agmars A. G. Mars

Depois de tantos anos conhecendo apenas a dor, Prometeus não imaginava que ela ainda seria uma tortura.


Histoire courte Interdit aux moins de 18 ans.

#zeuspaidetodos #tortura #drama #mitologiagrega
Histoire courte
0
4.4mille VUES
Terminé
temps de lecture
AA Partager

Eterna Dor

Há um fato curioso sobre a dor: depois de tantos anos tendo apenas ela como companheira, é fácil se apegar. E a eternidade parece um tempo bom o suficiente para que a chamasse de companheira. Assim, com o cair da noite, vinha a ansiedade de revê-la pela manhã, pois era a única capaz de afastar aquele silêncio. A única maneira de não esquecer a si mesmo naquele lugar.

Ao amanhecer, porém, ela não estava presente. O dia reinava como única visão, mas o céu estava vazio. Não encontrou o par de asas abertas planando em direção ao próprio corpo. E, se estava acostumado a sentir apenas a ela e aquela espera, tamanha aflição pareceu algo completamente novo. Tornou-se um desconforto no fígado, um peso sobre o peito que ainda respirava, um gosto amargo na boca — muito diferente do metal com o qual estava apegado. Ofegando, olhou ao redor como se houvesse algo além do vazio, mas não a encontrou. Quando acreditou que poderia colapsar, avistou-a sobrevoando o espaço entre os dois.

Logo lá estava ela, pousada sobre o próprio abdômen. Seus olhos brilhavam em amarelo, mas não parecia em nada com o fogo do Sol. Lembrava-o mais de como era sentir fome, quando seu corpo conhecia algo além daquele singelo toque. Já não sabia mais o que era comer.

— Você está atrasada… — murmurou por dentre lábios partidos, antes que ela iniciasse sua refeição. Os olhos amarelos o encararam confusos. — Quando o Sol nasceu não sobrevoava meu corpo. Espero-te por uma noite inteira e ainda se atrasa?

A dor, porém, não é dada a conversas. Costuma glorificar apenas os sons que fogem por outros lábios. Principalmente aquela, que sempre mantinha o bico ocupado com alimento. Raramente haviam palavras entre os dois, e aquela manhã parecia ser singular. Talvez porque a dor não gostava de ser questionada.

— Espera por sua tortura todas as noites?

— Não. Por você. Por que se atrasaste?

— Não acho que preciso te responder.

— Depois de tantos anos juntos, não pode me dar uma resposta decente?

Os olhos amarelos piscaram em confusão. Ela inclinou a cabeça para o lado, expondo as brilhantes penas negras. Havia beleza em sua forma — ou era a única que poderia apreciar.

— Apenas não se atrase amanhã!

— Não deve exigir nada de mim. Acha que gosto de ter que me servir com sua imundice?

— Como?

— Preciso atravessar todo um vazio com minhas asas, todos os dias! Acha que sinto algum prazer? Duas viagens para me degustar com os restos de um fracasso! Minha única paz é a noite longe de ti. E ainda acreditas que pode exigir minha presença pontualmente?

— Somos ligados um ao outro… é o que temos, o que devemos honrar! Não escolhemos esse compromisso, mas se é o que nos resta porque não pode ser leal a ele? A mim?

— Porque a eternidade também me cansou! Aprendi a falar, a entender, a perceber o quão injusto é desprender minha vida apenas para que você seja punido. Que culpa tenho por ser um imbecil?

— Você não quis dizer isso…

— Pois não apenas quis como repito: é um imbecil! Patético! Desistiu de uma vida de glória para ajudar macacos sem rabo a fritar batatas! Nem lar mais tenho por tua causa, mas preciso aguentar suas lamúrias infinitamente?

— Eu pensei que gostasse de minha carne…

— Pois é tão imbecil que tudo o que pensas é errado! Deveria ingerir teu cérebro para que não estragasse mais nada!

— Mas-

— Agora pare com suas insanidades! Já é tortura o suficiente sentir teu gosto asqueroso em minha boca!

As lágrimas que emergiram de nada se relacionavam ao bico que arrancava sua pele. Preso a uma rocha infinita, contorceu os braços, querendo encolher o corpo diante um novo tipo de dor. Estava acostumado a ter a carne sendo engolida, o fígado mastigado, mas nunca pensou que até mesmo a dor poderia rejeitá-lo. E pela primeira vez desde que aquele ciclo começou, se sentiu absolutamente sozinho. Nem mesmo uma águia faminta conseguia satisfazer.

— E ainda chora! — A águia voltou a falar, tendo sangue escorrendo pelo bico. — Poderia ser mais patético?

Virando o rosto para o outro lado, sabia a resposta: não poderia. Nada deveria ser mais absurdo que se apaixonar pela dor e por ela ser rejeitado. Nada poderia doer mais.



Capa por:@divulgasonhos_

(ig:https://www.instagram.com/divulgasonhos__/)

23 Novembre 2020 21:38:49 12 Rapport Incorporer Suivre l’histoire
7
La fin

A propos de l’auteur

A. G. Mars We'll be a fine line... we'll be alright

Commentez quelque chose

Publier!
Inkspired Brasil Inkspired Brasil
Olá, A. G.! Gostaríamos, primeiramente, de te agradecer por ter abraçado um de nossos desafios. Fizemos o #ZeusPaiDeTodos com muito carinho, pensando especialmente em vocês, e receber esse retorno com contos incríveis como o seu nos motiva cada vez mais. Eterna Dor nos mostra um lado diferente do mito de Prometeu em seu castigo por todo eternidade, e sua compreensão do ponto de vista psicológico nos traz uma reflexão maravilhosa que pode ser aplicada nos nossos relacionamentos nos tempos atuais. Quem poderia imaginar que mesmo após eras tendo seu fígado devorado pela águia, o que lhe afligia dor dia após dia, Prometeu poderia criar um apego pela ave e ansiar por sua presença? No entanto, não há reciprocidade nessa relação, e descobrir que nem mesmo a águia tem prazer em estar com ele nos deixa arrebatados com a crueldade e desprezo de suas palavras. O conto é regado por sentimentos intensos, e nós, do outro lado da tela, ficamos boquiabertos tão logo que a águia começa a falar e expressa todo seu desdém por Prometeu. Além disso, não podemos esquecer da carga emocional que o texto traz ao fazer um paralelo entre a realidade de Prometeu com a realidade de muitas pessoas hoje em dia: pessoas que, apesar de rodeadas por outras, se sentem solitárias e acabam se apegando à dor e se refugiando nela. A solidão, a depressão, a necessidade de carregar fardos pesados dia após dia sem poder contar com um ombro amigo, com uma palavra de encorajamento, sempre precisando lidar com a solidão: essa foi a realidade de Prometeu mostrada a nós e é a realidade de muitas e muitas outras pessoas que passam por nossas vidas, e muitas vezes sequer notamos isso. Enxergar o outro e perceber o refúgio dele na dor também é uma grande responsabilidade nossa e sentimos que o seu conto nos faz um chamado para que prestemos mais atenção aos sinais, como os mostrados por Prometeu. O texto é breve, mas bem construído, ao que não ficam pontas soltas ou dúvidas quanto ao enredo. No entanto, seria interessante trazer uma introdução prévia sobre o mito de Prometeus, pois existe a possibilidade de algum leitor não ter tido contato com o mito anteriormente e seria uma lástima que não pudessem compreender a história como um todo e o quão intenso é o seu texto, o peso que ele tem nas palavras… Quanto à gramática e a ortografia, queremos parabenizá-lo pelo cuidado que teve. Sabemos que fazer a revisão de uma história demanda paciência, tempo e conhecimento. Apesar disso, você a fez e trouxe para nós um texto fluído e de fácil leitura, no entanto aconselhamos que analise a última frase do conto. Ficamos muito contentes com sua participação e por poder ter lido sua obra. Esperamos vê-lo em outros desafios! No mais, os resultados estarão disponíveis nas mídias sociais oficiais do Inkspired Brasil logo mais, dia 26/11. Fique de olho e boa sorte! 🤍
November 26, 2020, 19:36

  • A. G. Mars A. G. Mars
    Que honra receber comentário do próprio ink kkkkk que nervose to tremendo kkkkkkkkkkk desculpe a demora, eu entrei em pânico e me aposentei por uns dias, sabe? Muito adulta! kkkkkkkk Eu adoro os desafios de vocês, sabe? Um que ajuda a sair da minha zona de conforto na escrita (esse conto é totalmente out pra mim) outra que me obriga a escrever em dias que eu me sinto sem criatividade nem vontade nenhuma. Na real, é muito bom esses desafios, de verdade! Agradeço a vocês por tudo! Cara, sinceramente, quando escrevi esse conto pensei muito nessa coisa de tortura física. Imagina viver a eternidade com dor, chega algum momento que "acostuma" sabe? Tipo quem vive com dor no mundo real, ela incômoda, deixa de mau humor, mas se torna parte da vida. Agora ser ferido emocionalmente, psicologicamente também acho que é muito até pra alguém como Prometeus, sabe? Acho que nada que se assemelhe a um ser humano aguenta tanto. Preciso ser sincera aqui: eu AMEI sua visão do texto. De trazer a dor, o peso que Prometeus carrega, para o que muitas pessoas vivem. Comparar ao fardo de viver com dores, cicatrizes emocionais, e acreditar que está sozinho, ou que todos serão como a águia, sempre prestes a sugar, se alimentar e nunca estarem saciadas, nunca agradecerem, nunca ter uma mínima reciprocidade emocional. Achei muito linda sua forma de ler meu conto, de verdade. Me senti realizando um objetivo de vida, sabe? De ter trazido sentimentos aos leitores e tal. Não só pra ti e essa interpretação maravilhosa, mas pra todo mundo que comentou. Cara, meio clichê e tal, mas escrever é sobre isso kk Então, sobre eu não ter mencionado o mito antes, eu assumo meu erro. Teve um comentário que disse que ficou bom porque quem conhece percebe na hora ao que me refiro, mas só então pensei: eita, e quem não conhece? Como que vai pesquisar se nem os nomes citei kkkkkk foi falha total minha, sabe? Eu nem me toquei na hora. Nas próximas vou tentar me atentar mais a esses detalhes. Às vezes eu me foco tanto na narrativa que quero construir que me esqueço que leitores não estão dentro da minha mente pra entender tudo kkkk mas vou tentar melhorar. Obrigada pelo toque, mesmo! AAAAAAAAAAAH husahsuahsaushuashau li a ultima frase agora e estou rindo de vergonha kkkkkkkkkkkkkk mds como que não notei a cagada antes???? Vlw pelo toque porque eu NUNCA ia ter notado que escrevi "menos" no lugar de "mais" kk a necessidade de leitores beta que chama neah? Vou corrigir logo. Obrigada super pelo toque! Nem sei como deixei passar kkkk que vergonha Obrigada pela leitura e por todo o feedback! Foi muito importante ler esse comentário! Obrigadíssima mesmo! E a gente vai se ver mais ainda porque curto escrever continho pra concurso kk March 15, 2021, 17:06
Karimy Lubarino Karimy Lubarino
Eu simplesmente adorei a sua história. A solidão dele era tão profunda, que preferia a dor a continuar sozinho e mesmo por ela foi rejeitado. Imagino eu que, nesse momento, a única coisa que ele desejou foi poder desaparecer da face da Terra. Acho que a ironia de toda a situação também precisa ser contemplada, em principal se a gente pesar na história a partir da visão da dor. Parabéns, sua história está incrível!
November 26, 2020, 11:12

  • A. G. Mars A. G. Mars
    Antes de tudo, mil desculpas pela demora em te responder, ok? E eu adorei responder esse comentário seu! Muito obrigadíssima, xuxu! Acho que tem sentido seu pensamento, sabe? Ser rejeitado até pela solidão com certeza é uma das piores formas de tortura. Olha, nem sabia como te responder, sabe? Mas agradeço muito pelo feedback! Eu adorei receber seu comentário, ver sua visão sobre minha história foi incrível. Muito obrigada por comentar, novamente. Bjs March 15, 2021, 16:54
Petit Ange Petit Ange
Eu adorei, de verdade, como você não mencionou nomes em nenhum momento, mas um conhecedor da literatura grega - ainda que um casual - poderia facilmente identificar esses personagens. Parece uma coisa fácil de se alcançar, mas é difícil, e eu te parabenizo por isso. A crueldade e a ironia também são outras coisas que precisam ser exaltadas, porque elas se derramam por todas as palavras desse conto e é como um acidente de carro que você sabe que vai acontecer e que já até consegue ver com os olhos da sua mente, mas simplesmente não consegue fechar os olhos... Uma curiosidade mórbida nos faz continuar até a última linha, sentindo pena tanto deste homem(deus) quanto desta criatura feita para puni-lo. O tema escolhido foi incrível, e definitivamente uma versão desta história que merecia ser contada com mais parágrafos - eu não me lembro de ter visto esta interpretação da história. Sério, incrível mesmo! Meus parabéns por essa criatividade toda. <3
November 25, 2020, 09:36

  • A. G. Mars A. G. Mars
    Antes de tudo, desculpe pela demora em te responder rsrs Nossa, obrigada! Acho que a capa também ajudou a deixar claro sobre quem eu me referia e tals kk Realmente não sei o que dizer kk não é fácil escrever da perspectiva da dor, mas saber que consegui trazer esse sentimento à você me dá uma sensação de trabalho cumprido, sabe? Eu fico muito feliz que você tenha sentido tudo enquanto lia, imergido completamente na história. Olha, acho que eu não conseguiria fazer uma história maior dessa, sabe? Foi bem punk de escrever e eu também acho que merecia uma melhor exploração, porém eu mesma não consegui fazer kk Nossa obrigada você por ter lido e ter tirado um tempinho pra me mostrar como você se sentiu e o que você pensou! Saiba que "essa criatividade toda" só vale a pena quando tenho comentários assim. Obrigada pelo carinho e pelo tempo! Bjinhos e, de novo, sorry pela demora March 15, 2021, 16:50
CohenHiraMi 💻📸🌺 CohenHiraMi 💻📸🌺
Meu Deus isso foi cruel. Nem a dor o quer mais? Isso sim é chegar ao fundo do poço. Além de lidar com a dor física, agora precisa lidar com a dor no coração... Não sei como ele não enlouqueceu durante todos esses anos de tortura. Gostei muito da sua escrita! Sua descrição e os momentos de tensão foram muito bem construídos, dando a sensação de estar realmente sentindo o que ele estava passando (embora sabemos que é impossível saber o que é anos de dor). Ela também é bem fluída e de fácil entendimento, o que tornou a leitura bem mais prazerosa (tem histórias que cansam a mente kkkkkkkk).
November 24, 2020, 19:29

  • A. G. Mars A. G. Mars
    Você sabe que está no fundo do poço quando a dor te despreza rsrs Talvez se apaixonar pela dor seja uma forma de loucura, não sei rsrs Ah, muito obrigada, meu deus!!! Eu me esforço para descrever emoções sem ficar cansativo, porque não é muito fácil adentrar na psique de alguém sem que fique maçante, sei lá. Fico muito feliz que tenha ficado bom e, principalmente, que você tenha gostado da minha escrita! Acho que é um dos melhores elogios que alguém pode receber. Fiquei muito feliz com seu comentário. Obrigadíssima!! Beijinhos November 24, 2020, 20:16
𝐏𝐒𝐘𝐂𝐇𝐎𝐂𝐀𝐓 . 𝐏𝐒𝐘𝐂𝐇𝐎𝐂𝐀𝐓 .
Olá! Bom dia. ♡ Primeiramente, gostaria de agradecer a vossa participação no desafio #ZeusPaiDeTodos. Em breve, você receberá um comentário mais extenso feito pelo perfil oficial da Embaixada Brasileira. Enquanto isso, já vim adiantar minhas impressões e devo dizer que amei seu conto! 👀 Dar esse novo significado à relação de Prometeu e da águia foi uma ideia incrível e bem desenvolvida; meu coraçãozinho se quebrou tanto quanto o dele nesse sentimento de frustração e impotência. Meus parabéns por sua história e boa sorte! Nos vemos novamente em breve. :D
November 24, 2020, 14:26

  • A. G. Mars A. G. Mars
    Olá! E muito bom dia ou boa noite rsrs Eu que agradeço pelo desafio tão legal. É bom voltar a escrever para temas que eu não planejei. Então, adorei participar! Espero que logo saia mais desafios rsrs Aaaaaaaaaaaahhh eu tava nervosa com seu comentário já rsrs que bom saber que amou!!!! Eu estava procurando um mito para explorar e assim que vi a história de Prometeu eu precisei escrever sobre, porque a eternidade é muito tempo para sofrer uma tortura assim... sentimentos acabam se confundindo. Muito obrigada pelo seu comentário! Beijinhos... November 24, 2020, 18:41
Alexis Rodrigues Alexis Rodrigues
AAAAAAAAAA eu sou suspeita pra comentar porque amo Prometeu, mas, PELOS DEUSES QUE CONTO INCRÍVEL Uma visão bem diferente da que eu tenho, muito mais fodona e intensa Pobre Prometeu, o eterno iludido... ;-; AMEI ♡♡♡♡♡
November 24, 2020, 00:23

  • A. G. Mars A. G. Mars
    AAAAAAAAAAAAAAA obrigada kkkkkkk Confesso que eu tava meio insegura pra lançar esse conto porque neah rsrs Nem eu mesma sabia que iria sair algo assim, mas aaaaaaah que bom que alguém curtiu fico mega hiper ultra feliz de verdade!!!! Me conta tua visão!!! Ou escreve algo e me manda, eu iria amar ler seu ponto de vista de verdade! Prometeus só toma no cool o tadinho... Obrigada amore! November 24, 2020, 10:20
~