Sexual Desire Seguir historia

hachiko Tiny Hachi

Kyungsoo estava no cio, e Baekhyun, um beta bem atrevido, criou uma maneira peculiar de aliviar seu alfa.


Fanfiction Bandas/Cantantes Sólo para mayores de 18.

#topbaek #topbaekhyun #yaoi #soobaek #pwp #lemon #Bottomsoo #Bottomkyungsoo #baeksoo #abo
Cuento corto
1
3.1mil VISITAS
Completado
tiempo de lectura
AA Compartir

Capítulo Único


A primeira coisa que Baekhyun ouviu quando chegou em casa fora rosnados, rosnados altos vindo do quarto. Sentiu logo o cheiro forte, esse que ficava cada vez mais forte quando ia se aproximando do quarto de seu namorado. Soltou um suspiro alto, abriu a porta e engoliu em seco quando viu Kyungsoo deitado em sua cama, masturbando a si mesmo.

Os olhos negros logo focaram no Byun, esse que sentiu seu corpo inteiro tremer. O alfa rapidamente levantou-se e voou em seu namorado, jogando-o na cama e arrancando suas roupas.

— Soo... — Baekhyun tentava inutilmente acalmar o outro, empurrando-lhe para que esse saísse de cima de si.

O menor sabia que sendo beta não conseguia satisfazer seu alfa. As inúmeras rodadas de sexo eram sempre muito prazerosas e selvagens, mas ainda sim sabia que Kyungsoo nunca estava cem por cento satisfeito. Sentia-se um tanto quanto inútil naqueles dias. Já conversara com o Do, falando para esse chamar alguns ômegas para ficar consigo em dias de cio, mas esse sempre negava alegando que queria apenas Baekhyun.

— Soo... calma...e-eu...— o menor tentava afastar o alfa de cima de si. Gostava de ir com calma, mas Kyungsoo nesses dias era bruto demais.

— Fique quietinho e deixe-me te foder Baek— Kyungsoo começou a tirar a roupa do menor, no entanto parou assim que uma palavra o surpreendeu.

— Não!— o Byun disse destemido.

Tamanha foi à surpresa do alfa que ele apenas se afastou e fitou Baekhyun.

— Hoje não Kyungsoo. Hoje iremos fazer diferente.

O Do estava tão atordoado que não disse nada, apenas se deixou levar pelo beta. Geralmente o Byun não negava um pedido de sexo, na verdade ele nunca havia negado. Baekhyun ficou por cima de seu namorado, colocando uma mão de cada lado da cabeça do mesmo. Fitando-o.

Ah Kyungsoo estava tão excitado. O beta podia sentir abaixo de si todo aquele volume, sem qualquer barreira de roupa. O rosto vermelho e o corpo suado. Os cabelos bagunçados. O mais velho sentia-se tão sortudo por tê-lo.

— O que você tem em mente Baekhyun?— o Do sabia o quanto o outro poderia ser perverso em questão de planos. Não podia negar que estava curioso.

— Os betas não conseguem satisfazer seus alfas por completo, certo? Estava pensando que talvez eu apenas esteja te aliviando do jeito errado amor— o sorriso ladino pairou sobre os lábios finos.

— O que você quer dizer com isso?

O Byun nada respondeu, apenas deixou seu quadril rente ao quadril do outro, e simulou uma penetração, forte e rápida.

De imediato o Do se surpreendeu, não poderia ser aquilo, ou poderia? Na segunda jogada de quadril o Do sentiu raiva, seu orgulho de alfa estava gritando para empurrar Baekhyun e fode-lo até perder as forças e fazer esse pagar pela imprudência. Entretanto, na terceira estocada Kyungsoo gemeu, gemeu manhoso. Gemeu tão dengoso que Baekhyun sentiu seu baixo-ventre formigar.

— Baekkie... V-você não vai f-fazer isso. V-vai?

— Claro que vou amor— sorriu travesso— E você vai gostar disso.

Quando sentiu os beijos em seu pescoço exposto, as mãos acariciando toda sua pele, e os gemidos que saiam de sua boca sem controlar, o alfa finalmente caiu em si, empurrou o outro para sair de cima de si e ficou de pé em frente à cama.

— Você é louco? — rosnou. Seu orgulho alfa sempre falando mais alto.

Baekhyun gargalhou, uma risada tão gostosa que o Do sentia inveja do outro rir tão confortavelmente em uma situação como aquela. Aproximou-se e segurou o alfa pela cintura, colando ambos os corpos. Subiu uma de suas mãos para os cabelos descoloridos em um tom vermelho, puxando-os para trás brutalmente.

— Eu sempre pensei em como você ficaria lindo abaixo de mim gemendo manhoso Kyung— sorriu, passou sua língua sobre os lábios carnudos do outro— Só hoje, hum? Ninguém precisa ficar sabendo.

— N-não Baekkie— xingou-se pela sua voz ter falhado.

O moreno soltou outra risada, soltou os cabelos descoloridos do alfa e levou seus próprios dedos até seus lábios, passando sua língua entre eles. O Do olhava hipnotizado, amava quando o beta simulava um oral com seus próprios dedos.

Ainda um tanto hipnotizado fora puxado para um beijo sedento. Como o beta ainda estava com uma de suas mãos em sua cintura, o alfa não teve muitas escolhas se não apertar os ombros largos, puxando-o mais para perto. Aquele beijo estava tão deliciosamente excitante que o mais novo não percebeu a mão de Baekhyun descendo para seu bumbum. Muito menos percebeu quando os dedos molhados começaram a acariciar sua entrada. Não percebeu quando os gemidos começaram a sair abafados dentre o beijo. Mas percebeu quando um dos dedos do beta lhe penetrou.

Separou-se bruscamente, olhando para Baekhyun com um olhar de ódio, sua raiva apenas aumentou quando percebeu aquele sorriso ladino nos lábios bonitos. Como queria bater em seu namorado. Queria se soltar dos braços fortes que o rodeavam. No entanto não o fez. Ao contrário disso gemeu quando sentiu o dedo atrevido se mexer em seu interior.

Seu corpo respondia sozinho aos estímulos recebidos.

O Do xingava a si mesmo por achar aquilo tão bom.

Baekhyun continuou com os movimentos. Fazendo um vai-e-vem tão gostoso que sentiu até mesmo inveja de nunca ter feito aquilo consigo mesmo. Quando ouviu os gemidos do alfa se tornarem mais alto aumentou a velocidade, e logo em seguida penetrou-lhe mais um dedo.

— P-porra Baekhyun... e-eu...vou te matar— jogou a cabeça para trás, apertando com força os ombros do beta.

O moreno começou a abusar do pescoço do alfa, deixando chupões e lambidas na pele branca. Com sua mão livre começou a acariciar a glande rosada. Com o tempo Kyungsoo foi se acostumando. Parecia que a razão às vezes atingia o alfa e fazia esse se afastar, mas Baekhyun rapidamente o puxava mais para perto.

Parou de acariciar a glande do ruivo apenas para abaixar a ultima peça que cobria seu corpo, deixando-se livre. Colou os corpos, começando uma fricção gostosa em ambos os membros. Mexia seu quadril enquanto seus dedos continuavam a penetrar Kyungsoo. Tê-lo daquele jeito em seus braços era tão delicioso. Tão entregue e tão manhoso.

Com ambos os estímulos não demorou para que o alfa acabasse se desfazendo, sujando a mão do maior. Acabou por cair na cama. A respiração ofegante, as bochechas vermelhas, o corpo mais suado do que antes. Baekhyun sentiu outra fisgada em seu membro.

Viu o alfa o fitar, e como uma forma de provocação começou a lamber sua mão que estava suja do gozo do ruivo. Viu o alfa recuar, sentado na cama com as costas rente a cabeceira.

Desfez-se de sua roupa intima e subiu em cima da cama, engatinhando até o outro. Puxou-o pelas pernas e o fez se deitar, subindo em cima do corpo do alfa.

— Ainda está excitado Soo?— perguntou com aquele maldito sorriso ladino nos lábios— Meus dedos não foram suficientes?

— Cala boca Baekhyun.

O Byun limitou-se a rir e logo em seguida começar outro beijo sedento. Posicionou-se no meio das coxas fartas do alfa, e sem avisar o penetrou com apenas uma estocada. Kyungsoo separou-se para deixar um grito de dor sair dentre seus lábios.

Os tapas vieram logo em seguida. O alfa estava mesmo com raiva, mas vê-lo daquele jeito só fazia Baekhyun rir. Começaram outro beijo. O beta começou a masturbar Kyungsoo, passando delicadamente a ponta de seu polegar na glande, torcendo para que aquela dor acabasse logo.

Quando sentiu as jogadas de quadris um tanto tímidas e inexperientes vinda por parte do Do, o moreno começou a estoca-lo, começando lentamente e aumentado à velocidade gradativamente.

Os gemidos saiam dos lábios carnudos do alfa, esse que não percebeu quando começou a gemer tão alto. Suas mãos agarravam o lençol abaixo de si. Seu corpo se arqueava. Seus olhos se reviravam. Se soubesse que seria tão bom, talvez não tivesse resistido tanto.

Baekhyun era tão bom com os quadris. Criava um ritmo rápido, porém as estocadas eram brutas.

A cama rangia abaixo de ambos. O som dos corpos se chocando era tão excitante.

— Está gostando Soo?— perguntou com seu sorriso ladino.

— C-cala b-boca B-Baekkie...

Der repente Baekhyun parou e se afastou. Viu o olhar interrogativo do menor, no entanto não disse nada, apenas o virou de barriga para baixo, puxou seu quadril e o deixou bem empinado para si.

O Alfa sentia-se exposto. Queria muito descontar toda aquela raiva que sentia no beta, mas talvez deixaria para descontar quando o outro não estivesse o fodendo tão bem.

Os cabelos descoloridos do alfa foram puxados bruscamente, fazendo com que erguesse seu rosto.

— Irei perguntar de novo Soo— o ritmo das estocadas eram tão lento que doía— Você está gostando de ser fodido assim? Gosta de sentir meu pau ir fundo em você?

— G-gosto— a resposta saiu tão baixa que Baekhyun puxou novamente os cabelos ruivos, parando de se mover— G-gosto! Eu gosto de ser f-f-fodido por você! Droga Baekyun.

Baekhyun sorriu, soltando os cabelos do alfa, deixando com que o outro voltasse a esconder seu rosto dentre os travesseiros.

— Era isso que eu queria ouvir— soltou uma risada, apertando as nádegas fartas e voltando a estocar o outro como antes.

O orgulho do alfa não estava mais presente em seu corpo, apenas sentia o tesão e a excitação de ter o beta lhe fodendo tão gostoso. Seu corpo sofria solavancos ao sentir o quadril habilidoso bater, contudo em seu bumbum empinado. O som dos corpos parecia mais alto, mais molhado, e muito mais gostoso de ouvir.

Baekhyun se deliciava com a visão da entrada do outro lhe engolindo tão bem. A pele branca havia aquela vermelhidão tão característica ao apertar com mais força o quadril do alfa. Parecia que o vermelho e o roxo combinavam tão bem com Kyungsoo.

Os gemidos e os rosnados se mesclavam com a voz grossa do Do. As palavras chulas saiam dos lábios do beta, próximo ao ouvido do alfa, fazendo-o gemer e contrair mais sua entrada.

O orgasmo veio tão avassalador que ambos caíram exaustos na cama. Baekhyun de barriga para cima tentando normalizar sua respiração. Kyungsoo continuou com seu rosto enterrado dentre os travesseiros.

Sentiu os braços lhe envolverem a cintura, e um beijo carinho ser depositado em seu ombro. Não olhou para o beta, estava envergonhado demais.

— Soo— chamou baixinho, ouvindo um resmungo em resposta— Podemos fazer isso mais vezes?

E pela primeira vez na noite o alfa gargalhou. Virou-se para olhar para o beta que o olhava com uma expressão interrogativa, e um pouco esperançosa, esperando pela resposta positiva. No entanto, suas esperanças foram embora assim que ouviu a resposta sair baixa, e um tanto irônica.

— Não— disse antes de se virar novamente— Agora cala boca e dorme Baekhyun.

O Byun soltou uma risada baixa. Abraçou o corpo do namorado, deixando outro beijo no ombro do outro e uma questão no ar antes de pegar no sono.

— Vamos ver Soo...

22 de Enero de 2019 a las 00:00 0 Reporte Insertar 119
Fin

Conoce al autor

Tiny Hachi Ficwriter #EXO #CHANBAEK

Comenta algo

Publica!
No hay comentarios aún. ¡Conviértete en el primero en decir algo!
~