Kara Seguir historia

juniosalles Junio Salles

Em um universo onde uma antiga raça terrorista espalha o medo de planeta em planeta, uma única pessoa é capaz de restabelecer o equilíbrio entre a ordem e o caos. Kara é uma jovem guerreira que habita um pacífico planeta ao lado do mestre que a treina a fim de ensiná-la a dominar sua energia interior. Mas a vida pacata de Kara está prestes a mudar quando ela descobre a verdade sobre sua origem e de sua raça. a garota irá aprender cada vez mais sobre seu passado enquanto enfrenta desafios comuns a um adolescente e lida com um perigo muito maior do que jamais teria suposto. Kara se verá frente à frente com um cenário de guerra e destruição muito mais real do que qualquer treinamento pelo qual tivesse passado. Terá ela força suficiente para encarar o terrorista mais poderoso que o mundo já viu? Conseguirá proteger aqueles que ama? Nem mesmo seu sábio mestre terá todas as respostas de que ela necessita. Junte-se à Kara e seus companheiros nesta aventura de amor, amizade, seres de outros mundos e batalhas eletrizantes!


Ciencia ficción Todo público. © Todos os Direitos Reservados

#fantasia #drama #magia #guerra #planetas #aliens #aventura #adventure #anime #manga #alienigenas #ficção #energia #espaço #shonen #381 #301 #et #ARTES-MARCIAIS
20
8.9mil VISITAS
Completado
tiempo de lectura
AA Compartir

PRÓLOGO

Parecia ser apenas mais um dia comum na atual vida pacata do aposentado General Turtle. O homem preparava um chá de erva chimira que colheu no planeta vizinho quando sentiu um tremor no solo da ruína que usava como casa.


Correu para o lado de fora e ao olhar para o céu viu uma nave se aproximando. Turtle se escondeu atrás de um prédio em ruínas enquanto observava os estranhos acontecimentos. Não estava acostumado a receber visitas. Afinal morava em um planeta inabitado a anos e somente uma pessoa sabia que ele vivia ali.


A medida que a nave se aproximava, o general conseguia ver as inscrições gravadas em seu casco. Reconheceu como sendo o símbolo da Polícia Universal, a organização militar que controlava boa parte do universo.


Quando a nave enfim pousou e abriu suas portas, saiu de lá de dentro uma pequena mulher com algo embrulhado nos braços. Turtle reconheceu a mulher e foi ao seu encontro com um sorriso no rosto.


– Major? A que devo a honra da sua visita? – indagou Turtle, a Major o olhou com uma expressão séria.


– Depois de anos de serviços, merecia um planeta melhor para aproveitar a sua aposentadoria General. – respondeu a mulher friamente.


– O planeta em que nasci é o planeta em que quero morrer Major. – respondeu Turtle.


– Que seja. O motivo da minha visita, é que tenho uma missão para lhe dar. – disse a mulher.


– Missão? Não quero parecer desrespeitoso senhora, mas sou um militar aposentado. – argumentou.


– Quando me pediu sua aposentadoria eu não queria aceitar. Lembra disso? – perguntou ela.


– Sim senhora. – respondeu ele desapontado.


– Concedi, pois, depois do que aconteceu... deduzi que você precisaria de um tempo para absorver a dor. – dizia ela enquanto ajeitava o embrulho no braço.


– E sei e agradeço senhora. – respondeu Turtle.


– No entanto, acredito que essa missão seja a ideal para você parar de se enfiar neste planeta morto e encontrar um novo motivo para viver de verdade. – a major falou e o pacote em seu braço emitiu um som curioso.


– Tem algo a ver com isto que traz nos braços? – Indagou o General.


– Exatamente. – respondeu ela desembrulhando e revelando o que trazia, um bebê.


Turtle observou incrédulo e se aproximou para ver mais de perto. Quando observou o rosto do bebê seu coração gelou. A criança possuía dois olhos completamente brancos.


– Tire isto de perto de mim. – disse o General com raiva.


– É apenas um bebê inocente Turtle. – argumentou a Major.


– Por enquanto, quando crescer vai virar um demônio assassino. Deveria mata-lo enquanto ainda é fraco. – Turtle sentia uma mistura de raiva e medo.


– Sua missão é criar e treinar esta criança até ela ter idade para ir treinar em Torki. – disse a mulher sem expressar sentimentos.


– Está Maluca? Sabe muito bem o que aconteceu com o meu povo e ainda me traz... isso? – Turtle dizia com muita raiva.


– Não se esqueça que sou sua superior e isso é uma ordem. – ralhou a Major.


– Desculpe-me senhora. – desculpou-se Turtle ainda com raiva.


Kepa se aproximou e colocou o bebê nos braços do General. Turtle olhou para a criança que olhou para ele de volta e arregalou os olhos brancos. Aquilo era para ele quase com uma ofensa.


– Ela é a última da raça. – disse a major e Turtle a olhou com espanto. – Foram os Makalis, ela será nossa única salvação no futuro. Cumpra a sua missão Turtle e leve a criança para viver num lugar melhor que este. Entrarei em contato para fornecer mais informações em breve. – finalizou a Major indo em direção a sua nave.

– Major! – disse Turtle e ela olhou em sua direção. – Essa coisa.... essa criança tem nome?

– É uma menina e ela se chama Kara! – respondeu a Major sorrindo.

___________________________

NOTAS DO AUTOR: Olá leitores, espero que gostem dessa aventura. Fiquem a vontade para comentar e votar. Responderei a todos.

Boa leitura

6 de Octubre de 2019 a las 04:43 0 Reporte Insertar 10
Leer el siguiente capítulo KARA I

Comenta algo

Publica!
No hay comentarios aún. ¡Conviértete en el primero en decir algo!
~

¿Estás disfrutando la lectura?

¡Hey! Todavía hay 48 otros capítulos en esta historia.
Para seguir leyendo, por favor regístrate o inicia sesión. ¡Gratis!

Ingresa con Facebook Ingresa con Twitter

o usa la forma tradicional de iniciar sesión