Amor à primeira vista Seguir historia

imnapaula

Eu não sou cético, sou apenas realista, ninguém se apaixona por alguém que acabou de conhecer, amor a primeira vista é bobagem


Cuento Sólo para mayores de 18.

#narusasu-sasunaru
Cuento corto
1
4.7mil VISITAS
Completado
tiempo de lectura
AA Compartir

Capitulo Único

     - Eu não sou cético, sou apenas realista, ninguém se apaixona por alguém que acabou de conhecer, amor a primeira vista é bobagem - ela me olhou como se eu tivesse assassinado um recém nascido.

- Que horror Suke, a vida é uma só, e você só diz essas coisas porque o Itachi disse que tá apaixonado pelo loirinho da galeria.

Não que a paixonite exagerada do meu irmão tivesse alguma coisa haver com isso, mas "amor a primeira vista" é ridículo de mais até pra um clichê ambulante como o Itachi. Ao contrário do a Sakura pensa, eu acredito no amor, mas acredito também que ele é construído com o tempo, com carinho, respeito e tesão recíprocos. Não com um olhar sedutor de um artista plástico, Itachi ainda tem coragem de dizer que eu sou insensível, ele que só pensa com o pau. Eu posso estar soando piegas e infantil, mas eu sonho com um relacionamento completo, com flerte, namoro, atenção e não só um tesão desinfetado.
...

Eu me lembro de ser zoado no colégio por 16 anos e nunca ter beijado ninguém, eles me chamavam de bicha, princesa, Maria. Eu não dava importância, eu sonhava em entender o amor, em decifrar as camadas da emoção humana, e não enfiar minha língua na garganta de uma qualquer.

Nessa mesma época eu conheci meu melhor amigo. Ele era o garoto novo e eu o nerd que iria apresentar o colégio, pronto, ficamos amigos. Éramos completos opostos, eles ficou popular em menos de uma semana, todos se aproximavam de nós apenas pra dar oiê pra ele, eu achava fofo, ele era carismático, qualquer um se apaixonaria por aqueles olhos, mais não eu, ele era muito diferente do homem dos meus sonhos, mas ainda sim eu aprendi muito com ele.

Em uma conversa ele me disse que já tinha, nas palavras dele, comido uma menina e dois caras do nosso colégio. Eu sorri e concordei, e ele mudou de assunto. Isso era o mais maravilhoso naquele ser, ele sabia a hora de mudar e assunto, nunca você se sentiria constrangido perto dele, e eu posso dizer com propriedade que eu o amava, mas não romanticamente, mas só descobriria isso mais tarde.

No fim do terceiro ano, mais especificamente no dia do baile, ele me beijou, eu travei, ele não sabia que era meu primeiro beijo, ou sabia, isso eu nunca soube, mas ele beijou. O baile acabou e não nós vimos mais.

Seis anos depois eu ainda me lembrava do beijo. Ele foi pra uma faculdade longe, na cidade onde morava antes, e perdemos contato. Eu não vou dizer que segui uma vida puritana e que ele é o amor da minha vida, talvez seja, mas eu não sabia disso na época.

Na faculdade eu conheci a Sakura, ela me lembra bastante ele sabe, fala alto, tem muitos amigos e é basicamente uma vadia, no melhor sentindo possível da palavra, ela sempre me arrumava uma foda sem compromisso. Era legal. Mas a gente cresce, e chegamos ao um momento da vida em que queremos estabilidade. E eu não tinha sentimento por nenhum dos caras com quem eu fiquei, eu queria o pacote completo, e nenhum deles podia me dar isso.
...

Em um sexta comum no escritório, eu cansado de ler aqueles documentos levanto da mesa e dou de cara com o par de olhos azuis, eu juro que naquele momento todas as camadas possíveis do sentimentalismo humano caíram na minha frente, e eu entendi. Entendi que o amor não era aquela coisa idealizada e cheia de clichês em que eu acreditava, entendi tudo o que o Itachi é meu cunhado artista diziam sobre amor a primeira vista, entendi que eu nada no mundo era tão literal quanto eu via. Os olhos azuis que eu vi ao abrir os meus depois primeiro beijo estavam ali, me encarando e sorrindo pra mim.

- Oi teme. - a voz carregada de carinho e saudade me fizeram piscar algumas vezes. E eu me apaixonei a primeira vista, foi a primeira vez que eu vi o amor. E sou muito feliz por poder me apaixonar a primeira vista toda manhã.

.

8 de Agosto de 2018 a las 06:58 0 Reporte Insertar 1
Fin

Conoce al autor

Comenta algo

Publica!
No hay comentarios aún. ¡Conviértete en el primero en decir algo!
~