amanda-kraft1664221938 Amanda Kraft

O que deveria ser uma noite gostosa de sono torna-se um pesadelo quando os olhos se abrem e seu corpo encontra-se paralisado. Há algo no quarto. Algo extremamente peculiar.


Histoire courte Interdit aux moins de 18 ans.

#horror #terror #medo #paralisia-do-sono #angústia-
Histoire courte
2
3.5mille VUES
Terminé
temps de lecture
AA Partager

Paralisia

Os olhos acordam na penumbra do quarto. O relógio grita a hora da madrugada. Sinto que há algo errado. Não posso me mexer. O coração acelera e a respiração falha. Puxo o ar, mas ele teima em não ser suficiente. Há algo que o impede. Forço a vista e lá está ele sobre o peito. É pequeno e revestido de pelos escuros. A bocarra escancarada, munida de presas afiadas, causa repulsa. Os malditos braços não se mexem. Quero gritar e sair correndo, porém ele me oprime. SOCORRO! Penso em desespero.

Meus olhos imploram para o vulto negro em pé na porta do quarto. A ajuda não vem. Ele se diverte vendo-me cativa. Sombras percorrem o quarto em vigília. Ouço suas vozes. “Vamos levá-la”. Lágrimas escorrem pela face. Não as sinto, mas sei que estão lá. O vulto negro responde. “Ainda não”. O bicho, feliz, abocanha minha mão. Sinto que vou morrer. Olho para o teto em prece. Já não ouço nada. O fim está certo.

Tento o corpo novamente. Um minuto se foi. Dois está passando e o ar é teimoso. Três minutos. E se o cérebro parar? Grito em silêncio e nada acontece. O bicho investe novamente. Sua boca está no meio do braço. Agora o vulto negro, alto e imponente, se mexe entusiasmado. “Vai, vai, vai”. Gargalhadas enchem o quarto. Alguém me ajude! Sinto o ar entrando novamente. Vejo a carranca do bicho próximo à minha face. Seus olhos me incriminam.

Grito agora e posso me mexer. Eles se foram. Exatos cinco minutos se passaram. Os médicos dizem que é normal. “Você não vai morrer”. A paralisia do sono é mais comum do que pensa. É apenas seu cérebro acordando antes do corpo. As sombras são seus sonhos mais profundos. Fase REM.

Entretanto não explicam as marcas no braço. São arranhões profundos. Eles estão me espreitando. Sinto-os no vazio da noite. Tento não dormir, mas perco a batalha. Essa noite ele começou a engolir minha perna. O vulto negro tem se aproximado. Tenho medo de ver seu rosto e me perder nele.

30 Janvier 2023 21:55 2 Rapport Incorporer Suivre l’histoire
1
La fin

A propos de l’auteur

Amanda Kraft Participo com mais de cem contos em diversas antologias de várias editoras. Livros lançados: Somente eu sei a verdade; Traição; Uma Segunda Chance; A Noiva da Neblina e o Segredo de Lara pela buenovela.com e também contos e livros inéditos na Amazon kindle.

Commentez quelque chose

Publier!
Norberto Silva Norberto Silva
UOU! Eu já tive casos em que minha mente parece acordar e o corpo não... é desesperador. Incrível como você, em tão poucas linhas conseguiu exprimir todo o desespero de tal situação e aumentá-lo ainda mais com o acrescimo das criaturas sombrias... Meus parabéns!!
January 31, 2023, 02:31

  • Amanda Kraft Amanda Kraft
    Quem já sentiu diz ser horrível. Mto obrigada por mais uma vez apreciar meus contos. Gratidão eterna. January 31, 2023, 10:58
~