kanaey kanaey

Ino acabou tendo um crush na moça de cabelos coloridos que gostava de girassóis.


Fanfiction Anime/Mangá Para maiores de 18 apenas.

#yuri #flores #ua #sakuino
Conto
0
568 VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

A estação dos girassóis


Perto da grande estação ferroviária, logo na entrada, um pouquinho antes das escadarias que levam ao andar inferior, havia um mini-canteiro estreito, que em sua adolescência Ino se lembrava de não ser nada mais que um monte de terra. Toda manhã que ia ao colégio e passava pelo mini-canteiro pensava em como ele seria bem aproveitado se alguém se dispusesse a plantar flores nele, ainda se lembrava bem de ter escrito isso em um papel e depositado na caixa de sugestões da estação.

Porém, durante o período em que frequentou a estação na época, sua sugestão não passou de sugestão. E durante todos os dias que passava por lá, pensava no canteiro e nas flores, isso até se formar no ensino médio e decidir cursar faculdade, mudando sua rotina e por isso ficado sem voltar a estação por um tempo.

Agora, com seus vinte anos e chupando um pirulito de tutti-frutti, Ino já formada em moda, estava de volta a estação e sua primeira conclusão foi que tudo parecia igual a antes, exceto pela nova pintura da prefeitura a fim de cobrir as pichações. A Yamanaka estava voltando do seu estágio, e querendo relembrar seus tempos mais jovens, pegou um trem que desembarcava naquela estação. Se sentia nostálgica ali, apesar de não sentir falta de acordar às cinco horas da manhã todos os dias para evitar a superlotação.

Ino levava em mãos uma pequena sacola ecológica estampada com um girassol, e não por coincidência, dentro dela havia algumas sementes da flor. Iria resolver uma questão do passado que podemos nomear de o canteiro da estação. Soava meio misterioso e até a fez rir sozinha com isso.

Não foi difícil para ela achar a saída certa onde ficava o mini-canteiro, e já teria ficado feliz só de vê-lo intacto, mas o que viu foi mais do que isso, foi uma enorme surpresa, Ino não podia negar. Já haviam flores plantadas lá, e não quaisquer flores, e sim girassóis belos que mostravam o bom cuidado de quem os cultiva. Se sentiu contente por ver que alguém fizera aquela boa ação, mas também um pouco incomodada em ter ido até ali atoa.

Já descia as escadas novamente quando a ideia de tirar uma foto dos girassóis para postar em seu Instagram e contar sobre aquela atitude surgiu. No meio tempo em que Ino voltou ao canteiro e pegou o celular do bolso, uma mulher de cabelos rosa apareceu; usava fones de ouvido e, talvez por estar concentrada no que ouvia, não reparou na presença da Yamanaka.

Ino já havia achado a jovem muito bonita, principalmente naquele terno feminino que dava a ela um ar mais sério que se descontraia com seu cabelo colorido, e a achou magnífica quando ela se agachou perto dos girassóis e com muita delicadeza passou os dedos pelas pétalas amarelas. Não sabia se foi aquela mulher a plantar as flores ou estava apenas as admirando, só sabia que havia acabado de ter um crush nela. Provavelmente, nunca mais a veria de novo, e talvez por isso quis admirá-la por mais tempo.

Talvez tempo demais, pois a moça pareceu enfim nota-lá parada ali como uma idiota e se levantou, direcionado um olhar a Ino, que notou as safiras nos olhos dela. Pensou que ela fosse tirar satisfações por estar ali a olhando ou até mesmo fechar a cara e sair, mas, como um acréscimo de surpresas do dia, a moça de cabelos rosa apenas se aproximou estampando um sorriso simpático.

— Gostou dos girassóis? Não sei quem foi que os plantou ali, mas achei uma atitude bela essa de passar a visão de algo que lembre alegria e paz para as pessoas apressadas e estressadas que passam por aqui todos os dias, como eu. — Ela disse — Me chamo Sakura Haruno e você?

Ino estava quase tendo um surto, fazia tempos que não de sentia nervosa, e era até estranho para alguém tão para frente como ela ficar sem saber o que falar por alguns instantes. Se bem que era até compreensível pela deusa de mulher a sua frente puxando assunto.

— Ino Yamanaka. — Respondeu retribuindo o sorriso gentil da outra — Eu amei e confesso que tive uma ideia parecida com essa. — Indicou a Sakura a sacola em mãos — Mas vejo que alguém já se adiantou.

— Que tal plantarmos as sementes no jardim da praça central? Isso claro, se você não se importar. Acho que ainda não tem girassóis lá.

— Claro, vamos plantar lá. Não me importo, assim não desperdiço as sementes e deixo o jardim mais lindo, Sakura.

Então enquanto caminhava ao lado da Haruno até a praça e iam conversando e se conhecendo um pouco mais, Ino sentia que havia válido bastante a pena ter ido até a estação depois de tanto tempo. Quando chegarem na praça Ino ficou maravilhada ao descobrir que havia um projeto de voluntários para espalhar flores pelas cidades e Sakura era uma das coordenadoras, seu crush nela não foi tiro errado pelo visto.

Foi convidado para fazer parte e não pensou duas vezes antes de aceitar. Infelizmente, Sakura não teve tempo para plantar as sementes, já que somente a conversa a fez ficar atrasada dez minutos para o trabalho. Mas antes dela ir embora às pressas, Ino a ofereceu um pirulito de tutti-frutti, como o que estava chupando a pouco, e de brinde seu número, que Sakura aceitou dando uma piscadela e prometendo a chamar para um encontro bem futuramente.

Depois disso, Ino foi embora feliz e saltitante, olhando a cada minuto com um sorriso bobo para a foto que havia tirado com Sakura no jardim, mal podendo esperar para ver a crush dos girassóis novamente.

27 de Maio de 2020 às 18:48 0 Denunciar Insira Seguir história
0
Fim

Conheça o autor

kanaey ⠀⠀⠀⠀⠀⠀𝙋𝙇𝙐𝙎 𝙐𝙇𝙏𝙍𝘼! -'ღ'- ⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~