Histoire courte
2
238 VUES
Terminé
temps de lecture
AA Partager

Agruras do poeta

Quisera eu ser teu poeta

E não ter de musas buscar

Ter somente a ti seleta

Pra meus versos inspirar


Como queria ser teu amado

Estar sempre ao seu lado

Por teu amor inspirado

Na escrita o carinho transbordar


Tu serias minha poesia

Conquistada dia a dia

Em puro versos de amor

Tratada como fina flor

Pra quebra toda regra é métrica

Desse obtuso poeta


Não seria mais machucado

Por inspiração de dor

De quem nunca me deu valor

E sendo um poeta frustrado

Sem condição de ser amado


Aí de mim poeta sem musa

Que só de amor sei escrever

Triste e sozinho poeta

Sobre desamor escrever.

(Claudio Roberto Assad Crudo da Silva)

10 Octobre 2022 00:00 0 Rapport Incorporer Suivre l’histoire
4
La fin

A propos de l’auteur

Claudio Roberto Assad Crudo da Silva Um podcaster poeta e doido que as vezes escreve uns contos https://linktr.ee/dragaodourado

Commentez quelque chose

Publier!
Il n’y a aucun commentaire pour le moment. Soyez le premier à donner votre avis!
~