, ele já havia problemas demais com a complicação toda que estavam jogando mas costas dos dois por conta de herdeiros, droga, mas por que isso deveria ser importante? Não fazia sentido.

Havia contatado Itachi para conversarem sobre isso poder ser um mal presságio ou uma nova profecia, mas por que os Deuses escolheriam a ele? Por que não Naruto? Não conseguia entender.

- Sasuke?

Respirou fundo e passou a mão pelos cabelos, jogando-os para trás, antes de olhar para o outro.

Naruto franziu o cenho, conhecia o marido nem demais para entender que aquilo era um sinal de que algo estava errado.

- O que acontece? Algo está te desestabilizando?

Viu os olhos sonolentos tão bonitos, que roubara sua atenção por tanto tempo, que poderia acreditar que nenhum outro par de olhos conseguiria fazer tal coisa, o fitando com curiosidade.

- Tenho tido sonhos estranhos, Naruto, faz dias, já...

O loiro se sentou e observou Sasuke, como sempre fizera ao esperar que ele desde continuidade ao assunto.

- Acredito que algo não esteja bem, isso está tomando meu sono, não consigo relaxar, sempre penso que algo rum irá acontecer.

Deu uma pausa esperando o outro se manifestar, porém ele ficou em silêncio por mais tempo do que gostaria que ele ficasse.
Naruto sempre fora falante demais, independente do assunto no qual fossem conversar, porém, quando ele resolveu se manifestar, foi como se um peso enorme saísse de suas costas, assim que a pergunta fora feita.

- O que tem sonhado?

Ponderou, não queria contar a ele sobre as coisas horríveis que viu, mas precisava se abrir, ou iria explodir!

- No sonho, o céu está vermelho, como se tivesse tanto sangue, que o transformasse em uma tela de pintura, onde só se expressasse dor e morte. Pessoas correndo, como se suas vidas dependessem disso, e, de fato dependiam! - Suspirou, cansado. - Monstros gigantes sendo controlados por pessoas com a pele desenhada em preto, a pé tão alva que nem pareciam humanos... acredito que dê fato, não eram. Vi Ino sendo erguida pelos cabelos, enquanto arrancavam a cabeça de Sai... Sai é um Deus, Naruto, como algo do tipo é possível? Deuses morrendo, monstros andando só te a terra, coisas vindas de outro mundo para tentar acabar com o nosso, isso vai além da imaginação, não consigo lidar bem com isso, algo não está certo!

Os olhos azuis o olhavam compreensivos, não havia confusão, não havia choque, e isso fez Sasuke acreditar que Naruto sabia do que ele estava falando.

- Sasuke, isso é uma profecia.

Os olhos negros marejaram, não queria que aquelas coisas fossem reais.

- Como sabe?

Naruto se levantou e foi até ele, o abraçando.

- Você tem um dom, desde que quase morrera e fora salvo pelos Deuses.

Abriu a boca em choque, não imaginava que poderia testar em algo do tipo a sua quase morte.

- Nunca leu sobre a história dos Deuses?

Sasuke negou.

- Em meu clã não tínhamos acesso à histórias "fantasiosas", criadas por mortais.

Naruto bagunçou os cabelos e segurou-lhe os ombros.

- Quando um mortal tem a vida devolvida por um Deus, ele nunca mais é o mesmo. Alguns acreditam até que ele se torna imortal, ou que tenha ligação direta com eles.

Sasuke ficou em silêncio por segundos, antes de novamente falar com o outro.

- E se isso for verdade? E se for também verdade que meus sonhos são uma profecia? O que farei? O que direi aos Deuses?

Naruto olhou para ele decidido e então lhe deu a solução mais viável no momento.

- Vá até o templo de Sakura, leve Cerejas em uma bandeja enfeitada e limpa, dourada, como ela gosta e peça permissão para falar, conte-a o que te aflinge, meu amor.

O coração de Sasuke esquentou ao ouví-lo lhe chamar de seu amor, se sentiu mais seguro e abraçou Naruto com força.

- Farei isso.

Continua...

E aí galera, voltei com a fic <3
Agora estou publicando o segundo volume dela, assim como prometido, após terminar "Solitary", eu traria a continuação de "O príncipe e o prisioneiro", espero que gostem, essa fic é meu amorzinho ♥️

Os erros serão corrigidos depois, ok? Bjão!

19 de Maio de 2020 às 14:44 0 Denunciar Insira Seguir história
0
Continua… Novo capítulo A cada 10 dias.

Conheça o autor

Ester Kyuubi Escritora do Wattpad

Comente algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~