fanny_odadmayan Fanny Odadmayan

Min Yoongi era um médico que vivia para seu trabalho, passava horas em cansativos plantões onde a única alegria era chegar em casa e ter seu merecido descanso. Apenas mudava de figura com Jung Hoseok, um florista carismático que trazia alegria ao mundo cinza do doutor.  Em um dia Hobi acaba fazendo uma proposta inusitada, para Yoongi fingir por algum tempo ser seu namorado. Inicialmente o médico achou loucura mas quando viu seu amigo pedir a Jimin, um ciúmes nunca visto o dominou. Que sentimentos estava florescendo no médico? Esse casal no qual nasceu num disfarce vai descobrir inúmeros sentimentos além da amizade.


Fanfiction Groupes/Chanteurs Interdit aux moins de 18 ans.

#yaoi #bts #kpop #yoonseok #sope #bangtanboys
2
701 VUES
En cours - Nouveau chapitre Tous les 10 jours
temps de lecture
AA Partager

Dias antes das sete semanas

Yoongi tomava seu café em plena madrugada, estava inclinado sobre a mesa de madeira enquanto lutava para ficar acordado. Suspirando cansado enxergava o relógio na parede marcando 3 horas da manhã. Deu um sorriso fraco então subiu ao seu quarto, retirou as roupas devagar depois vestiu o pijama e caiu com tudo no colchão macio. Sorriu satisfeito quando pode aproveitar a sensação maravilhosa do sono, acomodou-se debaixo das cobertas e então dormiu.

Atuava como médico num importante hospital de Seul, viera quando completou os anos na faculdade, algumas vezes a saudade recaia nele fazendo este lembrar dos bons momentos em sua cidade natal. Claro que não eram uma família perfeita contudo possuíam união, qualquer faria tudo a fim de ver o outro feliz.

Seus dias naquela grande metrópole conseguiam serem exaustivos, passava horas nos plantões ouvindo várias vezes o médico responsável pela área resmungar. Apesar disso, tinha amor por aquilo que realizava, estudou vários anos e agora queria se tornar um melhor profissional possível.

A noite passou depressa, amanheceu totalmente desajeitado na cama, o travesseiro entre as pernas, os braços esparramados, uma baba saia da boca. Odiava quando os raios solares refletiam no rosto, cobriu com a coberta mas não conseguiu dormir mais. Sons de latidos ecoaram, pessoas conversando, carros buzinando…… realmente o mundo queria que ele acordasse.

Levantou indo sonolento para a cozinha, preparou algo faminto, sempre ficava assim de manhã. Sentou assistindo alguma coisa aleatória na televisão, deitou relaxando entre as almofadas macias, nesse momento escutou alguém bater na porta.

- Ah mas que merda! Ninguém deixa eu descansar.

Ele abriu vendo a face alegre de Hoseok.

- Olá Yoon, como vai?

- Estou ótimo - falou contragosto - Diz logo, veio pedir algo né?

- N-nossa eu apareci aqui na maior bondade desejando saber do meu amigo e irá me tratar desse jeito?! - indagou numa culpa fingida.

- Hum, desembucha.

O mais novo entrou contente pulou no sofá depois sorriu olhando fixamente ele sentar, estranhou quando recebeu um utensílio contendo alguns pedaços de carne. Ganhar a comida preferida apenas comprovava o interesse do outro homem. Conheceu Jung Hoseok quando se mudou, este morava no andar debaixo porém conversava com todos moradores dali. Sempre animado e esbanjando simpatia, era impossível alguém não gostar dele. Os dois ficaram mais próximos por terem gostos em comum, além disso o sujeito trazia uma alegria para a vida corrida do psiquiatra.

Após os expedientes faziam coisas juntos como ver filmes, jogar vídeo game, sair, beber. Hobi cuidava de uma floricultura a dois quarteirões daquele prédio. Nunca soube se já havia tentado algum curso ou graduação, ele não demonstrava ter grandes ambições. Adorava estar entre as flores, contaria todos significados na qual essas plantas poderiam apresentar mas o amigo cortava a conversa algumas vezes.

- Muito bem, estou ouvindo.

- Yoon você parece mais bonito hoje, passou um creme diferente?

- Sem enrolação.

- Ah tá legal - exprimiu posteriormente mordeu os lábios apreensivo - P-preciso que finja ser meu namorado.

- C-como é?!

- Só por umas semanas.

- Enlouqueceu né?

- Finalmente contei para minha família que sou gay, todos ficaram tão entusiasmados e…. não pude desmentir quando perguntaram sobre um companheiro.

- Estará mentindo isso é pior.

- E-eu sei mas depois invento qualquer coisa que não deu certo. Sempre me escondi por medo, vivo com os sentimentos reprimidos tempo demais. Agora finalmente falei para eles como sou realmente, será rápido eu prometo.

- Preciso pensar Hobi.

- Olha vou intrometer em nada na sua rotina, apenas trocamos alguns beijos e carinhos perto deles.

Yoongi levantou andando de um lado para outro ainda surpreso, cruzou os braços fitando o amigo.

- Por que pediu para mim?

- Oras v-você não pode esconder que não sente atração pelas mulheres.

- Tem certeza disso? Apenas trabalho muito e….

- Sem desculpas, aliás percebi muito bem como olhou para o Jimin aquele dia.

- D-deixa d-disso - gaguejou.

- Seus flertes exalavam tensão sexual!

- Só porque nós dois somos próximos está dizendo essas coisas.

- Yoon temos uma amizade sincera, certo? - perguntou chegando perto do doutor.

- S-sim.

- Então me diga se falo a verdade.

Ele engoliu em seco, fitou aqueles doces olhos esperando uma resposta. De fato nunca teve interesse em garotas, tentou sair com uma vez mas nem conversava direito, desde sempre notou como notava os homens achando estes atraentes. Achava mesmo Jimin sexy, o mais novo tinha um jeito provocante e fofo, era impressionante. Trocaram algumas mensagens quentes pelo a celular entretanto o médico não prosseguiu pois aquelas sensações ainda eram todas novas.

- Talvez tenha razão, eu reparo em pessoas do mesmo sexo.

- Então, sobre minha proposta…..?

- O-olha está na hora de trabalhar, melhor me arrumar.

- Seu plantão é só mais tarde.

- Exato, preciso descansar quer voltar outro horário.

- Yoon você vai negar um pedido meu? - questionou choramingando.

Ele respirou fundo massageando as têmporas, seguidamente puxou Hoseok até a porta dando seu melhor sorriso.

- Te vejo depois ok?

- Pelo menos vai refletir né?

- Sim - respondeu se despedindo.

Caminhou para o quarto sem reação somente sentou na cama tentando absorver tudo.

/*/*/*^*/*/*/

Retornou a floricultura quieto pegou logo uma cesta de rosas empilhando tudo nos lugares certos, então separou outras flores colocando em vasos. Limpou as prateleiras, posteriormente revisou os pedidos dos clientes, Jimin observava silencioso. Estranhou tais atitudes mas comentou nada, preferiu deixar o homem sozinho com seus pensamentos.

Foi atender alguns clientes que entraram na loja, agia simpático e atencioso mostrava várias espécies coloridas. O Park chamou para almoçarem após as pessoas saírem, sentaram numa mesa no fundo do estabelecimento.

- Parece quieto.

- Estou normal, apenas hum pensativo.

- Sobre?

- Olha, você gosta de garotos né?

- Sim, por que?

- P-poderia fingir ser meu namorado?

/*/*/*^*/*/*/

Yoongi estava sentado enrolado na coberta, bebericando uma xícara de chá parecia ter paralisado enquanto analisava a proposta do amigo. Havia notado algumas vezes Hoseok, considerava este bonito entretanto nunca quis dar um próximo passo pois não sabia como o outro reagiria. Apenas ficava ao lado dele para prestar apoio, foi desse jeito quando finalmente abriu a floricultura, seu sorriso enorme irradiava boas energias. Lembrou do abraço apertado no qual trocaram, as primeiras vendas renderam comemorações pelos dois. Em alguns dias de folga ia auxiliá-lo, passavam horas realizando tarefas depois comiam juntos, ele ficava com frio na maioria das vezes naquela época então o mais novo trazia seu enorme casaco envolvendo-os, próximos ambos se esquentavam. Adorava a companhia poderia permanecer muito tempo ali somente sentindo o calor do homem.

- Eu devia ajudá-lo, já fez tantas coisas para mim - murmurou consigo mesmo - Aliás não vamos estar num relacionamento de verdade.

Deu um pulo trocando de roupa, iria encontrar o florista rapidamente.

/*/*/*^*/*/*/

Estacionou seu automóvel na frente do local, saiu animado mas parou quando viu Hobi conversar rindo bastante com Jimin, montaram uma coroa de flores. Trançavam os botões das rosas vermelhas habilidosamente, entrou encarando eles colocarem um na cabeça do outro após terminarem.

- Ficou tão fofinho em você - disse o Jung - Esse tom forte se destaca nos seus cabelos platinados.

- Obrigada hyung, também gostei das rosas amarelas. Realçaram a alegria estonteante presente em ti.

- Agora que estamos juntos podemos fazer várias coisas assim.

- Como é?! - esbravejou atraindo atenção deles.

- Ah oi Yoongi, nem te vi aí.

- Percebi.

- Espera só um momento.

Ele puxou o Min para um canto não querendo ser ouvido.

- Você pareceu tão desconfortável que pedi a outra pessoa, desculpe.

- Eu queria pensar!

- Sei, mas não é melhor assim. Podemos continuar como antes.

- Inacreditável Jung Hoseok - expressou indo embora.

- Ei vamos dialogar….. calma aí.

O homem apenas viu seu amigo entrar no carro e partir.

- Aconteceu algo?

- Não sei porque ficou tão bravo. Vou falar com ele, fecha tudo para mim.

- Claro - proferiu vendo o outro sair correndo.

25 Mai 2020 07:01:04 0 Rapport Incorporer Suivre l’histoire
0
Lire le chapitre suivant Coração acelerado

Commentez quelque chose

Publier!
Il n’y a aucun commentaire pour le moment. Soyez le premier à donner votre avis!
~

Comment se passe votre lecture?

Il reste encore 3 chapitres restants de cette histoire.
Pour continuer votre lecture, veuillez vous connecter ou créer un compte. Gratuit!