S04#18 - X- MEN VERSUS X- WOMEN Suivre l’histoire

lara-one Lara One

O que pode acontecer quando Mulder e os amigos ficam de farra num bar? E Scully e algumas amigas também? Festival de piadinhas sobre mulheres e homens...


Fanfiction Série/ Doramas/Opéras de savon Interdit aux moins de 18 ans.

#arquivo-x #x-files
0
3.6k VUES
Terminé
temps de lecture
AA Partager

S04#18 - X- MEN VERSUS X- WOMEN

INTRODUÇÃO AO EPISÓDIO:

American Man Pub – 8:16 P.M.

Câmera por cima. Byers caminha pela calçada, se aproximando do bar. Mãos na jaqueta, cabisbaixo. Empurra a porta.

Corta pra dentro do bar.

[Som: Sugar Ray – Every Morning]

Movimento de garçonetes com bandejas, servindo drinques. Alguns clientes sentados às mesas. Outros jogando bilhar, cartas... Lugar de homem mesmo, com direito a boliche, garçonetes peitudas e seminuas, fumaça de cigarro e uma placa ao fundo do bar, perto das bebidas dizendo: ‘Meninas não entram. Só as más.’

Byers entra. Procura com os olhos. Caminha por entre garçonetes e clientes. Aproxima-se do balcão e senta-se.

BYERS: - Pensei que não viria... Desculpe incomodar você com meus problemas, mas na verdade eu precisava desabafar com um amigo...

O barman aproxima-se.

BYERS: - Uma cerveja.

O barman afasta-se. Byers olha pro lado, mas a câmera focaliza apenas seu rosto.

BYERS: - (NAQUELA SUA MELANCOLIA) Sei que os rapazes poderiam me ouvir, mas... eles não entenderiam. Você é o único que pode entender. Acho que também vive o mesmo problema que eu. Acredito que você é mais parecido comigo do que o Frohike e o Langly. Afinal de contas, você também está apaixonado por uma mulher que é vítima das injustiças do governo.

Mulder olha pra ele e respira fundo. Está triste.

MULDER: - Relaxa, Byers. Também preciso conversar com alguém. Nem sabe o quanto. Acho que essa noite vai ser bem longa.

Os dois brindam com cerveja.

VINHETA DE ABERTURA


BLOCO 1:

American Man Pub – 8:56 P.M.

Mulder e Byers sentados ao balcão. Bebendo long necks. Já no ‘primeiro estágio’. Mulder cabisbaixo, pensativo, segurando a garrafa. Byers também.

BYERS: - Por mais que eu tente, não consigo tirar a Suzanne da minha cabeça.

MULDER: - Ela nunca mais mandou notícias?

BYERS: - Não. Fico preocupado, eu não sei se aconteceu algo com ela ou se é apenas pra não correr riscos.

MULDER: - Não dá pra esquecer?

BYERS: - Não. Queria ver ela de novo. Eu estou chateado. Tem uma coisa me incomodando.

MULDER: - E o que é?

BYERS: - Quando nos falamos pela segunda vez, naquele hotel em Las Vegas, ficou muito explícito que eu sentia algo por ela e que ela gostava de mim. Mas depois, quando a vi de novo, daquela vez em que te ajudamos e salvamos Frohike, ela não comentou nada. Nem depois disso.

MULDER: - Foi a última vez em que se viram?

BYERS: - Foi. Até agora nenhuma notícia. Acho que precipitei as coisas, Mulder. Não sou o tipo de cara que ela gosta. Eu sou muito certinho.

MULDER: - Não Byers. O problema é que nos entregamos de coração e as mulheres são racionais hoje em dia. Não vê a Scully? Ela é quem manda. A Suzanne é quem manda também.

BYERS: - Mas você tem a Scully. Eu nem tenho a Suzanne.

MULDER: - (RI) Acha realmente que eu tenho a Scully?

Mulder empina a garrafa. Olha pro nada. Dá um sorriso sarcástico.

MULDER: - Ahn! Às vezes eu duvido se eu tenho a Scully. Eu nunca sei o que se passa naquela mente complexa. Ela é quente. Todo mundo fica olhando pra ela. Eu tento me conter, mas tem horas que eu fico cego. Ontem esmurrei um delegado porque comentou comigo que ela tinha pernas bonitas.

BYERS: - Puxa, eu sou um mau amigo. Você deveria estar com ela...

Mulder sinaliza com a mão: ‘besteira!’

MULDER: - Preciso sair um pouco, respirar ar comum dos mortais, porque eu ando mais cheio de problemas do que um cachorro com pulgas.

BYERS: - Mas Mulder, quem me dera ter a mulher que eu amo do meu lado, ter alguém pra dividir meus sonhos...

MULDER: - Acha que isso é fácil? Até é fácil pros outros, mas não pra mim. O governo quer minha mulher e também me quer... Como eu sou ‘querido’! Todo mundo me quer, quer o que eu tenho...

Byers bebe a cerveja.

BYERS: - Não Mulder. Acho que elas são complicadas. São mulheres confusas.

MULDER: - Nos fazem de capacho delas. Isso sim... Saco de pancadas.

BYERS: - Umas insensíveis.

MULDER: - Prepotentes.

BYERS: - Arrogantes.

MULDER: - Cruéis.

BYERS: - Ei, acho que essa é a palavra certa: Cruéis. Elas são cruéis.

MULDER: - (IRRITADO) E folgadas! As duas são folgadas! O que estão fazendo agora? Aposto que estão rindo da nossa cara. Se divertindo! E nós dois aqui, chorando mágoas na beira desse balcão. (GRITA) Mais duas!!!


Hotel Summer’s – Washington D.C. - 10:02 A.M.

Um quarto. Suzanne Modeski sai do banheiro, vestida num pijama. Deita-se na cama. Pega um livro para ler. Desvia o olhar do livro. Olha para o telefone.

SUZANNE (OFF): - ... Quantas vezes eu tento criar coragem de ligar pra você. Mas sou uma fugitiva, você tem sua vida... eu não tenho mais vida. O que posso oferecer pra você, John? Nada, absolutamente nada. Só mais dor de cabeça além do que você já tem.

Suzanne larga o livro. Pensativa. Fecha os olhos.

SUZANNE (OFF): - Tudo o que eu mais queria era estar aí, com você. Sei que você ficaria do meu lado, afinal, não há melhor lugar pra se esconder no mundo, do que na editora ‘A Bala Mágica’... (SORRI) ... Não. Eu não posso fazer isso. Você é gentil e bom demais pra mim. Eu nunca deveria ter voltado. Não vou ter coragem suficiente... E não posso sacrificar você na minha jornada. Não tenho o direito de envolver você nessa conspiração toda.

Suzanne desliga o abajur. Vira-se na cama e fica olhando pela janela. O letreiro em neon do hotel em frente fica iluminando e escurecendo o quarto. Suzanne derruba lágrimas.

SUZANNE (OFF): - Triste a solidão, John. Muito triste... Triste fugir sozinha, triste não ter com quem rir, em quem confiar, com quem falar... Triste não existir, não trabalhar, não poder sair... Isto, John, deve ser a morte. O pior dos pesadelos.


American Man Pub – 10:24 P.M.

Mulder e Byers sentados à mesa. Mulder com um lápis na orelha, segurando um pedaço de papel. Já há vários homens por ali, todos ‘conspirando’ e jogando cartas com eles. Mulder grita.

MULDER: - Garçom, manda mais! Olha aqui, o negócio é o seguinte. Você não fez trinca, então me deve 10.

O sujeito larga 10 dólares na mesa.

MULDER: - Apostas aceitas! Quem encara essa?

Frohike e Langly entram no bar. Aproximam-se.

FROHIKE: - Ah, então era esse o compromisso de vocês?

MULDER: - Sentem aí. Querem jogar?

FROHIKE: - Podem me dizer o que vocês dois fazem num lugar como esse?

MULDER: - A palavra mais correta seria passando o tempo.

LANGLY: - Mulder, você já bebeu todas, não é mesmo?

MULDER: - Não, ele tem um estoque bem grande. Sobrou pra vocês também.

Mulder puxa Frohike.

MULDER: - Senta aí, Frohike. Relaxa. Há tanto tempo que não nos divertimos assim?

Langly senta-se também.

FROHIKE: - E quem são esses caras?

MULDER: - Sei lá. Pra mim aquele ali é o Reco-Reco, o outro o Bolão e o da esquerda, o Azeitona. A gente tava fazendo um apostinha.

FROHIKE: - Byers, do Mulder eu espero tudo, mas de você?

Corta pra Byers, com uma garçonete sentada sobre seu colo, lhe fazendo carinhos na barba.

BYERS: - Eu? O que tem eu?


Apartamento de Scully – 11:17 P.M.

Scully caminha até a porta, vestida de pijama e pantufas. Bobs na cabeça, creme depilatório no buço. Abre a porta.

SCULLY: - (SORRI) Eu nem acreditei quando você ligou!

SUZANNE: - Não sei se foi uma boa ideia...

Scully sai pra fora. Fala baixo.

SCULLY: - Não sei se não há escutas. Me dê alguns minutos, vou trocar de roupa e vamos sair pra conversar. Entre.

Scully volta pra dentro. Suzanne entra. Scully vai pro quarto.

Close da pilha de revistas sobre beleza e homens nus abertas sobre a cama, vidros de esmaltes, cremes, bobs, escova, secador de cabelos.

Corta para a poltrona no fundo do quarto. Ellen sentada, pintando as unhas dos pés, com bobs na cabeça, creme verde no rosto.

ELLEN: - Quem era?

SCULLY: - Uma amiga. Levanta daí, vamos sair.

ELLEN: - Sair?

SCULLY: - É, afinal você não veio pra se divertir?

ELLEN: - Mas e o Mulder?

Scully abre o armário e começa a procurar uma roupa.

SCULLY: - Dane-se o Mulder! Eu disse que queria ficar com minha amiga. E além do mais, ele me disse que ficaria dormindo em casa, porque estava cansado. Tadinho... Deve ter ferrado no sono. Aposto que deve estar no paraíso dos anjos.


Corta para o bar.

[Som: I’m too sexy – Right Said Fred]

Mulder, com um ar de ‘eu sou gostosão’, dançando com quatro garçonetes sensuais ao redor dele, que o acompanham no ritmo.

MULDER: - (CANTANDO) I'm too sexy for my shirt... I’m too sexy for my shirt... So sexy it hurts...


Corta pra Scully.

SCULLY: - E além do mais, eu confio no Mulder. Deve estar dormindo mesmo.

ELLEN: - Gosto desses relacionamentos abertos. Foi bom ter preservado um espaço físico pra você. (APONTANDO O PINCEL DO ESMALTE PRA SCULLY) Assim, quando ele começar a querer mandar na sua vida, dê o fora pra cá. Escute meus conselhos. Não deixa montar não. Homem tem que ser tratado com rédeas curtas.

Ellen fecha o esmalte. Começa a fechar as revistas. Olha pra uma delas fechada. Abre um sorriso maldoso.

ELLEN: - Hum, David Duchovny?

SCULLY: - Não perca seu tempo, Ellen. Ele não aparece como ‘veio ao mundo’. Me enganaram!

ELLEN: - Aonde vamos?

SCULLY: - Eu sei lá. Conhece algum lugar interessante?

Ellen sorri.

ELLEN: - Dana, sabe que eu conheço todos os ‘lugares interessantes’ do mundo! Deixa comigo. A Ellen aqui vai levar vocês ao Éden.

SCULLY: - Éden?

ELLEN: - Sem perguntas. Mas vamos no seu Porsche? É pra impressionar... As outras.

SCULLY: - Onde está meu pretinho básico?

ELLEN: - Tem batom vermelho?

SCULLY: - Acho que tenho. Dá uma olhada na necessaire, tá no banheiro. Ah, Deus, esqueci de tirar minhas sobrancelhas...

ELLEN: - Ah, você é clara. Nem aparece nada.

SCULLY: - Qual dos sapatos combina melhor com este vestido?

ELLEN: - O da esquerda.

SCULLY: - Droga, vou ter de colocar meia calça! As sete oitavos vão aparecer... (OLHANDO PRAS PERNAS) Acho que esse ficou curto demais.

ELLEN: - Ficou nada.

SCULLY: - Ah, não, eu não vou com esse. Se me abaixar vão enxergar até o meu útero! Eu não sou mais uma garotinha.

ELLEN: - Ei, eu disse que se fôssemos sair seria como duas solteiras de dezessete. Como nos velhos tempos. Afinal, pra quem já teve filhos, nós ainda temos um ‘corpitcho’... Agora ponha essa droga de vestido. Nós vamos nos divertir, agarrar uns gatinhos e beber as custas deles.

SCULLY: - Mas eu não posso sair assim! Sou uma agente federal. Imagina se encontro um colega?

ELLEN: - Não se preocupe. Pra onde vamos, se você encontrar um colega, com certeza ele é que virá pedir sigilo pra você...

Scully olha desconfiada pra Ellen.


American Man Pub – 11:44 P.M.

Mulder e os Pistoleiros sentados à mesa. Skinner também. Tomando uma cerveja.

SKINNER: - Não sabia que se encontravam aqui.

MULDER: - Nem eu que você vinha aqui.

SKINNER: - Pra dizer a verdade, venho toda a sexta.

Mulder bebe um gole de cerveja. Esfrega as mãos. Frohike suspira.

FROHIKE: - Quando ele faz isso já sabem o que vem...

MULDER: - Bem, já que a chata e crente da minha mulher não está aqui, hoje eu posso descambar o verbo.

FROHIKE: - Ok, começou a sessão besteira...

LANGLY: - Tava demorando...

MULDER: - Sabem o que a freirinha novata rezava toda a noite?

BYERS: - Não.

MULDER: - (DEBOCHADO) Ó Virgem Maria, tu que concebestes sem pecar, permita-me que eu peque sem conceber. Amém... E na aula de catequese, o padre perguntava pra jovem a primeira fila: Quem foi o primeiro homem? Ela responde: Sei lá, Padre. Já faz tanto tempo!

Frohike olha pra ele. Skinner abaixa a cabeça rindo.

MULDER: - (MALDOSO) Ah, hoje eu posso destilar meu veneno... Duas solteironas muito religiosas moravam numa casa afastada da cidade e sua única companhia era uma gata, virgem, que elas não deixavam sequer ficar no quintal sozinha. As duas passavam o dia imaginando as coisas terríveis que poderiam acontecer com a gata, se um gato safado aparecesse por ali. Um dia, uma delas precisou ir pra cidade, pra tratar de alguns documentos. Mas não voltou mais. Um mês depois, a outra solteirona recebe um cartão postal da fugitiva que dizia simplesmente: (CARA DE TARADO) ‘solte a gata!’


BLOCO 2:

Just for Women – 12:03 A.M.

[Som: Annie Lennox - Sweet Dreams (Are Made of This)]

Música alta. As três entram na boate. Vários homens dançando e fazendo strip. Scully olha pra Ellen, completamente sem graça.

SCULLY: - Eu sabia que você não iria deixar por menos...

Suzanne começa a rir. Ellen olha pra duas.

ELLEN: - Escutem aqui. Há lugar melhor pra três mulheres como nós, lindas, gostosas e maravilhosas? Vamos encher nossos olhos com essas bundas e peitos musculosos e depois vamos pra algum lugar dar uma caçadinha.

SCULLY: - (IRRITADA) Eu não quero caçar nada. Eu sou uma mulher casada.

ELLEN: - (DEBOCHADA) Sabia que quando o pássaro vai buscar comida, a fêmea chega a deixar o filhote sozinho no ninho pra procurar um Ricardão?

Scully a encara. Suzanne ri. As três sentam-se a uma mesa. Ellen olha pra Scully.

ELLEN: - Dana, vai buscar uns drinques pra gente.

Scully levanta-se e sai. Ellen olha pra Suzanne.

ELLEN: - Olha, Suzanne, você não me conhece. Então não se assuste. Mas eu adoro sacanear com a Dana.

Ellen chama com a mão um homem que está parado num canto. Ele é o apresentador do show. Aproxima-se.

APRESENTADOR: - Pois não, senhoras?

ELLEN: - (NA MAIOR CARA DE PAU) Qual dos seus garotos aí é o mais bem dotado?

Suzanne olha pra Ellen incrédula. Abaixa a cabeça, contendo o riso. Ellen vira-se e aponta pra Scully, que está pegando as bebidas.

ELLEN: - Gostaria muito que ele se esfregasse naquela ruiva que tá lá no balcão. Ela é meio tímida, sabe?

Ellen tira dinheiro da bolsa e entrega pro sujeito. O homem dá um sorriso. Pisca o olho pra ela.

APRESENTADOR: - Deixa comigo.


American Man Pub - 12:12 A.M.

[Som: The Offspring - Pretty Fly (For a White Guy]

LANGLY: - Vai, Mulder. Conta outra. Você sempre foi o espírito da festa.

FROHIKE: - Piadas é o departamento dele. Mas não o convidem pra fazer churrasco.

MULDER: - Tá, tem aquela do fazendeiro que estava na ruína. Todo o gado estava morrendo e como o veterinário não achasse uma explicação científica, o fazendeiro resolveu apelar para os serviços de um mandingueiro. Só que ao chegar na fazenda, o pai de santo bateu os olhos em cima da mulher do cara. E foi logo dizendo: Isso é trabalho feito, mandinga pura. Pra salvar seu gado eu tenho que ficar num quarto, sozinho com a sua esposa. E rezar bastante.

BYERS: - Sujeito safado!

MULDER: - O fazendeiro, meio desconfiado, concordou, mas ficou com o ouvido colado na porta, enquanto ouvia o pai de santo lá dentro gritando: Passo a mão no seu cangote pra salvar o garrote. Passo a mão na sua coxa pra salvar a vaca mocha. Passo a mão na sua anca pra salvar a vaca branca. Aí o fazendeiro gritou desesperado: A vaca preta e o boi zebu deixa morrer!


Just for Women - 12:17 A.M.

[Som: Corona - The Rhythm of The Night]

Scully sentada entre Ellen e Suzanne. Cochicha pra Suzanne.

SCULLY: - Você queria conversar, acho que esse não é o tipo de lugar pra se falar sobre conspirações e...

SUZANNE: - (SORRI) Deixa pra lá, Scully. Não quero falar de conspirações. O que tinha pra dizer era outra coisa. Eu voltei porque queria ver o John.

Scully sorri, surpresa.

SUZANNE: - Mas... Estou aqui há três dias e nem tive coragem de ligar...

Um dos rapazes, com quase dois metros de altura, musculoso, numa tanga sensual, se aproxima. Ellen segura o riso. Scully nem percebe, continua falando com Suzanne. O sujeito se põe na frente de Scully dançando. Suzanne começa a rir e Scully não entende. Então vira o rosto e vê o sujeito. Olha pra aquele enorme homem com incredulidade. Franze o cenho, distribuindo olhares pelo peito musculoso.

Ele se esfrega nela e ela vai recuando, tímida. Suzanne continua rindo. Ellen segura o riso. O sujeito senta-se de frente no colo de Scully, colocando as mãos dela nos braços musculosos dele. Scully arregala os olhos, não sabe se corre ou se passa a mão. Ellen cochicha.

ELLEN: - (DEBOCHADA) Imagina isso daí tudo em cima de você... Te achataria, sua baixinha esganada!


American Man Pub - 1:57 A.M.

Mulder bate na mesa e olha pra Langly.

MULDER: - (INCRÉDULO) O quê? O Kama Sutra?

LANGLY: - Sim, o Kama Sutra.

MULDER: - Não, isso é besteira, meu amigo. A melhor e mais difícil é a posição de rodeio. Você sobe na sua mulher e troca o nome dela pelo da sua ex. Tem 8 segundos pra continuar montado. Duvido que consiga!

FROHIKE: - Queria ver se a Scully ouvisse isso...

MULDER: - Deixa a Scully em paz! Além do mais ela está no apartamento dela com uma amiga. Devem estar fazendo fofocas, bebendo chá e no maior marasmo. Coisas de mulher.


Corta pra boate.

[Som: Like a Virgin – Madonna]

Scully dançando e cantando sensualmente, com uma echarpe, imitando a Madonna, se esfregando com o traseiro no traseiro do stripper.

SCULLY: - (CANTANDO) Like a virgin... Oh! ... Touched for the very first time... Like a virgin... When your heart beats... Next to mine...


Corta pra Mulder.

MULDER: - E além do mais, eu confio na Scully! E sabe como ela é, vem de uma família ‘chá com bolo’. Se duvidar, ela já tá até dormindo. E sonhando comigo, o gostosão.

FROHIKE: - (DEBOCHADO) Quero ver a sua cara no dia em que encontrar o ‘Red Shoes Diary’ dela... Hehehehe... ‘Gostosão’... Hehehehe...


Just for Women - 2:34 A.M.

O show terminou. Música ambiental. As três conversam sentadas à mesa. Ellen com um copo de tequila na mão. Scully bebendo uma cerveja. Suzanne no uísque. Silêncio. Scully dá uma risada de Gillian. As duas olham pra ela.

SUZANNE: - O que foi?

SCULLY: - ... Qual a semelhança entre um homem e uma garrafa de cerveja?

SUZANNE: - Nem faço ideia.

SCULLY: - Do pescoço pra cima são vazios.

As três começam a rir. Scully solta o verbo.

SCULLY: - Qual a semelhança entre o homem e o golfinho? Bem, dizem que são inteligentes, mas até agora ninguém conseguiu provar. E entre o homem e o caracol? Tem chifres, babam e se arrastam. E ainda pensam que a casa é deles!

ELLEN: - E você sabe a semelhança entre o homem e o microondas?

SCULLY: - Hum?

ELLEN: - Aquecem-se em 15 segundos.

Suzanne começa a rir.

SCULLY: - Qual a semelhança entre os dinossauros e os homens inteligentes?

ELLEN E SUZZANE EM CORO: - Já estão extintos!

Elas começam a rir sem parar, já no ‘primeiro estágio’.

ELLEN: - Qual a semelhança entre os homens e os espermatozoides? De tantos só serve um!

SCULLY: - Qual a diferença entre um caminhão cheio de porcos e outro cheio de homens?

ELLEN: - A placa.

SUZANNE: - Essa foi boa. Mas sabe qual a diferença entre um sapo e um príncipe? São as cinco cervejas que a princesa tomou! E o que são dois neurônios no cérebro de um homem? ... Invasores!!!

ELLEN: - O que são vinte homens orelha a orelha?

SCULLY: - Nem faço ideia.

ELLEN: - Túnel de vento.

Scully começa a rir.

ELLEN: - Por que os homens são homens e os ratos são ratos? Porque os ratos escolheram primeiro.

SCULLY: - E por que não existe um homem inteligente e bonito ao mesmo tempo? Porque seria uma mulher.

As três trocam um cumprimento batendo as mãos.

ELLEN: - Essa foi nota dez! E por que as mulheres não querem se casar? Porque por 100 gramas de chouriço tem de levar o porco inteiro!

Scully começa a rir sem parar. Suzanne olha pra Ellen, rindo.

SCULLY: - Realmente...

ELLEN: - Quando o homem perde 90% de sua inteligência? ... Quando fica viúvo. E os outros 10%? Quando morre o cachorro.

SCULLY: - E o que fariam as mulheres se não existissem os homens? Domesticariam um outro animal.

ELLEN: - Nossa! Dana, essa foi pra matar!

SCULLY: - Quer outra? O que produz uma ideia na cabeça de um homem? Eco, Eco, Eco, eco... E duas??? A ciência não sabe, isso nunca aconteceu.

ELLEN: - Qual a semelhança entre o homem e o chiclete? Quanto mais você pisa, mais ele pega no pé.

Scully aponta pra Ellen.

SCULLY: - Verdade. Concordo plenamente! Já comprovei essa teoria.


American Man Pub – 2:46 A.M.

Mulder discursando. Todos no bar olhando pra ele, rindo e aplaudindo.

MULDER: - Não, gente, isso é sério. Olha o fundo de verdade disso. Essa eu aprendi com um companheiro nosso, chamado Al Bundy: As mulheres são o máximo, ou pelo menos pensam assim.

Skinner, atirado num canto, só olha pra Mulder, rindo.

MULDER: - Alguém aí sabe por que Deus deu bilau ao homem?

Frohike abaixa a cabeça.

FROHIKE: - Vem bomba... Tava demorando...

MULDER: - Assim nós teríamos como fazer as mulheres calarem a boca.

Skinner tem um acesso de riso.

MULDER: - E o que são aquelas saliências ao redor dos mamilos das mulheres?

Todos riem.

MULDER: - Não é sério, alguém aqui sabe o que é?

LANGLY: - Não!

MULDER: - É braile e significa "chupe aqui".

Eles aplaudem.

MULDER: - Frohike, você que é inteligente me diga. Por que os homens morrem antes de suas esposas ?

FROHIKE: - Como vou saber?

MULDER: - É por que eles querem... E sobre o cara que finalmente entendeu as mulheres? Ele morreu de rir antes de contar pra alguém.

Byers levanta-se rindo e vai buscar mais cerveja.

MULDER: - Qual a diferença entre uma mulher na TPM e um pitbull? ... O batom.

Mulder olha pra Skinner.

MULDER: - Fala, Skinner. Como você faz sua esposa gritar por uma hora depois do sexo?

SKINNER: - (RINDO) Eu sei lá...

MULDER: - Limpa seu bilau na cortina.

FROHIKE: - (CARA DE PÂNICO) Argh!

Skinner tem um acesso de riso.

FROHIKE: - Mulder, essa foi pra matar...

MULDER: - Qual o músculo mais ativo em uma mulher?

LANGLY: - As pernas.

MULDER: - Não, o pênis. E por que as mulheres fecham os olhos durante sexo?

FROHIKE: - Prazer?

MULDER: - Tá por fora, Frohike. É que elas não suportam ver um homem se divertindo... E o que tem cerca de 20 cm de comprimento, mais ou menos 5 de largura e deixa as mulheres completamente malucas?... Não, Langly, não é o que você tá pensando não. É o dinheiro.

Mulder pega uma cerveja. Bebe. Olha pra Byers.

MULDER: - Por que uma vagina é bem parecida com um assento sanitário?

BYERS: - (SE ENGASGANDO/ INCRÉDULO) Ahn???

MULDER: - Ambas são confortáveis. Mas você sempre se pergunta quem esteve ali antes.

Skinner se levanta rindo. Sai pra fora pra tomar ar.

MULDER: - E por que Deus fez o homem primeiro? Simples, ele não queria uma mulher dando palpites.

FROHIKE: - Tá, e por que a mulher cruzou a rua?

Mulder bebe um gole de cerveja. O encara.

MULDER: - Quem se importa! O que ela tava fazendo fora da cozinha?

FROHIKE: - Qual é a melhor maneira de levar uma mulher ao orgasmo? ... Quem se importa também?

MULDER: - Tá bom, escutem essa: O rapaz leva a namorada para o apartamento dele. Chegando lá, a garota tira a roupa, deita-se na cama, abre as pernas e sussurra com voz lânguida: (FAZ UMA VOZ FEMININA) ‘Ai, amor, me faz sentir mulher! ‘

LANGLY: - E o que acontece?

MULDER: - O rapaz tira as roupas, joga-as em cima da moça e diz: - Toma, lava!

Mulder senta-se. Olha pra Frohike.

MULDER: - E por que não se pode confiar nas mulheres?

FROHIKE: - Não sei.

MULDER: - Como alguém pode confiar em algo que sangra por cinco dias e não morre?


Just for Women – 3:12 A.M.


SCULLY: - Sim, temos vantagens sim. Por exemplo, sentar de pernas fechadas não dói. Podemos faltar ao trabalho por motivo de menstruação. Nosso cérebro dá conta do mesmo serviço, mesmo com 3 bilhões de neurônios a menos, ou seja, nossos neurônios são mais eficientes. Somos capazes de prestar atenção em várias coisas ao mesmo tempo. Podemos ficar excitadas sem que ninguém perceba. Não broxamos... Uma greve de sexo consegue qualquer coisa. A idade não atrapalha nosso desempenho sexual, mas favorece... Se somos traídas, somos vítimas. Se traímos, eles são cornos! Podemos fazer sexo quantas vezes por dia quisermos. Nós somos carregadas na noite de núpcias. Sentimos o bebê mexendo. As crianças sempre dizem "mamãe" primeiro. Sempre sabemos que o filho é nosso. Temos 4 meses de licença maternidade! Mulher grávida não entra em fila... Em caso de divórcio, recebemos pensão e ficamos com a guarda dos filhos. Somos monogâmicas, embora precisemos testar vários homens para achar um que valha a pena. Somos a estrela no casamento. Alguém já ouviu falar em "muso" inspirador? Não nos desesperamos em frente a um campo de grama com 1 bola e 22 mulheres! Se nos agitamos em frente a um campo de grama com 1 bola e 22 homens, provavelmente não é por causa do jogo...

Ellen encara Scully.

ELLEN: - Você hein, Dana?

SCULLY: - Tem mais. Não ficamos totalmente carecas. Não sofremos de fimose ou próstata. Não pagamos a conta. No máximo rachamos... Vivemos mais. Somos mais resistentes à dor e a infecções. Temos menos problemas cardíacos. Suamos menos. Podemos dormir com uma amiga sem sermos chamadas de lésbicas... E por último: fazemos tudo o que um homem faz e de salto alto!


American Man Pub – 3:23 A.M.

MULDER: - Não. Não é assim. Uma mulher nunca tem TPM. Ela simplesmente se torna hormonalmente homicida. Uma mulher não tem um corpo fantástico. Ela é simplesmente geometricamente superior. Uma mulher nunca é uma má cozinheira, ela simplesmente é compatível com microondas. Uma mulher não é uma má motorista, ela simplesmente é automotivamente desafiadora.

Skinner balança a cabeça.

SKINNER: - O que deu em você hoje, hein?

MULDER: - Estou revoltado. Uma mulher nunca é fácil, ela e horizontalmente acessível. Uma mulher nunca te dá uma cortada, ela simplesmente se torna horizontalmente inacessível. Uma mulher nunca e frígida, ela simplesmente e termicamente incompatível. Uma mulher nunca ganha peso, ela simplesmente se transforma num acumulador metabólico. Os seios de uma mulher nunca caem, eles se tornam gravitacionalmente desafiados.


Just for Women – 3:27 A.M.

SCULLY: - Não. Instruções para o homem funcionar bem: Ao abrir a embalagem, faça uma cara neutra:não se mostre muito empolgada com o produto. Se ficar muito seguro de si, o homem não funciona bem, vive dando defeito. Segundo: Guarde em local fresco, homem fedorento não dá, e seguro, não esqueça que ele é o sexo frágil.

Scully toma outro gole. Já está pra lá de Bagdá.

SCULLY: - Deixe-o fora do alcance daquela vizinha loira e sorridente. Ela pode fazer um estrago no seu produto. Para ligar, basta uns beijinhos no pescoço pela manhã. Para desligar, providencie uma noite de sexo. Ele dorme feito uma pedra e não diz nem boa noite. Aliás, falta de educação é um defeito de fábrica. Programe-o para assinar os talões de cheque sem fazer muitas perguntas.

Suzanne afirma com a cabeça. Scully toma outro gole. Aponta a garrafa pra Suzanne.

SCULLY: - Carregue as baterias três vezes por dia: café da manhã, almoço e jantar. Mais do que isso provoca pneuzinhos indesejáveis. Em caso de defeito, algumas táticas costumam dar certo: comece escondendo o controle remoto. Se a falha persistir, cancele o futebol do fim de semana e o chope com os amigos. Mas se o problema for grave mesmo, é preciso tratamento de choque: a única solução é greve de sexo.

Ellen aplaude.

SCULLY: - Coisas que ele sabe fazer bem, como trocar lâmpadas, abrir latas, trocar pneu, carregar bolsa, botar pregos na parede, trocar torneiras, chuveiros e engraxar sapatos devem ser estimuladas. E atenção: homem não tem garantia e todas as espécies são sujeitas a defeitos de fábrica, como deixar toalha molhada na cama, urinar na tampa da privada, deixa-la levantada, fazer bagunça, espalhar as coisas, criticar, reclamar, se auto-exaltar, soltar pum em qualquer lugar, beber demais, comer cebola, esquecer datas de aniversario, roncar etc. Não existe conserto, a solução é ir trocando até que se ache o modelo ideal, e recentes pesquisas informaram, ainda não foi inventado, mas não custa tentar.

Ellen olha pra ela.

ELLEN: - Trata assim o Mulder?

Scully pega a bolsa. Retira uma cápsula metálica. Coloca sobre a mesa.

ELLEN: - O que é isso? Alguma coisa alienígena?

SCULLY: - Não. É um identificador de cães. Você coloca na coleira.

Scully abre e retira um papel. Entrega pra Suzanne.

SCULLY: - Coloca o seu nome, o do bichinho e o telefone para contato, caso ele se perca.

ELLEN: - Comprou pro Cookie?

Suzanne lê o papel. Começa a rir.

SUZANNE: - Acho que não... Proprietária: Dana K. Scully. Nome do animalzinho: Fox W. Mulder... (RINDO) Telefone para contato 555...

ELLEN: - (INCRÉDULA) Não vai dar isso pra ele, vai?

SCULLY: - Por que não?

As duas começam a rir. Scully está séria.

SCULLY: - Todo cuidado é pouco. Querem apostar que ele vai abrir um sorriso e colocar isso no chaveiro rapidamente, se sentindo o máximo?

ELLEN: - Para saber se ele é o homem ideal, basta compará-lo a um automóvel. Por exemplo: Verifique o interior e não se iluda com o design. Verifique o ano, quanto mais novo, mais chance de ter problemas. Se é estável ou balança quando se depara com qualquer ‘curva’. Se possui os dois faróis rebaixados, xiii... Se possui longa alavanca de câmbio e o mais importante ainda: se o câmbio tem boa durabilidade ou deforma-se com facilidade. Se for movido a álcool, nem pensar!

SCULLY: - Não se esqueça Ellen: Verifique se o motor mantém temperatura constante ou se esquenta rapidinho, percorre pequena distância e morre logo em seguida. Então leve para um Test-Drive. Se o homem passou em todos estes testes e te agrada, lembre-se: Antes de comprá-lo, alugue-o em uma locadora por um ou dois meses, pois neste período, você pode surpreender-se e daí é só devolver...

ELLEN: - Quem goza primeiro? O homem ou a mulher?

SCULLY: - Depende.

ELLEN: - Não. Normalmente a mulher goza antes. É naquela hora em que ele tira a cueca, e você olha pra ele e dá uma gargalhada.

SCULLY: - O que é mais moderno, masturbação masculina ou feminina?

ELLEN: - Essa piada eu não conheço...

SCULLY: - A feminina é mais moderna, pois é digital. A masculina é manual.


BLOCO 3:

American Man Pub – 4:11 A.M.

Skinner e Langly jogando sinuca. Mulder sentado ao lado de Byers. Frohike observando o jogo, com ar de juiz.

MULDER: - A namorada pro namorado: (IMITANDO VOZ DE MULHER) Ai, amor, pára, pára! Eu sou moça de família! (ENGROSSA A VOZ) E dai? A Coca-Cola também é e dá pra cinco! E vocês sabiam que existem 68 posições para fazer amor? Na 69 se limpam os instrumentos...

FROHIKE: - Mulder, acho que você devia parar de beber, sabia?

Skinner dá uma tacada.

SKINNER: - As mentiras do amor...

MULDER: - (RINDO) Qual são elas?

SKINNER: - ‘Todo mundo faz isto, é perfeitamente normal’. ‘Eu vou parar assim que você disser’. ‘Ninguém vai ouvir a gente’ e ‘Isto não vai doer, eu prometo!’

LANGLY: - Alguém aí sabe qual é o cúmulo da confiança?

MULDER: - Aturar o Frohike chamando a Scully de ‘quente’ e o Skinner ‘fazendo propaganda da lanterna dele’?

LANGLY: - Não, são dois canibais fazendo 69!

Byers suspira. Mulder olha pra ele. Coloca o braço em seu ombro.

MULDER: - Fala meu filho. O que te preocupa?

BYERS: - ... Eu não sei como conquistar as mulheres.

MULDER: - Isto é fácil. O professor Mulder pode te dar umas dicas.

SKINNER: - Logo quem! O rei da Playboy!

MULDER: - Vocês não sabem de nada. Quem é o único aqui que desencalhou? Hein?

FROHIKE: - Você e aposto que deve ter gastado uma grana enorme com velas pra pagar a promessa: ‘Ó Santo Antônio, me arranje uma otária porque eu vou morrer virgem!’

MULDER: - Hehehe... Baixinho.

FROHIKE: - Justamente. Você pediu tanto que ele encheu o saco e se vingou: te mandou metade de uma mulher e não uma inteira.

MULDER: - Vou levar isso como uma atitude de inveja. Eu tenho e você não tem. E ela é quente, acredite.

Mulder olha pra Byers.

MULDER: - Faça assim: Renove sua assinatura da Playboy e tenha o cuidado de deixar um exemplar bem à vista quando a mãe dela for visitá-los.

Skinner chega a errar a jogada. Olha pra Mulder, incrédulo. Langly abaixa os óculos por sobre o nariz e encara Mulder.

MULDER: - Nunca jogue nada fora, especialmente roupas de baixo. Quanto mais esburacadas, melhor. Quando ela apresentar um prato mais sofisticado, pergunte o que há de errado com o bom e velho bife. Peça-lhe para fazer uma torta de maçã como a que sua mãe fazia e depois, faça careta ao colocar o primeiro pedaço na boca. Use as toalhas de rosto para enxugar os pés. São bem mais anatômicas. Deixe abaixado o assento do toalete e não se dê o trabalho de fazer pontaria. Compre lingerie erótica para ela no Dia dos Namorados... quatro números abaixo ou acima do tamanho dela. No aniversário dela, dê-lhe de presente ingressos para um jogo que você está louco para assistir. Ou esqueça o dia do aniversário dela, e dias depois lhe mande um cartão de desculpas com o desenho de um cachorrinho com olhos tristes e pidão.

Skinner balança a cabeça rindo. Frohike olha pra Skinner.

FROHIKE: - Impressionante! Quer apostar que o bobalhão aí está anotando tudo mentalmente?

BYERS: - (DESCONFIADO) Mulder, tem certeza?

MULDER: - Claro. Olha, exiba com orgulho sua destreza manual, usando o controle remoto da TV para ir saltando de canal em canal. Fique pálido toda vez que ela falar em casamento. Encha a casa de amigos e ligue o som a todo volume, num sábado, quando ela estiver de cama com cólicas menstruais. Sempre atribua qualquer mudança do comportamento dela à síndrome pré-menstrual. Quando ela estiver de dietas, compre para ela o vídeo de ginástica da Cindy Crawford, e assista-o todos os dias.

Langly abaixa a cabeça e começa a rir.

MULDER: - E não se esqueça das regras mais importantes na cama: Largue suas cuecas no chão, e diga: "Puxa, este lugar está uma bagunça!”. Roube a metade do lençol. Durante as carícias preliminares, acaricie e pressione um ponto indeterminado da anatomia dela e pergunte: "é ele?". Diga o nome de outra mulher quando estiver gozando.

Corta para Scully.

SCULLY: - Diga o nome de outro homem quando estiver gozando. Ao chegar num local e vê-lo conversando com uma amiga, aproxime-se e diga: "Olá, sinto muito, mas sou a namorada dele." Quando ele estiver mais alegre e brincalhão do que de costume, pergunte: "Você bebeu?..." Choramingue. Peça para ver as fotos da infância dele. Depois, rasgue todas e anuncie: "Sua vida começou no dia em que me conheceu." Ao chegar para um encontro, vá logo perguntando se ele não tinha outra camisa. Encha-o de presentes e pergunte de 5 em 5 minutos se ele adorou. Chore no cinema sempre que aparecer um casamento. Faça comparações em público entre ele e os seus ex-namorados. Diga, a qualquer pretexto, que os homens são todos iguais. Mantenha-o à distância para que ele não prejudique seu penteado. Quando ele a beijar de repente, queixe-se de que ele borrou seu batom. Depois de jantarem juntos, convide-o com ar sensual para ir ao seu apartamento. Convença-o a comer meio bolo de chocolate, e depois avise que está morrendo de sono e o empurre porta à fora. Nas reuniões entre amigos, sempre que alguém mencionar uma ex-namorada dele, feche a cara e fique emburrada o resto da noite. Numa festa com a sua turma, apresente-o a todo mundo, menos aos seus ex-namorados. Esqueça o time para o qual ele torce, e dê-lhe a camisa do time adversário. Pergunte insistentemente em que ele está pensando. Pergunte se ele já teve alguma experiência homossexual. Insista na pergunta, explicando a ele que não tem nada demais. Se ele finalmente admitir que sim, saia contando pra todo mundo.

Scully bebe mais um gole de cerveja.

SCULLY: - Sempre bata fotos no momento em que ele fizer careta. Quando ele se queixar de que saiu com cara de idiota, diga: "Mas amorzinho, você é assim!..." Pergunte se, por acaso, ele já fez testamento. Cochiche sem parar com suas amigas, dê gargalhadas espalhafatosas, e quando ele perguntar o que é, diga: "Nada." No dia que ele tirar férias, anuncie que sua mãe vem passar "algumas semanas" com vocês. Quando ele sugerir que a mãe dele passe uns dias com vocês, responda: "Não acha que minha mãe já traz bastante complicações para nós dois?". Boceje quando estiverem recebendo os amigos dele. Dê duas camisas de presente a ele, e quando ele vestir uma pergunte por que não gostou da outra. Quando ele lhe der de presente um videocassete, diga: "Ih, a Ana Lúcia falou que essa marca é uma porcaria."

Ellen ri.

ELLEN: - Meu Deus, Dana! E na cama, algum segredo?

SCULLY: - Deixe-se acariciar por meia hora, e depois decida que está com sono. Durma com um gravador ao lado, para provar que ele ronca. No momento culminante do sexo, murmure ao ouvido dele: "Case comigo". Peça a ele para revelar suas fantasias eróticas, e quando ele terminar, diga: "É incrível como os homens não têm imaginação". Quando ele disser que andou pensando em fazer sexo a três, diga: "Já estou com tudo armado, estava só esperando que você sugerisse. Meu amigo vem hoje". Se ele hesitar diante de alguma coisa, diga: "Você não me ama?". Tenha um acesso irresistível de tesão quando ele se prepara para assistir a final do Campeonato de Basquete. Quando ele estiver muito excitado, queixe-se de que ele está sendo vulgar. Ache graça no modo que ele geme. Apaixone-se por um galã da TV ou do cinema, e tenha chilique toda vez que o avistar. Fique de cara emburrada durante dois dias, porque lembrou de algo que ele fez no ano passado. Sempre que a Michelle Pfeiffer aparecer, diga: "Pena que seja tão má atriz, coitada". Sempre que o Richard Gere aparecer, suspire e murmure: "Isso sim!...". Implore para que ele tire a barba. Quando ele tirar, diga que ficou horrível. Pergunte-lhe 20 vezes por dia: "Você me ama?". Pergunte-lhe 30 vezes por dia: "Você nunca amou outra mulher, né?". Saia à tarde dizendo que vai ao cinema, e volte no começo da noite cheirando a sabonete barato e xampu.

Scully bebe mais um gole. Olha pra elas.

SCULLY: - Deixe bem claro que a masculinidade dele está diretamente ligada à capacidade de consertar um vazamento na cozinha. Quando uma tomada estiver dando curto-circuito ele não souber o que fazer, diga: "Precisamos chamar um homem para consertar isto". Fique à beira de um ataque de nervos toda vez que ele pegar o bebê no colo. Lembre-se de repente que não paga o seu cartão de crédito há cinco meses. Num dia chuvoso, obrigue-o a usar sua sombrinha que tem bichinhos da Disney estampados. Quando ele lhe pedir para gravar algo na televisão, programe o vídeo de forma que corte os últimos 5 minutos do programa. Ponha gasolina no carro a álcool. Prometa às crianças que "O papai vai levar vocês sim, sim, claro que vai". Coloque um vaso com água e flores em cima do computador dele. Quando ele fizer churrasco para os amigos na piscina, aproveite para estrear o novo fio-dental. Compre um quadro por uma fortuna na feira hippie, e assegure que em 10 anos aquilo vai valer uma fortuna. Quando tiver que levar o carro à oficina, ponha um shortinho e uma miniblusa. Quando ele viajar, aproveite para fazer uma faxina, e jogue fora aquela montanha de gibis velhos que estavam esquecidos na garagem. Quando resolverem passar um fim de semana fora, faça cinco malas de roupas.

Ellen olha curiosa pra ela.

ELLEN: - Quanta experiência pra uma pessoa tão pequena!

SCULLY: - Nem viu nada. Se vocês tiverem uma vida social: Desmaie em público. Cinco minutos antes do início da peça de teatro, esteja ainda em casa, experimentando um batom diferente. Adormeça no teatro. Durante a peça de teatro, amasse sem parar o celofane das pastilhas de menta. Escolha algum episódio grotesco na vida dele, e conte-o toda vez que estiverem numa roda de desconhecidos. No restaurante, peça para ele escolher seu prato, e depois diga que não gostou. Obrigue-o a levá-la para uma gafieira, e chegando lá dance com todo mundo, menos com ele. Quando ele a levar ao estádio, peça que ele a acompanhe ao banheiro, aos 35 minutos do segundo tempo. Quando ele contar uma piada e todo mundo rir, espere que façam silêncio e diga que não entendeu.

ELLEN: - Dana, tem certeza de que você sabe o que é um homem?

Ela engole a cerveja e fala rapidamente.

SCULLY: - Sei! Homem é aquela coisa insensível que fica na base do pênis!


Corta pra Mulder.

MULDER: - Mulher é tudo aquilo que fica ao redor de uma vagina!


Corta pra Scully.

SCULLY: - A diferença entre os homens e os porcos? Os porcos não se transformam em homens quando ficam bêbados!


Corta pra Mulder.

MULDER: - Por que o cérebro da mulher fica do tamanho de uma ervilha depois que elas morrem? ... Porque incha!


Corta pra Scully.

SCULLY: - Na vida, as mulheres se contentam com coisas simples: os homens, por exemplo!


Corta pra Mulder.

MULDER: - As mulheres adoram piadas de duplo sentido, elas sempre têm esperança de entender um dos dois!


Corta pra Scully.

SCULLY: - É uma falácia dizer que as mulheres são ruins em matemática, quando 99% dos homens dizem ter um piu-piu pelo menos 50% maior do que é!


Corta pra Mulder.

MULDER: - Existem dois tipos de mulheres motoristas, as que ainda estão aprendendo a dirigir e as que já desistiram!


Corta pra Scully.

SCULLY: - O casamento é maravilhoso, a única coisa que atrapalha é o marido!


Corta pra Mulder.

MULDER: - As mulheres são extremamente inteligentes. Nunca conheci uma que não entendesse uma boa surra!


Corta pra Scully.

SCULLY: - O único exercício que o homem sabe fazer é encolher a barriga na praia, quando vê uma garota interessante!


Corta pra Mulder.

MULDER: - O único exercício que a mulher sabe fazer é estufar o peito na praia, quando vê um homem interessante, ou seja, qualquer homem!


Corta pra Scully.

SCULLY: - Os homens não têm amor ao seu próprio pinto, deitam-se com qualquer mulher!


Corta pra Mulder.

MULDER: - As mulheres não têm amor a sua própria vida, casam-se com qualquer homem!


Corta pra Scully.

SCULLY: - A única maneira de um homem fazer uma mulher feliz é ficando solteiro.


Corta pra Mulder.

MULDER: - Como dizia Sacha Guitry, se mulher fosse boa, Deus teria uma.


Corta pra Scully.

SCULLY: - Os homens são como diplomas universitários, você passa um tempão para consegui-los e depois não sabe o que fazer com eles!


Corta pra Mulder.

MULDER: - O homem passa metade de sua vida procurando por uma mulher e a outra metade tentando se livrar dela!


Corta pra Scully.

SCULLY: - Deus fez o homem e disse: "Posso fazer melhor". Então fez a mulher!


Corta pra Mulder.

MULDER: - Assim que terminou de fazer a mulher disse: "Infelizmente não consegui", e desistiu!


BLOCO 4:

4:52 A.M.

Scully bebe, indignada. Suspira, apoiando o cotovelo na mesa.

SCULLY: - Minha vida está cheia de porquês.

SUZANNE: - Sério? Tão ruim assim?

SCULLY: - Por que os homens, depois de fazerem xixi, não abaixam a tampa do vaso? E por que os homens, mesmo levantando as tampas, fazem xixi fora dos vasos? E por que os homens nunca esfregam o clitóris da gente no lugar certo? Por que os homens não sabem onde fica o ponto g? Por que os homens adoram transar por trás? Por que os homens pegam vídeo de sacanagem sem estória? Por que os homens jamais topariam um triângulo com mais um homem? Por que os homens têm tesão em meninas com uniforme de escola? Por que os homens adoram ver duas mulheres transando? Por que os homens acham que mulher que gosta de sexo é uma vadia? Por que os homens querem ir para a cama no primeiro encontro? Por que os homens ficam furiosos se você não quer dormir com eles no primeiro encontro? Por que os homens vão embora logo depois de transar com a gente no primeiro encontro? Por que os homens gostam de ouvir que o piu-piu deles é o máximo? Por que os homens contam para os amigos que nos comeram? Por que os homens não reparam que estamos de lingerie nova? Por que os homens se aniquilam quando gozam? Por que os homens têm tesão na nossa irmã caçula? Por que os homens ficam cheios de dedos quando a gente pede um tabefe na hora da transa? Por que os homens gostam de olhar para outras mulheres na rua? Por que os homens avisam quando vão gozar? Por que os homens gostam de ver a gente chupando? Por que os homens gostam de chamar a gente de "minha vadia”? Por que os homens têm ciúmes dos nossos amigos homens? Por que os homens gostam de ver nossos biquinhos arrepiados? Por que os homens não gostam quando a gente passa a mão no traseiro deles? Por que os homens adoram coçar o saco? Por que os homens detestam beijar a gente quando estamos de batom? Por que os homens acordam de pinto duro? Por que os homens, quando tiram a camisinha, dão um nó? Por que os homens se masturbam mesmo quando são casados? Porque os homens estão sempre ajeitando o piu-piu nas calças? Por que os homens se preocupam tanto com o tamanho do seu piu-piu? Porque os homens nunca admitem que a mãe deles também faz sexo? Por que os homens exigem que a gente depile as pernas e deixam a barba mal feita? E por que, meu deus, por que os homens sempre desarrumam os malditos tapetinhos do banheiro?

SUZANNE: - Talvez seja um Arquivo X.

SCULLY: - Se for, juro que ainda vou descobrir e fazer um livro!


Corta pra Mulder.

Mulder suspira. Acena a cabeça negativamente.

MULDER: - Por que as mulheres se depilam com nossos aparelhos de barbear? Por que as mulheres sempre pedem para a gente comprar absorvente pra elas? Por que as mulheres demoram tanto tempo no banheiro? Por que as mulheres sempre mancham a roupa da gente com batom? Por que as mulheres detestam dar uma rapidinha? Por que as mulheres sempre querem abraçar a gente depois da transa? Por que as mulheres sempre acusam a gente de ter tesão nas amigas delas? Por que as mulheres não gostam de pau pequeno? Por que as mulheres não sabem o que falar quando a gente brocha? Por que as mulheres não gostam de engolir? Por que as mulheres implicam com as nossas revistas de mulher pelada? Por que as mulheres estão sempre procurando um cara rico, bonito e inteligente? Por que as mulheres beliscam a gente quando a gente olha para outra mulher na rua? Por que as mulheres têm horror aos nossos amigos casados que têm amantes? Por que as mulheres não gostam de filme de sacanagem? Por que as mulheres não gostam que a gente fale sacanagens nos ouvidos delas? Por que as mulheres estão sempre comparando a gente com os ex-namorados delas? Por que as mulheres gostam de tudo que é fálico? Por que as mulheres gastam fortunas em meias de seda que só duram uma noite? Por que as mulheres têm tesão no Bryan Adams? Por que as mulheres ficam putas se a gente não as procura mais depois de uma transa? Por que as mulheres de filme de sacanagem só falam "yes, oh, yes..."? Por que as mulheres têm mais tesão quando estão menstruadas? Por que as mulheres demoram tanto para gozar? Por que as mulheres se sentem rejeitadas quando a gente fala que a fantasia da gente é transar com duas mulheres? Por que as mulheres sempre têm tesão nos pais delas? Por que as mulheres sofrem tanto para ficarem gostosas? Por que as mulheres se sentem rejeitadas quando a gente não quer transar? Por que as mulheres espalham que a gente é broxa ou gay quando dá um pé na bunda delas? Por que as mulheres deixam a gente de pau duro e depois se fazem de difícil? Por que as mulheres adoram comprar cuecas pra gente? Por que o sonho secreto das mulheres é posar para a Playboy? Por que as mulheres têm tesão nas pernas de jogadores de futebol? Por que as mulheres têm vergonha de entrar em sex shop? Por que as mulheres sempre reclamam do tamanho dos peitos? Por que as mulheres morenas querem ser loiras e vice e versa? Por que as mulheres adoram os gays? Por que as mulheres nunca sabem que roupa vão usar quando vão sair com a gente pela primeira vez? Por que as mulheres têm tesão em peito peludo? Por que as mulheres adoram brincar com os pelos do nosso peito depois do sexo? Por que as virgens não acreditam quando a gente diz que vai colocar só a cabecinha? Por que as mulheres não entendem que, mesmo as amando, a gente quer comer outras? E por que, cacete, por que as mulheres penduram as malditas calcinhas no chuveiro?

Mulder suspira e empina um gole de cerveja. Olha pra câmera.

MULDER: - Quer agradar uma mulher? Tá faça assim: Acaricie, massageie, cante, suporte, alimente, dê banho, ria, estimule, console, abrace, excite, pacifique, proteja, seduza, ligue, corresponda, antecipe, perdoe, sacrifique-se, assessore, deixe, volte, divirta, mostre charme, mostre igualdade, fascine, respeite, implore, ignore, defenda, faça planos, enfatize... E volte ao começo e faça tudo de novo.


Corta pra Scully. Ela olha pra câmera.

SCULLY: - Pra agradar um homem? Hum! Fique nua!!!


Corta pra Mulder.

MULDER: - As 10 frases mais usadas pelas mulheres para rejeitar um homem e o que realmente significam: ‘Penso em você como um irmão’: você me recorda o inútil do Bill. ‘Existe uma pequena diferença de idade entre nós’: não quero fazer amor com meu pai. ‘Você não me atrai "dessa" maneira’: não deixaria que você tocasse nem no meu cachorro. ‘Minha vida já é demasiado complicada’: não quero que você passe a noite comigo para não saber a quantidade de telefonemas que eu recebo de todos os outros homens com quem eu saio. ‘Tenho Namorado’: prefiro ficar com meu gato e tomar uma taça de sorvete a estar com você. ‘Não saio com gente do trabalho’: não sairia com você nem que fosse o único homem do Sistema Solar... Quanto mais do edifício. ‘Não é sua culpa, é minha’: é sua culpa. ‘Quero concentrar-me na minha carreira’: um trabalho chato e frustrante como o meu é ainda melhor que sair com você. ‘Fiz votos de Castidade’: odeio gente que cheira como se estivesse sem tomar banho há três dias. ‘Sejamos amigos’: quero que você esteja por perto, assim poderei te explicar todos os detalhes dos homens com quem eu gosto de sair e fazer amor.


Corta pra Scully:

SCULLY: - As 10 Frases mais usadas pelos homens para rejeitar uma mulher e o que realmente significam. ‘Penso em você como uma irmã’. ‘Existe uma pequena diferença de idade entre nós’. ‘Você não me atrai "dessa" maneira’. ‘Minha vida já é demasiado complicada’. ‘Tenho Namorada’. ‘Não saio com gente do trabalho’. ‘Não é sua culpa, é minha’. ‘Quero concentrar-me na minha carreira’. ‘Fiz votos de Castidade’. ‘Sejamos amigos’...

SUZANNE: - E o que significa cada uma delas?

SCULLY: - (SUSPIRA) Todas significam que você é feia.


Corta pra Mulder:

MULDER: - (DEBOCHADO) Tese de doutorado defendida com grande sucesso em Harvard, pois provou porque o homem engorda depois de casar: quando solteiro o cara chega na geladeira, olha aqueles restos de comida de uma semana e pensa: não vou comer esta droga, vou para a cama. Quando casado, chega em casa, vai para a cama, olha pra mulher e pensa: não vou comer esta droga, vou para a geladeira.


American Man Pub – 5:36 A.M.

Langly conversa seriamente com Mulder, enquanto Frohike e Skinner ficam discutindo por causa do jogo de sinuca.

LANGLY: - Ano passado um amigo meu migrou de Namorada 4.0 para Esposa 1.0 e concluiu que é um sistema comedor de memória que deixa poucos recursos de sistema para outras aplicações. Ele também notou que Esposa 1.0 está também criando processos-filhos que estão consumindo ainda mais recursos valiosos. Nenhuma menção deste fenômeno particular foi incluída na documentação do produto, embora outros usuários informaram-me que isto era previsível devido natureza da aplicação. Mas não foi só isso. Esposa 1.0 instala-se de modo que sempre começa a rodar assim que o sistema é iniciado, onde pode controlar todas as atividades executadas pelo sistema. Algumas aplicações, como Poker Noite 10.3, Bachelor Party 2.5 e PUB NIGHT 7.0 não rodam mais de jeito nenhum, causando travamento do sistema quando executadas, mesmo que essas aplicações tenham sempre funcionado sem nenhum problema antes da instalação de Esposa 1.0. Esposa 1.0 não oferece nenhuma opção de instalação parcial. Assim, a instalação de plugins indesejados, tais como Sogra 55.8 e Cunhado Beta é inevitável. O desempenho do sistema parece diminuir a cada dia que passa. Algumas características que meu amigo gostaria de ver na versão 2.0 de Esposa, que já deve estar chegando: Um botão "não me lembre novamente" e o botão minimize. Também deveria ser acrescentado ao programa um botão ”possibilidade de deletar o arquivo ‘dor de cabeça".

Mulder concorda afirmando com a cabeça.

LANGLY: - Também a opção de desinstalação da versão 2.0 sem perda de outros recursos de sistema. Uma opção de rodar o driver de rede em "promiscuous mode", permitindo que o teste de hardware seja muito mais útil e eficiente. Ele mesmo havia decidido evitar todas as dores de cabeça associadas com Esposa 1.0 mantendo Namorada 3.0 instalada. Mesmo assim, entretanto, ele encontrou muitos problemas. Aparentemente você não pode instalar Namorada 4.0 em cima de Namorada 3.0. Você tem que desinstalar Namorada 3.0 primeiro, caso contrario as duas versões de Namorada terão conflitos por compartilhar o mesmo canal de I/O. Outros usuários disseram-lhe que isto é um problema de solução demorada e que ele deveria estar ciente disso. Suponho que isso explica os problemas que ele teve com as versões 1.0 e 2.0. Para dificultar ainda mais as coisas, o programa de desinstalação de Namorada 3.0 não funciona muito bem, deixando vestígios indesejáveis da aplicação no sistema. Outro problema identificado e que todas as versões de Namorada emitem irritantes mensagens sobre as vantagens de migrar para Esposa 1.0!

MULDER: - E o que a gente faz?

LANGLY: - Não sei. Mas todos os usuários deveriam ser notificados que Esposa 1.0 tem um bug não documentado. Se você tentar instalar Amante 1.1 antes de desinstalar Esposa 1.0, Esposa 1.0 irá deletar todos os arquivos de MS-Money antes de fazer a sua própria desinstalação. Uma vez que isso acontece, Amante 1.1 não será instalado e dará uma mensagem de erro "recursos insuficientes". Evite o bug mencionado, tentando instalar Amante 1.1 num sistema diferente e nunca rodar qualquer aplicação de transferência de arquivo, tal como Laplink, entre os dois sistemas. E nem pense em usar um diretório compartilhado!!!!!!


6:39 A.M.

Mulder, completamente bêbado, olha pros amigos.

MULDER: - O que você diz pra uma mulher com dois olhos roxos? Nada, você já falou duas vezes. Se sua mulher fica vindo da cozinha toda hora pra te xingar, o que você fez de errado? Errou no comprimento da corrente. Como transformar uma gatinha num elefante? Case com ela. Por que mulher tem pés pequenos? Pra encaixar melhor embaixo da pia e fogão. Como saber que uma mulher vai dizer algo inteligente? Quando ela começa dizendo "uma vez um homem me disse..." E finalmente... Nossa última briga foi culpa minha... Ela perguntou "o que tem na TV?” . E eu respondi: "Pó!"


Corta pra Scully:

SCULLY: - Sabe quais são os quatro maiores desejos de um homem? Ser tão bonito quanto a mãe dele acha que ele é. Ter tanta mulher quanto a mulher dele acha que ele tem. Ter tanto dinheiro quanto os amigos dele acham que ele tem. Ser tão bom de cama quanto ele acha que ele é. Homem não tem defeitos, tem características. Descobriu-se recentemente que o homem tem 4 bilhões de neurônios a mais que a mulher. É porque o homem, na sua inferioridade, precisa de bilhões de neurônios para ver se um funciona. Igual aos espermatozoides... Quais os quatro animais que uma mulher precisa? Um Jaguar na garagem, um vison no pescoço, um tigre na cama e um burro para pagar as contas. Sabe por que Deus inventou o homem? Porque vibrador não corta a grama! Quando um homem trai uma mulher perde 90% de seu caráter. Só não perde os outros 10% porque não existe homem 100%. Homem é que nem pão de forma: chato, quadrado, casca-grossa, e fácil de dobrar! E miolo mole! Homem é como lata: uma chuta, outra cata. Homem é como chiclete : você masca , tira o gosto, joga no chão, pisa e ele ainda gruda no pé. Homem é igual biscoito, vai um, vem dezoito! Sabe por que a mulher tem 4 milhões de neurônios a menos? É para que possam gostar dos homens!!! De quem é a última palavra, do homem ou da mulher? Do homem: Sim, querida!

Apartamento de Mulder – 7:28 P.M.

Scully entra, segurando os sapatos nas mãos, sem fazer barulho. Mulder sai da cozinha, ainda vestido, bebendo leite na embalagem. Os dois se olham surpresos.

MULDER: - Ahá, flagrei você chegando tarde em casa!

SCULLY: - (DEBOCHADA) Não cheguei tarde. Cheguei cedo, são 7:28 da manhã!

MULDER: - Engraçadinha... E o que faz num vestido preto e curto mostrando pros outros o que é meu?

SCULLY: - Seu? Oh, pobrezinho! E eu flagrei você bebendo leite na embalagem!

MULDER: - Ok, estamos quites.

Os dois sentam-se no sofá. Olham um pro outro.

MULDER: - Como foi com a Ellen?

SCULLY: - Saímos, nos divertimos. E você? Vestido ainda? Aposto que não ficou dormindo.

MULDER: - Saí com os rapazes. O Skinner me trouxe e acabou tendo que fazer um café preto. O café dele é horrível!

SCULLY: - O que fez a noite toda?

MULDER: - Falei mal das mulheres. E você?

SCULLY: - Falei mal dos homens.

Os dois riem. Mulder envolve o braço nela. Ela ajeita as pernas no sofá, se recostando nele.

SCULLY: - A amiga do Byers estava conosco.

MULDER: - Amiga do Byers?

SCULLY: - É. Sabe quem, né?

MULDER: - Sério? Ela voltou?

SCULLY: - Está aí por um tempo.

MULDER: - Byers está na pior. Falou nela a noite toda.

SCULLY: - Será que vão se entender?

MULDER: - Só espero que não levem 8 anos pra isso.

Os dois riem. Mulder olha pras coxas nuas dela. Olha pra ela com ar de tarado.

MULDER: - Você fica gostosa nessa roupa...

SCULLY: - (DEBOCHADA) Eu sou gostosa...

Mulder levanta-se. Estende a mão pra ela.

MULDER: - Vem. Vamos pra cama.

Ela levanta-se e dá a mão pra ele. Olha-o com malícia.

SCULLY: - Eu não quero dormir...

MULDER: - (DEBOCHADO) E eu falei alguma coisa sobre dormir?

SCULLY: - E o que mais faríamos?

MULDER: - Como você é tolinha... Tisc tisc...

Ela o olha de cima a baixo, o desprezando.

SCULLY: - Sinto, Mulder. Não tem nada aí que me agrade.

MULDER: - Ah, é assim?

SCULLY: - Bom, posso dar 30 motivos pra você.

MULDER: - Gostaria de ouvi-los.

SCULLY: - Bom... Você vai ficar nu na minha frente e eu terei que fazer alguns comentários. Primeiro: Eu já fumei cigarros mais grossos do que isso.

Ele faz cara de pânico. Ela continua.

SCULLY: - Olho pra ele e digo: Ahhh, que meigo! ... Nós poderíamos apenas ficar abraçados... Você sabia que tem uma cirurgia para consertar isso? ... Ou faria você dançar... Posso desenhar aquela carinha feliz nele? ... Uau, e seu pé que era tão grande! ... Tudo bem, nós vamos trabalhar em cima disso... Ele vai fazer algum som se eu apertá-lo? ... Ai, de repente me deu uma dor de cabeça... Eu poderia rir apontando pra ele... Posso ser honesta com você... Que lindo, você trouxe incenso! ... Isso explica o seu carro... Talvez se a gente regar ele cresce... Por que Deus está me punindo? ... Pelo menos isso não vai demorar muito... Eu nunca vi nada igual antes... Mas ele ainda funciona, né? ... Ele tá parecendo pouco usado... Talvez ele tenha uma aparência melhor na luz natural... Por que nós não pulamos direto pra parte do cigarro? ...Você está com frio? ...Se você me embebedar primeiro... Isso é uma ilusão de ótica? ...O que é isso??? ...Sorte sua que você tem muitos outros talentos... Ele vem com compressor de ar? ... Isso tá parecendo isca de peixe. E finalmente: Então é, por isso que você sempre julga as pessoas pela personalidade?

Ele continua catatônico.

SCULLY: - Mulder?

MULDER: - ...

SCULLY: - Ô, Mulder?

MULDER: - (DEBOCHADO) Tem certeza de que não está confundindo o raposão com outros bichos que você já teve? Como por exemplo minhocas e ácaros?

SCULLY: - (RINDO) Homens...

MULDER: - (RINDO) Mulheres... Ok, Scully... Só me dá um tempinho, porque eu sou homem e o meu brinquedinho é de armar.

SCULLY: - Desde que me dê um tempinho também, Mulder, porque eu sou mulher e demoro muito pra cair na brincadeira.

Os dois vão para o quarto, de mãos dadas, rindo.


American Man Pub – 7:46 A.M.

[Som: Sugar Ray – Every Morning]

O sol já brilha no horizonte. Um carro que outro passa pela avenida.

Byers sai, com as mãos nos bolsos das calças, cabisbaixo. Acena pra um táxi. Entra. Observa a paisagem pela janela. Reclina-se no banco, fechando os olhos.

BYERS: - Só queria coragem pra dizer... Mas você me quer apenas como amigo...

Corta para a rua. Um táxi passa pelo táxi dele.

Corta para o outro táxi. Suzanne olha pro nada.

SUZANNE: - John... Ainda não tive coragem... E talvez, você me queira apenas como sua amiga...


X


18/06/2000

9 Août 2019 18:29:02 0 Rapport Incorporer 1
La fin

A propos de l’auteur

Lara One As fanfics da One são escritas em forma de roteiro adaptado, em episódios e dispostas por temporadas, como uma série de verdade. Uma alternativa shipper à mitologia da série de televisão Arquivo X. https://www.facebook.com/laraone1

Commentez quelque chose

Publier!
Il n’y a aucun commentaire pour le moment. Soyez le premier à donner votre avis!
~