Mais ninguém Seguir historia

luraywriter Luray Armstrong

- Fica. Só um pouco. De alguma forma, mesmo que eles tivessem mudado bastante durante o ano em que se afastaram, Sasuke pôde entender o que Naruto queria e sentia sem que ele dissesse, como nos velhos tempos. Ele sentiu que a simples escolha de ficar ali ou não poderia mudar e muito sua vida dali para frente. Mas não havia uma escolha, não sabendo da tristeza no coração dele. Créditos da capa à Bárbara Vitória


Fanfiction Sólo para mayores de 18.

#desafio-dos-signos #zodíaco #naruto #signos
Cuento corto
13
5.0k VISITAS
Completado
tiempo de lectura
AA Compartir

Capítulo único


Olá bolinhos, essa fic aqui faz parte de um desafio dos signos organizado pela tia Kuro! Outras autoras participantes:
XixisssUchiha, cupacke_ruivo, Tia Kuro Neko, CrazyClara, Inial Lekim, AliceAlamo, Cupcake_ruivo, kixnara, Kele Aomine e Kaline Bogard.

Nas notas finais temos os links das outras fics u.u


Meu Tema: Ciúmes

Além do tema eu tb me inspirei na música Mais ninguém, Banda do mar.

Signos: Áries (Naruto) X Touro (Sasuke)

Não que eu tenha conseguido me ater aos signos, mas segue o baile.

Naruto encarava o celular fixamente. Decepcionado, tentava não chorar na frente de Sasuke.

Era o seu aniversário. Tudo bem que caia justo num dia de semana, uma terça-feira, mas ainda assim…

No grupo que ele juntara para combinar a sua festa de aniversário, todos haviam arrumado um motivo para não ir pra sua casa. Ele só chamara os amigos mais importantes (e Sasuke) pois a festa de verdade seria no sábado, mas ele queria passar o dia de verdade com quem ele mais amava.

Ele até chamou Sasuke apenas porque sua mãe insistira que não seria legal chamar todos os outros menos ele, e no fim ele foi o único presente.

Ele e Sasuke eram melhores amigos. Eram. Há um ano atrás, Sasuke simplesmente começou a se afastar de Naruto e agora eles mal conversavam, não sabiam quase nada da vida um do outro. Como pertenciam ao mesmo grupo de amigos de infância, eles não deixaram de se ver, mas não era como antigamente. Agora, Sasuke andava com Suigetsu, o novato que conheceu no segundo ano, e Naruto tinha Kiba como um amigo muito mais próximo do que antes, sem Sasuke consigo.

Naruto não chamara Suigetsu para a festa. O dia era para um único grupo de amigos, o de infância. Aqueles que cresceram juntos nas ruas de Konoha. Mas nenhum deles ia mais para a festa.

O grupo se conheceu há muito tempo.

Kiba e Naruto foram os primeiros, sapecas da mesma forma, se juntaram para aprontar. Conheceram Shino ainda na alfabetização, quando ajudaram ele a enterrar a borboleta de estimação que morrera. Na primeira série, eles conheceram Sasuke, o garoto metidinho que sempre tirava notas boas. Depois de algum tempo implicando com o garoto, eles tiveram que sentar juntos para fazer uma atividade em grupo, já que Sasuke era o único sobrando que tinha cola. Na terceira série eles conheceram Sakura, a menina bonita que todos da sala gostavam, ela não dava muita bola pra nenhum dos garotos. Porque Sasuke não era como os outros, que ficavam no pé dela, ela rapidamente fez amizade com ele e, com o tempo, aprendeu a gostar de Kiba, Naruto e Shino também.

Na quinta série, Hinata se mudou para Konoha. Era uma garotinha linda e extremamente tímida, sempre se escondendo atrás do primo, Neji. Naruto, com seu jeito acolhedor, logo conquistou a menina (de formas que nenhum dos dois entendia na época), e, a contra gosto, Neji se juntou ao grupo também.

Já no Ensino Médio, Sakura se percebeu lésbica. Foi um pouco estranho pra ela e difícil, mas o resto do grupo se adaptou bem e, quando ela e Ino se apaixonaram e começaram o namoro, eles a acolheram como se sempre houvesse sido uma deles.

Mas agora, eles não podiam estar presentes no aniversário de Naruto.

Kiba tinha que cuidar da avó doente. Como Shino havia ido para a casa dele para depois ir pra de Naruto, ele também não ia pois ia ajudar Kiba.

Ino não ia mais para a festa pois “não queria intimidade com os amigos de Sakura" agora que elas terminaram (de forma conturbada). Todos concordavam que era bem egoísta essa atitude dela, mas Naruto tentava ser compreensivo; não sabia bem o que aconteceu, mas havia um boato de que Sakura a traíra com Tenten. Não que ele achasse que a amiga fosse capaz disso.

Até porque, Sakura disse que não estava em clima de festa e por isso não iria hoje.

Neji e Hinata tinham algum tipo de evento na igreja, algo como uma vigília e não poderiam ir. O pai de Hinata jamais permitiria.

Assim, havia cinco Catuabas no congelador, duas vodkas, três refrigerantes, dois sucos (Shino não era chegado nas bebidas alcoólicas, ou refrigerantes) e apenas ele, Sasuke e sua mãe na casa.

Naruto suspirou, sem saber o que responder no grupo quando perguntaram se ele estava chateado.

A resposta não era óbvia?

Como não ficaria chateado?

Naruto encarava o celular. Ele não conseguia acreditar que ninguém vinha de verdade.

Será que era algum tipo de pegadinha e todos iam para lá mais tarde? Não estava com cara…

— Já que ninguém vem eu já vou indo embora. Tchau, Naruto.

— Como assim indo embora, Sasuke?

— Eu sei que só me convidou porque sua mãe pediu, não precisa fingir que me queria aqui de verdade.

Naruto parou um segundo. Claro que tinha pegado um tipo de ranço de Sasuke por simplesmente abandoná-lo antes e não mais falar com ele, mas não queria passar o aniversário sozinho, invés da festa que havia programado.

— Não precisa ir embora também, você já tá aqui. A gente pode fazer alguma coisa.

— Não precisa me pedir pra ficar por educação.

Naruto mordeu o lábio. Não queria dizer a Sasuke que ia ficar triste se ele fosse embora.

— Tchau, vou me despedir da sua mãe.

Sem olhar para ele, Naruto segurou seu braço quando ele se levantou.

— Fica. Só um pouco.

De alguma forma, mesmo que eles tivessem mudado bastante durante o ano em que se afastaram, Sasuke pôde entender o que Naruto queria e sentia sem que ele dissesse, como nos velhos tempos. Ele sentiu que a simples escolha de ficar ali ou não poderia mudar e muito sua vida dali para frente.

Mas não havia uma escolha, não sabendo da tristeza no coração dele.

— Tudo bem, vamos falar com sua mãe.

— Você realmente não vai ficar?!

O loiro o olhou de forma exasperada, já lacrimejando.

— Não é isso, idiota. Vamos ficar um pouco com ela e avisar que ninguém vem.

— Ah, tá bom.

Naruto havia ficado realmente preocupado que Sasuke fosse embora naquele momento.

Eles entraram na cozinha e lá estava Kushina, cantando baixinho enquanto fritava algumas batatas.

Tentando não deixar o seu tom triste demais, Naruto disse:

— Não precisa mais fazer isso tudo, mãe, o pessoal não vem.

— Como assim não vem?

— Não vem. Todos arranjaram alguma desculpa.

Kushina não precisou ver ou ouvir muito mais para saber como seu filhote se sentia. Desligou o fogo e abraçou o seu menino, agora com 18 anos. Supostamente tão grande e tão velho, mas ainda era seu pequeno bebê, agarrado ao seu corpo e com a cabeça apoiada contra seu colo, tentando não chorar. Nada mudou desde que ele era uma criança.

— Vai ficar tudo bem, meu anjo. Sasuke está aqui, não está? — Ela disse, olhando de canto de olho para o garoto encostado na parede da cozinha, como se não estivesse acostumado com aquele ambiente.

Nem parecia o mesmo menino que já a chamara até mesmo de mãe um dia.

— Sim, mãe, mas é só o Sasuke. A gente mal se fala mais. — Ele murmurou.

— Talvez seja uma chance pra voltarem a se falar, não acha?

Kushina sabia o quanto aquele distanciamento fora prejudicial para seu filho. Ele podia fingir para quem quisesse que estava tudo bem e que continuava o mesmo, mas ela sabia a verdade. Ela sempre sabia a verdade.

Naruto apenas assentiu e sentou-se na mesa da cozinha. Sabia que contrariar sua mãe não costumava ser boa ideia.

Além disso, tentou pensar um pouco no assunto. Aquela era uma ótima oportunidade para, pelo menos, tirar satisfações com ele.

— Bem, fiz tudo isso aqui já, e alguém vai ter que comer. Sasuke, sente-se.

Como se fosse um estranho naquela casa, ele se aproximou e sentou devagar na mesa. Aquele menino estranho estava testando sua paciência. Kushina vira aquele garotinho pelado quando era criança e agora ele agia assim?!

— Sasuke?

—Sim?

— Lembra quando era mais novo e veio me pedir conselhos de como lidar com garotas?

Sasuke corou ao ouvi-la dizer isso. Por que ela tinha que desenterrar essa história? E na frente de Naruto, ainda por cima…

Lembrava perfeitamente daquilo e, bem, não que se arrependesse ou sentisse tanta vergonha assim… mas… era meio… humilhante.

— Lembro.

— Eu pensei que estava com alguma namoradinha e te falei sobre chocolates e flores. — Kushina riu — Qual não foi minha surpresa quando descobri que você queria uma forma de pedir desculpas à sua mãe… ela me contou, sabia? Que você pegou sua mesada e gastou com um buquê e alguns chocolates para Mikoto. Foi a coisa mais adorável que já ouvi.

Sasuke corou. Sua mãe havia achado adorável também e guardara até mesmo a embalagem dos chocolates. Ele descobriu que o vendedor também achou que era para alguma namorada e colocou um cartãozinho muito romântico no meio do presente. Agora que ele cresceu, percebeu que soava muito estranho dar aquele tipo de mensagem para sua mãe.

Não gostava muito de lembrar.

Despertou de seus pensamentos ao ouvir Naruto rir.

— Então foi isso?! Eu fiquei puto com você naquela época achando que cê tava namorando alguém e não tinha me contado!

Naruto ria tanto que batia a mão espalmada na mesa de madeira. O prato de vidro com a montanha de batatas-fritas que Kushina já havia preparado se movia gradativamente.

— Eu te contaria se estivesse namorando! Eu só queria me ajeitar com a mamãe porque ela pareceu muito triste quando a gente brigou. Eu falei coisas que não foram muito legais e eu estava me sentindo culpado! Mas todo mundo achou que eu estava atrás de alguma garota!

Sasuke ficava um pouco ultrajado com a história. Ora, que ironia todos acharem que ele estava gostando de uma garota. Eles nem sabiam o quanto.

— Você podia ter só me perguntado, né, dobe? Sempre precipitado. — Sasuke suspirou dramaticamente.

— Ah, teme, não enche vai.

— Parecem as mesmas crianças de sempre,brigando assim. — Kushina disse, rindo.

— Não sou criança, mãe, tenho 18 anos.

— Vai ser o que eu quiser enquanto morar nessa casa.

Sasuke riu forte do comentário de Kushina. Ele pôde ver exatamente o momento em que a face de Naruto mudou de emburrado e manhoso para a clássica careta que ele faz quando está armando alguma travessura.

Observou ele correr da cozinha para pegar alguma coisa e começou a se preparar. Trocou um olhar com Kushina. Ela também sabia que o filho estava aprontando alguma.

Não tiveram que esperar muito.

Os passos apressados soaram pela casa e Sasuke apenas agarrou o que lhe foi jogado por reflexo, sentindo sua cara molhada em seguida.

Ao abrir os olhos, viu a pistola de água em suas mãos e logo levantou contra atacando Naruto.

O loiro disparou dois jatos no tronco de Sasuke, que revidou com um tiro certeiro na coxa esquerda de seu alvo.

— Naruto, vai molhar a casa toda!

Ignorando a mãe, o Uzumaki correu para atrás do sofá da sala enquanto o Uchiha se escondia atrás da parede da cozinha e ficaram trocando tiros.

— Ahh, meu sofá. — Kushina choramingou.

Ela foi até o lado de Sasuke, mas assim que começou a falar com os meninos algo a interrompeu.

Naruto, sem notar que a mãe que estava ali, atirou e acertou em cheio o jato de água no seio direito de Kushina.

— NARUTOOOO!

Num piscar de olhos, ela tomou a arma das mãos de Sasuke e, antes que o filho pudesse se proteger, mirou e acertou em cheio o rosto dele. Então, como se nada houvesse acontecido, devolveu a pistola d'água para Sasuke, que aproveitou a distração para mirar na virilha do outro.

— Meu pau, Sasuke!

— E você tem um?

— Agora é guerra, TEME!

Sasuke correu para a escada virando ocasionalmente para atirar em Naruto.

— Tentem não quebrar nada! — gritou Kushina, já deixando a pá e a vassoura separadas porque sabia que iam quebrar alguma coisa.

***

Depois de ajudarem Kushina a limpar a casa e jogar fora os cacos do vaso dela que eles quebraram, os garotos estavam no quarto de Naruto, de banho tomado e roupas trocadas.

Sasuke sequer levara outras roupas porque não imaginava que o momento ia se estender tanto. Kushina havia insistido em avisar à sua mãe que dormiria lá.

O que era um problema porque no momento em que estavam brincando com as pistolas d'água tudo parecia bem e tranquilo, como se nunca tivessem se afastado.

Mas eles haviam se afastado. E agora tinha que dormir com Naruto no quarto dele (Kushina disse que não havia porque arrumar o quarto de hóspedes se Sasuke podia muito bem ficar ali), e não sabia se poderia lidar bem com a situação, a qualquer momento Naruto poderia forçar o assunto sobre ele ter se afastado e não sabia se sairia dessa.

Na verdade, sabia que não sairia. Como poderia mentir olhando nos olhos dele?

— Sasu, vai dormir comigo?

Corado, Sasuke virou bruscamente para o amigo.

— QUÊ?

— Dormir comigo, ué, na minha cama.

Sasuke tentou esconder o nervosismo desviando o olhar. Não respondeu; não queria gaguejar.

— A gente sempre fazia isso antes. Mas aí você parou de vir aqui. Parou tudo, na verdade.

Naruto deu um riso morgado que matou Sasuke por dentro. Ele ainda não conseguia falar.

— Por que se afastou, Sasu? Eu fiz alguma coisa?

Naruto não havia feito nada. Nunca fez nada de errado. Sasuke fez. Estragou a amizade deles tentando se proteger e não se perdoaria por isso. Mas estava tão cansado… de mentir, de fingir para todos. De estar longe de Naruto.

— Olha aqui, Naru, eu sou gay. Eu me apaixonei por você, okay? Eu me afastei de você porque queria me proteger e eu vi você todo amiguinho da Hinata e pensei que finalmente tivesse percebido que ela te ama também. Você É hetero e eu não queria me afundar por isso. E,caralho, eu via você o tempo todo com ela, agarrado nela e eu simplesmente não conseguia aguentar isso. Eu não podia assistir você começar a namorar outra pessoa, eu não ia suportar. Ai eu me afastei, eu te abandonei,eu te deixei, pra me proteger porque eu simplesmente não ia… Naruto, eu não podia…

Sasuke levantou a cabeça tentando não chorar. Não tinha esse direito.

— Primeiro: quem disse que eu sou hetero?

— Hã?

— Eu não sou hetero, Sasu. Nunca beijei um menino, mas eu sei muito bem. Eu sou bissexual.

— Isso não impede você de ficar com a Hinata.

— É, mas eu nem sabia que ela gostava de mim.

— Você é realmente muito burro.

— Vai se foder, idiota. Além disso… não devia ter se afastado...devia ter me contado.

Nesse momento, Naruto corou. Sasuke achou uma reação interessante. Torcia para sua mente não estar lhe enganando.

— Por quê?

— Eu… bem… tenho um crush em você. Não estou dizendo que te amo, não quero que, sei lá, te magoar, sabe? Mas podíamos tentar… se você quiser…

— Tentar o quê?

— Você sabe… sei lá… alguma coisa, sem compromisso e ver no que dá… se você não se s-sentir confortável com a … ideia…

Ver Naruto todo corado e nervosinho, falando que queria tentar algo consigo era demais para o pobre coração de Sasuke.

Ele correu e abraçou o Uzumaki. Ia beijá-lo, mas quis deixar algo claro antes:

— Nada de “sem compromisso", okay? Sei que estamos só tentando, mas…

— Ta, Sasu, eu sei como você é ciumento. Com compromisso. — Naruto interrompeu .

— Com compromisso.

Então, derrubando Naruto na cama e deitando por cima dele, Sasuke sussurrou:

— Vou fazer você se apaixonar por mim agora mesmo.

— Vai, é? Como, teme?

E Naruto reconheceu. O olhar determinado que o Uchiha exibia quando era desafiado.

É, ele não precisava de mais ninguém se Sasuke estava lá.



Espero que tenham gostado u.u

Outros links:

XixisssUchihaInks: https://getinkspired.com/pt/story/43874/charmWattpad: https://www.wattpad.com/story/153617828-charmAliceAlamo Nyah: https://fanfiction.com.br/historia/763415/Confissoes/Inkspired: https://getinkspired.com/pt/story/43889/2018-confissoes/Wattpad:https://www.wattpad.com/596952163-confiss%C3%B5es-cap%C3%ADtulo-%C3%BAnicoCupcake_ruivoWattpad: https://www.wattpad.com/story/153623391-forgotten-placeTia Kuro NekoNyah: https://www.wattpad.com/596959151-a-letter-for-youWatt: https://fanfiction.com.br/historia/763416/A_Letter_for_You/Ink: https://getinkspired.com/pt/story/43892/a-letter-for-you/?ref=dashstoryprofilekixnaraAO3: https://goo.gl/XVwuGLWattpad: https://goo.gl/K64WDEInkspired: https://goo.gl/oUFUDdSpirit: http://fics.me/13484243Nyah: https://goo.gl/5BscSzCrazyClaraNyah: https://fanfiction.com.br/historia/763426/Aqueca-me/Ink: https://getinkspired.com/pt/story/43864/aqueca-me/Wattpad: https://www.wattpad.com/story/153629821-aque%C3%A7a-meKaline Bogard Nyah: https://fanfiction.com.br/historia/763422/Por_Voce/Inks: https://getinkspired.com/story/43901/por-voce/wattpad: https://www.wattpad.com/596982729-por-você-shinokiba-por-você-eu-faço-qualquer-coisaSpirit: https://www.spiritfanfiction.com/historia/por-voce--shinokiba-13485528Kele Aominewattpad: https://www.wattpad.com/story/153633044-iris-sasunaruInial Lekim Inks: https://getinkspired.com/pt/story/43906/nos/Nyah: https://fanfiction.com.br/historia/763432/Nos/

8 de Julio de 2018 a las 18:52 2 Reporte Insertar 5
Fin

Conoce al autor

Luray Armstrong Perfil também disponível no Wattpad. Facebook: Luray Armstrong . SNS ❤ TODOKIRIBAKUDEKU ❤ KageHina ❤ Solangelo/Pernico ❤ Sheith ❤

Comenta algo

Publica!
Jéssica Wakin Jéssica Wakin
que bbs mais lindoooos, Sasuke todo apaixonadinho, com medo da reação do Naruto é muito meu amorzinho siiiim <3 tu escreve muiiito bem mesmo hahah <3
15 de Agosto de 2018 a las 09:16

  • Luray Armstrong Luray Armstrong
    AAAAAAAA ce acha??? Nossa mt obrigado Que bom que gostou :) Obrigada pelo comentário. Espero que tenha aproveitado bem esse tempo com este meu trabalho e me perdoe por qualquer coisa que não tenha gostado, adoraria te ver novamente em uma outra fanfic, beijos. ♡ 26 de Agosto de 2018 a las 16:55
~