No acaso Seguir historia

v.alcantara Vinícius de Alcântara

''Quem dera tu soubesse que apesar de complexo também é belo E que essa planta cheia de espinhos, terá flores no final do inverno.''


Poesía Todo público.
Cuento corto
2
4.2mil VISITAS
Completado
tiempo de lectura
AA Compartir

No acaso

No vai e vem da vida

No acaso, eu encontrei o meu amor

E toda aquela neblina que um dia me cercava

finalmente se dissipou


Eu troquei o  vermelho em meu pulso

pelo vermelho do teu cabelo e essa foi minha sina

Talvez o paraíso seja um lugar no inferno 

desde que você esteja me fazendo companhia 



No vai e vem da vida

No acaso, eu perdi o meu amor

e toda aquela neblina, infelizmente voltou



Quem dera tu soubesse que apesar de complexo

também é belo

E que essa planta cheia de espinhos, terá flores no

final do inverno. 


Quem dera eu soubesse o que eu sinto

Para ti deixaria de ser complexo

Eu poderia evitar sua partida 

e te manter por perto
















22 de Diciembre de 2018 a las 05:31 1 Reporte Insertar 6
Fin

Conoce al autor

Vinícius de Alcântara Sou só a representação de sentimentos e emoções destinatários.

Comenta algo

Publica!
Lu Inoue Lu Inoue
Porque ser humano é ser tão pouco e pequeno, a ponto de depender de outra existência agregada a nossa, para que possamos conhecer a felicidade? É belo, deprimente, sonho com independência de amar.
8 de Enero de 2019 a las 07:57
~