unholylase  ⩩ ℓɑsᦾ

Itachi não suportava as piadinhas do seu irmão lhe irritando tremendamente pela sua admiração excessiva pelo jogador do time Uchiha Shisui. Ele só não imaginava que todos daquele ginásio iriam ouvir aquele apelido em alto e bom som em meio a uma discussão.


Fanfiction Anime/Manga Déconseillé aux moins de 13 ans.

#romance #yaoi #lgbt #fluffy #Shiita #itasui #tentativadecomedia
0
833 VUES
Terminé
temps de lecture
AA Partager

Único.

Shisui deixou seus calçados na entrada de casa e sorriu ao sentir o cheiro bom que vinha da cozinha.

Ansioso, deixou o casaco pendurado no gancho do hall de entrada e apressou seus passos até o cômodo, mas antes de adentrar ali, franziu o cenho ao ouvir a risada gostosa de Itachi.

Primeiro, pensou que ele pudesse estar com Sasuke e Naruto em casa, já que os dois moravam próximos e as vezes vinham para o jantar. Mas não se ouvia mais vozes, sendo assim, do que Itachi estava rindo?

— Tachi?

— Ah... — o Uchiha mais jovem espiou por cima do ombro, mostrando ao mais velho o largo sorriso nos lábios. — Oi Sui, bem na hora. Aprendi uma receita nova. Parece estar bom.. prova esse molho branco.

Shisui abriu um sorriso caminhando em direção ao marido. Seus braços fortes envolveram a cintura do outro e em seguida, sua boca se abriu para que a colher com o molho fosse conduzida ali.

Apreciou o sabor gostoso. Estava delicioso, assim como tudo o que Itachi preparava. E não era só por ele ter se formado em gastronomia e amar variar. Mas porra.. Itachi fazia aquilo com tanto amor e devoção que dava até gosto de comer e degustar de forma demorada cada refeição.

— Maravilhoso, como sempre! — murmurou após engolir e deixou um beijo no pescoço alheio, sem desfazer o abraço.

— Eu ou o molho?

— O molho, claro. — Shisui brincou e riu ao ver Itachi tentar afasta-lo de si, sendo abraçado ainda mais forte em meio as risadas gostosas do mais novo. — quando cheguei te ouvi rir. Estava pensando no que, hein?

— Hum.. — o mais novo desligou o fogo e se virou para ele, passando os braços pelo pescoço de Shisui antes de beijar aqueles lábios brevemente. — eu estava lembrando daquele dia, do jogo. A cesta da vitória..

Shisui gargalhou imediatamente ao se lembrar de tal data. Aquilo era inesquecível e, por mais que se fizesse anos desde o ocorrido, ambos se lembravam como se fosse uma memória recente.

Talvez seja pelo fato de ter sido onde tudo começou...

Era mais uma tarde de jogo na universidade e, Itachi, ele estava com seu irmão e cunhado — Uzumaki Naruto —, na arquibancada, assistindo ao time que representava Konohagakure.

Os assistia dar tudo de si naquela quadra de basquete, mantendo-se empatados com o time adversário da universidade de Amegakure.

— Merda... Vai Shisui! Vai... Vai... Ahh! — Itachi rosnou em ansiedade enquanto mordia os próprios lábios e mantinha os pés inquietos pelo nervosismo. — você quase fez a cesta da vitória.. — sussurrou para si mesmo, agora, mordendo a pontinha das unhas enquanto não tirava os olhos do seu jogador predileto.

Shisui não era só um jogador, como também, era o capitão daquele time. E fora das quadras, o Uchiha de cabelos encaracolados nada mais era do que um dos rapazes mais cobiçados da universidade. Essa fama e perseguição de todas as garotas vinha desde o ensino médio e por onde aquele homem passava arrancava suspiros, números de telefone sendo jogados para si das arquibancadas aos finais de jogos, além de presentes diversos e até mesmo calcinhas que já lhe arremessaram para tentar chamar sua atenção.

Ele realmente arrasava... Era tanta a atenção que o Uchiha tinha sobre si, que até Itachi, havia se contaminado e feito parte involuntariamente desse grupo de torcedoras obsessivas por Shisui Uchiha.

— Quase, Sui... Quase... Você vai marcar a cesta da vitória. Eu sei que vai..

Naruto riu baixo ao ouvir os murmúrios de Itachi e cutucou Sasuke. Ambos encararam a figura do homem de cabelos lisos e não conseguiram reprimir a risada. Isso porque Itachi estava parecendo exatamente uma das garotas que ocupavam toda aquela arquibancada e até mesmo cartazes com o nome do Uchiha e o número de sua camisa desenhado ali carregavam.

— Seu irmão é um apaixonado pelo capitão do time.

— Acho que todo mundo sabe disso. — Sasuke afirmou voltando a encarar o jogo. — ele só não admite. Nem adianta questionar.

— Já conversou sobre com ele? Shisui parece ser um cara legal. Bem, eu nunca o vi sair com nenhuma das garotas mas ele também nunca destratou alguma delas. Então... Por que não? Ao menos podiam se conhecer e serem amigos.

— Tsc... — Sasuke revirou os olhos rindo baixo e negou com a cabeça. — já tentei dizer isso a ele. Mas a questão é.. meu irmão sempre afirma que não é gay! ... Que é pura admiração pelo bom jogador que ele é.

Naruto franziu o cenho e em seguida, voltou a olhar para Itachi, parecendo estar em trabalho de parto por tanta euforia naqueles últimos cinco minutos de jogo.

— Ih... Olha lá. Se não é os irmãos viadinhos. — a voz de Hidan ecoou ali na medida em que ele e sua turma de amigos passavam pela frente dos bancos, dirigindo-se a saída devido ao jogo estar no fim. — o desgosto dos pais e da família, sem dúvidas.

— Amor... Calma.. — Naruto já se adiantou ao ver que Sasuke havia lançado um olhar mortal para o grisalho e seu grupinho, ambos que haviam empacado ali na frente apenas para 'zombar' dos dois irmãos. — não vale a pena. O jogo está acabando, já vamos embora.

— Melhor ouvir e obedecer o viadinho do seu namorado, boneca raivosa! — Hidan debochou novamente, sendo acompanhado de gargalhadas dos demais que estavam com ele. — e você, Itachi? O que você virou nesse último ano hein? Que bom que não anda mais com a gente. Como posso dizer.. você sujaria nossa imagem. Até pintando as unhas agora você está?

— Olha aqui! Por que você não cala a porra da sua boca antes que eu dê um soco nessa sua cara esticada cheia de botox? — O Uchiha mais jovem rosnou irritado, se levantando do seu lugar já com o punho cerrado. — Deixa meu irmão em paz. Me deixa em paz, caralho! Vai procurar alguém pra foder! Sua vida sexual é tão monótona assim pra você gastar seu tempo perturbando os outros e sendo um preconceituoso de merda?

— Ué, Itachi! Não tem mais boca? Agora é o irmãozinho que te defende? — o grisalho debochou novamente. Vendo Naruto e Sasuke de pé diante de si, enquanto Itachi, se mantinha sentado tentando assistir o jogo e ignorar aqueles dois. — não vai falar nada, Uchiha?

— DEIXA ELE EM PAZ, CACETE! — Sasuke gritou irritado, não notando como já chamavam a atenção de todos ali.

— Otouto.. ignore. Hidan sempre foi esse saco vazio em buscar de suprir suas frustrações em terceiros. Ele não passa de uma pessoa amarga e triste que com certeza sofre por gozar em um minuto e não conseguir satisfazer suas parceiras.

Itachi disse aquilo de um jeito tão natural ainda encarando a quadra, que toda a carranca de Sasuke se dissipou e ele e Naruto caíram na gargalhada enquanto Hidan o encarava boquiaberto e nitidamente irritado.

— O que disse Itachi? Seu viadinho merda do caralho, eu vou te mostrar quem é que goza em um minuto e não satisfaz alguém...

Então, Hidan o pegou pelo colarinho e o fez ficar de pé diante de si. E Itachi finalmente iria dar atenção a ele, o xingando ou apenas tentando se esquivar. Mas ele paralisou ao ver Shisui em direção a cesta da vitória, quicando aquela bola no chão enquanto corria e driblava seus aniversários.

Itachi correu seu olhar para o relógio. Faltava um minuto, porra, ele ia conseguir marcar a cesta e dar mais uma vitória a Konoha.

— Vai Shisui... Você consegue...vai..

— Eu estou falando com você! Itachi caralho! Me responde! — Hidan rosnou irritado, apertando ainda mais a camisa do Uchiha em seus dedos.

— Desiste. Ele não vai dar a mínima a você. E eu acho é pouco! Você se frustra com o desprezo. Meu irmão deve estar certo... Alguém aqui deve ser péssimo na cama.. — Sasuke zombou ácido.. se deixando ser abraçado por Naruto enquanto ambos voltavam a encarar os últimos segundos do jogo.

— Eu não estou falando com você, seu merdinha! Estou falando com o viado do seu irmão. Tem boca pra falar merda de mim mas não tem para lidar com isso?

— Hidan.. conversamos outra hora por favor eu.. merda.. vai Shisui.. — suplicou aflito, fazendo Sasuke gargalhar e Hidan se irritar ainda mais.

— SEUS VIADINHOS DE MERDA!

— CALA A BOCA, HIDAN! EU NÃO SOU GAY!

Itachi gritou de volta, já impaciente, e naquele segundo, Shisui fez a cesta da vitória, mas ao invés de comemoração, o silêncio prevaleceu devido aos gritos. Todos da arquibancada e os jogadores na quadra olhavam para aquela confusão, tentando entender o porquê de Hidan estar segurando Itachi daquela maneira, o porque de Naruto estar segurando Sasuke e do porque tudo aquilo estava acontecendo bem no fim do jogo com ganho de virada.

— O MEU IRMÃO JÁ DISSE QUE NÃO É GAY! ELE É SHISUISSEXUAL!

E sem notar que a atenção de todos estava sobre aquela confusão, Sasuke gritou aquilo incomodado em como Hidan tentava afetar seu irmão. Havia falado sem pensar e pior, havia usado o apelido que amava usar para perturbar Itachi quando estavam em casa. Shisuissexual, o Uchiha caçula amava dizer isso sempre que Itachi dizia não gostar de homens ou algo assim.

Mas agora, só agora, ele se dava conta de que havia gritado aquilo e que seu irmão o olhava apavorado enquanto todos começavam a rir.

— Sasuke..

— Aniki.. me desculpa..

Sasuke reprimiu os lábios trêmulos enquanto via seu irmão respirar fundo com os olhos marejados.

O som que ecoava naquele ambiente, eram o de risadas e alguns resmungos repetindo aquele apelido que Sasuke usava apenas para irritar seu irmão no dia a dia.

E agora, todos haviam escutado. Todos davam risada. Todos estavam olhando para Itachi, inclusive Shisui.

— Sai da minha frente.

E assim que se soltou do aperto de Hidan em sua camisa, Itachi passou por todos ali deixando às pressas aquela quadra, sendo acompanhado de risadas e piadas.

Seu corpo todo tremia em nervosismo e as lágrimas que escorriam dos seus olhos, percorriam uma trilha por seu rosto até se acumular em seu queixo e ir pingando no chão na medida em que seus passos apressados se conduziam ao estacionamento da universidade.

— Merda.. Merda... Merda! — ele xingava em meio aos passos apressados, já pensando em para qual universidade iria transferir seu curso, pois se recusava a voltar ali. — que porra, Sasuke.

Ele limpou o rosto molhado com o antebraço, pegando em seguida as chaves do carro no bolso de sua calça jeans. O veículo foi aberto e Itachi se sentou no banco do motorista, respirando fundo enquanto tentava controlar seu choro e nervosismo, podendo assim, dirigir decentemente até sua casa.

Quando conseguiu aquela calmaria breve, colocou o cinto de segurança pronto para dar partida, mas ao acomodar o pé sobre o acelerador, ele se assustou ao ver uma figura correr em direção ao seu carro, o obrigando a afastar o pé dali para não atropelar aquela silhueta..

Seu coração voltou a bater forte e suas mãos a tremerem sobre o volante. Seus olhos estavam tão arregalados e seus lábios trêmulos, que Itachi não se surpreenderia de perder a consciência ali mesmo pelo nervosismo.

— Itachi, certo? — Shisui falou ao parar do lado da porta do motorista. Um sorriso amigável nos lábios enquanto ele encarava o Uchiha amedrontado dentro do veículo. — você está bem? Está pálido.

— E-Estou.. eu.. — ele sorriu fraco lambendo os lábios e apertou o volante. — desculpe, preciso ir embora. E me desculpe pelo..

— Oh... Você está aparentemente com pressa. Me perdoe, não quero te atrapalhar.

— Não me atrapalha.. e eu não estou com pressa.. é só que.. é só que...

— Você disse que precisa ir embora, então.. deve estar com pressa para chegar em casa ou a um compromisso.

— É que eu... — bufou baixinho ao ver como estava agindo de forma ridícula diante do outro. Ele voltou a encarar o volante e em seguida Shisui, ainda inclinado para lhe observar pela janela da porta. — me desculpe pela confusão lá dentro. E parabéns pela cesta da vitória.

— Obrigado. Quase que eu não consigo marca-la. Os nossos rivais eram muito habilidosos. Mas no fim deu tudo certo. E não precisa se desculpar pela discussão. Seu irmão acabou de me falar sobre aquele babaca te enchendo o saco. O início da discussão não foi culpa sua.

Itachi sorriu pelo puro nervosismo e em seguida encarou as mãos trêmulas. Quando olhou mais uma vez para Shisui, sentiu seu nervoso ir além do normal só por aquele belo e largo sorriso estar tão perto de si, e aquilo era para si.

— E-Eu... realmente preciso ir embora. — comentou respirando fundo.

— Tudo bem, Itachi. Aliás, obrigado por torcer por mim. Tenho certeza que suas energias positivas me ajudaram na última cesta.

Itachi soltou o ar pelos lábios sentindo como sua barriga estava uma bagunça devido as borboletas em seu estômago. Ele girou a chave novamente dando partida no carro. Precisava sair dali urgente antes de vomitar por nervosismo ou simplesmente desmaiar.

— Ah, só mais uma coisa. — ao ouvir novamente a voz do mais velho, Itachi reprimiu os lábios e custou a olha-lo. — estava aqui pensando.. amanhã é sexta. O que acha de irmos beber uma cerveja ou sei lá, dar uma volta na praia?

Itachi sentiu sua alma se revirar e ele quis chorar em desespero, vergonha, ansiedade, tudo junto e misturado. Shisui estava dizendo mesmo aquilo? Seria Hidan debochando de si ao mandar logo o cara que ele cobiçava desde o ensino médio para lhe pregar uma peça? Por que Shisui estava sugerindo isso logo depois daquela vergonha trágica na frente de todos?

— V-Você.. quer.. sair comigo? — perguntou tentando ao máximo parecer calmo mediante aquilo. Enquanto Shisui, segurava o riso para não constranger ainda mais Itachi. Mas a realidade, é que ele estava achando adorável tudo aquilo.

— Sim, eu quero. Você me parece um cara legal, acho que seria divertido. Quero saber mais sobre você.

— E por que.. por que você iria querer sair comigo ou me conhecer melhor? — falou em um fio de voz, molhando os lábios, engolindo o seco logo em seguida.

Naquele instante, Itachi viu Shisui apoiar os antebraços na janela abaixada do carro, enfiando seu rosto ali, ficando bem perto de si. Ele se afastou bruscamente pela aproximação repentina, sentindo como seu coração batia forte. Temia até que Shisui pudesse ouvi-lo bater pela tamanha intensidade.

E então, o Uchiha mais velho abriu o mais lindo sorriso, virando a cabeça levemente para o lado antes de dar sua resposta:

— Oras! Não se é todo dia que conheço alguém que denomina sua sexualidade com o meu nome. Eu quero conhecer o cara que é Shisuissexual!

E Shisui havia achado adorável as bochechas coradas do outro e a expressão de extrema vergonha. Mas logo se arrependeu da brincadeira ao ver Itachi desmaiar bem ali diante dos seus olhos.

— Você deveria ter falado comigo bem antes. Poderíamos ter namorado desde o ensino médio.

— Eu era tímido, Shisui. Era só o esquisito quieto ou viadinho como me chamavam. Hum.. e você era o popular cobiçado por todos. Quais as chances de eu ter coragem e falar com você? Estava bom nutrir o amor platônico.

Shisui sorriu roçando a ponta dos seus narizes e o beijou com devoção.

— No fim das contas... Hidan tentando envergonhar você, contribuiu ao seu favor.

— Sim, mas ele foi um puta babaca! Eu não sou gay! E mesmo se fosse, ele devia cuidar da vida dele. Eu gosto de tudo. De pessoas. Gosto de sentir e amar. Independente de quem. Mas fico feliz e eternamente grato por tudo isso ser voltado a você.

Shisui sentiu os olhos brilharem com aquelas palavras. Achava belo a forma como Itachi se expressava, ignorando gêneros ou genitálias, apenas... Amando.

— É, você não é gay! — Shisui falou com humor.

— É! Eu não sou gay! Sou Shisuissexual!

18 Mars 2022 03:46 0 Rapport Incorporer Suivre l’histoire
2
La fin

A propos de l’auteur

Commentez quelque chose

Publier!
Il n’y a aucun commentaire pour le moment. Soyez le premier à donner votre avis!
~