Mael Randall e o mago do tempo Seguir historia

fabio-weiss1532572876

Anos após a morte de seu pai e tio, que tentavam deter um poderoso mago das sombras, chamado Malor, Mael Randall recebe Kracius Randall, um de seus tios que o convida a embarcar numa viagem ao passado, a fim de encontrar Malor e dete-lo antes que este retome sua força e volte a ameaçar o mundo em que vivem. No caminho muitas coisas são reveladas e, eles descobrem que os planos de Malor tornaram-se mais ambiciosos e perigosos.


Fantasía Viaje en el tiempo Todo público.

#aventura #fantasia #magia #mago #tempo #viagem
1
4.7mil VISITAS
En progreso - Nuevo capítulo Cada 30 días
tiempo de lectura
AA Compartir

Introdução

Há pouco mais de um milhão de anos atrás, havia uma pequena galáxia com o nome de Valru, com um sistema solar composto de onze planeta, dos quais, cinco abrigavam vida.

Dakko, o terceiro planeta mais próximo do sol, com suas terras quentes e desérticas, era o lar de gigantes selvagens que conviviam em tribos que viviam se confrontando. Sendo um mundo de gigantes, até mesmo a fauna e flora deste deserto imenso atingiam tamanhos, que em outras terras seriam considerados incomuns. Insetos semelhantes a abelhas, besouros e outros, chegavam a ter o tamanho de um carro; enquanto as árvores dos magníficos  oásis chegavam a atingir vinte metros de altura.

O quarto planeta do sistema solar, vizinho a Dakko, cujo nome era Galdira, era um vasto mundo com duas luas em sua órbita. Metade do planeta era desértico e, a outra metade era uma imensa floresta, onde viviam seres chamados Feres, que num futuro muito distante, passariam a ser conhecidos como fadas.

Dihat, que era o menor de todos os planetas, era coberto por um oceano, com uma única ilha, onde era o território dos Syak ( sereias ), criaturas metade peixe e metade humana, que passavam parte do tempo caçando, dormindo e, a outra parte do tempo subiam à terra, onde se reuniam e realizavam grandes orquestras com suas vozes encantadas.

Varlak, o sexto planeta, era o maior de todos; com terras extremamente férteis e paisagens exuberantes e diversificadas, um verdadeiro paraíso. Ali habitavam seres, que, diferentes dos outros planetas, tinham apenas um gênero. As Mylas ( Ninfas ) eram seres femininos ligados a elementos da natureza. Cada qual cumpria sua parte na conservação do planeta, tornando este o mais belo de todos os outros e também o mais rico em vida.

No sétimo e último planeta do sistema solar a abrigar vida, viviam os Ki ( magos ); que, por estarem num estado evolutivo ainda muito baixo, não tinham qualquer consciência do poder que traziam consigo e, que futuramente os tornaria a mais poderosa de todas as cinco raças.

Essas cinco raças não sabiam, mas estavam prestes a verem seus lares destruídos por uma poderosa força do universo. Para sua sorte, havia uma nave nas proximidades, onde outra espécie planejava um resgate, afim de impedir a extinção das cinco raças.

Os Taldrax, uma espécie humanoide, de pele arroxeada, cabeça alongada e olhos negros como a noite; cujas habilidades estavam além da compreensão de qualquer outro ser; desceram em cada um dos cinco planetas e escolheram cem indivíduos de cada raça ( dos gigantes, apenas crianças puderam embarcar, devido ao seu tamanho descomunal ), os quais puseram na imensa nave e, em seguida partiram, afastando-se daquela galáxia.

Segundo os Taldrax, em algumas décadas, Valru seria sugada por um buraco negro que crescia nas proximidades, eliminando qualquer vestígio de vida que ali estivesse.

Depois de alguns meses de viagem, a nave pousara em um planeta fértil, na galáxia de Ellakai, onde passaria a ser o lar das cinco raças. Como na galáxia da qual se originavam, aquela também era envolta pelo mesmo fluido que lhes tornava os seres místicos que eram, introduzindo a magia  em seus genes.

  Logo que chegara, a nave Taldrax partira, deixando alguns membros da sua espécie, para guia-los em sua evolução e garantir a paz entre as raças.

Como aquele planeta ainda não tinha nome, os Taldrax, de acordo com as demais espécies, lhe dera o nome de Winsteria.

Com o passar do tempo, ambas as espécies evoluíram em perfeita harmonia, guiados pelos Taldrax.

Os Ki ( magos ), que antes eram um povo primitivo, descobriram seu poder e passaram a utilizar minerais para canaliza-lo.  Mas, apesar de seu esforço em guia-los a uma vida pacífica; os magos acabaram seguindo seu próprio caminho; o que, com o tempo resultara em inúmeras guerras que acabara por dividir as espécies, tornando os magos, a mais detestada de todas as raças de Winsteria.

Depois de tantas guerras, os magos finalmente haviam conseguido tornar-se o centro do poder e da civilização daquele planeta, forçando todas as outras a viverem sob suas condições.

Até mesmo os Taldrax foram perseguidos pelos magos, tendo que se esconderem em montanhas e vales distantes da civilização. Desde então, os Taldrax têm vivido isolados e sem contato com qualquer outra raça, exceto as Ninfas.

Quanto aos magos, sua sede pelo poder os levara a travar muitas batalhas e guerras contra a própria espécie. O desejo de elevar sua magia e a vontade de descobrir portais para outros planetas,  culminara na descoberta de um portal para um mundo sombrio que dera origem a magia das sombras, além de libertar criaturas que, muitas vezes ameaçaram levar a escuridão à Winsteria.


6 de Diciembre de 2018 a las 13:10 1 Reporte Insertar 2
Leer el siguiente capítulo Prólogo

Comenta algo

Publica!
Karimy Lubarino Karimy Lubarino
Olá! Escrevo-lhe por causa do Sistema de Verificação do Inkspired. Caso ainda não conheça, o Sistema de Verificação existe para verificar o cumprimento das Regras comunitárias e ajudar os leitores a encontrar boas histórias no quesito ortografia e gramática; verificar sua história significa colocá-la entre as melhores com relação a isso. A verificação não é necessária caso não tenha interesse em obtê-la, então, se você não quiser verificar sua história, pode ignorar esta mensagem. E se tiver interesse em verificar outra história sua, pode contratar o serviço através de Serviços de Autopublicação. Sua história foi colocada "Em revisão" pelos seguintes apontamentos retirados dela: 1)Pontuação: "mago das sombras, chamado Malor" em vez de "mago das sombras chamado Malor"; "um de seus tios que o convida" em vez de "um de seus tios, que o convida"; "e, eles descobrem" em vez de "e eles descobrem"; "dos quais, cinco abrigavam" em vez de "dos quais cinco abrigavam"; "atingiam tamanhos, que em outras eras" em vez de "atingiam tamanhos que em outras eras" ou você pode colocar "em outras eras" entre vírgulas. "e, a outra metade era uma imensa" em vez de "e a outra metade era uma imensa"; "e, a outra metade do tempo subiam à terra" em vez de "e, na outra metade do tempo, subiam a terra". 2)Acentuação: "dete-lo" em vez de "detê-lo"; "subiam à terra" em vez de "subiam a terra" — só teria crase se fosse Terra com letra maiúscula, nome do nosso planeta, ou se "terra" estivesse especificada. "canaliza-lo" em vez de "canalizá-lo"; "guia-los" em vez de "guiá-los". 3)Concordância: "onde planeta" em vez de "onze planetas". Observação: os apontamentos acima são exemplos, há mais o que ser revisado na história além deles. Aconselho que procure um beta reader; é sempre bom ter alguém para ler nosso trabalho e apontar o que acertamos e o que podemos melhorar, e os betas do Inkspired, quando contratados, fazem uma análise detalhada da sua história e a enviam através de um comentário. Caso se interesse, esse recurso também é disponibilizado pelo Inkspired através do Serviços de Autopublicação. Além disso, também temos o blog Tecendo Histórias, que dá dicas sobre construção narrativa e poética, e o blog Esquadrão da Revisão, que dá dicas de português. Confira! Bom... Basta responder esta mensagem quando tiver revisado a história, então farei uma nova verificação.
~

¿Estás disfrutando la lectura?

¡Hey! Todavía hay 12 otros capítulos en esta historia.
Para seguir leyendo, por favor regístrate o inicia sesión. ¡Gratis!

Ingresa con Facebook Ingresa con Twitter

o usa la forma tradicional de iniciar sesión