litalea-draak Litalea Draak

Eu apenas queria levar ser corpo para um lugar seguro, para sepultá-lo corretamente, mas não pude deixar que outras pessoas inocentes continuassem ali.


Horreur Déconseillé aux moins de 13 ans.

#loucura #arrepiainks #guerra #psicológico
3
4.2k VUES
Terminé
temps de lecture
AA Partager

O Princípio

A cada vez que limpava o suor de minha testa, novas manchas se faziam presentes em meu rosto. Tentava levar o corpo de meu irmão para longe de tudo e todos, mas ignorar o que estava acontecendo ao meu redor estava se tornando uma tarefa quase que impossível.


Rezo a Deus para que estejamos no lado certo.

Os fantasmas de meus antigos companheiros parecem vir me dar forças para me ajudar a deixar o já frio cadáver de Robert sob uma árvore e, fechando meus olhos em uma prece muda, me levanto e olho para atrás. O caminho que percorri minutos atrás estava completamente iluminado pelo fogo, o choro de crianças e grito de seus pais ecoavam... não tardaram a serem abafados por mais um eco de fuzilamento.

O sol novamente estava sendo coberto por aviões. Explosões aconteciam por toda parte. Eu pensava, incansavelmente, em minha esposa e filhos. Saber que agora estariam longe dessa cidade me trazia certa paz ao peito.

Não podia continuar parado, deixando meus pensamentos vagarem em dias claros se o hoje já não passa de um filtro sépia escuro.

Mirei o rosto cabisbaixo de Robert e seu corpo já quase inexistente... não, eu não quero isso para mais ninguém.

Deixei meu medo ali com ele, naquele terreno abandonado, e peguei o que restava de sua munição enquanto me despedia.

Corri o mais rápido que pude até a escola mais próxima. Sabia que estava sendo usada como esconderijo, mas não poderia imaginar que tantas pessoas estivessem abrigadas ali.

Os rostos assustados, carregados de medo e dor, se mantiveram imóveis quando finalmente adentrei o refeitório. O teto exibia velas acesas, iluminando os bancos e mesas que eram usados como camas de uma enfermaria.


Perdão, Capitão, mas é o certo.

— Meu nome é Yvan, Sargento Yvan Fons. — Aproveitei que tinha toda a atenção para me apresentar. — Conheço uma saída segura, pelo subterrâneo. Quero ajudar vocês, por favor, me deixem tirar vocês daqui!

Não havia uma opção melhor e ninguém tinha algum plano, sequer faziam ideia do que poderia acontecer se as tropas inimigas chegassem. Estão por toda parte, vasculhando tudo, não irá demorar muito para que cheguem.

— Por favor... — Minhas pernas cederam ao cansaço, fazendo-me ficar de joelhos no chão. — Eu não quero que sintam a mesma coisa...

Então elas vieram.

Memórias de meu primeiro dia na guerra.

Homens lutando, lado a lado, por algo que acreditavam ser o certo. A sensação de tirar uma vida pela primeira vez me trouxe apenas o nojo que senti naquele mesmo dia. Quando encontramos o líder de um batalhão, o vimos torturar um de nossos amigos por informações... a sala estava bem iluminada, o branco do chão e paredes recebia marcas de sangue a cada vez que ele limpava um de seus instrumentos no ar...

Balancei a cabeça e abri os olhos.

Estava preso. Na mesma sala cuja lembrança havia me levado, mas dessa vez... não, não poderia ser apenas um devaneio!

A dor que senti, o grito ao ter uma de minhas unhas arrancada para fora de meu dedo com um alicate... era real.

— Finalmente acordou, Herr Fons. Me questionava sobre seu sonho. Etwas Schönes? Vielleicht deine Frau?

Fick dich nazi. — Cuspi, acertando seu rosto.

A irritação com minha resposta foi tão visível que sequer pôde se conter e me acertou com um forte soco no rosto. Ri com sua reação, mas logo me arrependi de tê-lo feito.

Seu avental de plástico moveu-se no ar rapidamente enquanto suas mãos buscavam por algo na mesa prateada ao lado. Após ter encontrado, voltou sua atenção a mim e se aproximou. Seu rosto estava tão perto que ser nariz tocava o meu.

Jetzt wrist du lernen, mich nicht auszulachen.

Sua fala carregava um tom sério e ameaçador. Assim que terminou segurou a lateral de meu rosto com força, forçando-me a abrir a boca e com sua mão livre exibiu suas novas ferramentas. Um alicate de pressão em tamanho grande, algo como uma fina estaca de metal e um potinho com pequenos insetos.

Com o alicate retirou um de meus dentes... aquela estaca foi inserida no buraco que ficou em minha boca e o pote com os insetos foi aberto.



28 Octobre 2020 19:48:12 11 Rapport Incorporer Suivre l’histoire
7
La fin

A propos de l’auteur

Litalea Draak A típica garota do interior que sonha em conquistar o sucesso seguindo seus sonhos. Bem, o que mais poderia dizer sobre mim? Tenho 19 anos e adoro heavy metal, escrevo há 5 anos e meu anime favorito é Devils Line :)

Commentez quelque chose

Publier!
Isís Marchetti Isís Marchetti
Eu pensei que não tinha nada pior do que a guerra que ele tinha lembranças, mas ai veio a surpresa como uma murro na boca do estomago e todo o horror veio à tona. Não consigo deixar de me perguntar como foi o desfecho dessa história, mas por pura e única curiosidade, porque acredito piamente que eu não teria estomago para ler um desenrolar dessa trama. Eu adoro como você geralmente escolhe esse tipo "caos" para suas histórias, acredito que você tem um talento nato para tal tema e eu não me canso de me surpreender com seus trabalhos. Abraços!
March 15, 2021, 22:13

  • Litalea Draak Litalea Draak
    Eu demoro, mas eu apareço! Muito obrigada pelo comentário, Isís ❤️ Acredito que esse tipo de caos combine comigo ksksks, tenho mais facilidade com temas assim (deveria ir atrás de um psicólogo?) e sempre acabam sendo bem gostosos de escrever ❤️ March 18, 2021, 15:49
Inkspired Brasil Inkspired Brasil
Olá, Lit! Antes de qualquer coisa, gostaríamos de agradecer pela participação. Além de se focar em planejar e cuidar do desafio, ainda fez questão de tirar um tempinho para escrever uma história e fazer parte do #arrepiainks não apenas como embaixadora organizadora, mas como escritora também. E, olha, nós não esperávamos embarcar em um cenário tão caótico quanto o apresentado em seu conto. Guerras já são por si só assustadoras demais, porém viver tudo isso através do seu personagem nos deixou com pelos arrepiados. Como se isso já não fosse suficiente, descobrimos que a guerra era apenas a ponta do iceberg: tudo aquilo eram memórias, e o protagonista despertou de seus devaneios para emergir em algo muito pior, uma tortura. Isso foi muito assustador! Parabéns pela história incrível e por nos fazer entrar em um mundo tão diferente do que conhecemos hoje. No mais, reiteramos que os vencedores do desafio serão anunciados em 29/10 — hoje — através do Facebook. Fique de olho! Um abraço, Equipe de Comunidade da Embaixada Brasileira do Inkspired.
October 29, 2020, 19:23
amy ⛓️ amy ⛓️
Inhai, dona Lita? Tudo bom? Olha... parabéns pela agonia que me fez sentir com as suas descrições. Conseguiu reinventar os contos de horror fazendo uma abordagem histórica, o que só faz intensificar o sentimento primeiramente mencionando: a agonia, somada à tensão, ao medo, ansiedade... o texto transborda cada um desses sentimentos, e quando chega ao fim ficamos encarando a tela, boquiabertos. Amei a proposta do seu conto, nem acredito que você resolveu criar um aos quarenta e cinco do segundo tempo, e ver um resultado tchutchuco desses dá um calorzinho no coração. Agora 'vambora 'trabaiá que temos os resultados do desafio pra divulgar já já. 👀 Um abraço da filha favorita da Karimy pra você.
October 29, 2020, 14:43

  • Litalea Draak Litalea Draak
    Ala a exibida se achando a filha favorita KKKKK Obrigada amore, eu tinha outra idéa mas iria acabar demorando mais para desenvolver, que bom que essa deu certo <3 October 30, 2020, 16:39
Lua Baldonado Lua Baldonado
Eu amei muuuito e fiquei bastante agoniada com o final, mas a dor do personagem é quase palpável e isso é maravilhoso! Parabéns pela história.
October 29, 2020, 01:33

Karimy Lubarino Karimy Lubarino
Oieeee! Você surpreendeu com o tema, hein! Cara, eu acho que levei mais susto do que ele ao descobrir que se tratava de uma tortura. Cheguei ranger os dentes. Gostei muito da história, e me senti bastante envolvida com o personagem. Parabéns pela história ♥️
October 28, 2020, 23:36

Mag W Mag W
Eu gostei da história, mas ela tem alguns erros ortográficos, que as vezes atrapalham um pouco a narrativa.
October 28, 2020, 23:10

  • Litalea Draak Litalea Draak
    Obrigada por me notificar ^^ Escrevi um pouco na pressa e acabei nem percebendo kkkkk Jajá irei corrigir tudo ❤️ October 28, 2020, 23:12
~