alucardnosferatu Shadowlord Mawhell

ATENÇÃO: Essa é mais uma série Mestre das Armas. Acompanhe a ordem cronológica para não se perder: -Caçado por todos -Conflito Nacional -Com amor, morra! -Fight Fire With Fire -Rest In Peace -Finish the Fight -Retorno ** Após seu conturbado contrato na Europa, Levi retorna para o Brasil para encontrar seu amor. O Brasil passa por época eleitoral, e os dois lados chamam Levi para contrato. Agora ele tem que decidir se apoia a nação ou se vende sua moral pelo dinheiro. Em um país totalmente entupido de merda, cabe a Levi decidir o futuro da nação.


Action Déconseillé aux moins de 13 ans.

#assassin #guns #política #armas #brasil #assassino #230 #killer #espião #spy #carros #cars
0
3.7k VUES
En cours - Nouveau chapitre Tous les 10 jours
temps de lecture
AA Partager

The Day That Never Comes

-O dia que nunca chegou

Após anos matando pessoas, eu finalmente pude voltar para minha casa e vê-la de novo.

Subo no apartamento, abro a porta devagar e ando sem fazer barulho. Ao chegar na cozinha vejo ela cozinhando. Chego por trás, ponho minha mão em sua cintura e então abraço ela.

-Finalmente você veio! - Ela estava feliz.

-Sim... - Passei a mão em seu cabelo - Eu esperei tanto por esse dia.

-E você acha que eu não? - dei um sorriso ao ouvir essa pergunta.

-Meu Deus! O feijão! - Empurro ela e logo desligo o feijão.

-Até hoje você se preocupa em queimar o feijão? - Ela ri.

-Sim - Começo a rir também.

-Que bom que você está bem... Luiz me falou que você estava cheio de complicações lá na Europa...

-Sim... por sorte, eu fiquei inteiro e voltei pra você.

Ela me abraça calorosamente e então nos beijamos. Fazia tempo que não sentia aqueles lábios macios e aquele sabor... era o melhor momento da minha vida.

**

-Pretende ficar quanto tempo? - Ela sentou no sofá e logo deitou em minha perna.

-O máximo possível... - olho para a TV e vejo uma propaganda eleitoral passando - Já está na época de votação?

-Daqui duas semanas - ela levanta a mão mostrando dois dedos.

-Olá! Eu sou Roger Bridg e convido você a salvar nosso país. A esquerda vem destruindo nosso país! Vejamos os índices de corrupção, mortes, analfabetismo e desenvolvimento! Estão péssimos! Por isso eu digo: vote 15 e você estará ajudando a nação. O Brasil tem um grande futuro e só precisa de alguém para botá-lo nos trilhos. Essa pessoa será o povo!

-Gostei desse candidato - Falei pra ela.

-Tem certeza? Achei meio apelativo a propaganda...

-Ele está certo. Olha essa miséria aí fora.

-Verdade...

-Tá bom... eu vou ali ligar para a Leticia e depois vou tomar um banho.

-Posso ir com você?

-Você acabou de sair do banho.

-Mas é que eu tô um pouco suja e preciso que você me limpe... - ela levantou e olhou para mim com aqueles olhos iguais o de um gato querendo comida.

-Tá bom - dou um sorriso - Só vou fazer esse telefonema.

**

-Leticia, onde você está?

-Cortando umas cabeças.

-Nossa!

-AONDE VOCÊ ACHA QUE EU TÔ?! ANIMAL!

-O que eu fiz dessa vez?

-Nada - ela expira o ar bem forte - Eu só estou estressada hoje.

-O que aconteceu?

-NADA!

-Tá bom, tá bom... Estou na casa de Ana e não irei na sua tão cedo, ou seja, considere-se de folga.

-Eu sempre estou de folga.

-Verdade...

-Como foi lá em Londres... na visita?

-Foi divertido. Fazia tempo que eu não via aquilo subindo e descendo...

-A Roda-Gigante?

-Claro - eu e Letícia começamos a rir.

-Vou desligar para fazer café... parece que você vai ficar sem café.

-Eu vou tomar banho agora... depois eu me preocupo com isso.

-Vai lá, garotão.

**

Foi o melhor banho da minha vida. Fazia tempo que eu não me divertia assim...
Horas após o banho eu recebo uma ligação.

-Olá, Sr. Tonon

-Olá.

-Me chamo Guilherme Duarte e sou do Partido Comunista do Brasil. Venho contratar seus serviços para matar Roger Bridg do Partido Conservador.

-Oferece quanto?

-16 milhões.

-Pensarei na oferta.

Desliguei a chamada e logo após recebi outra.

-Olá.

-Quem fala?

-Me chamo Sara e sou do Partido Conservador.

-O que vocês querem?

-Visto que com todo esse caos aí fora... a vida do nosso candidato a presidência corre perigo. Queremos pedir um serviço de proteção.

-Quanto seria?

-Só podemos oferecer 5 milhões. Por favor, ajude nossa nação!

-Vou pensar.

Saí da janela e vou ao encontro de Ana que estava escovando o cabelo.

-Oi - Ela olhou pra mim e percebeu que estava diferente.

-Eu recebi umas ligações e...

-Vai sair de novo?

-Infelizmente...

-Para onde?

-Aqui mesmo.

Ela vem e me dá um abraço.

-Mas... eu recebi duas. Uma dos comunistas e outra dos Conservadores... um pedia para eu matar, e o outro para proteger...

-E qual você escolheu?

-Um oferece 16 milhões e o outro 5.

-Vai no de 16.

-Ana, dinheiro não traz nada de bom. Minha felicidade é quando estou com você... e você sabe como penso, meus valores e minha educação cristã.

-Sei sim.

-Eu vou ajudar essa nação.

-Faça o que seja bom.

-Matar não é bom...

-Se for comunista que você mata... é sim.

-Tem razão - aperto o abraço - Meu carro ainda está aqui?

-Sim.

15 Novembre 2019 18:31:08 1 Rapport Incorporer Suivre l’histoire
3
Lire le chapitre suivant Negócios

Commentez quelque chose

Publier!
Karimy Lubarino Karimy Lubarino
Olá! Escrevo-lhe por causa do Sistema de Verificação do Inkspired. Caso ainda não conheça, o Sistema de Verificação existe para verificar o cumprimento das Regras comunitárias e ajudar os leitores a encontrar boas histórias no quesito ortografia e gramática; verificar sua história significa colocá-la entre as melhores com relação a isso. A verificação não é necessária caso não tenha interesse em obtê-la, então, se você não quiser verificar sua história, pode ignorar esta mensagem. E se tiver interesse em verificar outra história sua, pode contratar o serviço através de Serviços de Autopublicação. Sua história foi colocada "Em revisão" pelos seguintes apontamentos retirados dela: 1)Pontuação: "Sei sim" em vez de "Sei, sim"; "Eu sou o mestre não sou?" em vez de "Eu sou o mestre, não sou?"; "então, saí pela porta" em vez de "então saí pela porta". 2)Outros: Uso de dois tempos verbais na narrativa, como "ponho" — no presente — e "estava" — no pretérito. É importante escolher apenas um tempo verbal para a narrativa. "aparecia peculiar" em vez de "aparência" peculiar". "apareceu os barra pesada" em vez de "apareceram os barras-pesadas"; "intensa dor e meu corpo" em vez de "intensa dor em meu corpo". Observação: os apontamentos acima são exemplos, há mais o que ser revisado na história além deles. Aconselho que procure um beta reader; é sempre bom ter alguém para ler nosso trabalho e apontar o que acertamos e o que podemos melhorar, e os betas do Inkspired, quando contratados, fazem uma análise detalhada da sua história e a enviam através de um comentário. Caso se interesse, esse recurso também é disponibilizado pelo Inkspired através do Serviços de Autopublicação. Além disso, também temos o blog Tecendo Histórias, que dá dicas sobre construção narrativa e poética, e o blog Esquadrão da Revisão, que dá dicas de português. Confira! Bom... Basta responder esta mensagem quando tiver revisado a história, então farei uma nova verificação.
November 29, 2019, 17:37
~

Comment se passe votre lecture?

Il reste encore 1 chapitres restants de cette histoire.
Pour continuer votre lecture, veuillez vous connecter ou créer un compte. Gratuit!

Plus d'histoires