Heart Attack Seguir historia

-avallon Avallon Jae

{HunHan | Longfic +18 | Psiquiatria| ChanBaek} Luhan, um psiquiatra apaixonado por seu trabalho, sempre achou que diálogo e paciência era o que mais ajudaria seus pacientes na cura de seus transtornos, mas sua vida é virada de cabeça para baixo quando conhece duas pessoas um tanto peculiares, Byun Baekhyun e Oh Sehun.


Fanfiction Bandas/Cantantes Sólo para mayores de 18.

#longfic #fanfiction #exo-m #exo-k #tao #lay #xiuchen #krisho #exo #problemas #ajuda #gatilhos #disturbios #esquizofrenia #memórias #romance #psiquiatria #psychologist #hunhan #chanbaek #mpreg
1
3.3mil VISITAS
Completado
tiempo de lectura
AA Compartir

Prólogo


Assim que meu último paciente daquela tarde saiu, eu ouvi duas batidas na porta.

Pelo horário eu já até imaginava quem era.

— Pode entrar, Suho!

— Como sabia que era eu? — ele entrou e sentou-se em uma das poltronas grandes e brancas que ficavam a frente da minha mesa.

Minha sala era bem grande, toda em tons de branco e bege.

Alguns detalhes prateados, se não fosse os tapetes, cortinas e molduras beges, a luminosidade desta sala daria até dor de cabeça.

Ela era praticamente dividida em duas.

A um extremo tinha a minha mesa com duas poltronas brancas na frente. E no outro um divã de couro branco com uma poltrona bege amarelado em sua frente, mas era muito raramente que meus pacientes se deitavam para falar sobre suas histórias traumáticas.

— Sempre que quer alguma coisa bate na minha porta mais ou menos por esse horário.

— Desculpe por isso, mas o Kris disse que seu último paciente internado aqui seria liberado hoje e...

— Kris? Já estão nessa intimidade toda. — ri, vendo as bochechas de Suho ficarem realmente vermelhas.

— Não, é que e-eu... É...

— Pode dizer o que quer, eu só estava brincando.

— Eu estou com sete pacientes no momento e não sou como você Luhan, eu não consigo dar conta sozinho e eu queria saber se... Posso te passar o caso de dois deles?

— São os seus mais complicados, não é?

— E-eu sinto muito, e-eu ahn...

— Tudo bem, pode me passar o portuário deles, eu lerei em casa e te direi se conseguirei cuidar dos casos amanhã pela amanhã, pois deve saber que alguns de meus pacientes ainda estão sobre minha vigilância e devem aparecem aqui pelo menos uma vez na semana, outros no mês, eu tenho que ver se os remédios estão surtindo efeito e passar novas receitas.

—  Tudo bem, mas amanhã às seis horas é a hora da consulta de Byun Baekhyun, ele é um dos pacientes.

— Tudo bem, olharei com calma quando chegar em casa. — disse pegando os prontuários de sua mão.

— Obrigado, Luhan, eu nem sei como posso te agradecer por isso.

— Não tem de quê, mas diga ao Kris para parar de te dar tanto trabalho, tem mais funcionários neste lugar e, além disso, logo chegaram os novos residentes.

— É, eu vou falar com ele. — suspirou — Mas então era isso, Luhan, muito obrigado. Te vejo amanhã.

— Até.

Peguei as pastas de Suho e coloquei em minha mochila, indo em seguida em direção ao meu carro.

Eu tinha um Hyundai santa Fe vermelho, carro que comprei com muita economia.

Talvez nem tanto, eu ganhava bem no Hospital Psiquiátrico Gonjiam, era realmente um bom lugar.

Mas além de um bom salário eu tinha um bom trabalho.

Talvez porque eu sou apaixonado por essa área da medicina.

Desde que eu era bem pequeno eu me via em um jaleco branco tratando pessoas, conforme fui crescendo, eu fui descobrindo a minha paixão pelo cérebro humano e então achei que medicina psiquiátrica era minha verdadeira vocação. E acho que realmente é, eu nunca tive problemas com nenhum dos meus pacientes e eu consigo achar uma solução para o problema de muitos, então acho que eu estou fazendo bem o meu trabalho.

(...)

Cheguei em casa e fui direto tomar um banho quente para relaxar meus músculos, eu estava exausto e faminto.

Depois do banho, fiz um sanduíche e uma grande caneca de café bem forte e sentei-me no sofá para ler o prontuário dos meus novos pacientes, lógico que eu não diria para Suho que os aceitaria assim na boa, mas eu não poderia negar, eu tenho um prazer quase sexual em casos complicados, acho que é o que deixa meu trabalho realmente emocionante.

Abri a primeira pasta.

Nome: Byun Baekhyun

Idade: 20 anos.

Tempo de internação: quatro anos.

Diagnostico: Transtorno Dissociativo de Identidade, até agora diagnosticado com aparentes três personalidades distintas. Tem fobias de alguns insetos, escuros e lugares fechados. Pode ter pequenos surtos ou crises de choro durante a fala. Tem um amigo fruto de alucinações, nunca contrariar a existência desde.

Li com calmamente as anotações de Suho, mas achei realmente estranho ele ter anotado somente isso em oito meses com o paciente em nosso hospital, ele deveria saber pelo menos algo como traumas de infância, ou qualquer coisa do tipo que pudesse despertar as alucinações e as outras personalidades.

Tomei mais um grande gole de café e abri o segundo prontuário.

Nome: Oh Sehun.

Idade: 22 anos.

Tempo de internação: Máximo de duas semanas. Somente quando é perdido o controle de seus atos.

Diagnostico: Satiríase. O paciente acredita que não precisa de tratamento, vai as consultas duas vezes por semana apenas por acreditar que assim a família não o internará novamente. Ele costuma falar de problemas cotidianos, mas seus assuntos sempre chegam à área sexual como algum tipo de fuga.

Pelo pouco que Suho anotou esses pacientes parecem ser complicados e escondem muitas coisas.

Assim que terminei meu café fui para a cama, o dia seguinte seria um longo e eu conheceria o primeiro deles; Byun Baekhyun.

28 de Enero de 2019 a las 12:29 0 Reporte Insertar 0
Leer el siguiente capítulo Byun Baekhyun

Comenta algo

Publica!
No hay comentarios aún. ¡Conviértete en el primero en decir algo!
~

¿Estás disfrutando la lectura?

¡Hey! Todavía hay 14 otros capítulos en esta historia.
Para seguir leyendo, por favor regístrate o inicia sesión. ¡Gratis!

Ingresa con Facebook Ingresa con Twitter

o usa la forma tradicional de iniciar sesión