kelly-tavares1539942006 Kelly Goulet

Essa é 6ª Temporada da Saga O Cálice do Desejo. Nessa temporada os sonhos podem se tornar pesadelos. Gêneros: Ação, Amizade, Aventura, Comédia, Fantasia, Hentai, Romance Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo


#68 in Fanfiction #18 in Anime/Manga Interdit aux moins de 21 ans.

#atenaeposeidon #saoriejulian #atenaejulian #atenaathena #saoriemilo #saorieshaka #saoriekanon #saoriesaga #saoriemu #yaoi #poseidon #lemon #afrodite #lune #hades #saintseiya #pwp #hentai #cdz #atena #cavaleirosdozodiaco #cavaleirosdeouro #deuses
8
6.4mille VUES
En cours - Nouveau chapitre Tous les 30 jours
temps de lecture
AA Partager

A Informação


* * * Centro – Atenas, Grécia * * *



Hotel Primórdio – Térreo - Bastidores - Camarim



Sentada de frente para o espelho, eu olhava o resultado da maquiagem que fiz sozinha enquanto devolvia o pincel de blush na mesa, era inegável que eu estava bem melhor agora! Não que eu fosse maquiadora, longe disso na verdade, mas vendo o Dite me maquiando, tentei replicar algumas coisas, o importante é que eu não estava aparentando que eu havia chorado tanto!

Em meio aos meus pensamentos, olhando para o espelho, de repente minha mente foi tomada da voz mais doce que conheço. Sem perceber, fechei meus olhos ao ouvir a sua voz.

“(Mu) – Anjo...”

“(Atena) – Mu...”

“(Mu) – Está sozinha?”

Abri os olhos, e olhei ao redor, mesmo sabendo que estava sozinha.

“(Atena) – Sim, estou. O Julian está me aguardando do lado de fora do camarim. Mu, aconteceu alguma c...”

Não terminei a frase e o camarim se inundou do cheiro maravilhoso de lírios recém-cortados, olhei pelo espelho e vi o reflexo do meu lindo Cavaleiro de Ouro em pé atrás de mim vestido com seu smoking perfeito, girei a cadeira para ficar de frente para ele.

Mu se aproximou de mim e ao ficar na minha frente se ajoelhou, e agora na mesma altura, ele me olhou nos olhos. Eu olhei para o seu lindo rosto, e percebi ele estava triste, preocupado. Toquei no seu rosto e ele fechou os olhos com o meu toque. Toda a minha estrutura emocional estava indo a ruínas ao vê-lo ali na minha frente triste.

(Atena) – O que houve, Mu?

Olhando para o chão, ele segurou a minha mão que estava no seu rosto e pegando na outra mão as juntou na minha frente as segurando. Ele respirou fundo, voltou a olhar para mim e eu pude ouvir sua voz suave.

(Mu) – Me perdoe.

Eu olhava para o seu doce rosto e não conseguia entender absolutamente nada.

(Atena) – Por que está me pedindo perdão, Mu?

Ele olhou para baixo e voltou a olhar para mim.

(Mu) – A minha função é protegê-la, e eu não fiz isso. Por uma falha minha, você foi ferida. Senti o seu cosmo oscilar e depois enfraquecer, agora entendo que seu cosmo estava pedindo por ajuda e eu infelizmente não a ajudei.

Eu estava tentando muito não me lembrar daquele momento, mas eu sabia que o Mu não tinha culpa por aquilo.

(Atena) – Mu, por favor, você não tem culpa de nada! Por que acha isso?

Ele tirou uma das suas mãos de cima das minhas e tocou no meu rosto, me fazendo sentir o calor e maciez da sua mão. Ele me olhava nos olhos e seu olhar estava muito triste.

(Mu) – Eu sei que o Saga a feriu.

Eu desviei o olhar do dele, ouvir o nome do Saga, abria novamente a ferida que mal fechei. Respirei fundo.

(Atena) – Não pode se culpar pelos erros dele, Mu.

(Mu) – Mas ele a feriu por minha causa.

Voltei a olhar nos olhos dele.

(Atena) – Por que diz isso?

Ele voltou a segurar as minhas duas mãos e a olhar para baixo.

(Mu) – Ele nos ouviu enquanto estávamos no banheiro e isso o magoou profundamente ao ponto de querer aliviar a dor que sentia a ferindo ficando com outra pessoa.

Eu fiquei perplexa com o absurdo que eu tinha acabado de ouvir, ao ponto não ter percebido que eu chorava e só voltei a mim quando senti sua mão suave e macia enxugando o meu rosto.

(Mu) – Eu simplesmente falhei com você. Sinto muito por isso, meu anjo. Você é o meu mundo, o meu todo, eu jamais faria nada para magoá-la ou feri-la, mas eu fiz......

Vi uma lágrima escorrer no seu rosto ao mesmo tempo que as maquiagens, pinceis e as coisas leves começaram a levitar. Vê-lo chorar, acabava com o meu coração. Coloquei as minhas mãos no seu rosto.

(Atena) – Pelos deuses! Mu, não faz isso, não se culpe, meu amor... se estou até agora neste hotel, neste leilão, é porque você me deu forças para isso! Quando eu mais necessitei de você, você estava comigo, precisei do seu amor, do seu beijo, do seu toque e você me ofereceu exatamente TUDO o que eu necessitava! Todos os momentos você estava lá por mim!

Coloquei a minha testa na dele e disse convicta:

(Atena) – Você não tem culpa de nada! Entenda isso, por favor!

Afastei o meu rosto o suficiente para olhá-lo nos olhos.

(Atena) – Eu te amo, sou sua noiva, sou sua, assim como você é meu e isso não é um segredo para ele! O que aconteceu entre nós dois naquele banheiro não justifica em nada o que aconteceu depois disso e muito menos o fato dele usar isso como desculpa para culpar a você ou a mim!

Aproximei ainda mais o meu rosto do dele e deslizei o meu nariz no dele enquanto eu me declarava.

(Atena) – Mu, você é o MEU anjo! O meu anjo que tanto amo!

Ele sussurrou com a voz embargada.

(Mu) – Eu te amo com todo o meu ser!

Toquei os meus lábios nos dele, queria selar esse momento com o beijo mais doce que já experimentei. Coloquei minhas duas mãos em seu rosto e sussurrei nos seus lábios.

(Atena) – Ah, Meu Mu! Eu te amo tanto!

Ele sussurrou nos meus lábios:

(Mu) – Por favor, permita que eu a leve daqui, assim como você queria.

Fiquei sem palavras! O cheiro maravilhoso dele, os seus olhos verdes-escuros me olhando, me lembravam que eu não precisava estar aqui neste hotel, neste leilão que eu nunca quis vir.

(Mu) – Anjo, por favor...

O meu nariz inalava diretamente da sua pele o cheiro dos lírios, os seus lábios tocavam docemente os meus, o sabor doce de cerejas maduras fazia facilmente eu me desconectar deste mundo me levando aos Elísios!

(Atena) – Mu...


*** Minutos Antes ***



Hotel Primórdio – Restaurante - Terraço


Saga


Mu me olhou permanecendo em silêncio por alguns segundos e desapareceu.

Como assim ele não pode me permitir de falar com ela??? Eu não preciso de permissão de ninguém para falar com ela!!!

Milo me tirou dos pensamentos quando ouvi sua voz:

(Milo) – Boa sorte na sua busca, Saga! Para mim já deu dessa loucura!!

Ele se virou em direção as mesas e começou a andar.

Droga!! Eu não posso fazer isso sozinho! O idiota do Julian não me deixaria falar a sós com ela.

Andei para acompanhá-lo e fiquei de frente para ele, o obrigando a parar.

(Saga) – Milo, escuta!

(Milo) – Ah, Caralho! O que é agora?

(Saga) – Eu não posso fazer isso sozinho! Quero dizer, sozinho eu demoraria mais tempo! Na verdade o Julian não me deixaria vê-la e ...

Respirei fundo.

(Saga) – ...Acredite em mim quando eu digo que eu preciso dela com urgência!

Milo me olhava com cara de incrédulo.

(Milo) – Você acredita que depois de toda a merda que você fez ela vai querer falar com você?

Me aproximei mais dele.

(Saga) – Eu só preciso vê-la! Não entende? Eu quero e preciso vê-la! Só preciso estar perto dela agora!!

Ele balançou a cabeça em negativo.

(Milo) – Porra! Você é um pé no saco! Como é que a Atena te aguenta?

(Saga) – Eu não saberia responder essa pergunta. Vai me ajudar ou não?

Ele apontou o dedo na minha cara.

(Milo) – Olha aqui, vou te ajudar a encontrá-la, porque com ou sem a minha ajuda você vai fazer essa merda! Neste caso prefiro estar perto para protegê-la, mas se ela não quiser falar com você, eu mesmo te expurgo de lá! Fui claro?

Não iria responder a isso. Apenas acenei com a cabeça positivamente para irmos logo ao que interessava.

(Milo) – Ok, você fica aqui e eu vou à mesa dela na área externa.

O Milo foi em direção a área externa. Respirei fundo! O caminho deve ter dobrado de tamanho ou era a minha ansiedade criando uma peça. Já que eu estava próximo aos banheiros, resolvi ir em direção ao espelho e conferir se estava tudo no lugar. Consegui ver a minha cara de preocupado! “Não seja ridículo, até parece o seu primeiro encontro!”

Droga! Péssima hora de me recordar dos dias de aflição em que eu contava as horas para que ela me chamasse para a nossa primeira noite juntos! Pensei que enlouqueceria de vez! Foi uma eternidade! Pelos deuses, como eu queria destruir esse desejo desenfreado que eu sentia, que me corroía... eu tinha tanta certeza de que esse monstro que me consumia iria ser destruído assim que eu a possuísse...

Olhei para o meu reflexo e tive que sorrir, como eu fui estúpido em acreditar nisso! A verdade é que consegui alimentar ainda mais o meu desejo por ela... Atena...

Respirei fundo, molhei o meu rosto, precisava sair dos meus pensamentos, eu já sabia para onde iriam. Enquanto enxugava o rosto ouvi o meu nome sendo chamado.

(Milo) – Ela não está na área externa...

Joguei a toalha na pia.

(Saga) – Como assim ela não está lá?

(Milo) – Perguntei para os garçons e o que eu sei é que ela saiu do andar acompanhada do Julian.

Isso só podia ser brincadeira! Esse idiota quer ficar sozinho com ela!!!

(Saga) – Droga, Milo! Ele a levou para onde? Eles não podem ficar sozinhos!!! Esse hotel é enorme eles podem estar em qualquer lugar!

(Milo) – Relaxa! Vamos encontrá-los, não se preocupe!

(Saga) – Só vou relaxar quando a encontrar!!! Não vê que eles podem estar em qualquer lugar, inclusive fora da merda deste hotel?

Milo puxou um sorriso irritante.

(Milo) – Confie em mim, preciso de apenas uns minutinhos para descobrir, mas vou precisar que fique aqui.

(Saga) – Eu não quero ficar aqui parado!

(Milo) – E não, eu não quero que você estrague o meu plano!! Quer a minha ajuda ou não?

Ele sabia que eu não iria responder isso.

(Milo) – Só fique aqui, ok?

Fechei a cara e cruzei os braços. Ele que entendesse o significado disso!

(Milo) – Caralho, Saga! Só temos uma chance de saber onde ela está, mas se você estiver junto comigo isso não vai dar certo, então não me siga!!! Entendeu?

(Saga) – Desaparece daqui logo!!!

(Milo) – Ótimo!

Ele saiu em direção as mesas e olhando para trás para saber se eu não estava seguindo-o.


Hotel Primórdio – Cobertura – Restaurante


Milo saiu em direção as mesas, mas tinha uma em específico que ele está indo, até ser parado no meio do caminho.

(Milo) – Ah, merda!

De frente para ele e muito zangada disse:

(Shaina) – Posso saber que horas pretende retornar para a mesa?

Ele respirou fundo.

(Milo) – Estou resolvendo um problema grande, não posso voltar agora!

Ela cruzou os braços.

(Shaina) – Sério? Sua deusa de novo? Ela está morrendo por acaso?

Ele falou sério olhando nos olhos dela.

(Milo) – O assunto de fato se trata dela, então isso já deve ser o suficiente para entender que o assunto é importante, não é?

Ela puxou um sorriso sarcástico.

(Shaina) – Impressionante! Sua noiva já sabe que você só tem tempo disponível para a deusa Atena? E que ela vai ficar chupando o dedo nessa relação??

(Milo) – Acredite que ela sabe melhor que todo mundo disso!

Ela fechou a cara.

(Shaina) – Impossível uma mulher concordar com isso!

Milo passou a mão nos cabelos.

(Milo) – Isso não vem ao caso, prometo que assim que eu resolver esse problema eu volto para a nossa mesa, ok?

Ainda de braços cruzados ela questionou:

(Shaina) – Sabe o que mais me surpreende? É que ela tem a porra de doze Cavaleiros de Ouro à disposição e escolhe exatamente você para estragar a minha noite???

(Milo) – Ao contrário de você, fico lisonjeado em ajudar a deusa que eu sirvo! Com licença!

Ele continuou o caminho e ela retornou a contra gosto para a sua mesa.


*


(Lana) – Então você tem a missão de proteger a sua deusa?

Ele sorriu.

(Shaka) – Em resumo seria isso, mas usando todos os significados da palavra proteção. Outra forma seria dizendo que o motivo da minha existência está ligado a existência dela.

Ela colocou os dois cotovelos na mesa e segurou o queixo com as mãos.

(Lana) – Uau, eu queria alguém assim, que eu pudesse contar em todos os momentos, para a vida, para sempre...

Ambos pararam de falar ao ouvir a voz de quem se aproximava.

(Milo) – Desculpe interromper, mas preciso falar com você, Shaka. É importante. Poderia me dizer onde a Atena está, preciso muito falar com ela.

Shaka ficou observando-o.

“(Shaka) – O que está acontecendo com a Atena?”

“(Milo) – Ela passou por uma situação desagradável a pouco com o Saga.”

“(Shaka) – Suponho que tenha sido grave para o Mu precisar ficar ao lado dela, após as oscilações do cosmo dela, mesmo depois de você tê-la estabilizado.”

“(Milo) – Para ser bem sincero, foi sim.”

“(Shaka) – Seja sábio com a informação que vou te dar, o cosmo dela não está estável.”

“(Milo) – Não se preocupe.”

(Shaka) – Ela está no térreo, no camarim.

(Milo) – Muito obrigado.

Milo seguiu em direção ao elevador.


*

Saga


Péssima ideia de ficar esperando. A espera era enlouquecedora, eu já conhecia bem! Não sei quanto tempo esperei, mas vi o Milo passando em câmera lenta, olhou para mim e acenou com a cabeça sinalizando que eu o seguisse! Não pensei duas vezes e fui na direção dele.

Me aproximei ele não parou de caminhar apenas diminuiu os passos.

(Saga) – E então? Deu certo?

(Milo) – Sim, ela está no térreo. Vamos.

Não queria perder tempo perguntando como ele sabia disso, para mim não mudava nada! Precisava dela, isso era só o que importava.

Passando perto do salão de dança eu toquei no ombro dele o fazendo parar. Olhei para dentro e a Antonela estava em pé, me esperando.

(Saga) – Preciso que me espere. Não vou demorar.

(Milo) – Você é inacreditável! Não estava com pressa???

(Saga) – Mas do que tudo no mundo, mas preciso fazer isso! Não saia daqui.


Antonela


Minha espera enfim tinha terminado! Uma eternidade para falar a verdade! Mas ele vinha em minha direção. Fui ao seu encontro.

(Antonela) – Tudo bem? Podemos continuar?

Ele me olhou nos olhos, estava pensativo e sério.

(Saga) – Preciso acompanhar o Milo. Temos que resolver um problema juntos. Pode me esperar?

Fiquei desanimada na hora, mas o que eu poderia fazer.

(Antonela) – Claro que sim, você vai demorar?

(Saga) – Eu não saberia dizer.

Respirei fundo.

(Antonela) – Bom, então vou te esperar na nossa mesa, pode ser?

Ele concordou com a cabeça. Me deu um beijo no rosto.

(Saga) – Me desculpe pela sua noite.

Tentei puxar um sorriso.

(Antonela) – Bom, teremos a noite toda para consertá-la, não é?

Ele puxou um sorriso.

(Saga) – Espero que sim.

(Antonela) – Eu mais ainda, Saga.

Ele saiu em direção ao outro cavaleiro que o espera. Não fazia mais sentido ficar ali sozinha, voltei para a minha mesa, precisava beber, me consolar dizendo que um contratempo não estragaria a minha noite!


* * *


15 Mai 2022 21:33:06 4 Rapport Incorporer Suivre l’histoire
4
Lire le chapitre suivant A Autorização

Commentez quelque chose

Publier!
LIPSTTER LIPSTTER
Olá? Faço parte da Embaixada brasileira do Inkspired e estou aqui para parabenizar pela verificação da sua história. Querida autora, quando bati meus olhos na capa de sua obra, algo me dizia: é este! Então entrei. Não me decepcionei, o capítulo estava delicioso. Eu não acompanhei as outras temporadas, caí de paraquedas nesta, mas estou surpreso, já anseio por mais. O algoritmo sempre me surpreendendo com obras maravilhosas. Neste caso, foi sua vez, o destino me enviou você. A sua escrita é apaixonante e envolvente, seus personagens são cativantes. Que capítulo delicioso! É uma obra bastante promissora. Eu fiquei me questionando o que Mu fez para se culpar tanto. Eu me vi nele, muito. A ansiedade nos consome vivos. Enfim, facilmente me identifiquei com todos os personagens. Um, é doce e empático, sente uma paixão avassaladora. Quem nunca? E o outro, um pouco mais impaciente... E eu também me identifiquei bastante com ele, hahaha! Enfim, todos! A empatia foi imediata, e esta é a mágica de um escritor... nos segurar, envolver, cativar. E você fez isso maravilhosamente. Você tem bastante talento, querida autora! Sobre sua ortografia e gramática, elas se encontram em um nível satisfatório; no geral, muito bem utilizadas. Eu só gostaria de fazer uns apontamentos: "Em meio aos meus pensamentos olhando para o espelho" em vez de "Em meio aos meus pensamentos, olhando para o espelho"; há também: "ela tem doze Cavaleiros de Ouro a disposição e escolhe exatamente você" em vez de "ela tem doze Cavaleiros de Ouro à disposição e escolhe exatamente você". Enfim, para finalizar, eu quero dizer que adorei este capítulo. Houve paixão avassaladora, o carinho que arde corações, a culpa que perfura a alma e a força do querer que pode mover montanhas; além disso, a cumplicidade de alguns personagens. Tudo em um único capítulo, uma riqueza de detalhes. Você está, simplesmente, de parabéns, querida autora! Agora fico por aqui. Desejo muito sucesso pra você, merece muito. Até mais!
May 28, 2022, 01:57

  • Kelly Goulet Kelly Goulet
    Ah, que delícia de comentário! :) Fico muito lisonjeada em saber que estou conseguindo expressar as emoções de personagens tão encantadores e intensos como esses! Que emoção saber que o meu capítulo estava delicioso! rsrs A ideia é essa mesmo! Ser prazeroso na leitura para os meus leitores que me aguentam temporada após temporada! :) Suas palavras são um incentivo e tanto para mim! Agradeço por cada uma delas! Muito grata por ter você ter dedicado o seu tempo em escrever suas emoções desde do momento em que encontrou o meu capítulo até a sua conclusão final! Grata! Adoro ler sobre o impacto que a leitura causou, assim sei se acertei ou não! rsrs Mais uma vez, muito obrigada! Li cada linha do seu comentário com um sorriso bobo no rosto! Salvou a minha noite!:) (OBS: Corrigi os apontamentos! Obrigada!) May 30, 2022, 01:10
Melody da Cruz Melody da Cruz
Vc é a única autora que me enlouquece kkkk, vc não imagina o quão feliz fiquei quando recebi a notificação desta fic. Eu já estava preocupada, pensava que lhe tinha acontecido algo, mas agora estou tão aliviada e feliz que era capaz de explodir ksks enfim... Como sempre, o capítulo estava maravilhoso (algo que era de esperar de alguém tão maravilhosa quanto vc) e fico ansiosa para o próximo (que espero que seja em breve 😁). Beijos 😘 e até ao próximo capítulo ^-^.
May 15, 2022, 22:16

  • Kelly Goulet Kelly Goulet
    kkkkkk lisonjeada em saber que sou a única autora a te enlouquecer! (Pensando aqui que imagino ser um elogio, usando o enlouquecer no bom sentido! kkkkk) Que bom que ficou feliz, fiquei feliz em escrever dos meus amados de novo! Gosto muito! Estava com saudade de escrever, de ler os comentários, da interação com vocês! É muito gratificante! :) Por favor, não enlouqueça e nem exploda, ou ficará sem saber o final da história! rsrs Fico muito feliz em saber que gostou do capítulo (sinal que não perdi o jeito!rsrs) No "tão maravilhosa" o ego estava no teto de casa já rsrs, obrigada pelo elogio! Também espero publicar logo, pegar o ritmo de novo! Obrigada por não ter sumido! Tentarei não desaparecer por tanto tempo, quero logo ver todas as temporadas publicadas! Obrigada por comentar! Pela espera! Pelo carinho e atenção! Beijos! Até daqui a pouco! :) May 16, 2022, 00:30
~

Comment se passe votre lecture?

Il reste encore 3 chapitres restants de cette histoire.
Pour continuer votre lecture, veuillez vous connecter ou créer un compte. Gratuit!