uma_chapeleira_maluca Lyne Gomes

Um Conto sobre três líderes que decidem lutar pelo o direito de VIVER.


Histoire courte Déconseillé aux moins de 13 ans.

#camilacabello #inkspiredstory #infantojuvenil #fantasia
Histoire courte
2
5.3mille VUES
Terminé
temps de lecture
AA Partager

Caminho da Revolução.

Era hora de falar. Já estavam cansados de lutarem por algo que nunca deixou de lhes pertencer. Um lugar no mundo. Mas de alguma forma, os outros querem jogá - los num abismo para fora do Planeta.

A Maga Mestra preparava seus Feiticeiros para a revolta, ou como gostavam de chamar, para o Caminho da Revolução. Os Magos sempre foram sujeitos a uma exclusão desumana por séculos. Eram forçados a serem cobaias de torturas que significavam um "Processo de Cura" para quem as fizessem. Nunca chegaram a tal. Só deixaram os pobres Feiticeiros ainda mais presos às duras consequências que o Mal do mundo trouxe para suas mentes. Porém, uma mulher conseguiu enxergar a Magia que aqueles Magos carregavam, e os ajudou a enxergarem e se fortalecerem nela também. Podiam criar realidades belas, reflexivas, calmas, cheias de cores e vida. Nise, acreditava também ser uma Maga, acreditava que todos podiam ser, mas poucos conseguiam navegar profundamente naquela Magia em meio ao oceano que nos expande. O Espírito.

Os Feiticeiros tinham seus aliados nessa caminhada. A Rainha dos Azuis era um deles. Trilharia o Caminho da Revolução, pois ela e seu povo foram tão vítimas do Mal quanto os Magos. Foram arrancados de suas bandas do mundo para servirem incansávelmente à outros sem questionar ou requerir seu direito à recompensa. Os despiram de sua cultura, de sua língua, de sua fé, por acharem selvagens e impuros. O ódio pelos seus costumes e pela sua cor azul negro, como o céu da noite, só cresceu. Era inevitável não encontrar alguém que quisesse esmagá-los com palavras vis, exclusão e violência.

Outra aliada que iria comparecer era a Imperatriz das Elas. Inimigas juradas dos Eles. Bem, eram como as chamavam. Mas Elas nunca quiseram esse título, nunca quiseram se por a um lado oposto e maior que o deles. Tudo que queriam era o reconhecimento de que o mundo também era sua casa. Mas guerras, disputas era o que mais atraia Eles, e bem, paradas esperando a matança não iriam ficar. Podiam ser guerreiras como Eles também.

Os líderes do Caminho e os seus estavam indo em direção ao local onde cantariam suas verdades, enquanto a oposição se preparava para encontrá-los, pois temiam um confronto odioso. Sempre temiam. Não viam que o derramamento de sangue era bem mais o estilo deles que de seus "inimigos". Entretanto, o que presenciaram naquele dia, eram indivíduos que cantavam e carregavam flores nas mãos, enquanto os mesmos carregavam lanças e escudos. Pois não viam, nunca viam que a ameaça de destruição que tanto temiam sempre foram os próprios.


|■ ♡ |■ ♡ |■





Ilustrações da capa: Maga (Pasiphilo On), Guerreira (Bored Panda), guerreira azul (Bailie)

Conto inspirado na canção "Crown" de Camila Cabello e Grey

Caso queira ler mais contos feitos por mim, te convido à conferir "Dois Mundos". Uma mini ficção histórica que tenho muito carinho. talvez você goste^^



6 Juin 2022 19:56:21 0 Rapport Incorporer Suivre l’histoire
0
La fin

A propos de l’auteur

Lyne Gomes Insta: @madhattyne Amante de livros, sorvete e girassois^^ Uma jovem nordestina de cidade pequena que sonha grande. Um tanto estranha, atrapalhada, insegura e esperançosa, e é nas palavras que ela lida melhor com tudo isso. 🎩🫖 •●.°

Commentez quelque chose

Publier!
Il n’y a aucun commentaire pour le moment. Soyez le premier à donner votre avis!
~