A Garota que virou uma Rosa Seguir historia

mandyfran Mandy Fran

Começou como uma pequena semente no coração da jovem, as mentiras brancas que contava lhe serviam de escudo e evitavam conflitos, mas com o passar do tempo, a semente criou raízes e se transformou num broto de maldade.


Cuento No para niños menores de 13.

#suicídio
Cuento corto
1
4173 VISITAS
Completado
tiempo de lectura
AA Compartir

Florescer

Começou como uma pequena semente no coração da jovem, as mentiras brancas que contava lhe serviam de escudo e evitavam conflitos: as vezes concordava com coisas que não lhe agradavam, as vezes dizia que havia gostado do filme favorito de uma amiga, ou prometia à uma vendedora que passaria na loja mais tarde para pegar determinada peça, mesmo que nunca voltasse. Tais mentiras não causavam mal a vida dela e nem à dos  outros, mas com o passar do tempo, a semente criou raízes e se transformou num broto de maldade.

Já não se importava com o mal que causava, ao invés de evitar as brigas, inventava histórias e criava casos para benefício próprio, obtia diferentes facetas e manipulava tudo e todos com o único proposito de ter sucesso. Conforme o broto crescia, se transformava numa rosa negra de espinhos afiados que cortavam o interior da garota, a cada nova mentira, a cada omissão de fatos, a cada sorriso e “eu te amo” falsos, a rosa crescia mais um pouco, e tomava o coração daquela garota perdida.

Ela havia se tornado uma atriz em tempo integral, não sabia mais diferenciar qual parte do que falava era verdade e qual era a invenção que criou para mostrar aos outros, não sabia quais daqueles sorrisos eram de alegria e quais eram apenas para cativar quem estivesse ao redor, não sabia se os sentimentos que demonstrava eram os que realmente sentia, ou se esses estavam escondidos em algum canto do coração dela, em meio as raízes firmes da rosa.

A única coisa que aquela garota conhecia era personagem que interpretava diariamente - a qual se sentia acorrentada - talvez tivesse se tornado aquela versão dela mesma, ou talvez a verdadeira ela estivesse perdida há muito tempo na bagunça de galhos, espinhos e rosas do seu interior. Ela sentia que algo não estava certo, que estava vivendo uma vida que não a pertencia, e tinha dentro de si a vontade de acabar com esse sentimento, entretanto, a única maneira que encontrou foi destruir a rosa na qual ela tinha se transformado.

13 de Diciembre de 2018 a las 00:24 6 Reporte Insertar 4
Fin

Conoce al autor

Mandy Fran Estudante de ensino médio que não viver sem humor negro, sarcasmo e piadas ruins. Desde criança escreve algumas coisas e vai mostrando por ai, amante de todas as artes, possui um carinho especial pela escrita, o teatro e a música. É fria por fora, mas uma romântica antiga por dentro, e isso se reflete muito nas histórias que escreve, sendo elas quase sempre sobre casais impossíveis ou complicados.

Comenta algo

Publica!
Megan W. Logan Megan W. Logan
Olá! Tudo bem? Adorei a história, ficou muito boa! O enredo ficou maravilhoso, nos faz refletir bastante, gostei muito disso. Beijos!
15 de Diciembre de 2018 a las 12:59

  • Mandy Fran Mandy Fran
    Oii, tudo bem sim. Obrigada por gostar da história e pelo apoio, beijos pra você também! 20 de Diciembre de 2018 a las 09:05
Lucas Lucas
Wow, arrepiei com esse final ksksks Mto bom, parabéns!
13 de Diciembre de 2018 a las 14:45

  • Mandy Fran Mandy Fran
    Valeu ahsush Acha que consigo fazer plot twists pra creepy pastas cof cof 13 de Diciembre de 2018 a las 16:35
  • Lucas Lucas
    Mas as minhas tem referencias. 13 de Diciembre de 2018 a las 20:03
  • Lucas Lucas
    Mas as minhas tem referencias. 13 de Diciembre de 2018 a las 20:02
~