carlapaixone Carla Oliveira Da Paixão

-Limpe os meus sapatos com a sua capa, agora mesmo, eu estou mandando! - Harry ordenou - Aproveite e limpe os sapatos do Ron também! Será que aquele dia humilhante nunca chegaria ao fim? Draco sabia que resistir só iria machucá-lo, então engoliu o orgulho pela milésima vez naquele dia e na frente de vários alunos se abaixou e atendeu a ordem de Harry, que não conseguia conter as gargalhadas altas junto de seu amigo. Maldito feitiço que tinha transformado aqueles últimos três dias em um verdadeiro inferno, mas pelo menos aquilo estava chegando ao final e seria a vez dele de DESEJAR O QUE TANTO QUERIA...


Fanfiction Livres Déconseillé aux moins de 13 ans.

#Luna #gay #Yaoi #Smut #HarryPotter #Pansy #Sirius #angst #deathfic #Dino #HP #Hermione #Drarry #inkspiredstory #Snape #Hogwarts #gatilho #Ron #dumbledore #draco #Lgbtq+ #Blaise #Lucius #Minerva #Lupin #carlapaixone
21
5.1mille VUES
En cours - Nouveau chapitre Toutes les semaines
temps de lecture
AA Partager

Me Obedeça!

Notas iniciais: Galera que está pensando que estou postando várias fanfics novas não se iludam!!! Esses são todos documentos que estavam perdidos no meu drive, a arrumação continua…

⚠️Capítulo Não Corrigido⚠️


⭐ Não esqueça de favoritar e deixar um comentário ⭐


⚯͛ 🦁⃝⃒⃤♆⌁☍♔🦡⃝⃒⃤△ ⃒⃘ 🦅⃝⃒⃤➵❾¾🐍⃝⃒⃤⚯͛



Tão irritante…. Por que todo mundo não calava a boca e voltava pras suas casas?

Sinceramente ter que ouvir uma discussão entre Lucius Malfoy, Severus Snape, Sirius Black e Molly Weasley não era a coisa mais divertida do mundo.


E tudo aquilo era culpa do velho gagá que teve a brilhante ideia de enfeitiçar Harry e Draco, com a desculpa de que eles precisavam parar de brigar a todo momento, causando um alvoroço do cassete em todo castelo.


Enquanto Harry continuava ali sendo abraçado por seus amigos e recebendo todo o carinho que poderia receber de toda aquela "multidão" de pessoas, Draco estava no sofá contando quantos pontinhos brancos estavam desenhados no imenso tapete do local, apenas para tentar levar sua mente para longe daquilo tudo.


Se ao menos sua mãe tivesse ido, nesse momento poderia quem sabe estar recebendo um abraço rápido.


-Irei fazer uma Denuncia oficial ao ministério, esse absurdo não passará sem que alguém seja punido! - E novamente a voz enfurecida de Lucius enchia o local - Como você pode enfeitiçar o meu filho para que ele vire serviçal do Potter? - praticamente cuspiu o último nome.


-E por acaso o meu afilhado tem cara de elfo doméstico para ter que servir o filhote da barata loira? - E como sempre Sirius parecia sair de uma novela mexicana com seus exageros - Um feitiço de servidão que não pode ser desfeito… eu juro que se a baratinha platinada fizer mal ao meu afilhado eu apareço aqui e arrasto ele pelas pernas e o deixo largado no meio floresta proibida!


E mais uma nova confusão se iniciou fazendo Draco revirar os olhos enquanto o trio de ouro tentava conter suas risadinhas debochadas devido a fala do animago.


-Silêncio!!!!!! - a voz poderosa de Minerva fez com que todos se calassem - Será que dá para os senhores agirem como adultos? - passou seu olhar por Sirius e Lucius - De infantil aqui já basta o diretor, não precisamos de mais uma picuinha desnecessária. Lembre-se que é por esse motivo que chegamos a essa situação!


E naquele momento realmente que todos ali eram crianças mal educadas que estavam levando broncas de uma adulta.


-Senhor Malfoy, acredito que o ministério não irá perder tempo com uma denúncia dessas devido a tantos problemas que estamos passando no momento! - problemas aqueles que todos sabiam qual era: Voldemort - Não se preocupe que eu mesma serei responsável por fazer com que Dumbledore aprenda que certos feitiços não devem ser usados, principalmente em alunos que se odeiam! - encarou o mais velho que chegou a tremer de medo imaginando o que ela faria com ele.


-Já que não tem jeito, acho melhor que eles venham para a T'oca no final de semana - Molly se pronunciou - Vai ser mais fácil ficar de olho nesses dois para que não piorem a situação!


-Meu filho na casa dos coelhos? - Lucius riu desdenhoso - Nunca!


-Harry na mansão mal assombrada? Nunca também! - Sirius devolveu.


-Senhores, acredito que o melhor seja que os meninos fiquem no castelo no final das contas - Snape se pronunciou pela primeira vez.


-Acho uma ótima ideia, essa será a forma mais segura para os dois e aqui poderemos ficar de olho neles o tempo inteiro para que não se machuquem! - Remus acrescentou.


-Ótimo! - Lucius disse seco - Antes de ir quero ter um momento a sós com meu filho!


E assim aquela reunião se encerrou, Harry se despediu de todos e voltou para seus aposentos com seus amigos enquanto Draco sumiu pelo castelo junto de seu pai, Provavelmente ambos estavam planejando algo.



⚯͛ 🦁⃝⃒⃤♆⌁☍♔🦡⃝⃒⃤△ ⃒⃘ 🦅⃝⃒⃤➵❾¾🐍⃝⃒⃤⚯͛



Harry estava sentado na cama de Ron próximo aos companheiros de quarto, todos estavam acordados animados com o que estava acontecendo, na manhã seguinte o feitiço que Dumbledore lançou nós dois começaria a fazer efeito e Harry tinha tido a sorte de ser o primeiro a começar a dar as ordens.


-Coloca aí na lista que ele vai ter que fazer todas as refeições dele nos próximos três dias na nossa mesa! - Simas sugeriu rindo.


-Por favor, peça para o Draco cuidar das minhas plantinhas antes do jantar! - Neville aproveitou.


-Não se esqueça que ele terá que fazer as lições de todos nós no segundo dia! - Ron relembrou.


-A Mione vai matar vocês quando souber disso! - Dino alertou.


-E como ela saberá disso se o Draco vai passar o dia inteiro ocupado fazendo nossas lições enquanto nós estaremos estudando? - Ron riu imaginando a cena.


-Harry você sabe que depois desses três dias fazendo a vida do Draco ser um inferno, serão três dias que ele fará o mesmo com você correto? - novamente Dino tentava ser a voz da razão.


-E é justamente por isso que preciso fazer com que ele se ferre o máximo possível, por que depois sei que ele virá com tudo! - Harry respondeu - Ron, amanhã me faça o favor de sujar seus sapatos o máximo possível, se conseguir que alguém vomite nele será melhor ainda! - riu imaginando a cena do próximo dia.



⚯͛ 🦁⃝⃒⃤♆⌁☍♔🦡⃝⃒⃤△ ⃒⃘ 🦅⃝⃒⃤➵❾¾🐍⃝⃒⃤⚯͛


E nunca o início de uma terça-feira foi tão aguardado por todos os alunos de Hogwarts como naquele dia.


A história já tinha se espalhado por todo o castelo e com isso todos os estudantes fizeram questão de acordar cedo para não perderem os melhores momentos do evento que estava prestes a começar.


Harry estava frustrado, a doninha tinha pulado o café da manhã e com aquilo não pode iniciar seus planos, o pior é que agora só teria chance de vê-lo na hora do almoço já que não teriam aulas compartilhadas durante a manhã.


-Agora você não me escapa, Malfoy! - Harry correu pelo corredor em direção ao loiro que saia da aula de feitiços, junto de seus amigos - Malfoy, está fugindo de mim por acaso?


Harry praticamente pulou na frente do loiro fazendo com que seu sorriso desaparecesse na hora, Draco sabia que não tinha como fugir para sempre, mas ainda tinha esperanças de não dar de cara com o moreno tão cedo.


-Sai da minha frente, Potter! - o empurrou tirando do seu caminho e continuou andando com Blaise e Pansy ao seu lado.


-Draco Malfoy, estou mandando você dar meia volta e vir até aqui se desculpar por ter desaparecido! - a voz alta de Harry chamou a atenção de todos que pararam para observar o acontecido.


-Potter seu grande imbecil - Draco se virou para ele - Eu nunca irei me...ahhhhhh


E antes que conseguisse terminar sua frase, Draco caiu ajoelhado no chão sentindo uma dor tão forte que estava tomando conta de todo o seu corpo.


-Hum, acho que não é uma boa idéia desobedecer doninha, vem logo e obedeça seu mestre!- A voz debochada de Ron fez com que quase todos ali rissem da situação.


Draco não teve escolha, a dor era tão forte que a sensação de morte passou por ele e isso fez com que ele fosse em direção a Harry e começasse a receber as humilhações que ele tinha certeza que viriam pelos próximos três dias.


-Me desculpe por ter desaparecido… - disse baixo entre os dentes.


-Desculpe, não conseguimos ouvir o que você disse! - Neville disse rindo - É melhor repetir mais alto!


-Fique quieto Longbottom, você não manda em mim! - Draco praticamente rosnou.


-Ele não, mas eu sim!- Harry se pronunciou debochado - Estou mandando você se desculpar mais alto para todos ouvirem - ordenou.


-ME DESCULPE POR TER DESAPARECIDO! - Draco gritou fazendo todos ao redor caírem na gargalhada, menos seus amigos.


-Olha aqui Potter se você pensa que…. - Blaise se aproximou ameaçador.


-Deixa Blaise, está tudo bem! - Draco se colocou na frente do amigo - Deixa isso pra lá!


-E por que você não pede pro Draco cair na porrada com o Blaise por ele ter tentado te agredir? - Ron sugeriu.


-Harry se você fizer isso eu juro que deixo de ser sua amiga! - Hermione entrou no meio dos dois.


-Está tudo bem Mione, eu nunca pediria algo assim! - sorriu tentando tranquilizar a amiga - Bom Malfoy, hora de despedir dos seus amiguinhos… estou mandando que você carregue meus materiais até a nossa próxima aula e estou mandando você sentar do meu lado para fazer todas as minhas anotações, entendeu?


E mais uma vez Draco obedeceu o pedido do menor fazendo com que as fofocas se espalhassem por todo castelo.


A tarde passou rápido aos olhos de Harry e seus amigos que a todo momento inventava algo para que Draco fizesse, enquanto para Draco o dia parecia não ter fim…


A todo o momento foi obrigado a andar junto de Harry e seus amigos e os únicos que pareciam ter juízos no meio daqueles dois eram Hermione e Dino que a todo momento alertavam os amigos sobre os pedidos que eles estavam fazendo e o loiro estava grato por aquilo, ou então sua sessão de humilhação em público seria muito pior!


Durante o jantar Draco não tinha nem mais forças para demostrar sua total indignação com tudo, já era humilhante demais todas as ordens imbecis que recebia de Harry e seus amigos, mas ter que se sentar na mesa da grifinória durante o jantar e servir todos os alunos da casa, foi humilhação demais para ele.


Pra sua sorte Snape tinha intervido e deixou bem claro que se Harry não o deixasse em paz naquela noite, sua casa perderia vinte pontos e assim o loiro foi liberado do feitiço por algumas horas, não antes de Harry ordenar que Draco praticamente gritasse por todo o salão que Snape tinha uma pele oleosa demais e assim grifinória perdeu trinta pontos, pontos esses que foram retirados por Minerva que não aceitaria aquele tipo de desrespeito com um professor, além dos pontos, Dumbledore deu uma castigo de uma semana para Harry que se iniciaria na próxima semana.



⚯͛ 🦁⃝⃒⃤♆⌁☍♔🦡⃝⃒⃤△ ⃒⃘ 🦅⃝⃒⃤➵❾¾🐍⃝⃒⃤⚯͛



O segundo dia se iniciou e Draco saiu de seus aposentos de cabeça baixa para não ter que olhar para os outros alunos que cochichavam e debochavam de sua situação, sabia que aquele dia Provavelmente seria muito pior do que o anterior então precisava se preparar para o que estava por vir...


E após ser obrigado a cuidar das plantas de Longbottom antes mesmo de tomar café da manhã, Draco correu para o salão principal e conseguiu pegar o final do café.


Depois disso foi mais dor de cabeça graças a Harry e Cia que pareciam não ter o que fazer além de ficar enchendo sua cabeça, até os gêmeos que eram os caras que mais sacaneavam todos ali já tinham alertado que aquilo estava indo longe demais, pena que os outros não escutaram…


-Limpe os meus sapatos com a sua capa, agora mesmo, eu estou mandando! - Harry ordenou - Aproveite e limpe os sapatos do Ron também!


Será que aquele dia humilhante nunca chegaria ao fim?


Draco sabia que resistir só iria machucá-lo, então engoliu o orgulho pela milésima vez naquele dia e na frente de vários alunos se abaixou e atendeu a ordem de Harry, que não conseguia conter as gargalhadas altas junto de seu amigo.


Maldito feitiço que tinha transformado aqueles últimos três dias em um verdadeiro inferno, mas pelo menos aquilo estava chegando ao final e séria a vez dele de DESEJAR O QUE TANTO QUERIA...


-Agora estou mandando você ir para a biblioteca e fazer todas as lições que estão aqui nessa mochila! - Harry entregou o objeto pesado para Draco que pegou sem contestar - Só saia de lá quando tudo estiver pronto, entendeu bem?


-Sim! - Draco respondeu e foi em direção a biblioteca sem nem ao menos contestar.


Enquanto isso Harry e seus amigos riam vendo a situação do outro.


-Isso não foi nada legal da parte de vocês!- Dino reclamou passando deixando os amigos para trás.


A tarde passou rápido, Harry e seus amigos pularam o jantar resolveram ficar pelo quarto mesmo, assim não teriam que ouvir novamente as reclamações de Hermione que não estava achando nem um pingo de graça de saber que Draco estava fazendo as tarefas de todos e por isso ordenou que Harry fosse atrás do loiro e o fizesse parar com aquilo imediatamente.


Quando eram quase dez da noite e Dino retornou ao dormitório pedindo silêncio por que queria dormir, encerraram as brincadeiras e foram para suas camas.



⚯͛ 🦁⃝⃒⃤♆⌁☍♔🦡⃝⃒⃤△ ⃒⃘ 🦅⃝⃒⃤➵❾¾🐍⃝⃒⃤⚯͛


-Levanta agora dessa cama, Harry Potter! - a voz de Hermione ecoando pelo dormitório após a porta ser praticamente arrombada, assustou a todos.


-Qual é o seu problema afinal de contas? - Pansy praticamente pulou em cima do moreno que ainda colocava os óculos sem entender o que estava acontecendo - Você é mesmo um grande babaca,não é?


-Solta ele Pansy, não vale a pena! - Blaise puxou a amiga de cima do outro.


-O que foi que eu fiz? - A confusão estava estampada na cara de Harry e dos outros que agora estavam em pé próximo a eles.


-O que foi que você fez? - Blaise perguntou sarcástico - A pergunta certa não seria o que é que você está fazendo? Seu grande babaca.


-Ei, quem você pensa que é pra… - Ron tentou intervir.


-Cala a boca Ron, você está tão errado quanto ele! - Hermione o cortou.


-Mais do que diabos vocês estão falando? - Harry se levantou cruzando os braços.


-O Draco não voltou para o dormitório até agora! - Blaise respondeu furioso.


-E qual é o problema nisso? - Neville perguntou confuso.


-São três horas da manhã e o Draco ainda não retornou! - Pansy praticamente cuspiu as palavras na cara dele.


-E o que isso tem a ver com o Harry? - Ron tentava se manter calmo.


-O que vocês acham que tem a ver com ele, seus idiotas? - Dino parou na frente do amigo - Harry hoje de tarde você pediu ao Draco para faltar todas as aulas e fazer as lições de todos vocês e deixou bem claro que ele só poderia voltar quando terminasse e que não poderia usar uma pena encantada para escrever!


E naquele momento a mente de Harry praticamente explodiu ao entender o que estava acontecendo.


O moreno pegou a varinha na mesinha e saiu correndo esbarrando nos amigos com força, mas naquele momento não tinha tempo para pedir desculpas a ninguém.


Ele correu com todos atrás de si até que estivessem na biblioteca. Harry gritava por Draco, mas não recebia resposta e só depois de dizer que era uma ordem ele responder, foi que ouviu a voz baixa e fraca do loiro informando sua localização.


Quando chegou ao local seu coração praticamente parou de bater com o susto.


Draco estava praticamente desacordado, sentado no chão encostado em uma prateleira ao redor de mais de cem pergaminhos enquanto lutava para continuar acordado e escrevendo.


Seu rosto estava pálido, sua testa suava, seus olhos estavam vermelhos como se tivesse chorado por muito tempo e suas duas mãos sangravam mostrando que ele tinha usado as duas para fazer as tarefas.


-Draco o que você está fazendo? - Hardy se abaixou desesperado tentando tirar a pena da mão do outro.


-As lições de vocês … - a voz de Draco saiu tão fraca como um sussurro, seu olhar continuava nos pergaminhos enquanto soltava a mão do outro de cima da sua e voltava a escrever - Preciso termina-las!


-Merlin, Draco! - O grito de desespero de Pansy deixou todos com o coração partido, ela teve que ser segurada por Blaise para que não desmaiasse alí mesmo devido ao choque em ver Draco da forma que estava.


-Precisamos ir para a enfermaria agora! - Hermione disse.


E por mais que Harry e seus amigos tentassem tirar Draco dali era como se o corpo dele tivesse virado uma pedra de mil quilos que não saia do lugar, ninguém conseguia fazer com que ele se mexesse e nem parasse de escrever…Era como se seu corpo ignorasse tudo que os outros tentassem fazer e naquele momento ele já tinha até desmaiado, mas seu corpo continuava trabalhando.


-Anda logo Harry, você tem que mandar ele parar ou então não conseguiremos levá-lo! - Dino disse já sem paciência com a lerdeza do amigo.


-Eu estou mandando que pare agora mesmo de fazer essas tarefas! - Harry praticamente gritou desesperado.


E no segundo seguinte a pena caiu da mão do loiro e seu corpo amoleceu, mas antes que ele batesse a cabeça no chão Harry o pegou.


O moreno levantou Draco nos braços jogando seus braços envolta de seu pescoço e enlaçando as pernas dele em sua cintura o segurando firme por baixo, mesmo sendo menor do que ele, Harry adquiriu uma força que veio do além fazendo com que ele corresse com tudo enquanto levava o loiro em direção a enfermaria.


-Espera aí Potter, não podemos ir com ele para lá! - Blaise parou na frente dele.


-É claro que precisamos, não tá vendo que ele está mal! Vamos acabar nos encrencando por isso! - Ron disse desesperado com o que poderia acontecer com ele.


-O Draco está quase morto de tanto se esforçar e você está preocupado em se encrencar? - Blaise se aproximou do ruivo que chegou a dar alguns passos para trás - A sua sorte ruivo é que no momento o meu amigo está sendo muito mais importante do que a minha vontade de socar a sua cara bonitinha!


-Não podemos levá-lo a enfermaria, se o pai dele souber que ele foi tão humilhado assim por você…. - Pansy disse com a voz trêmula - por favor, não o façam sofrer mais do que ele já sofre! - suplicou com os olhos cheios de lágrimas.


-Então para onde iremos? - Neville tentava ajudar - Se levarmos ele para o nosso dormitório vai ser perigoso se algum monitor aparecer!


-E se ele entrar assim no nosso, vai ser o fim da vida dele! - Blaise respirou fundo tentando pensar em uma solução.


-Sala precisa! - a voz de Luna deu um enorme susto em todos - Andem logo, vamos antes que mais alguém apareça e vocês sejam pegos!


Por mais que todos ali estivessem curiosos para descobrirem de onde Luna tinha surgido e como ninguém notou sua chegada, no momento todos estavam mais preocupados com Draco que agora dava pequenos gemidos de dor, mas continuava desmaiado.


Correram com o loiro o mais rápido possível e quando foram quase pegos por um monitor, Simas, Neville, Luna e Dino se juntaram para distraí-lo e levarem-no para longe dos outros que conseguiram chegar até o local onde as paredes se abriram revelando uma sala que já tinha se moldado aos pensamentos de Harry.


Uma cama confortável, um banheiro espaçoso, um enorme armário cheio de poções entre muitos outras coisas que seriam necessárias naquele momento.


-Merda, ele está ardendo em febre! - Harry o colocou na cama com delicadeza enquanto Blaise corria para pegar uma bacia com água fria e um pano.


-Precisaremos de várias dessas poções! - Pansy pegava vários frascos enquanto Hermione retirava um livro de feitiços básicos de cura do bolso de suas vestes.


-Ron me ajuda aqui - A voz de Harry cortou o transe do ruivo que até o momento estava parado no meio do quarto observando a cena sem saber o que fazer - Vamos tirar essa roupa dele!


-Tirar a roupa da doninha?- arregalou os olhos - Eu não quero fazer isso…


-O que foi Weasley, tá com medo de ver um homem pelado e se apaixonar? - Blaise perguntou irritado - ou está com medo de ser envenenado pelo corpo de um sonserino que está quase morrendo? - alfinetou com raiva.


-É só deixarem ele de cueca seu idiota, não está vendo que ele está encharcado de suor? Assim vocês podem limpá-lo enquanto o curamos - Pansy disse rapidamente voltando sua atenção para as poções.


O trio de prata tratando o trio de ouro como se eles fossem um bando de babacas, alguma novidade naquilo?


Sim, muitas até … uma delas é que os únicos a receberem tais tratamentos estavam sendo Harry e Ron enquanto Hermione parecia ter até mudado de lado, outra era o fato de que dessa vez por mais que não quisessem admitir, os dois sabiam que aqueles três não estavam errados, eles tinham passado do limite e aquilo não era culpa apenas de Harry.


Dino já tinha tentando alerta-los sobre aquilo, mas os outros o ignoraram e acharam que o melhor seria se divertirem às custas de Draco durante aqueles três dias, o problema é que tinham pego tão pesado com as ordens que o loiro não chegou nem ao terceiro dia!


Foram mais de duas horas combinando poções e feitiços até que Hermione o Pansy finalmente conseguissem fazer com que Draco se recuperasse do ocorrido, mas ainda assim ele continuava em um sono profundo e aquilo obviamente era efeito das horas intermináveis em que ele ficou sem comer ou beber algo enquanto fazia as tarefas dos outros.


Quando seus olhos se abriram, ainda com Dificuldade, sua visão estava um pouco embaçada e sua cabeça dois bastante.


Sentiu seu corpo sendo abraçado por dois braços que pareciam querer protege-lo de algo.


Quando conseguiu ficar seu olhar, viu que estava usando um pijama verde bem confortável e que estava sendo abraçado por Pansy e Blaise que no momento pareciam estar em um sono pesado.


Se remexeu um pouco apenas para conseguir sentar e se assustou ao notar que estava em um local desconhecido.


Seus olhos se arregalaram ao ver que Hermione dormindo coberta até o pescoço em um enorme sofá que estava do lado direito da cama e quando olhou para o lado esquerdo notou Ron apagado enchido no chão em cima de um enorme tapete que parecia bem confortável.


Quando seus olhos se movimentaram novamente eles pararam de frente para Harry que estava sentado em uma poltrona de frente para a cama, seus cotovelos estavam Apoiados em suas pernas e seu olhar estava fixo no loiro, como se estivesse ficado daquela forma por horas…


-Potter….



⚯͛ 🦁⃝⃒⃤♆⌁☍♔🦡⃝⃒⃤△ ⃒⃘ 🦅⃝⃒⃤➵❾¾🐍⃝⃒⃤⚯͛


⭐Se puderem,Deixem um comentário e favoritem⭐


Notas Finais: Sim babys, a fic tem um segundo capítulo que mostra como serão os três dias em que o controle estará nas mãos de Draco e sim, já achei o capítulo no meio da bagunça kkkk, caso vocês queiram postarei ele amanhã.


É gente, às vezes algumas "brincadeiras" podem ser perigosas demais….


dizia o seu Madruga:


—A Vingança nunca é plena, mata a alma e envenena!




15 Mai 2021 00:04:31 0 Rapport Incorporer Suivre l’histoire
2
Lire le chapitre suivant Meu Único Pedido!

Commentez quelque chose

Publier!
Il n’y a aucun commentaire pour le moment. Soyez le premier à donner votre avis!
~

Comment se passe votre lecture?

Il reste encore 2 chapitres restants de cette histoire.
Pour continuer votre lecture, veuillez vous connecter ou créer un compte. Gratuit!