Leon Lobinho

Esse poema foi feito para Leon, personagem da história O Lobisomem do Bairro Fleetward, publicado aqui na plataforma. Poucos foram os que leram a história de Leon (um dos meus personagens preferidos), mas mesmo esses que não a leram, espero que se interessem por esse menino-homem. (e me desculpem pelo spoiler, mas verdade seja dita, O Lobisomem ...
Conto 312 visualizações 4 3 História concluída

Meus Pecados Por Um Anjo

Meus pecados
Conto 355 visualizações 11 4 História concluída

Isso não é um haikai

Coletânea de 12 pequenos poemas.
12 CAPÍTULOS 543 visualizações 76 10 História concluída

Padecimento Amoroso

Às vezes amar é padecer em sentimentos não correspondidos...
3 CAPÍTULOS 1.2mil visualizações 2 2 Novo capítulo Toda semana

Coletânea de Pensamentos

Os pensamentos fluem da minha cabeça em forma de tinta direto para o papel. Aqui eles estão documentados.
63 CAPÍTULOS 10.0mil visualizações 10 7 Novo capítulo Todas as Sextas-feiras
Blog

Uma História em Versos

Uma história um tanto peculiar... Em versos, vou contar! Uma pequena história de amor Espero que goste de escutar. Nesses poemas há uma paixão Um destino... Adolescência é uma prova! Conheça essa história.
18 CAPÍTULOS 317 visualizações 39 1 História concluída

Refletindo com Haikais

Humanidade, natureza e reflexão em 3 linhas...
21 CAPÍTULOS 2.6mil visualizações 19 2 História concluída

Estou Aprendendo a Viver Sem Você

O dia em que eu percebi que havia te perdido.
Conto 5.2mil visualizações 1 1 História concluída

Cadê você?

Não sei em que rua nos perdemos, só sei que me culpo, e te culpo, e sofro, e grito a sua falta, com toda saudade do meu coração.
Conto 1.1mil visualizações 2 1 História concluída

Abraços

Foi tudo que de nós restou... para nos fazer lembrar do amor que um dia nos honrou...
Conto 263 visualizações 3 História concluída

Eu não quero te esquecer

Você se eternizou em mim. Obrigada por ter sido uma pessoa tão bondosa comigo. Eu jamais irei te esquecer!
Conto 256 visualizações 1 História concluída

Baccante

Desejo, ganância, posse. O lado noturno do paraíso, a sombra da gentileza e da caridade. No interior da quarta carcaça, os baccantes devoram a benevolência e celebram o fim dos tempos.
Conto 2.2mil visualizações 5 2 Em progresso

Um café para cada poesia

Sabe aquele café? Quentinho, acompanhado de pão de queijo, de bolinho, de bolacha, ou de biscoito. Então te apresento essa formosura delineada em palavras. Vou te contar um segredo, é um antídoto, então coloque na panela um pouco de água, um pouco de pó de café e esquente. Enquanto isso, aproveite para despejar essa preciosidade na tua xícara pr...
5 CAPÍTULOS 2.7mil visualizações 19 4 História concluída

Sobre ouvir Molejo_Cilada.Mp3

Não era amor, ôh, ôh Não era Não era amor, era Cilada cilada cilada cilada...será?
Conto 3.3mil visualizações 4 1 História concluída

as minhas maneiras de amar

as minhas maneiras de amar são profundamente poéticas e, por vezes, completamente tristes.
5 CAPÍTULOS 721 visualizações 12 1 Novo capítulo A cada 2 dias

Declarações

Peço que tenha piedade de mim ao ler meus retratos em palavras , são retratos a ti, retratos que retiro do meu amor por poder amar quem busca um universo de encanto. Vamos adentrar em um mar de declarações a sereias. Sou eu o tritão ? Sou eu o coração ? Sou apenas um bobo esperando a minha estrela chegar.
2 CAPÍTULOS 620 visualizações 3 1 Novo capítulo Todas as Segundas-feiras

Pêssegos e Creme

E eu sei, eu sei, meu amor. Que apesar de toda sua história de dor, você nunca me deixaria. Mas que boa amante seria eu se te obrigasse a ficar?
11 CAPÍTULOS 7.8mil visualizações 26 14 Em progresso

PAUSA

Diante de uma parada forçada, ante o desconhecido que ameaça, a mente perplexa... estupefata.
Conto 794 visualizações 5 1 História concluída

Regai meu coração

Toda flor precisa ser regada para permanecer viva. O mesmo vale para nós: todos precisamos e somos diariamente regados, seja por dores ou amores, tristeza ou solidão, aquele que não é regado morre de secura. Uma criança; regada pelos cuidados, um casal; regado pela paixão, o caos; regado pela desordem, já eu... sou regada por poesias.
32 CAPÍTULOS 5.2mil visualizações 61 11 Novo capítulo Todas as Quartas-feiras

Poesia cabe na palma da mão

Algo imperfeito e etéreo. Um desabafo que sussurro para ninguém escutar aonde tampo com minhas mãos para abafa-lo.
7 CAPÍTULOS 8.8mil visualizações 18 6 Novo capítulo Todas as Quintas-feiras

Aokigahara

Contemple o vazio; ele é transição. A transição, porém, deixa marcas. O caminhar da vida é inetivável e negar a ação do tempo apenas acelera o fim. Aprecie a jornada e deixe para trás este cemitério de árvores. Imagem da capa de autoria de Szabina Gollowitzer (https://www.behance.net/kisgollo).
Conto 4.2mil visualizações 16 3 História concluída

Rimas Ramen

Rimas Rápidas que Representam o Ridiculo caos da minha mente ^-^
16 CAPÍTULOS 8.6mil visualizações 43 9 Novo capítulo Toda semana

Para minha melhor amiga: Lua

A Lua pode ser a nossa melhor amiga, ela escuta todas as nossas lamúrias enquanto nos cobre com seu céu estrelado.
Conto 4.5mil visualizações 10 4 História concluída

Zettai

Ilustração da capa: Tiago Teixeira Castanha (https://www.inspirarte.art.br/artista/Titi_/perfil)
Conto 4.9mil visualizações 14 3 História concluída

Pertencido

Sou de alguém e de um lugar antes mesmo de chegar
Conto 3.7mil visualizações 7 3 História concluída

Cais dos Lamentos

Muitas coisas aconteceram na minha vida nos últimos nove meses. A arte sempre foi minha forma de demonstrar meus sentimentos e decidi expor alguns "poemas" e textos sobre esse período de minha vida que, apesar de me machucar muito, é necessário para minha desenvoltura e construção como ser humano e foi responsável pela coragem que tive de ...
32 CAPÍTULOS 11.1mil visualizações 22 8 História concluída

Mundo tranquilo

Em minha primeira poesia trago o sonho de encontrar uma utopia, um lugar que poderíamos esquecer nossos problemas para viver um dia de cada vez.
Conto 3.0mil visualizações 4 1 História concluída

Rugidos poéticos

"Eu quero liberdade!", esse era meu convicto grito de guerra aos nove anos de idade para que meus pais me dessem um voto de confiança para ir à aula sozinha. Infelizmente, falhei, mas não sem tentar. Várias conotações podem abranger esse conceito e formarem um leque de possibilidades, me conduzirem a caminhos mais longos e repletos de placas me ...
18 CAPÍTULOS 5.4mil visualizações 50 7 Em progresso