fanfan28 fanfan 28

O alfa Kim Jongin ama o marido e seus filhos mais do que a sua própria vida. One-shot Kaisoo NÃO ACEITO ADAPTAÇÕES PLÁGIO É CRIME


Romance Contemporain Tout public.

#amor #filhos #exo #alfa #kaisoo #jongin #kyungsoo #abo #omega #cuidado #pais #passeio #
Histoire courte
2
1.7mille VUES
Terminé
temps de lecture
AA Partager

Um amor genuíno

Existe em Seoul um casal bem harmonioso eles enfrentaram muita coisa para viver esse amor tão grande e lindo, o preconceito, a família entre outros obstáculos o tempo foi generoso em ajudá-los nisso.

Jongin amada seu marido e filhos ele se dedicava ao máximo para poder suprir as necessidades de todos, Kyungsoo também nunca esperava nada com facilidade já que preferia conquistar seus objetivos, ainda dedicavam os gêmeos DO teve seus pequenos com muita dificuldade, mas conseguiu superar a gestação de risco por esperar dois em seu ventre.

A família segue vivendo e se amando o alfa cuida e protege dos que ama por instinto e faz qualquer coisa para zelar da paz, então um certo dia o casal resolveu sair para curtir um passeio agradável no parque e se organizaram depois arrumaram os filhos com idade de 6 anos cada, um se chamava Lucas e o outro Charle depois da missão concluída pegaram as bolsas com os lanches e saíram da residência, o ômega segurava na mão do filho enquanto seu marido na do outro, todos se aproximaram do carro então entraram para dar início aquela viagem, todos estavam animados inclusive os mais novos.

[**]

Quando chegaram no parque esperaram o carro parar então sair, Kyungsoo pegou uma das bolsas que usaria no passeio depois seria a vez ir à parte de trás para despender os filhos do cinto, o alfa retirou a chave a ignição e saiu logo em seguida para ajudar o marido então caminharam devagar.

O lugar estava bem movimentado então encontraram com muito custo e sentaram, os meninos ficaram bem animados tanto que quiseram correr e brincar até cansar, mas Jongin sentiu medo.

- Amor leva esses meninos para jogar bola um pouco eu fico aqui observando caso aconteça algo tá. (Kyungsoo)

- Tem certeza? (Jongin)

- Sim, eles estão pedindo muito por isso olha. (Kyungsoo)

- Appa vamos jogar bola por favorzinho. (Jongin)

- Está bem vamos logo, amor cuidado. (Kyungsoo)

O alfa levantou pegou a bola e levou os filhos para um pouco mais longe dali, algumas famílias se confraternizavam em harmonia também, o ômega sentia paz e tranquilidade ali vendo seus três bens mais preciosos brigando, a medida que o tempo ia passando a fome crescia então os pequenos e Jongin retornaram suados e ofegantes para junto de Kyubgsoo.

- Omma quero comer frutinha e bolo com suquinho tá? (Lucas)

- Isso tudo meu amor? (Kyungsoo)

- Sim. (Lucas)

- E você amor vai querer o quê? (Kyungsoo)

- Bolinhooo e suquinho também Omma. (Charle)

- Hummm... então está bem sentem aí nesse cantinho vocês estão suados, deixa que eu pego as coisas aqui e você amor nada de vir me abraçar está imundo. (Kyungsoo)

- Ué! Mas cadê o amor, sumiu por acaso? (Jongin)

- Só senta e espera eu te dar o lanche, vai querer sanduíche natural? (Kyungsoo)

- Quero sim, não sou fã de coisa doce. (Jongin)

- Tudo bem, eu vou pegar um pouco de cada coisa estou morando de fome. (Kyungsoo)

- Eita quando fica assim faminto e sinal de gravidez. (Jongin)

- Não é nada estou evitando para de falar isso. (Kyungsoo)

- Está bem parei. (Jongin)

O ômega serviu todos e começou a comer em seguida ainda iriam demorar ali no parque não faziam com frequência mais quando decidiam fazer algo diferente aproveitavam o máximo.

Os minutos passaram então eles adormeceram ali mesmo no chão coberto pelo pano, o alfa colocou um dos filhos ao seu lado enquanto o amado deixou outro no espaço que faltava o vento soprava deixando tudo mais agradável, algumas pessoas passavam e viam a cena da família adormecida até que um certo momento um homem se aproxima e toca em um dos gêmeos fica ali admirando, Jongin sente uma presença estranha e abre os olhos que imediatamente mudam a tonalidade de castanho para azul-celeste seu lobo tomou conta para proteger as pessoas que ele ama.

- QUEM É VOCÊ PORQUE ESTÁ TOCANDO NO MEU BEBÊ? (Jongin)

- Calma senhor eu só... *(S/N)

- SAIA DAQUI AGORA ANTES QUE TE MATE. (Jongin)

Sua voz de alfa fez Kyungsoo tremer ao ouvir afetando o outro ômega mais novo que acordou chorando sem saber o que estava acontecendo, então ele imediatamente já teria contado a si percebendo o mal, quando percebeu a situação sem olhar para o filho e marido foi logo pedindo desculpa por ter usado sua voz de alfa, o casal discutiu sobre aquele ocorrido então resolveram voltar para casa porque perderam o clima de está ali, os mais novos levantaram primeiro com medo eles esperaram seus pais sair dos seus lugares.

[**]

Depois da organização do espaço saíram andando até chegar no estacionamento, Jongin ainda sentia raiva e indignação enquanto pensava no perigo, então questionava o que poderia acontecer se não estivesse ali naquele momento crítico, seu amado sentiu a marca arder, para tentar acalmar o Kim o ômega segurou dua mao e apertou forte depois virou o rosto para ele.

- Jonginnie se acalma um pouco eu estou sentindo pela minha marca toda essa sua preocupação, não fique assim. (Kyungsoo)

- Amor, mas se aquele homem tivesse feito mal ao meu bebê? (Jongin)

- Você iria fazer tudo para o proteger, porque é o melhor Appa do mundo que dando a vida não só por um, mas pelo dois se fosse preciso. (Kyungsoo)

- Não faria só por eles, mas por você também, amo demais a família que tenho. (Jongin)

- Então vamos esquecer isso é voltar para casa eles podem ficar assustados novamente. (Kyungsoo)

- Tudo bem, como nosso passeio foi interrompido então eu irei organizar a noite do sorvete em nossa casa que tal? (Jongin)

O alfa colocou seu braço por cima do ombro de Kyungsoo, até se aproximar do veículo eles entram, se acomodaram e a viagem iniciou a família retornaria para casa antes do previsto.

Quebra tempo - 21h

A família Kim estava em casa aproveitando o dia de folga assistindo TV e tomando sorvete como Jongin havia prometido Lucas e Charle recebiam vários mimos dos pais o amor era bem presente entre eles às vezes o casal trocava alguns selares curtos, o alfa olhava para todos ali e pensava o quão sortudo era.

Jongin

Algumas pessoas pensam que encontrar um amor verdadeiro é encontrar uma pessoa perfeita, que saiu dos seus sonhos e encaixa perfeitamente em todas as áreas da sua vida, esse é um grande erro e a principal explicação para o fim da maior parte dos relacionamentos.

Um amor verdadeiro é aquele que resiste ao teste do tempo é ter ao lado uma pessoa que conhece todas as nossas imperfeições e contínua nos amando do mesmo jeito é verificar que existem algumas incompatibilidades e alguns gostos completamente diferentes, mas estar disposto a fazer alguns sacrifícios para agradar a outra pessoa.

É enfrentar os desafios e as dificuldades de mãos dadas, porque quem ama de verdade sabe que os dois juntos são muito mais fortes do que se estiverem separados, por isso digo eu escolhi viver o meu para sempre ao lado da pessoa que me faz sonhar no melhor da vida ainda me apresentou com dois tesouros nossos filhos, sou grato.

Autora

Ele sorria e abraçava o ômega de lado enquanto viajava em seus devaneios, sua família lhe motivava sempre a fazer o bem e brigava se fosse preciso para os proteger assim que várias ser.

FIM!!!

1 Septembre 2022 13:31 0 Rapport Incorporer Suivre l’histoire
1
La fin

A propos de l’auteur

fanfan 28 Não há satisfação maior do que aquela que sentimos quando proporcionamos alegria aos outros. Masaharu Taniguchi

Commentez quelque chose

Publier!
Il n’y a aucun commentaire pour le moment. Soyez le premier à donner votre avis!
~