Flying Without Wings Seguir historia

abigmesquita

Após os eventos da Quarta Guerra, Sakura se dedicou inteiramente ao seu trabalho no hospital o que acabou deixando-a completamente esgotada. Quando tudo se normalizou, Sakura foi enviada por Naruto e Tsunade para ajudar um grande amigo da Hokage, o Comandante Erwin Smith. Ele e sua equipe estavam passando por grandes conflitos e precisavam urgentemente de ajuda. Durante esse tempo com Erwin e sua equipe, Sakura aceitou a proposta do Comandante para se "tornar" um membro da famigerada Tropa de Exploração e não deixou mole. Passou por todas as etapas e se mostrou tão boa quanto o Capitão Levi Ackerman, que logo nomeou a Shinobi como Capitã, com a autorização de Erwin. Infelizmente como tudo o que é bom dura pouco, Sakura teve que voltar a Konoha, porém Erwin prometeu a mesma que em breve iria visitá-la e compensar a ajuda que Tsunade prestou a ele. Após meses, a Tropa chega em Konoha e Naruto propõe aos cadetes o mesmo desafio em que Erwin submeteu a Sakura, fazendo os mesmos se tronarem grandes ninjas. Agora com ambos os lados quites, eles aproveitam para relaxar. Só que nossa querida Capitã Uchiha aproveita para deixar um desafio que com certeza vai mudar para sempre a vida de todos. Ninjas e Soldados se unem em prol do companheirismo, da dor, do amor e principalmente da DIVERSÃO.


Fanfiction Anime/Manga Todo público.

#armin-arlert #MikasaAckerman #ErenJeager #narutouzumaki #TsunadeSenju #Ino-Yamanaka #ErwinSmith #hangezoe #comédia #autoral #fanfic #SakuraUchiha #LeviAckerman #naruto #snk
0
3.3mil VISITAS
En progreso - Nuevo capítulo Cada 10 días
tiempo de lectura
AA Compartir

I - Sentiram minha falta?

Narrado por Uchiha Sakura



Era um final de semana normal... pelo menos era pra ser. Acordei, me olhei no espelho e fiz aquela auto-avaliação: Quero dormir mais pouco!! Porém quando me deito novamente, ouço batidas na porta e logo um rosto familiar aparece.

- Mãe? - Sarada ri ao ver meu estado matinal.

- Sarada!!! - Trato de amarrar meu cabelo enquanto ela se aproxima. - O que faz aqui?

- Bom dia pra senhora também Drª Uchiha... - Sarada cruza os braços e me olha com um sorriso zombeteiro.

- Bom dia - Sorrio para ela e passo as mãos esfregando os olhos para despertar de vez, enquanto recebo um beijo da mesma em minha testa.

- Tenho duas notícias, qual você quer primeiro? - Sarada caminha em direção a porta indicando que vai sair, me deixando um tanto curiosa com essa pergunta.

- A boa. - Cruzo os braços e a encaro ansiosa

- A boa é que hoje é sábado! E a má... - Sarada pensa um pouco antes de retomar sua fala.

- A má...? - Franzo o cenho e espero.

- Você foi solicitada pelo Nanadaime agora pela manhã, parece que temos visitas. - Dito isso, Sarada deixa o quarto e um silêncio permanece.

- ...



Narrado por Uchiha Sarada

Após deixar o quarto esperei atrás da porta, porque quando o silêncio reina com Sakura Uchiha, algo está por vir.

- Três... dois... um... e... - Ponho as mãos nos ouvidos, já sabendo a reação de minha mãe e percebo meu pai se aproximar

- ...NARUTOOOOOOO SEU IDIOTA!!!!! - Mamãe dá seu famoso grito de indignação, aproveitando a deixa para acordar todos na Vila.

- O que deu na sua mãe? - Papai se aproxima e pergunta com os olhos fechados, sob o efeito do estilo "Shannaro".

- O Nanadaime pediu que ela fosse encontrá-lo, acho que eles voltaram. - Sigo em direção à cozinha sendo acompanhada por meu pai para terminar o café da manhã. Ele permanece calado, provavelmente já sabendo a quem me referi.


P.O.V Sakura


"EU VOU MATAR O NARUTO!"


Me levanto e vou em direção ao banheiro. Após tomar um banho e me vestir, desço para tomar meu café da manhã.

- Está melhor? - Sarada pergunta.

- Talvez... - Suspiro e me sento à mesa. - Vai treinar hoje?

- Sim, o papai vai me ajudar. - Vendo o sorriso de minha filha e o olhar discreto de Sasuke, acabo por sorrir junto com eles. - O Boruto vai ver só... - Sarada pisca e sorri de canto sendo acompanhada pelo pai.

- Espero não encontrar vocês na emergência de novo. - Ponho meu suco e pego umas torradas já começando a comer.

- Tá certo, pode deixar. - Sarada termina o café, retira sua louça e leva a mesma para lavar.

Nesse tempo converso com Sasuke e também termino meu café, retirando a louça e indo lavar em seguida. Sabendo que ele protestaria o interrompo.

- Vocês estão atrasados. - Digo já lavando os últimos talheres. - Eu ainda tenho dez minutos, podem ir. - Enxugo os mãos e estendo a toalha de volta.

- Tudo bem - Sarada me abraça sorrindo e logo segue para acompanhar o pai.

- Até mais tarde. - Sasuke diz fechando a porta.

- Até! - Volto ao quarto para pegar o par de minha sandália, e desço sentando no batente para calçar as mesmas. Dentro de dois minutos saio, fechando a casa e indo em direção ao escritório do Hokage.

"Se ele tiver me acordado a toa..."

Esse foi meu pensamento enquanto cumprimentava algumas pessoas pelo caminho. Quando me vejo mais próxima, pulo para os telhados e termino o trajeto correndo. Em alguns minutos chego à cobertura do escritório e começo a descida das escadas em direção a sala de Naruto.

- Sakura, aqui à essa hora? - Shikamaru me encontra e estranha.

- Nem me fale... - Sorrio. - Ele está aqui?

- Sim, junto da Godaime.

- Tsunade-sama? - Estranho o fato e logo acrescento. - Shika, aconteceu alguma coisa? - O olho preocupada.

- Não, ele só quer uma segunda opinião feminina sobre um determinado assunto. Ele está te aguardando. - O mesmo me responde calmamente.

- Certo, então é melhor eu ir andando. Até mais Shika. - Aceno e ando até o meio do corredor, parando em frente ao meu destino.

- Até. - Escuto ele me responder.

Já em frente a sala, dou três batidas na porta e espero Naruto me autorizar a entrar.

- Se você tiver me tirado de casa às sete da manhã pra nada Nanadaime, você vai ver Konoha lá do céu enten... - Ao fechar a porta e olhar para frente, vejo um Naruto totalmente "cara de pau" em pé se segurando pra não rir, acompanhado pela Godaime.

Naruto não aguenta muito tempo e solta uma gargalhada e Tsunade-sama balança a cabeça em negativo e sorri. Com um tique nervoso no olho, ainda incrédula com a situação, respiro fundo e me aproximo de ambos.

- Posso saber qual é a graça? - Olho de um para o outro com a sobrancelha arqueada.

Porém Naruto continua rindo e Tsunade o alerta sobre um possível surto meu. Aproveitando a deixa dela, me inclino colocando a mão sobre a mesa, o olhando séria.

- Não pretendo perguntar de novo, então... - Espero alguma resposta vinda dele.

- É pirralha... você não muda mesmo não é? - Uma voz grave se pronuncia e eu travo na hora.

"Não é possível... com certeza estou delirando..." - Pisco os olhos e engulo seco com esse pensamento.

- Algum problema Drª? - Outra voz parecida com a primeira, porém mais alta, pergunta.

Olho para Naruto como quem diz "isso é sério?" e ele balança a cabeça em afirmação. Me pronuncio com uma batida forte na mesa (uma forma de me "acalmar"), enquanto Tsunade encara os presentes (até agora escondidos em alguma parte da sala) com um certo divertimento e caminha para o lado de Naruto. Quando consigo assimilar e processar tudo, encaro os dois novamente, suspiro e Tsunade me lança o olhar de "tá esperando o que?". Imediatamente sou obrigada a me virar e encarar meu pesadelo ao quadrado.

- Então... essas são as visitas? - Digo enquanto ambos se aproximam, me permitindo confirmar as hipóteses de quem realmente estava aqui. Encaro uma última vez os Hokages, com aquele olhar de "vocês me pagam!" fazendo Tsunade rir fraco ao perceber o medo estampado no rosto de Naruto.

- Pelo visto sentiram minha falta, não é? - Volto o olhar para as "visitas", me encostando na mesa com os braços cruzados e um sorriso extremamente sarcástico no rosto.

.

.

.

.

.

.

.

"Naruto, seu filho da mãe..."

Continua...

25 de Mayo de 2019 a las 03:11 0 Reporte Insertar 0
Continuará… Nuevo capítulo Cada 10 días.

Conoce al autor

Comenta algo

Publica!
No hay comentarios aún. ¡Conviértete en el primero en decir algo!
~

Historias relacionadas