Sozinho Seguir historia

gabriel-regis- Gabriel Regis

''Sozinho, tento não explodir em surtos. Sozinho, tento arrumar a minha bagunça. Sozinho... sozinho tento me refazer, me recompor mas sempre obtenho os mesmos resultados.''


Poesía Todo público.
Cuento corto
9
5029 VISITAS
Completado
tiempo de lectura
AA Compartir

Sozinho

Estou tão quieto,

completamente anestesiado pela dor.

Detido em angústia e em solidão

que emanam do meu ser e, inevitavelmente,

afastam todos do meu lado.


O vazio, o reflexo do abismo refletido em meus olhos,

felicidade efêmera, pensamentos niilistas. (...)

Em algum lugar dentro de mim,

a minha alma grita.


Sozinho, tento não explodir em surtos.

Sozinho, tento arrumar a minha bagunça.

Sozinho... sozinho tento me refazer,

me recompor

mas sempre obtenho os mesmos resultados.

Qual é a solução?

Onde está o erro?Em mim?

Ou eu sou o próprio erro? +

15 de Septiembre de 2018 a las 23:46 10 Reporte Insertar 17
Fin

Conoce al autor

Gabriel Regis https://www.recantodasletras.com.br/autor_textos.php?id=206184

Comenta algo

Publica!
Saah AG Saah AG
Uma das coisas mais mágicas da literatura é você se sentir representado ou abraçado pela obra. Esse poema descreveu muito bem o que vivi ano passado, com todo o estresse, crise existencial e ansiedade. Parabéns pela obra.
8 de Diciembre de 2018 a las 05:59

  • Gabriel Regis Gabriel Regis
    Agradeço pelos elogios e comentário. >//< Btw, amei sua história 'Vazio'. 5 de Enero de 2019 a las 03:54
Megawinsone Megawinsone Megawinsone Megawinsone
Olá! Tudo bem? Eu amei o seu poema, ficou perfeito! Muito bem estruturado e nos faz refletir sobre nós mesmos, nossas limitações, nosso erros e as soluções que só precisam de tempo para aparecer, precisamos de calma muitas vezes, nem sempre um erro é o final da linha. Sua narrativa é bem profunda e cheia de sentimentos e nos faz refletir, parabéns pelo ótimo poema. Beijos!
24 de Noviembre de 2018 a las 13:31

Forbela Forbela
lindo poema
27 de Octubre de 2018 a las 12:02
Maya Barbosa Maya Barbosa
''Qual é a solução? Onde está o erro? Em mim? Ou eu sou o próprio erro?'' Profundo, beeeeem profundo mesmo!! As vezes a gente tenta ''consertar'' algo que faz parte da gente, é uma característica nossa, é inútil tentar ''consertar'' isso. Todos temos nossas falhas e não há nada de errado nisso!! E parabéns pelo poema, ficou muito bom...
15 de Septiembre de 2018 a las 20:06

  • Gabriel Regis Gabriel Regis
    Gostei da forma que você interpretou.. kkk E obrigado. o/ 15 de Septiembre de 2018 a las 20:29
Melyssa de Jesus Melyssa de Jesus
Novamente mais um ótimo poema :') Parabéns mano
15 de Septiembre de 2018 a las 19:11

  • Gabriel Regis Gabriel Regis
    Valeu, mano. Bem ''badvibes'' como de costume. hasuashus 15 de Septiembre de 2018 a las 19:47
Melyssa de Jesus Melyssa de Jesus
Novamente mais um ótimo poema :') Parabéns mano
15 de Septiembre de 2018 a las 19:11
~