¡Nuevo concurso de escritura disponible! #UnMundoParalelo. Leer más.
nystrom Rouke Nystrom

Quem nunca se perguntou de uma maneira logica ou até mesmo ilogica, o que era realmente transar? Eis que um jovem pastor estupidamente estupido, se indagou até o tutano dos ossos o que era isso!!!


Cuento No para niños menores de 13.

#parodia #pwp #plotwhatplot #risadas
Cuento corto
0
5.0mil VISITAS
Completado
tiempo de lectura
AA Compartir

Único

Muito bem crianças, hoje eu vou explicar um dos grandes maiores enormes redondos estupendos world trade center não derrubados do universo, universo paralelo: das galáxias e das não galáxias... Hoje vamos explicar o que é transar!


Tudo começou numa noite quente de verão, com o céu estrelado e a lua iluminando a noite. Um jovem pastor de ovelhas apenas cuidava do seu rebanho, prestando atenção para que nenhum lobo ou uma raposa atacasse as seus doces e puros novelos de lã branca.


Por volta da meia noite e meia, este pastor começa a reparar no céu e nas estrelas, fica imaginando como seria a vida lá em cima, no mínimo seria mais entediante do que cuidar de ovelhas, ou mais gratificante do que ser morto por uma alcateia de lobos.


Nessas horas tudo o que ele queria era um pouco de pão e um churrasquinho grego do seu Zé na esquina com Jerusalém...


Então observando o céu, ele viu o maior acontecimento da sua vida, foi melhor desde quando ele comeu seu primeiro pedaço de picanha, carne tirada de seu boi, que ele carinhosamente chamava de Caim do adão, boi que o jovem criou desde pequeno, no qual tinha muita afeição, e teve mais ainda ao descobrir como a carne dele ficava ótima num churrasco, mas isso não vinha ao caso naquele momento, o jovem e pequeno, porém ridiculamente estúpido, viu algo sugando as estrelas do céu, sugava as estrelas que formam a constelação que ele chamava de ‘o pau do céu’ - mais tarde seria reconhecida como a serpente - violentamente, sugou uma por uma, até não existir mais nenhuma estrela. O que sugou as estrelas do pau do céu, foi um círculo escuro, que se assemelhava a isso ‘()’.


O jovem ficou em ecstasy com aquilo, jamais pensou que o pau do céu pudesse sumir por simplesmente um buraco no céu...


...O jovem pastor, porém estupidamente estúpido pensou: “Por que o pau do céu com todo a sua magnitude, exuberância, e que Deus me perdoe, por todo o tamanho que invejei em ter, pode sumir por um único buraco no céu?” Não tinha como, não havia como, não podia como... “Então, o buraco era mais esplendoroso que o pau do céu? Pode um buraco engolir um pau? Pau que nasce torto se endireita? Como as mulheres mijam se não tem um pau?”


Logo o jovem se faz a pergunta... “Em caminho de paca, tatu caminha dentro?” Ignorou a pergunta. Resolveu então fazer aquilo que seus antepassados, seus bisavós, seus avôs, seus pais, e seus irmãos sempre lhe proibiram de fazer, pois sempre dava merda, além de dar dor de cabeça, dor nas juntas, diarreia, e câimbra.


Ele resolveu fazer a pior escolha possível, aquilo que estava sendo passado de geração a geração como proibido, principalmente para ele, e exclusivamente para ele, e resolveu fazer o cinco contra um, a melhor forma de se alcançar a sabedoria próxima de um demonstrar de calcanhar, ou de sentir o cheiro bom da carne sendo assada, ou de abocanhar o peito da mãe para tomar o leite nosso de cada dia por seus curtos 29 anos....


Logo após o cinco contra um, o jovem arfava, porém no meio disso, ele conseguiu filosofar - coisa também proibida pela igreja local mais próxima de sua humilde tenda, que na verdade era quase 8 dias de viagem para poder ver a circuncisão do membro mais novo de uma família, mas isso também não vinha ao caso - e pensou em algo que ele julgava desnecessário, muito desnecessário, incrivelmente desnecessário, porém fazia um sentido, ou dois talvez.


Para se fechar uma porta nos seus dias, existia algo que se chamava chave, onde você enviava num pequeno buraco e a porta era incrivelmente difícil de se abrir sem a chave, alguns cristãos diziam que era coisa do diabo, pois, como pode algo impedir a entrada de um homem e sua família numa casa de valor e respeito assim? Outros diziam que era uma ótima maneira de evitar incômodos na hora H, embora ele não soubesse o que era essa hora H.


Pois bem, ele pensou na imponente e pesada chave, e no simples buraco da fechadura: Só existia uma única chave para cada buraco de fechadura, somente a chave certa pode abrir a porta de casa, e nenhuma outra chave do mundo poderia abrir a porta, se não fosse a escolhida.


Logo o buraco da fechadura era melhor que todas as outras pesadas chaves, que eram popularmente chamadas de picas de ferro, e o buraco da fechadura era conhecido como aquilo que nenhum homem viu até agora para nomear corretamente, por isso chamamos isso de templo da perdição e da luz. A pica abria o caminho do templo da perdição e da luz, que por curiosidade, tinha uma casa onde muitos homens iam a noite e só voltavam no dia seguinte que se chamava “Aqui a sua pica encontra o prazer do templo da perdição do vinho e do enigma do 6 e do 9”, mas isso não vem ao caso também.


Se a pica abre um buraco, por que o buraco envolve a pica? Ou será pica que abre mais ainda o buraco? Se for considerar isso, ele que acabou de ver ‘o pau do céu sumir’, logo ele chega a estúpida conclusão que buracos engole picas do céu.... O que lhe faz lembrar que na noite anterior ele viu sua prima de 4º grau se banhando no rio perto de onde ele cuidava das ovelhas, era uma moça ainda jovem, na casa dos 27 anos, uma bela moça para falar a verdade. Ele se lembrava que ficou um bom tempo esfregando a região entre as pernas, e estranhamente ela se deitou depois de um tempo, pedindo para que a pica abrisse suas portas internas e liberasse o demônio que ali residia.


Ele na verdade olhava para os peitos de sua prima, belas mamas, adorava seios e até ontem a noite, ele julgava os da sua mãe de 90 anos, os mais belos que ele já tinha visto, até a noite anterior...


E uma curiosidade estranha naquilo tudo, sua prima chamava o nome dele, e ela passava a mão na região de seu pênis e o chamava de pica pau, falava que um dia a pica dele iria abrir as portas dela. Só queria saber como um pênis abre uma porta ou porque a porta da mãe dele veio ele e seus irmãos...


Curioso com a pergunta intrigante de sua prima, o jovem, porém estúpido pastor, resolve deixar as ovelhas na sorte, ou azar e invade a tenda dela, a jovem prima era das luxúrias, mas era apelidada de “Dá logo o precioso”.


Naquela humilde noite... A noite da hora H, a noite que uma pesada e mediana chave, abria as portas da luxúrias, e consequentemente, foi a hora que uma fértil luxúria, que brotou uma semente naquela noite, o jovem sexo penhoral, descobriu que as portas de sua prima, eram bem melhores que os cinco contra um e esse dia memorável é conhecido como a noite que a transa surgiu!!

E foi assim crianças, que eu conheci a sua mãe!


23 de Agosto de 2018 a las 00:16 0 Reporte Insertar 1
Fin

Conoce al autor

Rouke Nystrom Para todas as folhas que caíram diante do céu cinza, eis que lhes ofereço esta suave brisa. - R. Nystrom Comecei a escrever numa fatídica tarde de final de outono, e desde então, nunca mais parei.

Comenta algo

Publica!
No hay comentarios aún. ¡Conviértete en el primero en decir algo!
~

Historias relacionadas

Más historias

Brujo Brujo
"RAÍZA RUIZ" "RAÍZA RUIZ"
La cueva de Jurjut La cueva de Jurjut