De que lado você irá ficar? Seguir historia

raylanny Raylanny Alves

A fagulha que destruirá a primeira ordem se acendeu, mas a guerra só está começando.


Fanfiction Películas No para niños menores de 13. © 2018 Os personagens não me pertencem, mas o enredo sim.

#drabble #drama #romance #rey #Kylo #star-wars #starwars #spoilers #reylo #un
Cuento corto
2
4842 VISITAS
Completado
tiempo de lectura
AA Compartir

Eu serei a paz da galáxia

Rey parecia perdida em pensamentos complexos enquanto o droide médico terminava de enfaixar seu braço. O corte que havia sofrido era superficial apesar de ser grande e não precisou de pontos. Sua mente recapitulava todos os últimos acontecimentos e seu coração se apertou por não ter Han ou Luke para lhe aconselharem naquele momento delicado. Snoke estava morto e a chama da rebelião agora estava acesa, mas a guerra ainda não havia acabado e muita coisa ainda viria pela frente.

Achou que após matar o lorde supremo, Ben Solo deixaria o lado negro e se juntaria a rebelião, mas não foi bem isso que aconteceu e agora ele se declarava disposto a destruir o passado para reescrever o futuro de acordo com o seu próprio ponto de vista, e isso a preocupava.

Não conseguia entender como o outro podia ser tão transparente em determinadas situações e tão confuso em outras. Entendia uma parte de sua dor e gostando ou não havia criado um tipo de laço com ele, a ponto de se importar com seu estado depois da batalha com Luke em Crait, mas não queria ficar pensando nisso por hora.

—Rey, como você está? — perguntou Finn ao entrar apressado na enfermaria.

—Estou bem, o corte não foi tão grave — disse sorrindo complacente —E a Rose está bem?

—Está estável. Disseram que ela vai ficar bem.

—Fico feliz por isso.

—Leia disse que quer conversar com você.

—Eu procuro ela depois que descansar um pouco.

—Tudo bem. Eu tenho que ir agora, Poe está me esperando. Só vim ver como vocês estava e te dar esse recado.

—Pode ir e obrigada pelo aviso.

—Durma um pouco, as coisas andaram difíceis para nós — disse antes de dar as costas e seguir para a porta de acesso.

Assim que Finn foi embora, Rey se deitou na maca em que estava, suspirando de forma pesada pela frustração que seus pensamentos lhe traziam, mas antes que pudesse esvaziar sua mente para descansar um pouco, sentiu a presença já tão conhecida por si e logo o som de pesos invadiu seus ouvidos.

—Péssima hora!— disse sem ao menos se virar para encará-lo.

—É, péssima hora… — a voz do Sith saiu baixa.

—A força deveria parar de nos conectar.

Rey encarou o outro, vendo-o sentado sobre sua cama enquanto lhe observava com uma expressão pensativa no rosto, mostrando que ainda procurava suas próximas palavras.

—Por que não se juntou a mim? Você recusou a chance de conseguir governar a galáxia ao meu lado.

—Porque não é certo — disse se sentando de frente para o maior — Ben, nós temos que acabar com a soberania da primeira ordem, não espalhá-la ainda mais.

—Você disse que eu não estava sozinho Rey. Mentiu para mim? — questionou andando em sua direção e parando perto da maca — O certo é deixá-los ruir.

—Eu não menti e sei que ainda existe luz em você. Não é deixa-los ruir o que você quer de verdade — levantou-se da maca, ficando frente a frente com o maior que a encarou firme — É?

—Você não vai conseguir me levar para o lado da luz — disse entre dentes, apertando o sabre de luz que estava em sua cintura — Eu sou um sith.

—Ben, para… — chamou ao colocar sua mão sobre a dele, tirando-a de cima da arma —Acabe com isso de uma vez e restabeleça a paz da galáxia. Snoke está morto!

Rey sentiu a postura de Kylo suavizar e o mesmo deu um passo em sua direção, fazendo-a pensar em recuar, mas apenas permaneceu parada onde estava. O maior deslizou o polegar pela sua bochecha e passando pelos seus lábios, segurando seu queixo por fim e um arrepio percorreu sua espinha por sentir o toque de forma tão real e intensa. 

Kylo terminou de quebrar o espaço que existia seus corpos e Rey sentiu seu coração falhar uma batida assim que ele juntou seus lábios sem hesitação, iniciando um beijo lento que durou apenas alguns segundos, mas que foi o bastante para deixá-la desnorteada.

Eu serei a paz da galáxia. E se você preferir continuar no meu caminho eu não terei outra escolha a não ser passar por cima de você, assim como irei passar por cima da rebelião. Escolha, de que lado você irá ficar?

—Eu não vou deixar a rebelião! — esbravejou saindo do transe que o beijo havia lhe causado.

—Que seja. Mas saiba que o nosso próximo encontro não será tão amigável.

Após Kylo se afastar um pouco de si, a conexão foi cessada e com um longo esbravejar de frustração Rey voltou a se deitar na maca. 

A guerra realmente só estava começando.

11 de Agosto de 2018 a las 19:44 4 Reporte Insertar 3
Fin

Conoce al autor

Raylanny Alves Estudante de arquitetura, amante incondicional de Uchihas e fã de Star Wars, com funcionamento a base de Toddynho e música vinte e quatro horas por dia. Tenho 18 anos e me tornei escritora por ter uma imaginação fértil demais e precisar compartilhar isso com o mundo. Bem vindo ao lado Raylannystico da força 🌈

Comenta algo

Publica!
Lyse Darcy Lyse Darcy
Adorei o seu conto sou uma Reylonática roxaaaa Adoro eles juntos Seu conto foi singelo ... mais de uma beleza encantadora Parabéns
13 de Septiembre de 2018 a las 17:51

  • Raylanny Alves Raylanny Alves
    Muito obrigada, fico feliz que tenha gostado <3 13 de Septiembre de 2018 a las 18:04
Alice Alamo Alice Alamo
Ahhhh mano! Eu shippei tanto esses dois quando vi! E o último filme deu tanto material! Achei realmente os dois muito fofos e curti muito a conexão que eles possuem não só pela força, mas com os outros personagens, sabe? O Luke, o Han, a Leia, todos eles estão diretamente conectados com o Kylo e com a Rey. Eu to muito curiosa mesmo para entender o que eles vão fazer no próximo filme. Enfim, foco na fic, Alice! Ela foi curtinha, e isso foi uma maldade comigo, mas eu entendi o que você quis passar. O interessante é que aqui você optou por uma narrativa rápida, quase que como só descrevesse a cena do filme como se isso que escreveu realmente tivesse acontecido e você precisasse dar uma visão rápida do que foi para outra pessoa. Estranhei um pouco a falta de aprofundamento nos pensamentos, MAS acho que aqui isso foi MUITO positivo. Como eu disse, o destaque aqui foi que me pareceu a cena do filme, como se você apenas nos contasse à distância o que aconteceu entre os dois personagens sem ser um narrador 100% onisciente. Ta linda, parabéns! Adorei <3
11 de Agosto de 2018 a las 15:23

  • Raylanny Alves Raylanny Alves
    EU TAMBÉM QUERO MUITO SABER O QUE VAI ACONTECER NO PRÓXIMO FILME #Vem2019. Eu fiquei muito emocionada com esse seu comentário, alem de um pouco nervosa também, mas no fim eu só pulei de alegria mesmo por receber uma critica positiva sua. Obrigada <3 21 de Agosto de 2018 a las 22:10
~