Spiritus Mundi Seguir historia

william-ramos1567459303 William Ramos

Após sofrer um acidente de carro grave fui parar no hospital em condições graves, estava prestes a morrer quando me dou conta estou em uma jornada épica em um mundo espiritual que eu nunca tinha ouvido falar com os seres mais misticos da historia.


Cuento Todo público.

#259 #espiritualidade #indiana #chinesa #332 #mitologia #wukong #Buda
Cuento corto
1
1.8mil VISITAS
En progreso
tiempo de lectura
AA Compartir

Capítulo 1 A transição

- Bati a cabeça em um acidente de carro grave

-Estou desacordado

-Sou levado para o hospital

-a situação e tão grave que entro em coma

-só consigo ouvir as vozes meio que de fundo

-familiares chorando

-médicos falando sobre o que irão fazer

-de repente tudo se apaga e não consigo ouvir mais nada nem de fundo

-depois de um tempo acordo, mas não nesse mundo

-estou em um campo enorme

-com arvores frutíferas, campos de flores que se estendem até onde a vista possam alcançar

-olho pra tudo aquilo confuso

-tento entender onde estou, mas está difícil

-olha em minha volta, tentando encontrar alguém

-olho de relance e no meu lado direito, tem alguém parado ali

-me observando

-mas aquela figura está parada de uma forma estranha

-quando as nuvens se abrem consigo ver com mais clareza

-e um macaco em cima de seu bastão

-está de pé em cima nele

-em um equilíbrio perfeito com apenas uma das pernas

-mas não é um macaco comum, ele e mais alto dos que eu conheço

-os pelos em seu rosto mais parecem uma barba do que pelo em si

-seus pelos tem uma coloração castanha

-tem uma faixa preta em sua cabeça com um símbolo branco estranho

-olhos amarelos com a pupila bem negra

-ele ainda está me observando quando diz


Macaco Estranho

- "Finalmente acordou, vamos temos que falar com o mestre"

-e com uma cambalhota magistral para frente no ar

-ele cai de pé sem fazer um misero barulho

-pra minha surpresa ele consegue ficar ereto como humanos sem problemas e falar também

-ele pega seu bastão sem deixar cair

-olha pra mim e acena com a mão para que eu o siga

-então o sigo

-andamos um pouco pelos gramados verdes, campos floridos

-uma coisa e certa, não sei onde estou mais aqui e muito bonito

-em uma arvore solitária naquela imensidão de flores

-está uma figura gordinha

-está com um manto vermelho cobrindo o corpo inteiro com um símbolo enorme nas costas

-está parado de costas pra nós

-olhando pro horizonte

-vamos até ele,

-ele se vira para nós e fala


Figura Gordinha

- "havia muito tempo que uma alma humana não vinha parar aqui, meus parabéns você e diferenciado dos demais porem não significa que isso e bom."

Eu

- "Alma? como assim então eu morri? e quem são vocês afinal?"

Figura Gordinha

- "Perdoe-me a falta de modos, eu sou Buda e esse ao seu lado e o Wukong meu guardião mais fiel"

-eu penso comigo mesmo (realmente estou morto, não pode ser estou falando com o grande Buda e um macaco que fala que se chama Wukong)

Buda

-"Você não está totalmente morto."

Eu

- "Como assim?"

Buda

- "Sua vida está em cima de um fio curto que do lado direito está a vontade de viver te puxando."

-ele dá uma pausa curta e continua

- "porém do outro lado está Tânato o deus da morte te puxando para que sucumba na escuridão do submundo, Tânato não iria fazer algo assim se sua alma não fosse especial."

-eu fico chocado ouvindo tudo aquilo e penso comigo mesmo, como um mero humano como eu vim parar aqui, e agora tem até o deus da morte querendo me levar.

Buda

-"por isso estou aqui para te guiar, para que a vontade da vida vença e te puxe para o lado certo, mas não será fácil para isso você terá que passar por uma jornada perigosa Tânato tentara te impedir de várias formas, por isso Wukong um de meus guardiões está aqui para te ajudar."

-ele continua

- "Wukong te protegerá e te ensinara o que for necessário, agora chegue mais perto irei te dar a bênção para seguir sua jornada "


-eu chego perto dele um pouco tenso

-Buda coloca sua mão em minha testa, começa a recitar umas palavras estranhas que não faço ideia do que significa

-mas quando ele encosta sua mão em minha testa algo acontece, uma paz recai sobre mim

-e como se estivesse em baixo de uma cachoeira que conforme a água cai vai levando minhas impurezas e algo incrivelmente tranquilizador

-quando ele termina de recitar tira a mão de minha testa e fala

Buda

- "Te dei um poder básico porem com sabedoria se torna poderoso"

Eu

-"Poder? que tipo de poder"

Buda

-"Agora toda vez que algo perigoso estiver se aproximando você irá conseguir enxergar uma fumaça enorme preta e vermelha na direção em que o perigo estiver se aproximando isso irá lhe dar uma vantagem grande em sua jornada."

-nessa hora não sei se agradeço porque ainda estou muito confuso, mas antes que eu pudesse falar algo

-vejo essa fumaça vindo de trás passando por cima de meu ombro

-quando me viro

-wukong está no ar caindo em minha direção com o bastão levantado pra cima pronto para o ataque

-e então ele cai com um ataque poderoso, ele bate o bastão ao meu lado

-estou paralisado de medo

-o bastão ao meu lado bate com tudo no chão e produz um vento incrivelmente forte com o impacto

-Wukong o levanta e Buda coloca suas mãos em meu ombro uma calmaria recai sobre mim novamente


Buda fala

- "Essa só foi uma demonstração para você ver que o poder funciona, você viu a fumaça não viu?"

Eu

- "Vi sim e tinha achado até estranho um lugar como esse haver perigo"

-Wukong fala com uma voz tranquila, porém intimidadora


Wukong

- "Seus reflexos são lentos demais"

-peço desculpas a ele e olho para trás e fico impressionado com o que vejo

-o impacto do bastão de Wukong devastou o campo de flores e grama formando uma forma que parecia um facão enorme só de terra

-e quando menos espero as flores e gramas que estavam devastados começam a se regenerar como em sua forma anterior

-como se nada tivesse acontecido

-fico impressionado com esse lugar a cada segundo




To be continued...

2 de Septiembre de 2019 a las 21:54 2 Reporte Insertar 0
Continuará…

Conoce al autor

Comenta algo

Publica!
Mateus Ramos Mateus Ramos
Que orgulho velho! Parabéns!
2 de Septiembre de 2019 a las 21:24
Alexandre S. Gabbia Alexandre S. Gabbia
Muito foda! Aguardando a próxima parte!
2 de Septiembre de 2019 a las 18:11
~

Historias relacionadas