azarashionna Azarashi Onna

Winry já estava cansada de disfarçar os seus sentimentos e resolveu colocar em prática uma medida um tanto drástica. Crackfic | Comédia | Amigo Secreto Amestris Central


Fanfiction Anime/Manga Tout public.

#amigosecretoamestris #crackfic #winry #edward #edwin
Histoire courte
0
4.1k VUES
Terminé
temps de lecture
AA Partager

Único

Winry tomou fôlego pela terceira vez, inalando coragem para fazer o que faria. Havia decidido desde a última vez que vira Ed, que seria direta sobre o que sente.


Toda vez era algum clima, ela corando, mas nunca virava nada. Se pegava pensando no que ele fazia quando estava fora, será que estava enrolado com alguém?


"Dane-se, vou fazer assim mesmo", ela pensou.


E aquele era seu dia de sorte, pois horas mais tarde, seu crush estava na sua porta: com o automail acabado, como sempre.


E como sempre, lá foi ela, acertando a cabeça de Ed com a chave inglesa, que gritou de dor.


- Você sabe que é difícil não quebrar! - Ed resmungou.


- Eu sei. - Winry mantinha um semblante mal humorado. Mas na verdade, ela não se irritava, queria mesmo era que Ed sempre voltasse. - Senta aí, Ed. Vou ver o que posso fazer. Cadê o Al? 


- Me desculpa! - Puxou uma cadeira e se sentou. - A Pinako tirou ele para conversar, acho que eles já vêm. - Suspirou. - Como estão as coisas aqui, Winry?


- As coisas estão pacatas aqui, você sabe como é. - Inalou mais um tanto de coragem outra vez, ainda com a chave inglesa na mão. 


Ed estranhou o silêncio. Winry levantou a chave inglesa novamente, e Ed pensou que apanharia novamente, mas não: ela segurou a chave como um microfone e aproveitou o momento a sós para expor o que sentia.


"Poxa, crush, por que não me nota?

Como eu queria que você me desse bola!

Poxa, crush, estou te idolatrando

As suas alquimias todas, tô acompanhando!"


- O que é isso, Winry? - Lerdo que só, ainda não entendia, achava que era uma brincadeira. Mas ela continuou cantando.


Winry chegou mais perto, gesticulava simulando um dramalhão, talvez assim ele entenderia?


"Meu. Deus." Ed pensou, estava ficando tenso, com sua total falta de experiência amorosa. Não que a demonstração de Winry fosse algo sedutor.


"Te vejo na oficina, tento disfarçar, mas fico tímida

Te dou um sorriso, conserto seu automail, mas você não liga

Estou ficando louca e desesperada!

As minhas amigas te acham baixinho e sem graça


Vou emprestar meus olhos pra todas elas ver

O jeito que transmuta, tô louca, louca por você

Estamos namorando e cê nem sabe ainda

Caí na realidade, mas que verdade fria!"


Winry aproximou seu rosto ao de Ed e continuou cantando. Nessa altura do campeonato, perplexo e parecendo um pimentão, de tão vermelho que estava, não conseguia reagir.


"Fico te consertando, querendo um beijo seu

Mas tá tão difícil de você ser meu

Por quantos dias a campainha tocou, coração disparou

E infelizmente não foi você quem entrou"


Winry estava tão concentrada em sua missão pessoal, que nos últimos versos nem notou a porta abrindo, com Al e Pinako presenciando o final da música seguido de um beijo entre ela e Ed.


"Estou obcecada, não sei o que fazer

De cada dez clientes da oficina, queria que dez fossem você!"


Ed não estava incomodado com o beijo, o apreciaria se não tivessem platéia ali. Winry não tinha percebido, só via a expressão espantada de Ed, e o questionou, frustrada, pensando que ela era o problema.


- O que foi? Se não quiser, a gente esquece isso e... - Parou quando Ed apontou, e ela virou as costas, finalmente percebendo Al e Pinako segurando as risadas.


Winry gritou de vergonha e saiu correndo. Ed foi atrás, enquanto Al e Pinako não mais seguravam as risadas.


- Mas eu te noto, Winry! Eu te noto! Não vá embora!


Talvez a declaração fosse um assunto para depois.

24 Décembre 2018 11:39:50 0 Rapport Incorporer Suivre l’histoire
0
La fin

A propos de l’auteur

Commentez quelque chose

Publier!
Il n’y a aucun commentaire pour le moment. Soyez le premier à donner votre avis!
~