Não Fique Triste Seguir historia

xxkillthenoise

Mesmo que tudo desapareça, que as coisas nunca mais sejam as mesmas, ainda que a dor te sufoque diariamente, a gaiola estará aberta. Abra suas asas e voe, canário. Voe para longe.


Cuento Todo público.

#241 #239 #sad #conto
Cuento corto
0
3.7mil VISITAS
Completado
tiempo de lectura
AA Compartir

Não fique triste

Não fique triste.

A dura aparência não esconde sua formosura. Quem irá acreditar que por trás dessas lentes transparentes só existe tristeza? Sorrisos engasgados durante o dia e à noite solidão. A luz do banheiro ilumina seu quarto escuro e por entre as cobertas ela chora. A pedra granada dos seus olhos já perdeu o brilho, o foco foi perdido por causa desses olhos opacos e, apenas tristeza restou.

Não fique triste pequeno canário, eu conheço tua dor. Já não tenho mais palavras que possam te consolar. Só me resta ficar em silêncio, enquanto ouço teu canto tristonho. São as lembranças da infância tão dolorosas? São essas mãos que insistem em te tocar que a tornaram tão insensíveis?

Eles veem tuas cicatrizes, mas nunca saberão das tuas feridas. Como uma bela flor que foi amassada e jogada na lama, teu talo criou raízes e cravou-se na terra suja para tentar sobreviver. Por fora voltaste a ser bela, mas por dentro permaneces amarrotada.

Quem além de mim irá entender tua dor? A quem poderás esse segredo revelar? Esquecer um pouco por dia ajudará a apagar? Essas cicatrizes te impedem de amar? Não fique triste, não há como encontrar de volta aqueles sonhos aquecidos pelo sol, aquele “eu” jovem que foi embora. Vamos deixá-los apenas como recordações, afinal estivemos solitários desde o começo.

Você ainda pode voar? Você ainda pode voar?

Você pode voar.

Mesmo que tudo desapareça, que as coisas nunca mais sejam as mesmas, ainda que a dor te sufoque diariamente, a gaiola estará aberta. Abra suas asas e voe, canário. Voe para longe, voe por outros céus, pois dentro das coisas que passam, a tristeza está presa também. Mesmo que não sejamos capazes de amar, mantendo-nos na escura solidão, os açoites do passado tornaram nossos corações frios e nossas memórias permanecem no inverno. Não fique triste. Vamos dar as mãos e buscar o florescer da primavera.

4 de Septiembre de 2018 a las 14:01 0 Reporte Insertar 0
Fin

Conoce al autor

Francielly Macedo Pseudoescritora, Kpopper e desenhista de quando em vez.... Na vida real eu sou só farmacêutica mesmo.

Comenta algo

Publica!
No hay comentarios aún. ¡Conviértete en el primero en decir algo!
~