floragois Flora Gois

Aos 15 anos, Sakura, Sasuke e Naruto tomaram a decisão conjunta de seguir diferentes trajetórias em suas carreiras ninja, encerrando, assim, as atividades do querido Time 7. Dez anos se passaram, e o destino novamente entrelaça suas vidas, especialmente devido à sobrinha de Uchiha, que desenvolve leucemia. Sakura é designada como a médica responsável pela menina no hospital de Konoha, onde estão testando um novo método experimental de tratamento. Essa situação a aproxima cada vez mais do antigo amor de infância.


Fanfiction Anime/Manga Interdit aux moins de 18 ans.

#Naruto #Homofobia #Sasusaku #Shiita
26
8.0mille VUES
En cours - Nouveau chapitre Toutes les semaines
temps de lecture
AA Partager

Prólogo

O time sete estava reunido no campo de treinamento, um lugar que testemunhara muitos momentos significativos para eles. Enquanto Sasuke e Naruto se aproximavam, todos compartilhavam um entendimento silencioso: a equipe sete seria dissolvida.


Era a última vez que o trio se encontraria ali como uma equipe.


Aos 15 anos, cada um havia escolhido um caminho distinto em suas carreiras como ninjas. Sakura tornou-se aprendiz de Tsunade Senju, aprofundando seus conhecimentos em jutsus médicos, sendo esse um ambiente onde não se sentia inferior ou pressionada para alcançar Sasuke e Naruto.


Sasuke, como era de se esperar, ingressara na polícia de Konoha, seguindo o caminho tradicional de seu clã. Quanto a Naruto, ele perseguiria seu sonho de se tornar Hokage, treinando com o pai dali em diante. Sakura questionou internamente se isso não representava certo favoritismo. Respirou fundo, tentando manter a compostura. O time sete, de alguma forma, se tornou sua família, e agora estava prestes a se desfazer, transformando-se apenas em uma lembrança de sua infância.


Seria capaz de preservar essa família? Esse pensamento invasivo a deixou deprimida, com um gosto amargo na boca.


— Sakura-chan!- Naruto acenou animado, tirando-a de seu devaneio. Ela respondeu com um sorriso e desviou sua atenção para o moreno que o seguia mais atrás. Sentiu suas mãos suarem dentro das luvas, o coração acelerando traiçoeiramente.


Era sempre assim quando via Sasuke Uchiha, como se ele fosse o núcleo de um planeta e a gravidade a puxasse em direção a ele.


Como de costume, ele mantinha o mesmo rosto inexpressivo, mas Sakura conseguia entender algo quando fitava aquelas orbes negras. Para sua surpresa, Sasuke desviou o olhar dela. A rosada sentiu-se constrangida ao perceber que o observava abertamente e fora notada.


Sentada próxima aos troncos onde, anos atrás, Naruto fora amarrado para um teste de Kakashi. Sakura sorria com a doce lembrança de sua juventude tola.


— Do que está sorrindo, Sakura-chan?- O loiro hiperativo sentou-se ao seu lado.


— Lembranças.


Ele acenou com a cabeça, seguindo o mesmo caminho que sua companheira de equipe. No fundo, nenhum deles queria aquele adeus, mas era necessário para a evolução. Havia dores que traziam benefícios. Sasuke manteve-se em pé de frente para ambos, sem proferir uma palavra, apenas observando os dois amigos atentamente.


— Fico feliz que todos estejam aqui.- Kakashi se pronunciou atrás deles, chamando a atenção de todos. Sakura revirou os olhos, seu sensei sempre atrasado, mesmo em um dia importante. — O que acham de um último treino?- Naruto e Sasuke trocaram um olhar; mesmo após anos juntos, ainda eram rivais. Sempre queriam superar um ao outro, e quando tinham a oportunidade de lutar, aproveitavam ao máximo.


Não demorou até que ambos estivessem no meio do campo, trocando socos e chutes. Haviam melhorado significativamente em taijutsu, mas Sakura torceu o rosto em desgosto. Novamente, estava sendo deixada de lado durante o treino, sem entender por que a excluíam. Após se machucarem, procuravam sua assistência para que cuidasse dos ferimentos. A rosada questionava-se se seus amigos não a consideravam digna de atenção em um campo de luta.


— Eu apenas sirvo como curandeira desses idiotas?- Observou-os enquanto os dois se preparavam para recomeçar a luta.


Sasuke acertara um clone de Naruto com um Chidori; o loiro original estava um pouco mais atrás, formando um Rasengan. Sakura suspirou, aquilo iria longe. Levantou-se e caminhou até estar mais próxima deles, não o suficiente para ser notada. Fechou os olhos e concentrou seu chakra na mão direita.


Kakashi observava a distância, divertindo-se com o que estava por vir. Puxou seu livro do Icha Icha Paradise e começou a folheá-lo.


— SHANNARO!- Sakura gritou, acertando o chão com toda a sua força.

O soco foi forte o bastante para abrir o chão. Sasuke e Naruto, que estavam trocando socos, olharam assustados na direção da jovem após ouvirem o grito seguido de um tremor. O chão se abriu debaixo deles, e algumas pedras os atingiram, fazendo-os cair gemendo de dor.


Sakura ajeitou sua luva e aproximou-se de ambos, sentando-se ao lado deles. Estavam esgotados pelo uso de chakra e agora doloridos pelo golpe da amiga.


— Vocês dois nunca aprenderam.- Naruto começou a rir, e Sakura prendeu seu olhar em Sasuke, que a observava atentamente. — Deveriam parar com essa competição idiota.


— Bom soco, Sakura.- Ela acenou com a cabeça em agradecimento para seu sensei e começou seu trabalho de cura. Kakashi fechou seu livro e aproximou-se de seus alunos. — Acho que essa foi uma boa despedida.


Sakura sentiu uma agonia apertar seu coração naquele momento, mas decidiu não deixar transparecer diante deles. Apenas sorriu e afirmou com a cabeça, não confiando na estabilidade de sua voz. Sasuke, que a observava, percebeu a falsidade por trás daquele sorriso animado. Ele a conhecia o suficiente para identificar isso. Fechou os olhos, exausto; resolveria isso no momento certo.


Depois de curar Naruto e Sasuke, o trio combinou se encontrar à noite no Ichiraku para uma última refeição juntos. Sakura permaneceu sentada naquele campo por horas depois de testemunhar seus amigos e seu antigo sensei tomarem rumos diferentes. Pode parecer bobagem para qualquer um que não tivesse o coração ligado àquele trio, entretanto, ela sentiu aquela última imagem sangrar e se marcar em sua alma.


Quando teve certeza de que estava sozinha, permitiu-se chorar.


A despedida arrancou uma parte do coração de Sakura naquela tarde. Mesmo sabendo que ainda encontraria Naruto ou Kakashi em missões, uma parte dela reconheceu que, naquele dia, estava dando adeus ao amor juvenil que nutrira por Uchiha Sasuke durante anos.


Ela tinha prometido a si mesma que mudaria sua vida, que se tornaria uma grande médica-nin e que nunca mais permitiria ser vista como frágil e inferior.

28 Janvier 2024 18:45 0 Rapport Incorporer Suivre l’histoire
0
Lire le chapitre suivant CAPÍTULO 1: Pink + White

Commentez quelque chose

Publier!
Il n’y a aucun commentaire pour le moment. Soyez le premier à donner votre avis!
~

Comment se passe votre lecture?

Il reste encore 1 chapitres restants de cette histoire.
Pour continuer votre lecture, veuillez vous connecter ou créer un compte. Gratuit!