D
Davy miguel da silva


No século X, na Inglaterra, havia um muro que separava do Palácio, ao mundo a fora, ao qual ninguém sabia o real motivo daquilo, mas tudo estava prestes a ser revelado por uma princesa corajosa, e ao mesmo tempo teimosa, e que no meio dessa trajetória, encontra um homem que se apaixona, e ocorre o romance proibido, ALÉM DOS PORTÕES...


Romance Suspense romantique Tout public.
0
2.6mille VUES
En cours - Nouveau chapitre Tous les jours
temps de lecture
AA Partager

CAP. I: A ABERTURA

No século X, na Inglaterra, havia uma divisão do Palácio ao lado de fora, o grande muro, ao qual, ninguém sabia o que tinha no outro lado, a não ser o rei Adrian III, que não pretendia contar o que havia no outro lado, mas sua filha, Helena, não concordava com isso e sempre quis saber o mistério dos muros, em que só havia uma passagem, que era muito protegida, e deram o nome de O PORTAL DO INFERNO, mas Helena iria mudar isso.

Em um certo dia, enquanto andava na Avenida Londres, como era conhecida na época, ouviu rumores de gritos do outro lado do muro, e isso gerou muita curiosidade nela, fazendo ela ir até o muro, e quando chegou no limite de distância, decidiu ultrapassar e escutar o que gritava no outro lado, mas não escutou nada, até que enquanto tentava escutar, percebeu que uma parte do tijolo da muralha estava sendo arrastada, e quando chega perto para ver, se assusta com os guardas a pedindo que se afastasse, e sabendo que isso iria chegar aos ouvidos do seu pai, respirou fundo e entrou no Palácio. E para sua surpresa, o rei Adrian estava a esperando na porta... -O que você estava na cabeça para poder ao menos pensar em ir até os muros?!- -Mas pai, não aconteceu nada comigo- -Não quero saber! Está proibida de andar perto dos muros!- -Não entendo o porquê de estarmos presos aqui, neste inferno!- -Não diga isso! Você não sabe o que é o inferno de verdade se não tiver vivido o que parece ser- -Você sabe pai?!-... Então um silêncio toma conta da sala, até que seu pai pede aos guardas que a escoltasse ao seus aposentos.

Anoitecendo, Helena, indignada, começa a conversar com sua amiga Miranda... -Sabe Miranda, eu não entendo o porquê disso- -Disso o quê?- -Como assim o que Helena?! O meu pai ter tantos segredos guardados- -Tem um motivo para tudo Helena- -Disso eu não quero saber, tem que haver um jeito de eu conseguir passar pelos muros- -Não tem como Helena, só há um portão, e inclusiva há vários guardas defendendo aquele portão- -Tem um jeito, sempre há-. Então amanhece, e Helena sai novamente com Miranda para andar pelas ruas, até que percebe algo de diferente com uma parte do muro, e decide ir, e claro, Miranda começa a chamar Helena, pedindo para ela não chegar perto, mas Helena do seu jeito teimosa, não parou e quando chegou, viu que havia uma abertura, quando ela decidiu olhar, viu alguém se aproximando, e decidiu se esconder. Quando ele foi ver o que era, viu um homem, bonito, charmoso, ao qual chamou a sua atenção, mas logo ela parou e pensou: O QUE UM HOMEM ESTAVA FAZENDO NO OUTRO LADO DOS MUROS?...

28 Septembre 2023 12:50 0 Rapport Incorporer Suivre l’histoire
0
À suivre… Nouveau chapitre Tous les jours.

A propos de l’auteur

Commentez quelque chose

Publier!
Il n’y a aucun commentaire pour le moment. Soyez le premier à donner votre avis!
~