Amor De Ceo Seguir historia

aelita Allyne g

Rin é uma profissional da área de TI que está tentando sobreviver aos trinta dias de férias repentinas do seu chefe setorial. Sua primeira atividade será ajudar o mais novo CEO da empresa, que possui um sotaque irresistível e olhos hipnotizantes. Sesshomaru assumiu a posição de CEO de forma repentina, depois que seu pai foi afastado por causa de um infarto. Em poucos dias de presidência descobriu que a empresa possui um rombo em suas finanças, e agora está disposto a encontrar o responsável a qualquer custo. Com a ajuda do setor de TI, Sesshomaru descobrirá não só o responsável pelas falcatruas em sua empresa, mas também uma mulher competente, destemida e que, aos poucos, despertará seus sentimentos mais profundos e nem um pouco profissionais. No meio dessa complexa investigação, Sesshomaru e Rin descobrirão afinidades, traição e amor.


Fanfiction Romance adulto joven Sólo para mayores de 18.

#inuyasha #rin #Sesshomaru #258 #ceo #hentai #sexo #anime
10
4.1mil VISITAS
En progreso - Nuevo capítulo Todos los sábados
tiempo de lectura
AA Compartir

Prólogo

Sesshomaru Pov


Sabia que algo do tipo aconteceria mais cedo ou mais tarde. Meu pai, que tanto me quis na presidência de sua empresa, agora conseguiu pela força das circunstâncias. Já estava no Brasil há muito tempo para descobrir o quanto Sesshomaru, o homem que compartilhava não só meus genes, mas também o nome, não se cuidava e abusava com soberba de tudo o que era viciante: bebidas, tabaco e mulheres.

Ele havia infartado em sua casa, em uma noite nem um pouco coerente para um homem de sua idade e posição. Uma de suas acompanhantes havia ligado para mim perguntando o que deveria fazer com o homem caído quase desfalecido no sofá.

Muitas vezes me perguntava o que minha mãe vira nesse homem, além da beleza, para se relacionar. Ainda bem que há muito tempo eles se separaram e, há outro tanto, não se falavam.

Também não entendia como meu pai conseguiu se casar mais duas vezes e ainda por cima, engravidar uma delas. Se não gostava de relacionamentos ou compromisso, por que firmar um? Caspita, preferi eu mesmo ligar para a ambulância do que explicar para aquela pessoa do outro lado do telefone que essa era uma emergência e que em vez de gastar o dinheiro do meu pai com roupas, deveria gastar com estudo e bom senso.

Nem um pouco entusiasmado em assumir a empresa que meu pai e seu sócio mantinham, tive que deixar minhas tarefas de lado e arregaçar as mangas para me inteirar da situação atual dela.

Enquanto meu pai trabalhava de manhã e “curtia a vida adoidado” durante a noite, seu sócio Lauriano era obcecado pelo trabalho e por ganhar dinheiro. Não sei como deram certo, esse era um mistério que eu não tinha interesse em desvendar.

Supermercados Star era uma rede de mercados famosa no estado e nas cidades do interior. Com três estabelecimentos na capital e outros dez, cada um em uma cidade interiorana, a empresa possuía credibilidade pelo tempo de existência, faria vinte anos em poucas semanas. Havia uma sede oficial onde ficava toda a parte administrativa e financeira.

A marca Star sempre me interessou. O potencial dela era magnífico, mas a forma arcaica que meu pai e seu sócio a dirigiam me desanimava a presidi-la. Havia pouco investimento em tecnologia e muito desperdício de recursos financeiros com propaganda impressa.

Depois de muita insistência por parte do meu progenitor, abandonei a minha empresa de investimento em bolsa de valores para dar uma chance aos Supermercados Star. Mal sabia que em menos de dez dias, teria que assumir completamente, já que a saúde do meu pai estava debilitada.

Como se não bastasse a enfermidade do meu pai, os pais de Lauriano estavam a beira da morte, fazendo com que ele abandonasse repentinamente seu posto, sem se importar com as consequências.

Enquanto assumia meu posto de CEO na empresa, me atualizava por telefonemas sobre o estado atual do meu pai no hospital, através da enfermeira contratada para acompanhá-lo enquanto estivesse internado.

Nossa aproximação não iria acontecer de forma tão simples, não seria sua enfermidade que me faria perdoá-lo por suas atitudes com minha mãe e comigo. Seria responsável apenas pelo patrimônio que minha mãe poderia herdar e nada mais. Havia cursado Administração na Itália e Economia no Brasil, então com meus conhecimentos acadêmicos e por experiência própria, fiz o levantamento de relatórios financeiros e qual não foi minha surpresa quando descobri que a empresa estava com muitas dívidas, no negativo entre receitas e despesas.

Depois de reuniões com os responsáveis administrativos e financeiros, descobri que algo muito podre estava acontecendo debaixo dos narizes do meu pai e de seu sócio: alguém estava roubando a empresa.

Tentei realizar uma auditoria própria, para isso chamei Alex, o responsável de TI, para auditar todos os sistemas e operações realizadas na empresa. Sabia que o sistema era desenvolvido internamente, não sabia o quanto era restrito e o nível de segurança com as senhas de acesso. Porém, o homem mais me enrolou do que me forneceu alguma coisa concreta. Não consegui entender como Alex se mantinha efetivo na empresa com tão pouca assistência que prestava para seus superiores.

Tratando-a como se fosse minha empresa, passei quase dia e noite mergulhado em números, relatórios e estatísticas. Para quem tinha uma vida pessoal movimentada com saídas todos os finais de semana, depois de quase um mês eu estava quase surtando, porém focado em meu objetivo. Iria corrigir essa empresa e mostrar para o meu pai o quanto seu filho bastardo era “mimado”, como ele costumava dizer nas poucas vezes que nos vimos quando eu ainda morava na Itália.

Em meio a minha determinação e orgulho, uma mulher de cabelos presos, olhos curiosos e sorriso encantador cruzou meu caminho e me ajudou a desvendar esse mistério ao mesmo tempo em que bagunçava o meu coração.

18 de Marzo de 2019 a las 03:43 1 Reporte Insertar 2
Leer el siguiente capítulo Capítulo 1

Comenta algo

Publica!
Urutake Hime Urutake Hime
Olá, sou apaixonada por SesshouRin, por isso decidi começar a ler sua história. É curioso ver que, tirando o casal principal, o enredo poderia ser adaptado facilmente para algo totalmente original pela simplicidade e ambientação. Ri ao imaginar o Sesshoumaru falando "Caspita!" XD de qualquer forma parece que ele terá muito trabalho a fazer e assinar várias cartas de demissão de tanta incompetência nesse lugar... Sendo assim, a ajuda de Rin será mais do que bem vinda. Ansiosa para ver a aparição dela, definitivamente ❤
8 de Mayo de 2019 a las 11:13
~

¿Estás disfrutando la lectura?

¡Hey! Todavía hay 22 otros capítulos en esta historia.
Para seguir leyendo, por favor regístrate o inicia sesión. ¡Gratis!

Ingresa con Facebook Ingresa con Twitter

o usa la forma tradicional de iniciar sesión