liafersa Lia Fersa

Com a criação do universo, a vida foi iniciada. Dentro do planeta Terra, a vida que se formou foi se ampliando cada vez mais, até a existência de seres lindos, seres mágico. As criaturas mágicas eram, por sua maioria, gentis e viviam em harmonia com tudo no planeta, mantendo o equilíbrio. Quando os primeiros humanos, seres sem magia, começaram a aparecer, os seres mágicos os receberam de braços abertos, mas, sentindo que eram excluídos pela ausência de habilidades mágicas, aos poucos, os humanos começaram a lutar contra os seres mágicos. Claro, foi questionado porque os seres mágicos não revidaram, eles tinham poder, coisa que os humanos comuns não tinham, então, por quê? Uma anciã chamada Lilith, jurou que manteria a ordem no mundo, com todo o poder que lhe foi dado. Ela deveria manter a harmonia e não iria permitir uma luta ainda maior, para provar que os seres mágicos eram mais fortes que humanos tolos e ignorantes. Com isso, a poderosa Lilith usou toda a sua magia para criar um novo lar para os seres mágicos, pontos conectados ao mundo dos humanos, que eram protegidos por uma barreira, tornando esses lugares invisíveis ao olho comum. Com o tempo, os humanos passaram a ver a magia como algo de suas imaginações, histórias contadas por seus antepassados para assustar. Contos de fadas, histórias de terror e outros, no fim, a magia foi esquecida como algo real, algo presente, ainda que ela estivesse viva naquele pequeno planeta.


Fantaisie Interdit aux moins de 18 ans.

#mundo-mágico #interativa #harry-potter #Elysian #escola-de-magia #academia #258 #328 #romance #magia
0
3.1mille VUES
En cours - Nouveau chapitre Tous les 10 jours
temps de lecture
AA Partager

Prefácio

Um trovão ribombou no céu, alarmando a diretoria.

— O que é isso? — questionou a diretora, se levantando e indo até a janela.

— Uma tempestade.— disse a vice-diretora, observando a outra mulher.

— Em pleno verão? — questionou, virando-se para a morena.— Melhor irmos dar uma olhada na barreira.— disse e a vice concordou.— Clarissa, chame o Florêncio, por favor.— pediu, olhando para uma jovem ruiva que estava sentada no sofá.

— Claro.— disse ela, se levantando, arrumando sua saia, e então saiu a passos rápidos, com o salto agulha fazendo barulho no chão de madeira, até estar do lado de fora da diretoria.

— Acha que isso vem lá de fora?— questionou Anastácia, a vice-diretora.

— Eu não posso afirmar nada, mas acredito que sim. O ministro anda muito estranho, e minha prima não está muito diferente. Eles marcaram pela terceira vez uma vistoria aqui, mesmo nunca tendo tido problemas. Acredito que algo esteja errado, então melhor averiguarmos por nós mesmos. Se a barreira estiver enfraquecendo, teremos problemas.

— O mundo mágico exposto para os humanos… Seria um caos!— disse Anastácia, negando e Wanda, a diretora, concordou.— Prefiro nem imaginar.

— Eu também não. —disse a ruiva, suspirando e negando.— Vamos, Clarissa já está voltando.— disse, escutando os saltos da filha voltarem a bater próximos de sua porta.

Anastácia concordou e ambas se direcionaram para fora da sala, encontrando o zelador e a professora, então seguiram para fora.

11 Novembre 2021 01:18:19 0 Rapport Incorporer Suivre l’histoire
0
Lire le chapitre suivant POV Averly

Commentez quelque chose

Publier!
Il n’y a aucun commentaire pour le moment. Soyez le premier à donner votre avis!
~

Comment se passe votre lecture?

Il reste encore 10 chapitres restants de cette histoire.
Pour continuer votre lecture, veuillez vous connecter ou créer un compte. Gratuit!