Faz a Fila Seguir historia

thekaty TheKaty

Antes de enviar Hinata para uma missão contragosto do Nanadaime, Naruto se arrepende em não ter ouvido sua esposa. Decaiu em trevas, o levando à cometer atos que não faria antes do ocorrido entre o casal visto como mais fofo de Konoha. "E vem uma de cada vez".


Erótico Sólo para mayores de 18.

#NaruMei #naruino #NaruTema #NaruTen #NaruSara #narusaku #naruhina #naruto
0
608 VISITAS
En progreso - Nuevo capítulo Cada 30 días
tiempo de lectura
AA Compartir

Passando dos Limites

- Eu posso mandar outra pessoa no seu lugar.

- Não confia na minha força, nanadaime?

A ironia na voz da morena fez o loiro bufar voltando a assinar o papel, ainda com receio em enviar sua esposa para longe em uma missão árdua.

- Posso mandar um clone junto?

- Naruto! - A Hyuuga tinha ativado o byakugan.

- Calma, leoa. Irei matar o Sasuke se algo acontecer com você.

- Eu sei me cuidar, Uzumaki.

Naruto terminou de assinar os papéis da missão que Hinata faria junto com o Uchiha e se lembrara do quão frustrado Sasuke ficou por não fazer a missão sozinho. Terminado com os contratos, levantou com as folhas entregando para Hinata que fora assinando sem ler. Ficaria dois anos distante de sua esposa, era tempo demais.

Sem aviso algum, Naruto segurou os longos cabelos da Hyuuga empurrando seu rosto de lado contra a mesa assustando a morena. Despiu-a de seu short rapidamente arranhando sua coxa. Naruto se ajoelhou mordendo a bunda avantajada do pequeno corpo ao seu comando, com a ponta da língua se deliciava com o sabor da morena a penetrando em sua intimidade. A Hyuuga tentava balbuciar algo, porém tinha seu cabelo puxado brutalmente. Babou muito esfregando os dedos em seu clitóris, alastrando a língua até sua entrada anal a deixando lubrificada. Ignorando a força que a morena pusera tentando se mover, desnudou-se colocando fortemente seu órgão ereto na bunda da morena de uma só vez, um grito pôde ser ouvido da morena, que fora puxada pelos cabelos tendo a coluna envergada.

- Pra não esquecer de mim.

- Na-Naru…

Com mais força, Naruto socava seu membro dentro da Hyuuga, mordia suas costas sem piedade, queria marcá-la para que não esquecesse do seu Hokage. O loiro comprimia rudemente os peitos fartos na mesa, sem cessar seus movimentos até ejacular dentro da pequena que se encontrava esgotada pela rispidez do mesmo, respirava fundo conseguindo voltar à consciência.

Inocente. Novamente teve sua cavidade anal penetrada pelo rígido membro do Uzumaki, forte e rápido, a empurrava tanto na superfície que se questionava como a mesma ainda não havia quebrado. Não recordava da última vez em que Naruto não a fodia violentamente, era sempre bruto, insaciável e incontrolável. Mentalmente a morena agradecia por novamente sentir seu órgão pulsando e gozando em seu interior, pois o mesmo se retiraria, Naruto usou a técnica de transferência de chakra para recompor a morena mais rapidamente e em poucos segundos estava com o manto da Kurama envolta de si, mas o loiro aproveitou que ela se restabelecera para afundar seu corpo no traseiro da mulher ferozmente.

Hinata tinha os olhos marejados pela ardência, e seu corpo, contragosto ao que sentia, gemia baixo junto aos gemidos e urros másculos que ouvia. Queria que aquilo acabasse logo, mas conhecia a força de Naruto, ele não se esgotava nunca e sempre que percebia o fraquejar do corpo esbelto em suas mãos transferia chakra e a descansava forçadamente. Naruto puxou Hinata para si admirando suas pérolas assombradas, inquieto pela expressão em seu rosto. Ao gozar pela terceira ou quarta vez, a morena não contava mais desejando o passar do tempo, virou a pequena a puxando para seus braços, ofegava com as pérolas rosadas pelo choro que guardava.

- Hina? - A morena afundou seu rosto no peito de Naruto.

- Eu pedi pra parar, Naruto-kun.

- Desculpa, vou me redimir.

- Não, Naru..

Antes que a morena terminasse a frase, o Uzumaki tinha deitado o corpo da mesma sobre sua mesa novamente, com movimentos sutis dessa vez. Abriu as pernas da mesma, e com o máximo de calmaria possível roçava seus dedos na intimidade úmida da princesa do byakugan, beijava o pescoço da mesma, descendo até os peitos que ele tanto amava, já bem avermelhados pelo impacto anterior na mesa.

Não se importava com o tempo que levaria, ele precisava chupar aqueles mamilos, deixar chupões na pele branca, daria atenção total àquela parte tão preciosa da Hyuuga. Apertava o bico esquerdo enquanto mordia delicadamente o outro, descendo sua outra mão até a intimidade feminina molhada pela persistência que o Hokage tivera em força-la anteriormente, a masturbava, as vezes lhe penetrava um dedo ou dois voltando a estimular seu clitóris.

Naruto apertou os dois seios, esfregando o rosto neles, colocava a língua para fora lambendo tudo, enquanto a jovem juntava forças para tentar o afastar, mas o corpo a traía. Repousou as pequenas mãos no peitoral nu do marido, sentindo as mãos do Uzumaki abrirem suas pernas, as colocando para cima, ele distribuiu tapas pelas nádegas pálidas se deliciando com os gemidos tímidos de sua mulher.

Firmou seu pênis na intimidade já rubra, numa última súplica, Hinata moveu a cabeça negativamente juntando chakra para empurrar o peitoral do nanadaime, mas mesmo com a força da princesa perolada o loiro sequer moveu seu corpo, apenas introduziu-se lentamente para que sua esposa sentisse cada parte do seu membro devorando seu interior. A morena sentia vontade de chorar, sua alma gritava implorando que ele parasse, mas sua garganta transfigurava seus sentimentos gemendo enlouquecida, ora mordia seus lábios com intenção de pausar as demonstrações opostas ao que sentia, entretanto apenas excitava ainda mais seu marido que investia com mais velocidade, aumenta o ritmo e a força das estocadas. Seguiu nesse ritmo rápido, no limite de ultrapassar a violência, ejaculou preenchendo a intimidade da Hyuuga, que se encontrava próxima de desmaiada. Com ternura, Naruto pegou a pequena em seu colo, sentou sobre a mesa a deixando repousar em seu peitoral, sorria deslumbrante, completamente suado, sem ver os olhos de peixe morto da mesma.

- Você é incrível, Hina.

- E-Eu… - Ela não conseguia falar.

- Também sentirei saudade. Não me esquece.

Como último ato, o Hokage chupou feroz seu pescoço deixando a pele branca com uma marca bastante arroxeada. Depositou um beijo no local, colocou-a no chão e com um tapa na bunda avantajada da mulher pediu que ela se vestisse, fazendo o mesmo, mas a morena sequer conseguia se mexer.

- Eu quero divórcio. - O sorriso de Naruto sumiu, sem entender tais palavras a fitou. - N-Nunca mais t-toque em mim novamente, Na… Hokage.

- O que você está falando, Hina?

- Hinata. Hyuuga Hinata, Hokage.

Os orbes azuis refletiam o oceano, não entendia aquela brincadeira de mal gosto, mas nunca vira a flor mais tímida de Konoha tão séria. Esperou-a colocar sua roupa, querendo sorrir maliciosamente quando a viu cobrir com os longos cabelos a marca em seu pescoço, e ele sabia que tinham várias dessa pelo seu corpo já coberto.

- Não irei anunciar publicamente, ainda. - Perplexo com as palavras firme dela, Naruto levantou da cadeira tocando em suas mãos, mas a mesma recuou.

- Hi… Hyuuga, o que eu fiz? - Os olhos perolados se fecharam deixando o seu rosto ser tomado pelas lágrimas.

- Sério, Naruto? - Ela secara as lágrimas. - O que você fez?!

Antes que o Hokage pudesse falar algo, a Hyuuga socou a mesa ativando seu byakugan, espantando o loiro ainda mais. Nunca tinha a visto enfurecida daquele jeito.

- O QUE VOCÊ FEZ?

- Hinata, calma… - Naruto dizia levantando e tentando tocar no ombro da mesma que desviava de si.

- VOCÊ ME ARROMBOU, NARUTO. - Ele lhe lançara um sorriso malicioso, há muito tempo não a ouvia tão agressiva, gostava daquilo.

- Era a intenção, Hina. - Com as bochechas vermelhas envergonhada pelo seu olhar, ainda possessa de raiva, desviou o olhar.

- E-Eu não queria… nos últimos anos você só me abusa, só quer me foder com violência, não se importa se eu estou gostando, se eu quero.

- Você não gosta? Nunca reclamou, pensei que era tão gostoso pra você quanto é pra mim.

- Claro, Naruto, eu amo ficar com o meu cu ardendo e sangrando.

Ele não conseguia decifrar as frases da morena, estava tão séria, queria sorrir satisfeito com o que ela dizia, mas sabia que estava sendo irônica. Só não compreendia porque ela nunca tinha dito, não sabia o que dizer naquele momento, abria e fechava a boca sem conseguir soltar uma palavra.

- Amanhã eu vou partir, quando eu voltar só quero os papéis para eu assinar. Você pode explicar para a Himawari? Creio que o Boruto irá entender.

Sentiu uma pontada no coração, ela estava falando sério. Ele elevou a cabeça a vendo de costas próxima da porta, se levantou querendo correr até ela e não a deixar ir.

- Hime, - a morena fraquejou parando com a mão na maçaneta. - Se houver algo que eu possa fazer…

- Os papéis.

- Desculpa, Hina.

A morena partira sem ouvir.

1 de Noviembre de 2019 a las 02:30 0 Reporte Insertar 0
Continuará… Nuevo capítulo Cada 30 días.

Conoce al autor

TheKaty Uma escritora amadora com mais de um metro e meio de altura. Não existe melhor passatempo do que ler, jogar ou assistir séries/animes/filmes. Ou deixar os inimigos na dúvida. Amante da física e do cálculo, namorada de exatas, é mais fácil me encontrar em Summoner's Rifit do que em algum bar, porém ultimamente estaria mais fácil em me encontrar pela Colônia Horizon. Porque? Porque eu posso Possuo perfil no Nyah! Fanfiction, SocialSpirit e Wattpad, onde postarei as fic também

Comenta algo

Publica!
No hay comentarios aún. ¡Conviértete en el primero en decir algo!
~

Historias relacionadas