Fora de questão Seguir historia

l
lost lover


De vez em quando o que parece fora de questão pode ser o que o nosso coração mais deseja


Romance Suspenso romántico Todo público.

#conto #comédia #juvenil #adolescente #amor #258
1
3.8mil VISITAS
En progreso
tiempo de lectura
AA Compartir

Capítulo um

Era uma tarde fria e chuvosa, eu estava deitada na minha cama escutando música. Estava extremamente tranquila. Não esperava que nada de estranho fosse acontecer. Até que minha mãe entra.

- Meu bem, eu vou sair e preciso que você se lembre de que tem almoço a geladeira pra quando seu pai chegar. E... Ah! Filha, seus amigos estão aí.

Desço e eles estão sentados no sofá de palhaçada, tinha o Antony, a Nayana, Gabriel, um menino que nem se quer sei o nome e o Herick. Sempre me dei bem com eles, eles contam segredos para mim, mas o único que não tinha tanta intimidade era o Herick, ele era um garoto comum, como os outros, magro, meio idiota, sociável e tinha uma franja lisa que sempre estava caída em seu olho.

-E aí. - Exclamei terminando de descer as escadas.

-Tô com fome. - Antony fala antes que eu possa dar oi direito.

-Você só pensa em comida? tem bolo de cenoura, serve?

-Serve.

Vou para a cozinha pegar o bolo e ele continua a brincar de soquinho com os outros, abri o pote e coloquei uns 5 pedaços no prato, pois Antony ama esse bolo, quando sinto uma presença atrás de mim, devia ser o vento, ou impressão minha, sei lá! Mas me virei para conferir, Herick estava ali, parado e com um sorriso brincalhão no rosto.

- Que susto garoto! - Digo revoltada.

Ele pega um pedaço e se vai para sala. Que garoto estranho, não falou um "oi" sequer, apenas pegou um pedaço de bolo e se foi. "sinto que esse ano o conhecerei mais... ai yasmin, para de pensar besteira!"

Voltei para sala e eles estavam assistindo TV.

-Que intimidade toda é essa que eu não sei?

Eles riram, menos o Herick.

- Aí posso ser sincera? Nayana pergunta.

- Pode. - Falamos.

- A Yasmin se dá bem com todos menos com o Herick.

Droga, Nayana, por que você foi ser sincera? Por que eu permiti? Um silêncio surgiu.

-Quero meu bolo, ou melhor, o pote. - Diz Antony cortando totalmente o silêncio.

-Tá aqui.- Estendi o prato.

- Yasmin... - Ele fala olhando pra cozinha.

-Okay. -

Volto até a cozinha e abro a geladeira. Olho para trás e, dessa vez, nada de Herick. Por algum motivo isso me deixou um puco deprimida. Pego o pote do bolo e volto. Entrego o pote para o Antony

-Obrigada. - Ele fala.

Vou sentar do lado da Nayana e Antony senta antes de mim.

Vou sentar do lado do desconhecido e o Gabriel se senta.

Só sobrou um lugar, mas o Antony joga a mochila ali.

Me sento no chão mesmo, infelizmente, ao lado do Herick.

Logo estávamos tapados com cobertores quentinhos, confortáveis e eu ligo a televisão.

- Netflix, por favor! Sex education! - Eu exclamo com os braços cruzados.

Ops, aquela série não é confortável para assistir com outras pessoas.

- Deixa, escolham outra. - Completo.

No fim olhamos "Para Todos Os Garotos Que Já Amei". Rimos das partes engraçadas, xingamos na parte em que a protagonista fazia cagada e essas coisas. No meio do filme todos queriam pipoca e fui fazer mais.

- Só tem pipoca de micro-ondas, pode ser?

Eles concordam e eu vou para a cozinha. Pego cinco pacotinhos de pipoca instantânea, um para cada um e começo a colocar no micro um de cada vez. Até que percebo que havia sido seguida pelo Herick.

- Foi mal, às vezes sou um idiota, meu nome é Herick.

- Tudo bem mas....

- O quê?

- EU SEI SEU NOME, CARAMBA!

-Aff.

-Você é sociável, tem uma namorada linda, é rodeado de amigos idiotas, você às vezes é um embuste e é otaku.

- Como você sabe disso tudo? Droga, Yasmin!

Na real, eu não sabia. Meio que tudo isso tava escrito na testa dele. Ele parecia esse tipo de garoto.

- Ahm, chutei.

- Pois acertou. - Ele riu.

Percebo que havia pego cinco pipocas ao invés. Fui pegar a pipoca no armário de cima. Tento ficar na ponta dos pés, mas ainda não consigo pegar. Dou alguns pulo mas continua sendo inútil.

- Não alcança né? - Pergunta Herick rindo

-É....

Ele pegou em 2 segundos e coloco no micro ondas.

- Obrigada.

- De nada. - Ele sorriu e foi pra sala.

Esperei todas as pipocas ficarem prontas e o Herick me ajuda a levar elas para os outros.

Peguei umas latinhas de refrigerante e levei junto com as pipocas.

- Obrigada. - Agradeceu Antony.

Sentei novamente ao lado do Herick, dessa vez, menos tensa. Durante o filme, conversamos de vez em quando. O filme acabou e acendemos a luz. Todos dormiram e só nós assistimos o filme. Todo mundo mesmo.

- Meu deus! - Falei baixinho.

- Parece que o resultado de sofá mais pipoca é sono! - Disse ele - Eu gosto desse silêncio, sabe?

Ele chegou perto aos poucos. Por um breve momento ignorei tudo ao meu redor. Nossos rosto estavam cada vez mais próximos. Eu me aproximei também, instintivamente e... Nayana acorda.

- AH NÃOOOOO! Todos acordam com o grito dela.

- O que foi? - Gabriel pergunta.

- Eles tavão quase se beijando mas eu acordei.

-Nayana! - Antony a xinga. - Que saco! Deixa eles!

- Droga! - Naiana exclama,

Nós dois ficamos vermelhos, aquilo foi o limite subi as escadas correndo e me tranquei no banheiro. Eles batiam na porta.

- Abre isso, Yasmin! - Antony grita.

- Não!

Fiquei horas lá, até eles irem embora. Lá pelas 14h30 sai, olhei e não havia ninguém. Coloquei um bilhete em cima da mesa para o meu pai.


Pai

Tem almoço pra você na geladeira.

É só esquentar no micro.

Provavelmente estou dormindo agora.

Yasmin


Voltei, me joguei na cama e adormeci.

21 de Mayo de 2019 a las 22:58 1 Reporte Insertar 1
Leer el siguiente capítulo Capítulo dois

Comenta algo

Publica!
Mayra Delibório Mayra Delibório
Estou curiosa....
26 de Mayo de 2019 a las 20:29
~

¿Estás disfrutando la lectura?

¡Hey! Todavía hay 2 otros capítulos en esta historia.
Para seguir leyendo, por favor regístrate o inicia sesión. ¡Gratis!

Ingresa con Facebook Ingresa con Twitter

o usa la forma tradicional de iniciar sesión

Historias relacionadas