Alguém Matou o Meu Pai Seguir historia

pedrofontes_autor Pedro Fontes

Artur Cardoso é um jovem de 21 anos, independente e estagiário numa revista local. Apesar de pensar que jamais esqueceria o seu passado, ele o esquecera, no entanto não gosta muito de olhar-se no espelho. Ele é novo. Tem o emprego que quer, tem um melhor amigo, mora num quarto de uma pensão e é feliz com toda essa simplicidade. Estava indo tudo bem até começar a ser perturbado por uma presença estranha toda noite onde as luzes não funcionam às 3h45min da madrugada.


Cuento Sólo para mayores de 18.

#fobia #antologia #pedrofontes #suspense #conto #pai #matou
0
3.6mil VISITAS
Completado
tiempo de lectura
AA Compartir

Dedicatória

Este conto é dedicado a todas as pessoas que têm medo do escuro e, principalmente, a ARTUR TRINDADE. Do qual foi inspiração para este conto. Muito obrigado, meu amigo. Espero que todos gostem!

13 de Junio de 2019 a las 12:34 0 Reporte Insertar 0
Leer el siguiente capítulo Alguém Matou o Meu Pai - conto 1/13

Comenta algo

Publica!
No hay comentarios aún. ¡Conviértete en el primero en decir algo!
~

¿Estás disfrutando la lectura?

¡Hey! Todavía hay 2 otros capítulos en esta historia.
Para seguir leyendo, por favor regístrate o inicia sesión. ¡Gratis!

Ingresa con Facebook Ingresa con Twitter

o usa la forma tradicional de iniciar sesión