Baby Love. Seguir historia

estefania-camargo1532626850 Estefania Camargo

Ethan tinha cinco anos e já era carente de atenção e amor. Não tinha muitos amigos, na verdade só tinha um ursinho de pelúcia com o nome de beo, o que era um nome estranho, o ursinho estava sempre meio encardido e faltava uma orelha.


LGBT+ Todo público.

#gay #romance #adoção #amor #papai
0
36 VISITAS
En progreso - Nuevo capítulo Todos los jueves
tiempo de lectura
AA Compartir

Capítulo 1.

Olá, meus amores.


Ethan nunca soube o que era amor, pois os seus pais morreram quando ele era um simples e pequenino bebê. Morar com sua tia também não foi bom, ela mal cuidava dele, ela não o amava de verdade.

Ethan tinha cinco anos e já era carente de atenção e amor. Não tinha muitos amigos, na verdade só tinha um ursinho de pelúcia com o nome de Beo, o que era um nome estranho, o ursinho estava sempre meio encardido e faltava uma orelha. O menino nunca brincava muito pois ajudava em trabalhos da casa, afinal quem se importaria? Mexer com poeira, tinta, sujeira, era sua brincadeira, ao qual tinha de brincar sozinho.

Tinha dois primos filhos de seus tios, Lucy e Luke eram os nomes das crianças. A garota tinha seis anos e era amável com Ethan, já Luke era um ano mais velho e não era tão carinhoso assim.

Ethan era o menor de todos, principalmente em tamanho. Era tão magrinho, parecia não se alimentar bem.

- Ethan, brinca comigo? O Luke está chato! - Lucy pediu, a voz calma e doce, segurava em mãos uma boneca.

- Eu não posso, Lucy, a tia vai brigar comigo e eu não quero apanhar... - o garoto soluçou.

- Então na hora que você acabar você vem brincar comigo? - Lucy perguntou, curiosa.

O menino fez que não, ainda tinha que tirar a poeira dos móveis.

- Não, Lucy - Ethan murmurou, de cabeça baixa.

A infância dele sempre foi complicada e ruim. As vezes recebia castigos físicos e psicológicos tão maus, apanhava de seu tio e ainda tinha que aguentar eles trancando-o no quarto escuro e cheio de aranhas, além de ser xingado como sempre.

Á noite ele dormia nesse quarto, com a sua coberta velha e poeirenta, e sua cama que não era tão confortável e macia como ele queria. Ele chorava antes de dormir.

Queria conhecer os seus pais, desejava abraçá-los, e dizer um eu te amo, mas tudo era tão complicado, tão ruim.

Ele achava que era um mau garoto pois recebia muitos castigos. Eu tenho de ser bom, eu quero ser bom, ele achava que fosse isso pois não entendia a imensa lista de castigos.

Ele dormiu naquela noite, desejando estar com os seus pais.

Talvez no dia seguinte ele tivesse um pouco de sorte.

Ethan apertou um pouco mais o seu ursinho de pelúcia contra si. O seu dedo polegar foi parar na boca, chupando-o como se fosse uma chupeta, ele fazia muito isso quando sentia medo e era isso o que ele sentia naquela noite.

Ele sabia que outras crianças iriam para a cama de seus pais ao ter pesadelos, mas ele não tinha pais, então ficaria ali e se acalmaria sozinho como sempre fazia.

Á meia noite ele acordou com lágrimas gordas e pesadas escorrendo ininterruptas pelo o seu rosto, deixando-o vermelho.

Tinha sonhado com o pior dia da sua vida, ou seria pior quatro dias? Nesse dia, ele tinha sido estuprado pelo o seu tio, e sua tia tinha deixado ele sem comida por três dias como se fosse um castigo, ele agradecia por ter Lucy que dava comida escondida a ele.

Lucy sim era como sua irmã. Mas mesmo assim até ela as vezes o maltratava.


💘💟💘💟💘💟💘💟💘💟

Até o próximo capítulo, meus amores.

6 de Agosto de 2019 a las 14:14 0 Reporte Insertar 1
Continuará… Nuevo capítulo Todos los jueves.

Conoce al autor

Estefania Camargo Meu nome é Estefânia, tenho 20 anos. E, sim, eu escrevo livros gays. Você pode me encontrar no Wattpad, perfil: Fanylarry. Ou no LuvBook: Fany&Jimin. Comentem na minha história My Love, eu sigo quem me seguir aqui. Obrigada, meus amores.

Comenta algo

Publica!
No hay comentarios aún. ¡Conviértete en el primero en decir algo!
~