O Filme Seguir historia

zephirat Andre Tornado

Quando os filmes podem ser reveladores... ou quando mostram apenas aquilo que queremos que mostrem. Entremos, pois, no mundo das imagens feitas em segredo e captadas no limite da provocação.


Fanfiction Bandas/Cantantes Sólo para mayores de 18. © Linkin Park não me pertence. História escrita de fã para fã.

#Selfie #filme #LinkinPark #mike #chester #Bennoda
Cuento corto
0
3.9mil VISITAS
Completado
tiempo de lectura
AA Compartir

Capítulo Único


Lençóis.


Um farfalhar de tecido, um remexer de coisas embrulhadas e aparece um pé entalado, o raspar de algo, alinhamento, compostura, depois dedos e uma mão. Uma imagem que se foca. Um braço a segurar o telemóvel e a definir o enquadramento. Dois homens sentados numa cama desalinhada. Um deles, vestido com uma t-shirt azul de manga curta, está com as pernas tapadas pelo cobertor, um computador portátil no colo, dedilha concentrado o teclado, a luz do monitor reflete-se nos óculos. O segundo é que está a fazer o pequeno filme caseiro, fora dos cobertores, encostado ao outro, ombro com ombro. Risonho, provocador, pueril, feliz. Coça a cara com as unhas da mão livre. Também está de óculos. Veste apenas umas calças confortáveis, as tatuagens do torso e dos braços em evidência. As cores destacam-se num ambiente impessoal. O cenário é mínimo, descolorido. Paredes claras, travesseiros brancos.


- O que é que estás a fazer, Chazy? – pergunta Mike sem desfitar o monitor.


- Um filme – responde Chester manhoso.


- Um filme…


- Yep.


- Cuidado com os filmes que fazes… connosco.


- Porquê?


- Podem ser mal interpretados.


- Estás com medo do quê, Shinoda?


- Nada. Tu é que não gostas das insinuações.


- Nem tu, baby.


- Hum… Estamos os dois num quarto e numa cama. Depois não te queixes.


- Está tudo controlado.


- O que vais fazer com esse filme?


- Vou guardá-lo para me lembrar.


- Da digressão?


- Não. Para me lembrar que te amo.


Mike gira o pescoço. Encaram-se. Nariz com nariz. Quase a se tocarem. Olhos semicerrados. Respiração calma. Os dois estão sérios.


Um curto segundo de análise.


O telemóvel continuava a gravar o momento.


- Pisga-te – diz Mike regressando ao seu computador. – Tens mau hálito.


Chester ri-se numa gargalhada, lançando a cabeça para trás.


Um dedo que surge e que vai engolfando a imagem.


Fim da gravação.

3 de Mayo de 2019 a las 16:33 0 Reporte Insertar 122
Fin

Conoce al autor

Andre Tornado Gosto de escrever, gosto de ler e com uma boa história viajo por mil mundos.

Comenta algo

Publica!
No hay comentarios aún. ¡Conviértete en el primero en decir algo!
~