AS AVENTURAS DE MAGDA Seguir historia

debrittus Maykow Debrittus

Magda é uma garota cheio de sonhos e objetivos, o que ela não esperava era que a vida lhe proporcionasse situações inusitadas e as vezes constrangedoras, mas com um pouco de sorte e bom humor, ela sempre consegue dar a volta por cima e ter momentos maravilhosos.


Romance Chick-lit Todo público.

#chick-lit
0
476 VISITAS
En progreso
tiempo de lectura
AA Compartir

MAGDA E O CHÁ DE REVELAÇÃO

Gostaria de saber quem inventou o tal de Chá de Revelação!

Porque o casal não faz como antigamente, recebe o resultado do exame, descobre o sexo da criança e pronto, ponto final. Mas não, Bia e Danilo tinham que me pedir para cuidar de todos os preparativos do chá. O pior, confiaram em me entregar o resultado do exame, apenas eu saberia o sexo do meu sobrinho, logo eu que sou péssima confidente.

Quando comento que não sei guardar segredo, é porque não sei mesmo. Sempre que alguém vem me contar um, antes mesmo de saber meu corpo já fica todo pinicando de vontade de sair contanto, e já vou logo dizendo.

— Não vou guardar segredo! — Se é segredo, porque vem me contar.

Certa vez estávamos comprando roupas no Shopping eu e minha melhor amiga, Thais. Depois de um banho de loja resolvemos parar na praça de alimentação, quando ela começou a contar um. Era tão intenso que à medida que ela contava, quase repetia as palavras dela e contava o caso de volta, de tanta vontade que estava de sair contando. Quando ela acabou me pediu total segredo, neste caso não aquento mesmo! Lembro que nos despedimos, estava caminhando para casa com minhas mãos suadas, aquele aperto no coração. Precisava contar logo para alguém, a angustia estava me matando. Olhava para todos os lados para ver se encontrava algum conhecido, mas nada. Foi então que veio um morador de rua na minha direção pedindo ajuda, perguntei se ele tinha um minuto para conversar, contei todo o caso, no final ele pegou o dinheiro e disse que nunca mais iria me incomodar, não entendi!

Meu irmão e minha cunhada, mesmo sabendo dessa minha vocação, me confiaram essa tarefa, mas já havia pensado em tudo, seria a primeira vez que conseguiria guardar um segredo. Como todos sabiam da minha dificuldade, durante todo o período de preparação a todo instante me ligavam ou me paravam na rua perguntando o sexo, mas dessa vez não contei, por incrível que pareça nem vontade de contar eu tinha.

Enfim o grade dia chegou, estavam todos com aquela curiosidade estampada em seus rostos, aproveitei meu grande momento e estava linda, com um vestido maravilhoso, aquela sandália de dar inveja em qualquer uma, havia comprado justamente para aquele momento, como sempre fazia em festas importantes. Resolvemos aproveitar a área externa e o gramado da nossa bela casa, servimos um almoço acompanhado de um belo churrasco e bebidas, com isso aproveitamos o ar fresco e suave. Para a revelação haviam dois balões com gás hélio, um rosa e outro azul.

Em certo momento meu primo Alex chega com um amigo, lindo! Não pude deixar de notar aquele par de olhos escuros, alto, cabelo preto e liso, não entendo porque Deus coloca um cabelo tão liso para um homem, sou obrigada a ficar horas e horas para deixar o meu liso. Assim que Alex me viu, veio em minha direção.

— Magda, este é o Leo meu amigo. — Esse era o nome daquele homem lindo e maravilhoso, só tive força de levantar a mão e dizer.

— Muito prazer. — O prazer é todo meu. — Respondeu ele com aquele voz doce e suave.

Ficamos conversando durante um tempo, conversa muito agradável, mas como era a responsável pela organização, tive que deixa-lo, apesar de que, naquele momento o que eu mais queria era ficar ali olhando e conversando com ele. Me despedi, passei meu numero de celular, ficamos de conversar e marcar de sairmos em outra oportunidade.

Durante o dia tudo correu tranquilamente, até que chegou o momento da revelação do sexo do bebé. Convidei meu irmão e minha cunhada para subirem ao palco. Depois que subiram, pequei os balões e estava me dirigindo até o palco, maldita sandália! Levo um tropeção, caio com aquele vestido lindo e maravilhoso, mas meu desespero maior foi ver que ao cair soltei os balões, fiquei ali no chão enquanto eles foram subindo e subindo. Houve um misto de decepção e risadas, foi quando Leo se aproximou e disse.

— Você esta bem, Magda?

— Tirando que estraguei minha sandália, sujei meu vestido e ainda perdi os balões, acho que vou sobreviver, pelo menos até daqui a pouco. — Muito obrigada.

Segurei em seu braço, levantei e foi em direção ao palco, no momento em que subi notei que era o centro das atenções, até que meu irmão gritou:

­­— E aí Magda pode dizer qual será o sexo do bebê?

­­— Não sei! ­­— Como assim, você não sabe? — Questionou ele de forma assustada.

­­— Não sei! — Olha, todos vocês sabem da minha predisposição que tenho de não guardar segredo, mesmo assim confiaram essa tarefa a mim. Prometi para mim mesma que pela primeira vez na minha vida não contaria, mas qual seria a única maneira de conseguir? Eu também não poderia saber. Sendo assim repassei o exame para a dona da loja KiPresentes, onde comprei os balões, solicitei que me entregassem eles preparados, não quis nem anotar o telefone para não correr risco.

Olhei para eles, e todos não paravam de rir, neste momento evitei olhar muito para não cruzar meu olhar com Leo, mas não foi possível. Ele ficou gesticulando com uma mão, na outra segurava o celular, foi quando veio em minha direção e disse:

— Magda, você disse que entregou o exame para a proprietária da loja balões KiPresentes?

— Isso mesmo, por quê? — Minha irmã é a proprietária, estou com ela no celular, converse com ela, seu nome é Aline.

— Não, acredito! — Olhei-o em seus olhos, tive vontade de pular daquele palco, dar um abraço e vários beijos naquela boca linda, mas me recompus, apenas peguei o telefone.

— Aline, tudo bem e Magda. — Oi Magda, eu estou bem e você?

— Agora, vou ficar melhor. — O Leo já deve ter contato o que aconteceu, mas graças ao destino ele me salvou, preciso saber o sexo do bebê!

Assim que ela me contou, aproveitei para fazer um suspense deixando todos esperando.

— É menina.

Houve uma gritaria enorme, seguida de uma comemoração daqueles que queriam menina, nesse momento meus olhos não desgrudavam de Leo, desci do palco, sai correndo em sua direção, sem que ele pudesse reagir ou fazer qualquer outro movimento, já estava beijando-o. Passamos uma noite e um final de semana maravilhoso

Graças a uma coincidência do destino fui salva desse episodio trágico, passando um dos melhores finais de semana da minha vida.

14 de Octubre de 2019 a las 15:35 3 Reporte Insertar 2
Continuará…

Conoce al autor

Maykow Debrittus Natural da cidade de Ipatinga, localizada na região leste do estado de Minas Gerais, a 240 km da capital Belo Horizonte. Venho de uma família de quatro irmãos, casado e pai de três filhos. Publiquei meu primeiro livro "Adoção, uma história de Vida”, para homenagear meus filhos, a partir daí passei a escrever por hobby e paixão. Tenho outro livro publicado “O Exercício do Amor – Drama”, participações em revistas, antologias e coletâneas.

Comenta algo

Publica!
gaKk🔥mura gaKk🔥mura
Putz! Essa deve ser geminiana. Rs

MiRz Rz MiRz Rz
Olá, eu sou a MiRz do Sistema de Verificação do Inkspired. O Sistema de Verificação atua para ver se as histórias estão dentro das normas do site e ajudar os leitores a encontrar boas histórias no quesito de gramática e ortografia; verificar sua história significa colocá-la entre as melhores nesse aspecto. A verificação não é obrigatória para sua história continuar sendo exibida no site, portanto se não se interessar em obtê-la, basta ignorar essa mensagem e não alterar o seu texto. Caso queria que outras histórias suas sejam verificadas, é só contratar o serviço através do “Serviços de Autopublicação”. Sua história está marcada como “em revisão” pelos seguintes apontamentos retirados do seu texto: 1) Confusão de frases. Em alguns momentos do texto, a frase parece um pouco confusa no contexto, pois parece ser uma pergunta, mas acaba sendo uma afirmativa, como por exemplo, em “[...] Segredo é segredo porque vem me contar! [...]”. 2) Falta de vírgulas. O texto apresenta falta de algumas vírgulas em orações independentes entre si, por exemplo, “[...] Lembro que nos despedimos estava caminhando para casa [...]”, deveria haver uma vírgula entre “despedimos” e “estava”. Falta vírgulas em vocativos e em frases explicativas. 3) Acentuação. Há algumas palavras como “número”, “está”, “e” no lugar do “é”. 4) Erros ortográficos, como “rizadas” no lugar de “risadas”. 5) Diálogos de personagens distintos no mesmo parágrafo. Eu dei apenas alguns exemplos retirados do seu texto, há alguns outros detalhezinhos além dos que eu citei que vai precisar de uma revisão mais minuciosa. Se você quiser, pode contratar o serviço de um Beta Reader aqui no Inkspired no Serviço de Autopublicação. Eles poderão fornecer maiores detalhes, que aqui na verificação nós não temos como. Caso ainda tenha o interesse de ter a história verificada é só responder esse comentário, que eu faço uma nova releitura. No mais, a história está bastante divertida. Magda parece ser uma moça comicamente desastrada. Parabéns. Tenha uma boa semana! :)
~