hclari Clari Alves

Os membros da Akatsuki foram designados a missões que os deixariam fora por dias, apenas a dupla Tobi e Deidara tiveram que ficar na base. Sozinhos e entediados, Tobi tem a brilhante ideia de chamas Deidara para assistir um filme consigo, só não imaginava no que isso poderia levar...


Érotique Interdit aux moins de 18 ans.

#gay #yaoi #hot #Naruto #sexo #lemon #Akatsuki #obito #inkspiredstory #deidara #tobidei #casalgay #obidei
Histoire courte
2
1.6mille VUES
Terminé
temps de lecture
AA Partager

Me faça seu!

Pain designou todos os membros da Akatsuki, junto a ele e a sua dupla, Konan, a missões que os deixariam fora da base por vários dias. De todas as duplas que foram mandadas para missões especiais, apenas uma delas teve que ficar no esconderijo, a dupla Tobi e Deidara. Assim que ouviu que teria que teria que ficar na base sozinho com sei parceiro "retardado", Deidara surtou protestando contra as ordens do líder da organização. No final de tudo, Deidara teve apenas que seguir as ordens do "chefe" não tendo oque fazer e nem argumentos suficientes para fazer o ruivo mudar de ideia.

Saiu da sala de Pain enfurecido, ao encontrar Tobi pelo caminho do quarto quase o explodiu, deixando o moreno confuso por não ter feito nada. Sem entender do porque da raiva do loiro, resolveu apenas deixar para lá, mesmo que já imaginasse qual o motivo de tanta irritação.

Algumas horas a diante, os membros da Akatsuki partiram em direção de suas missões, deixando a dupla completamente sozinhos no esconderijo. Logo de imediato, Tobi tentou falar com o loiro, que, por algum motivo, apenas o ignorou indo para o quarto que dividiam se trancando nele.

As horas foram passando e nada de Deidara sair do quarto, até porquê não tinha motivo para que saísse, não tinham nada para fazer na base, sem os outros membros o lugar ficava muito vazio e tedioso.

Foi aí que Tobi teve uma ideia. O mascarado foi até o quarto que dividia com Deidara, então parou em frente a porta batendo na mesma.

_ Deidara-senpai?! - o chamou com sua voz de "retardado".

_ O quê e Tobi? - respondeu irritado.

_ Vamos assitir a um filme? Está tão tedioso, e hoje não tem nada para atrapalhar ao filme! - sugeriu esperançoso usando o problema do barulho como um incentivo.

Sempre que alguém na base resolvia assistir a alguma coisa, era interrompido por outro membro a cada cinco segundo fazendo barulho, atrapalhando completamente ao que o outro tentava assitir.

_ Tá, pode ser! - falou se levantando da cama indo até a porta a destrancando vendo Tobi dando pulinhos de alegria, revirou os olhos indo até a sala com o moreno logo atrás.

Assim que chegaram ao cômodo, Deidara encontrar a televisão ligada mas sua tela se mantinha preta, então suponhava que ela estaria pausada em algum filme. Se senta no sofá ouvindo Tobi vindo em sua direção.

_ Eu fiz pipoca! - disse animado se sentando ao lado do loiro com dois baldes de pipoca, entregando um deles a Deidara.

Pegou o controle da televisão e assim que foi dar o play, Deidara perguntou.

_ Qual o filme?

_ Cherry Forest After Winter! Fala sobre Haebom é Taesung, dois amigos de infância que após os pais de Haebom falecerem quando criança passa a viver na casa do Taesung, no qual não lida bem a situação. Agora estão no ensino médio, ambos estão na mesma classe, o que torna a situação toda mais estranha, e sendo assim, a relação deles é obrigada a mudar!

_ Parece interessante! - olhou para a televisão esperando Tobi dar play no filme.

O moreno volta sua atenção a TV dando play no filme comendo um pouco da pipoca.

Já no início do filme, Deidara já mostrava interesse na história que passava na tela do aparelho, a história tinha um roteiro bem fofo, isso chamava a atenção do loiro, que secretamente tinha um amor por coisas fofas, e discretamente dava surtinhos nas partes fofas do filme, mau sabia ele que partes a frente do filme teriam cenas mais, quentes.

Enquanto os momentos fofos do casal acontecia no filme, "Tobi" percebeu os minis surtinhos "discretos" do loiro. Sabia que seu parceiro amava coisas fofas, Deidara achava que escondia isso mas ele só achava mesmo.

Assim que as cenas quentes foram aparecendo, Deidara estranhou e se sentiu envergonhado, para o loiro, Tobi era um retardado inocente que não fosse inteligente e não soubesse de muitas coisas, na descrição do filme aonde continha a sinopse tinha a classificação, é claramente esse filme era 18. Tobi não seria burro o suficiente para colocar um filme para ele é outra pessoa assistir sem ver a classificação antes. E isso incomodava Deidara.

Para um filme com várias partes fofas, as partes de pegação estavam bem quentes. "Tobi" sabia perfeitamente sobre a classificação do filme, não contou apenas porque não quis. Mesmo que mais tarde fosse explodido, estava valendo a pena ver as reações do loiro assistindo ao filme.

Por culpa das cenas do filme, que mesmo com uma censura básica, era possível entender muito bem oque acontecia, os membros dos dois forá ficando enrijecidos.

O plano está funcionando! - pensou Tobi vendo de relance Deidara colocar a almofada em cima do colo cobrindo a recente ereção.

Tirando a máscara por completo, pegou em uma das mãos de Deidara trazendo ela próxima ao seu rosto beijando a boca da mão do menor surpreendendo o mesmo.

_ O-o quê você pensa que está fazendo? - perguntou empurrando Tobi se afastando dele, olhando bem em seu rosto, "Tobi" era completamente diferente do que imaginava, pensava que o moreno usasse máscara por ser feio, mas pelo contrário, ele era super lindo, as cicatrizes em seu rosto o deixava muito sexy, também pensava que Tobi seria mais novo, sua voz estridente e a personalidade boba o fazia parecer um adolescente de 16/17 anos.

_ Ah Deidara, acho que já deixei muito na cara quê gosto de você, senpai! - disse com sua verdadeira voz assustando o loiro.

_ Quê brincadeira é essa Tobi? - perguntou tentando manter a postura.

_ Não tem brincadeira nenhuma senpai! Estou apenas te mostrando meu eu verdadeiro! - disse se aproximando de Deidara quê apenas se manteve estático no lugar. Sua voz ficou presa em sua garguanta, seu corpo paralisou, não sabia oque falar ou fazer, estava super nervoso. - Não precisa ter medo senpai! Apenas pesso quê me deixe te fazer meu! - disse a última parte do ouvido do loiro mordendo o lóbulo de sua orelha enquanto Deidara corava.

_ Mas quem disse que eu quero ser seu? - perguntou o loiro contendo qualquer possível gemido.

_ Não sei, me diga você! Você quer ser meu, senpai? - perguntou olhando nos olhos de Deidara.

_ E-eu... não sei! - respondeu desviando o olhar.

_ Posso te fazer ter certeza, basta apenas uma confirmação! - sugeriu. - Se você deixar, eu posso mostrar quem eu realmente sou, e nisso, posso te mostrar que posso te fazer feliz! - olhou para o loiro.

_ ...Você vai me dever explicações depois... Obito! - disse surpreendendo o moreno em sua frente.

_ Desde quando sabe meu real nome? - perguntou encarando seriamente o loiro.

_ Consegui descobrir algumas coisas sobre você a algum tempo, Uchiha Obito! - deu um sorriso presunçoso ao ver a cara que Obito fez.

_ Parece que você sabe mais do que devia Deidara senpai! - se aproximou dos lábios do loiro e o beijou.

O beijo já se iniciou intenso, suas línguas brigando por espaço e dominação, o beijo mau tinha começado mas o clima já estava quente. Deidara se sentou no colo do moreno e Obito pois as mãos na cintura do loiro percebendo que suas mãos se encaixavam perfeitamente ali. Deidara ia dando leves reboladas no colo do moreno, fazendo assim, Obito dar pequenos arfares em meio ao beijo.

O Uchiha deita o loiro no sofá ficando por cima dele, ainda o beijando. Assim que o ar faz falta, os dois separam o beijo. Segurando na barra da blusa cropped do menor, Obito a tira facilmente, a jogando em qualquer canto fazendo a mesma coisa com a outra blusa de Deidara. Começa a distribuir chupões junto de mordidas pelo pescoço do loiro, fazendo uma trilha pelo corpo alheio, logo chegando na calça de Deidara, a qual é removida junto a box, deixando o mesmo completamente nu.

O moreno segurou na base do membro ereto do loiro colocando a glande na boca, chupando-o como se fosse o melhor doce já provado. Obito lambe a fenda do membro alheio algumas vezes, vendo o menor arquear a coluna e gemer mais alto. O moreno continua, subindo e descendo a boca lentamente, torturando Deidara, segurou os frios negros do Uchiha ditando os movimentos, fazendo Obito ir mais rápido e mais fundo.

Quando percebeu que o loiro estava preste a gozar, retirou sua boca do membro alheio, fazendo o melhor o olhar confuso.

_ Não vou permitir que goze... - ficou por cima do loiro, então sussurrou em seu ouvido. - Não até eu estar dentro de você! - mordeu o lóbulo da orelha alheia.

Assim que saio de cima de Deidara pode ver um forte subor formado em suas bochechas.

Sempre quis, e agora, tem a visão de Deidara, que sempre foi "esquentadinho", sempre o explodia - ou pelo menos tentava - quando era irritado pelo mascarado, sério e que nunca pardia a pose, completamente vulnerável e entregue a si. Se não fosse nesse momento, claramente iria dar risada junto aos pensamentos.

Ficando em frente ao sofá e ao loiro, começou a tirar as roupas lentamente, começando pela blusa. Sentia o olhar de Deidara cair sobre seu corpo, era como o olhar de um animal faminto, pronto para o atacar.

Assim que ficou parcialmente nu foi de encontro a Deidara no sofá, se sentou naquele móvel vermelho sangue puxando o queixo de Deidara até o loiro o encarar, diminuiu a distância dos rostos deixando os lábios quase colados com os do loiro.

_ Preciso de você para tirar minha cueca, será que pode me ajudar? - perguntou de maneira sensual, vendo o loiro afirmar positivamente com a cabeça sem tirar os olhos dos lábios de Obito. - Ótimo! - quebrou a distância juntando os lábios com os de Deidara por breves segundos.

Ficando ao chão entre as pernas de Obito, colocou as mãos no cós da box preta do Uchiha e a abaixou, liberando o membro ereto do moreno, ficou o encarando por alguns segundos antes de segurar no membro alheio, e colocar na boca. Enquanto sua boca ia chupando até aonde sua garganta permitia, as línguas de suas bocas nas mãos iam lambendo aonde sua boca não alcançava. Não faltava nada para Obito enlouquecer de prazer. Esse com certeza foi o melhor boquete que já recebeu em toda a sua vida. As línguas de Deidara se mexiam com movimentos sincronizados e intensos, suas chupadas eram fortes e gostosas, seus profundos olhos azuis o encaravam pegando cada expressão de prazer que Obito fazia. Deidara relaxou um pouco mais a garganta, podendo abocanhar mais do membro do Uchiha. Quando sua garganta tocou a glande de Obito, o moreno deixou um gemido profundo e rouco sair de seus lábios.

_ Puta merda... ahh - disse com dificuldade. - Que boquinhas agh... - o Uchiha soltava gemidos e suspiros enquanto acariciava os fios loiros do menor. - Assim ahh... Dei ugh chupa bem gostoso ahh - gemeu ao sentir a língua do menor em seu glande.

Obito iria gozar, estava tão perto. Sentia seu baixo-ventre se contrair cada vez que o loiro engolia seu membro. Deidara sentia seu pau pulsar cada vez que Obito gemia seu nome, porém, não iria se tocar, iria aguentar até que o mais velho o fizesse.

Obito mordeu o lábio, puxou o mais novo para longe de seu membro, esse que fez um biquinho, arrancando uma risada nasal de Obito. O Uchiha se aproximou do loiro dizendo com a voz rouca e firme em seu ouvido:

_ De quatro! - foi obedecido quase que de imediato pelo loiro. - Bom garoto!

Deidara nunca fez aquilo antes, então se esforçou para ficar na posição certa. Deidara estava com a cabeça na almofada se apoiando nos joelhos ficando com a bunda empinada pro outro. Obito gemeu com a visão e gemeu ainda mais ao ver Deidara rebolando provocatuvamente em sua direção.

Se aproximou e deu um tapa na bunda alheia, deixando o local vermelho e arrancando um gemido do loiro.

_ Gostoso! - apertou uma das nádegas do outro deixando uma marca de sua mão no local.

Colocando dois dedos na boca, os chupou e quando julgou bom, retirou os dedos da boca e o colocou na entrada do loiro ouvindo o menor gemer alto.

Obito foi mexendo o dedo devagar, ouvindo os gemidos necessitados e sentindo as reboladas implorando por mais contato, que dessa vez, foi atendido por mais um dedo no interior do loiro. O moreno fez movimentos de tesoura para alargar aquela entradinha ainda virgem, fazendo os movimentos de forma rápida arrancando altos gemidos do menor.

Deidara sentia o moreno brincando com sua sanidade, o loiro queria mais, não se contentava com somente os dedos do Uchiha, Deidara queria brincar com algo maior, mais grosso.

_ O-Obi~ - o chamou gemendo de forma manhosa. - M-me fode logo - pediu de forma baixa envergonhado.

_ Claro loirinho!

Obito tira as dedos de uma vez do interior do loiro, recebendo um gemido de reprovação, ele sorri com esse ato.

O Uchiha posiciona seu membro na entradinha de Deidara, mexendo sua cintura para frente fazendo sua glande entrar, arrancando um alto gemido de dor do loiro e sendo apertando.

_ Relaxa... Vai melhorar, então você só vai sentir prazer! - sussurrou para Deidara beijando seu pescoço em seguida.

Deidara relaxou um pouco deixando o membro de Obito entrar mais em si. O moreno então se colocou por completo dentro do loiro ficando parado por um tempo, para Deidara se acostumar com o tamanho. Finas lágrimas de dor escorriam pelo rosto de Deidara, Obito percebendo beijou elas virando o rosto de Deidara para si, quando as lágrimas pararam de escorrer, deixou um selinho demorado nos lábios carnudos do loiro.

_ P-pode se mecher mas va devagar... - pediu.

Obito então mexeu a cintura lentamente para trás e depois para frente, lento porém firme e forte.

A cada movimento Deidara soltava um gemido, de início de dor, porém, as estocadas comecar a ser prazerosas, e a vontade de mais contato foi aumentando.

_ O-Obi mais m-mais~ - implorava Deidara necessitando de mais contato.

_ Pode deixar! - sorrio de lado realizando o pedido de Deidara.

As estocadas ficaram rápidas, mais fortes e mais fundas. Assim que Obito o estocou novamente, mais rápido e forte, Deidara soltou um alto gemido de prazer fazendo um ahegao que Obito pode perceber ficando mais excitado ainda.

Mudando de posição tão rápido que Deidara nem viu quando o maior saio de dentro de si e o mudou de posição o deixando de barriga para cima, ficando frente a frente com Obito.

O Uchiha o penetrou novamente, e nem esperou Deidara dizer nada pois já iniciou as estocadas rapido ocasionando Deidara a fazer novamente um ahegao.

_ Ahhh Deidara... assim você vai me deixar louco humm - sussurrou no ouvido do menor gemendo em meio as palavras com a voz rouca fazendo Deidara estremecer.

As estocadas permaneceram fortes e rápidas por um longo período. Deidara não parecia gemer, mas sim gritar de prazer, cada expressão, cada som que saia de sua garganta demonstrava o prazer que estava sentindo.

_ O-obito ahh eu vou humm gozar~

_ Pode gozar senpai, goza pro Obi vai! - Obito iria levar Deidara a loucura assim, e ele sabia disso.

Poucas estocadas foram suficientes para fazer o loiro se desmanchar no abdômen dos dois. Após o recente orgasmo, seu interior apertou o membro de Obito que com mais algumas estocadas gozou dentro do loiro.

Ao sair de dentro do menor, se deitou no sofá puxando Deidara para deitar em seu peito. Suas respirações ofegantes, seus corpos suados, o ambiente cheirando a sexo, os dois sujos, cansados e quentes jogados no sofá descansando, uma cena excitante de pos sexo, se qualquer um dos Akas chegassem os dois teriam muito doque se explicar.

_ Oque achou da sua primeira vez? - perguntou fazendo o loiro o encarar.

_ Acho que não vou poder andar por um tempo! - Obito deu uma risada.

_ Não consegui me controlar muito bem, você é muito gostoso senpai! - apertou uma das nádegas do loiro.

_ Ahh~ - Deidada gemeu em resposta.

_ Melhor usarmos um jutsu médico para te curar! - levantou com Deidara em seu colo.

_ E essa bagunça? - perguntou olhando as roupas espalhadas pelos cantos e a sujeira com a pipoca, esperma, suor e tudo mais.

_ Depois eu limpo isso, agora minha prioridade é você! - disse fazendo o loiro sorrir.

_ Sabe Obito, eu tinha um crush secreto por você! - dizia enquanto o Uchiha os levavam para o quarto. - Na verdade em você não, no Tobi... - o moreno o encara enquanto anda. - Agora eu quero te conhecer melhor e se futuramente der tudo certo e nos não morrermos em nenhuma missão, eu pretendo ter um relacionamento com você!

Obito parou de andar enfrente a porta do quarto dos dois encarando o loiro.

_ Sério senpai? - perguntou com a voz de Tobi fazendo Deidara rir.

_ Claro seu baka! - segurou no rosto de Obito aproximando seu rosto do dele iniciando um beijo, um beijo calmo e apaixonado.

1 Octobre 2021 11:40:58 0 Rapport Incorporer Suivre l’histoire
0
La fin

A propos de l’auteur

Commentez quelque chose

Publier!
Il n’y a aucun commentaire pour le moment. Soyez le premier à donner votre avis!
~

Histoires en lien