ana1-1 Ana1-1 M

Uma versão alternativas dos personagens de Naruto vivendo em um colégio interno, aprendendo alidar com sentimentos que sempre passamos na adolescência e a se preparar para a vida adulta. Aventuras com romance, perigos e muito mais!


Fanfiction Anime/Manga Tout public.

#Naruto #Sakura #Ino
1
2.3mille VUES
En cours - Nouveau chapitre Tous les 30 jours
temps de lecture
AA Partager

Uma namorada para o sobrancelhudo

Sinopse:

Sakura e Sasuke preparam uma viagem a praia pra comemorar o aniversário de namoro dos dois, Lee procura alguém para ser sua acompanhante.



'Que dia!' pensava Kakashi, o professor andava pelas ruas de konoha com uma gigantesca preguiça no corpo, era o início de mais um ano letivo e ele como professor, teria de aturar aquela maldita turma pelo resto do ano.

Antes de entrar na sala de aula, encontrou Asuma, o mesmo estava comendo um sanduíche de pasta de amendoim com ovo, Kakashi quase vomitou de nojo diante da combinação estranha, Asuma o ignorou e continuou comendo.

Ele deu um forte suspiro e parou ao seu lado, o olhar caído sobre a máscara em seu rosto, o fazia parecer cansado o tempo inteiro, Asuma terminou o sanduiche e o encarou com a mesma animação que receberá.

— Mais um ano em meu amigo... — Ele pôs o braço sobre os ombros se Kakashi, encarando o pátio da escola, logo mais alí, estaria cheio de alunos.

— Não me diga isso, só aumenta a minha vontade de se aposentar! — Ele saiu de onde estava e alongou as costas. — Nós vemos na sala dos professores, assim que eu voltar da guerra.

— Hahaha! sim kakashi? — Gritou Asuma para o amigo que parou e lhe olhou sobre os ombros. — Cuide bem de Naruto! Está na sua turma este ano.

'NARUTO?!' pensou Kakashi dramáticamente.

— Meu Deus Chöji! Se burrice matasse, você já tinha morrido faz tempo. — Shikamaru disse de forma amigável para Chöji que estava a tentar lhe ganhar em uma partida de Xadrez.


— Então você tá aqui! Seu cabeludo desgraçado! — Sasuke entrou na sala de aula empurrando todos a sua frente, indo com fúria para cima de Shikamaru que se escondeu atrás de Chöji.


— Você não vai fazer nada Chöji? — Shikamaru falou, definitivamente era burrice caçar briga com Sasuke Uchiha, já que seu clã era bastante perigoso e o jovem tinha bastante força, mas Shikamaru embora não quisesse, sempre entrava nessas enrrascadas...


— Eu? — Chöji olhou Shikamaru sobre os ombros.


— Eu não deixaria alguém falar de meu amigo assim... — Shikamaru tremeu atrás de Chöji.


— Ora essa! Saí logo daí se não vai apanhar os dois! - Sasuke gritou.

— O que ESTÁ ACONTECENDO AQUI? — Gritou Iruka ao entrar na sala com muita raiva em suas têmporas, ele entrou e sentou em uma cadeiras, Sasuke nada falou, apenas afastou-se de Shikamaru e sentou em seu lugar.

— Nada de mais professor Iruka. — Ino sorriu e fez cara feia pro Shikamaru.

— Bom dia alunos, como vocês estão? — Kakashi entrou na sala e pôs seu material didático sobre a mesa, o mesmo usava uma calça social com suspensórios azuis e uma camisa social branca, a máscara combinava com a calça e os suspensórios.

— Bem. — Respondeu a sala vagamente.

— Legal, eu estou mal. — Ele apoiou uma das pernas na mesa, sentando sobre ela e cruzando os braços. — Eu não suporto mais dá aula pra vocês, vocês são um inferno, esse ano eu não vou da moleza pra vocês não! Tô de olho em cada um! Principalmente em você Uchiha...

— O que eu fiz? — Sasuke olhou Kakashi indignado.

— Nasceu... — Naruto soltou sem querer.

— Pelo menos não sou burro igual você Naruto! — Sasuke desdenhou de Naruto, que partiu pra cima do amigo, Kakashi revirou os olhos já de saco cheio e tentando pensar coisas positivas "Pagamento no final do mês" pensava ele.

— Burro é você!

— Certo... JÁ CHEGA! — Gritou o professor. — Parem de brigas idiotas, os dois são burros, tá vendo e disso que eu tô falando, vocês são um castigo.

— Seus pais não lhes deram educação? — O Iruka bufou irritado.

— Os do Sasuke não... — Naruto cruzou os braços e arrebitou o nariz.

— Pelo menos eu tenho os meus. — Rebateu o moreno de maneira maldosa.

— Já chega Sasuke! Vai ficar depois da aula de suspensão. — Kakashi declarou.

— Mas isso é injusto Kakashi! Eu tinha prometido a Sakura que sairia com ela pro cinema hoje, se eu ficar aqui depois da aula vou perder a gata, eai como é que eu fico? — Sasuke se aproximou da mesa de Kakashi com o jeito malandro que tinha, tentou levar o professor na labia.

— Ué! Fica com a cara de otário que você já têm. — Naruto falou rindo.

— Já chega galera. — Iruks falou de maneira calma.

— Agora juntem as mesas com o colega ao lado por favor. — Kakashi pediu.

— Aí mané! Da pra calar a boca e deixar o professor Asuma falar! — Tenten gritou para Sasuke e Neji que estavam conversando super alto.

— Ih! Só você tá incomodada! — Sasuke rebateu de forma engraçada.

— Eu te pago mil ryons se você parar de falar por um ano! — Temari que estava sentada atrás do moreno falou com deboche, Sasuke olhou pra trás e sorriu sacana.

— Pronto Tenten! Faz que nem a moça bonita aqui e me paga que eu paro de falar. — Ele olhou pra Temari de forma provocativa, ela fechou a cara e virou para Shikamaru ao seu lado. Sasuke olhou para Tenten que lhe mostrou o dedo do meio.

— Idiota, esse menino adora ficar zuando da minha cara. — Temari falou baixo, de forma que só Shikamaru ouvisse, ele a olhou com cara de sono, ela ficava linda brava.

— Ele só te chamou de linda. — Disse ele sem muita animação.

— Pra me irritar. — Ela lhe olhou meio seria.

— Ué mas você é linda! — Ele falou sem pensar.

— Você não me irrita também não! — Ela virou a cara pro outro lado, tentando esconder o tom vermelho de suas bochechas. — Hoje! Eu e o professor Kakashi, combinamos uma aula muito educativa para vocês. Se olharem pela janela, poderão notar que o jardim da escola está meio vazio, eu e Kakashi dividiremos vocês em equipes de dois e cada dupla ficará com uma parte do jardim, juntos irão plantar as flores na terra. — Asuma falou com um cigarro no meio do sorriso.

— Exatamente, tirem as plantas dos vasos e passem para terra, não é tão difícil. As 03:00 voltem para cá. — Kakashi falou sem animação, ele era tão diferente do Iruka.

— Prefessor Kakashi! — Alguém levantou a mão.

— Hm... Sim... Sakura? — Exclamou o professor.

— Estamos livres para escolhermos nossas duplas? — Sakura falou olhando para o outro lado da sala, onde Sasuke estava sentando junto a Neji.

— Não, aproveitaremos as duplas que foram feitas quando juntaram as mesas.

— E o que têm de educativo nisso? — Gaara olhou meio bravo pro professor.

— Vamos estar ajudando o meio ambiente? — Lee respondeu irônico.

— Não sabia que seu nome era professor. — Gaara rosnou.

12:20AM
Parte lateral da escola, perto da cantina.


O trabalho prático estava super demorado, Shikamaru não ajudava Temari em quase nada, a mesma já estava para aproveitar o buraco das flores e enterrar o colega.


— Você não vai me ajudar? — Ela parou a sua frente, estava contra o sol e acabou por tampar a visão do céu que Shikamaru olhava.


— As vezes eu queria ser uma nuvem sabia? Não fazer nada, só ficar flutuando despreocupado...


— Você já não faz nada. — Ela jogou uma das pás de mão para ele, ele levantou e foi até onde ela cavava e plantava as flores.


— Acho que está indo muito bem, não precisa de ajuda. — Ele retirou as mãos apoiadas ao chão e pôs sobre o ombro de Temari.


— Não encosta em mim! — Ela empurrou sua mão, limpando a blusa que antes era branca, mas que agora se encontrava com uma mancha marrom de cinco dedos.


— Calma aí, problemática... — Ele esfregou as mãos uma na outra, fazendo a terra cair e suas mãos ficarem limpas.


— Não me chame assim. — Ela lhe lançou um olhar furioso. Ele gostou.


— Você é muito brava — Ele caiu por cima dela, ficando com seu rosto a centímetros do dela, seus corpos estavam rígidos um em cima do outro. — Sabe do que você precisa?


Shikamaru levou seu rosto mais pra perto, encostando sua boca na dela, um beijo quente, daqueles que provocam borboletas violentas no estômago, as pernas de Temari se entrelaçaram nas de Shikamaru, fazendo o corpo dos dois relaxarem de forma que ficassem abraçados, ela gostou do beijo.

— Nossa... Que beijinho gostoso que você têm ein... — Shikamaru separou seus lábios do dela, agora ele se encontrava olhando fixamente nos olhos de Temari.

— Porque você fez isso? — Ela chutou suas partes baixas, o mesmo rolou para o lado gemendo de dor, uma dor insuportável. - Idiota.

— Você... É... Muito... Louca... Mesmo né... Ah! Garota! — Ele disse entre gemidos de dor.


13:26AM


Pátio, em frente a escola.


Sakura e Ino plantavam as flores na terra, as duas estavam em silêncio. A um tempo que não se falavam, desde de que Sakura começou a namorar com Sasuke e Ino o viu dando cantadas em outras garotas, ela tentou contar a amiga, mas Sakura achou que a mesma só estava com inveja e acabaram brigando.


— Aí ai! Sábado eu e Sasuke completamos um mês de namoro! — Sakura falou para o vento, estava tentando irritar a amiga que, achava ela, estar com inveja de seu relacionamento.


Ino apenas a olhou de canto, depois voltou a plantar as flores, mas Sakura insistiu em continuar a falar sobre Sasuke.


— Sabia Ino, que rosas são o símbolo do amor? Sasuke me deu algumas quando me pediu em namoro. — Sakura disse enquanto retirava sete rosas amarelas e as cheirava.


— Meu pai é dono de uma floricultura Sakura, sei tudo sobre plantas. — Ino limpou as mãos, já tinha terminado a sua parte. — Inclusive, rosas podem até ser símbolo de amor, mas as amarelas são de infidelidade.


— Aonde está indo?


— Para a sala, já terminei minha parte.


— Mas, não vai nem me ajudar?


— Pede pro Sasuke, ou melhor! Pras rosas! Tchau amiguinha. — Ino foi embora com um sorriso vitorioso, enquanto Sakura berrava de raiva por ter que fazer o resto sozinha.


— QUER SABER INO? ESTÁ DESCONVIDADA PARA A VIAGEM A PRAIA! — Sakura gritou tão alto, que Hinata e Kiba ouviram a muitos metros de distância.

13:45
Sala n° 7, segundo andar.




— Isso foi...? — Hinata olhou pela janela.

— A Sakura. — Kiba completou. — Eu não sei porque ela caça tanta confusão! E olha que provavelmente isso é tudo pelo chato do Sasuke.

— Tá sabendo de algo Kiba?

— Eu? E porque eu saberia?

— Você sempre sabe de tudo... — Hinata sorriu amigavelmente, Kiba adorava o fato dele ser o maior fofoqueiro da vila, era um "status" muito importante.

— Só vou falar porque curto muito você Hinatinha... Semana passada, eu e o Naruto fomos para o restaurante Ichiraku,
estava sobrando uma vaga de garçom lá e o Naruto queria o emprego.

— O Naruto... Conseguiu o emprego? — Hinata ficou vermelha.

— Não começa com essa coisa estranha não! — Kiba apontou pros dedos da meninas, os indicadores estavam batendo um no outro, era bizarro. — Enfim! Sasuke estava lá com uma garota, Ino viu e brigou com ele...

— O Sasuke estava traindo a Sakura? — Hinata ficou surpresa.

— Eu não sei, pelo que Ino contou... Sim, mas eu realmente não sei.

Sala de informática, 14:11


— O que vou fazer? Não tenho com quem ir para a praia! — Lee cruzou os braços irritado, ele sentou-se em uma das cadeiras da sala de informática, deslizando a cadeira com rodinhas até onde Sasuke estava sentado com os pés sobre a mesa. — Acho que não vou! Não quero ir sozinho.


— Sozinho? Mas estaremos lá! Não vai estar sozinho. — Sasuke pôs as duas mãos atrás da cabeça.


— Não muda muita coisa(desdenhou com ironia) Gostaria de levar alguém como minha acompanhante, se pelo menos Neji e Tenten não me deixassem de vela...


— Tá e porque tú não chama alguém pra ir contigo? Têm dois dias até sábado, vai achar! — Sasuke lhe deu um tapinha no ombro, o mesmo tapinha que alguém dá para consolar alguém que terminou um namoro.


— Não consigo fazer isso... Sempre começo a falar coisas idiotas perto de garotas! — Lee deixou a cabeça cair levamente para trás.


— Oi! Sasuke. — Karin entrou na sala, dando um pequeno aceno de mão para o moreno, que respondeu dando uma piscadina.


— Oi! Karin, belo cabelo! Ficou irado o sidecut(cabelo raspadinho do lado). — Falou Sasuke.


— Obrigada! Eu fiz hoje. — Ela corou. — Oi! Lee.


— Eai cabelo! Belo Karin! — Lee ficou nervoso, depois pediu desculpas. Karin deu uma risada e foi embora.


— O que foi aquilo? — Sasuke falou entre risadas maldosas. — Você é patético.


— Arg! Se não vai me ajudar então vou embora. — Lee se levantou irritado.


— Calma! Eu te ajudo. Vamos fazer um post na pagina de Konoha, talvez apareça alguma pretendente. — Sasuke ligou o computador a sua frente, Lee puxou a cadeira e sentou com os braços apoiados na parte de trás da cadeira.


— Têm certeza que isso vai dá certo? —Lee disse inseguro.


— Claro que vai! Vamo fazer uma ficha! Altura?


— 1,72! O professor Gai me fez saber a minha altura para quando eu fosse participar dos torneios estaduais. — Lee falou animado, adorava as aulas de Educação Física, e o Gai era de longe o melhor professor que ele tinha. Ele sempre o escrevia em campeonatos de futebol, basquete, baseball, vôlei... E o Lee sempre se destacava.


— Vou pôr que você têm 1,80! Você joga, isso é bom. Acho que vamos ter que mudar sua foto também... — Sasuke se animou enquanto escrevia, e começou a pôr várias informações enganosas.


— Sasuke... Eu não sei dançar valsa... Nem... Eu não tenho um carro! — Lee falou enquanto comprimia os olhos para lê a ficha que Sasuke escrevia. — Não acha melhor pôr informações verdadeiras? Ela pode se decepcionar.


— Qualquer menina que sair com você vai ficar decepcionada. — Sasuke falou sem pensar muito. — E se mudarmos seu nome para Eiji? É bem mais bonito que Rock Lee, além disso tô com preguiça de escrever os dois.


— Sasuke... Como as pessoas vão saber que sou eu se nem meu nome está correto? Elas vão pensar que é outra pessoa! Sasuke... Não dá pra me vê na foto que você colocou...


— Exatamente. — Sasuke sorriu para Lee.


- Isso não vai dá certo! Aliás, você não devia estar lá fora plantando as flores?


- E você também não devia estar lá fora?


Lee pensou em uma boa resposta, mas nada veio em sua mente, ele estava de fato, cabulando a tarefa das flores.

A sala de informática estava quase vazia, era possível ouvir os dedos de Sasuke batendo em cada tecla, fazendo um som suave e até hipnotizante, Lee fitou seus dedos, eles pareciam saber exatamente onde cada letra estava... Eram rápidos e precisos, deslizavam em todas as direções com a mesma leveza de um pianista profissional.

Suas mãos suaram, se viu perdido nos movimentos de Sasuke e lembrou de alguém, uma pessoa, a pessoa que ele queria levar para praia... Mas era tão impossível! Como admitir que a sua acompanhante dos sonhos, era a namorada de Sasuke?

— Olha Lee, relaxa certo? Vai aparecer alguém. — Sasuke desligou o computador e estralou os dedos, um por um, levantou e foi embora.

Rock Lee também decidiu que era hora de voltar para a sala, estava quase dando 03:00 e Kakashi, embora estivesse sempre atrasado, não tolerava esse comportamento de seus alunos.

Lee andou até a saída, secando as mãos em seu suéter verde, foi quando deu bem de frente com Gaara, Irmão de Temari e Kankuro, Lee se assustou e fez cara de bravo, já Gaara congelou seu rosto em uma face de medo.

Gaara não tinha medo de Lee, isso era óbvio, mas tinha do sentimento estranho que aparecia toda vez que ele estava por perto, chegou a cogitar a ideia de ter um parasita em seu cérebro, mas logo descartou quando Temari lhe avisou sobre algo chamado "paixão".

— Rock Lee? — Gaara sentiu um arrepio percorrer seu corpo e parar em seu estômago, lhe fazendo sentir borboletas.

— Oi Gaara! Desculpe pelo esbarrão. — Lee forçou um sorriso, Gaara ficou vermelho, Rock Lee percebeu o tom avermelhado nas bochechas de Gaara, pensou que ele estivesse bravo e saiu dali sem olhar para trás.

22 Juillet 2021 19:16 0 Rapport Incorporer Suivre l’histoire
0
À suivre… Nouveau chapitre Tous les 30 jours.

A propos de l’auteur

Commentez quelque chose

Publier!
Il n’y a aucun commentaire pour le moment. Soyez le premier à donner votre avis!
~