Amizade Colorida Seguir historia

spearbaby 송 은아

Yifan estava entrando para a faculdade de música onde seu amigos, Huang Zitao e Lu Han, faziam a mesma matéria. Lá ele conhece Zhang Yixing, um cara muito tímido, extremamente bonito e que faz com que seu coração erre as batidas. Com isso, Yifan acaba tentando se aproxima mais e mais de Yixing e numa certa festa, onde Kris vai cuidar de seu novo amigo, Lay faz uma certa revelação que pode mudar o rumo da vida desses dois estudantes de música.


Fanfiction Bandas/Cantantes Sólo para mayores de 18.

#kray #krislay #huang-zitao #lu-han #zhang-yixing #wu-yifan
6
5.1mil VISITAS
Completado
tiempo de lectura
AA Compartir

Quem é ele?

Eu estava andando em meio aquele monte de gente no corredor da faculdade, meio perdido, sem saber o que fazer. Era meu primeiro ano ali e as únicas pessoas que eu conhecia eram meus amigos de longa data, Tao e Luhan, porém não os achava em lugar nenhum. Estava começando a desistir daquilo quando ouvi uma voz conhecida vindo de trás de mim.

- Yifan! - Luhan gritava meu nome e vinha apressado à minha direção. Ele era da mesma idade que eu e nos conhecemos no ensino médio. Ele entrou na faculdade antes de mim pelo fato deu ter feito outra faculdade antes de vir para essa. Eu estava fazendo direito, o que meus pais sempre sonharam pra mim, mas depois do quarto período, eu desisti. Aquilo realmente não era pra mim.

- Luhan! Graças a Deus. Pensei que ia ficar sozinho aqui, já tava até desistindo de procurar vocês. - eu disse o abraçando. Depois que me afastei dele, percebi que meu outro amigo não estava junto dele. - Cadê o Taozi? - perguntei confuso, eles sempre estavam juntos, desde o ensino médio. Eu conheci Tao justamente por isso. Ele era do primeiro ano quando estávamos no terceiro, ele era melhor amigo de infância de Luhan e sempre andava com a gente, daí criei um grande apego pelo mais novo. Ele estava entrando na faculdade esse ano também, mas pelo que eu saiba, ele conhecia muita gente lá pelo seu jeito abusado e por sempre sair com Luhan quando tem festas da faculdade onde o mesmo estudava sozinho e que agora estuda conosco.

- Ele foi no banheiro. Sabe como ele é, né? Tem que se produzir pro primeiro dia de aula, além de se produzir pra você. - disse Luhan piscando um olho pra mim, me fazendo revirar os olhos. Desde quando nos conhecemos, Tao sempre deu em cima de mim e, bom, eu nunca tive interesse nele além da amizade, então apenas levava as cantadas de pedreiro na brincadeira, até ele me contar que estava realmente gostando de mim. Isso mudou muita coisa, acabei me afastando dele por medo de machucá-lo. Fui babaca? Fui, e me arrependo muito disso.

- Eu não sei como vou conseguir olhar pra cara dele, sério. Eu fui um babaca com a nossa cria, Lu. O que eu faço? - disse coçando a nuca de cabeça baixa. Quando levantei a mesma, vi ele vindo em nossa direção conversando animadamente com um rapaz que estava andando ao lado dele. O rapaz era impressionantemente bonito, tinha traços perfeitos e ainda tinha uma covinha que aparecia até quando ele apenas estava falando. Eu fiquei tão focado no cara que Luhan teve que me beliscar para eu sair do meu transe.

- Limpa a baba, Fanfan. - disse Luhan rindo de mim.

- Vai tomar no cu, Luhan. - disse revirando os olhos. - Mas quem é aquele do lado do Taozi? - disse ainda olhando para o moço bonito que cada vez se aproximava mais com Tao.

- Espera eles chegarem que eu apresento. - disse Luhan ainda rindo de mim. - Só não vai assustar o menino, ele é bem tímido Yifan. - eu apenas concordei com a cabeça esperando os dois chegarem. Depois de alguns segundos, que pra mim pareciam anos, eles chegaram perto de nós.

- Fanfan! - disse Tao vindo em minha direção e me abraçando. Eu retribui seu abraço feliz por ele não estar triste comigo depois de tudo que aconteceu.

- Hey Taozi, como você tá? Tem tanto tempo que não nos vemos moleque. - disse sorrindo pra ele e sendo retribuído.

- Vou bem, muito bem. Melhor agora que você está aqui. - disse piscando pra mim e rindo da minha cara de quem não sabia o que responder. - Enfim, esse aqui é o Yixing, mas nós o chamamos de Lay. - disse Tao apontando para o cara que me chamou atenção mais cedo.

- Oi - disse Lay sorrindo e dando um tchauzinho de longe. Eu quase fui até ele e o amacei por ser tão fotinho. E aquelas covinhas? E aquele sorriso? Meu Deus, o que foi aquilo?

- Oi Lay, sou Yifan, mas pode me chamar de Kris. - disse retribuindo o sorriso à ele.

- Ok, agora que já estão apresentados, vamos pra aula se não vamos nos atrasar. - disse Tao. Eu apenas concordei com a cabeça e nós nos despedimos de Luhan, que estava quatro períodos a nossa frente. Fomos o caminho da sala basicamente conversando entre mim e o Tao. Yixing não fala muito, apenas quando Tao se dirigia diretamente a ele e ele respondia timidamente, mas aparentemente se esforçando por seu amigo.

Depois de conhecer Lay, eu não era mais o mesmo. Nunca fui de ficar correndo atrás de ninguém, mas eu sempre ia atrás do mesmo, sempre tentava me aproximar e fazer com que ele se sentisse mais seguro perto de mim e aquilo estava funcionando, aos poucos, mas tava.

Depois de algumas semanas andando com os meninos, Yixing já estava bem mais soltinho e brincalhão conosco, mas sempre travando com algumas brincadeiras, geralmente vindas de Tao e Luhan, pois eu evitava certos comentários que sabia que o deixaria constrangido.

Nós estávamos andando nos corredores da faculdade, como um dia normal, quando Tao mencionou uma tal festa que teria no final de semana.

- Festa? Quando, onde e que horas? Quero! - Luhan disse todo animado e acabei me animando junto.

- Na minha casa, na sexta, não tem hora pra começar e muito menos pra acabar. - disse Tao sorrindo de lado. O moleque sabia fazer uma boa festa e isso ninguém duvida desde o ensino médio.

- Tô dentro! - eu disse animado. - Afinal galera, festa de Huang Zitao é uma coisa que não se pode perder. - disse rindo sendo acompanhado de Luhan e Lay, também recebendo um olhar com um ar de superioridade de Tao.

- Eu sou incrível em tudo que faço, fazer o que. - disse Taozi com cara de convencido dando de ombros fazendo eu e os meninos rirmos mais.

- Menos pirralho, bem menos. - disse dando tapinhas em suas costas. - Mas enfim, vai precisar de ajuda com alguma coisa? - perguntei solidário.

- Eu nunca preciso de ajuda para essas coisas Fanfan. A não ser que você queira ajuda pra outras coisas, sabe? - disse Tao piscando um olho para mim. No entanto, eu sabia que ele precisaria sim da minha ajuda, bom, pelos menos precisaria se ele continua o mesmo Tao do ensino médio.

- Não, obrigada. Tô bem assim. - disse e os meninos riram da cara emburrada que Tao fez com o fora que ele levou.

*

Panda: Fanfaaaan seu lindo, como tá princeso?

Poste: O que você quer Taozi?

Panda: Ai credo Fan, pode nem ser legal mais com as pessoas que elas já vão achando que é interesse.

Poste: Vindo de ti… enfim, diga Taozi

Panda: Enton, não que eu te mandei mensagem só por isso, mas tem como tu me dar um help com a festa?

Poste: Sabia haha Estarei ai em meia hora.

Panda: Eu te amo, na moral Yifan!

Poste: Eu sei disso, todos me amam, afinal.

Panda: Menos amigo, bem menos hahaha

Era sempre assim, Tao ficava todo convencido de que poderia fazer festas sozinho e que não precisa de ajuda, mas sempre pede ajuda sim pra alguém, seja pra mim ou pra Luhan. Tao é muito cara de pau bicho.

Depois de alguns minutos eu estava na casa de Zitao começando os preparativos pra tão esperada festa. Tao e eu estávamos muito animados para aquela noite, pois ela seria incrível!

Depois que terminamos de fazer tudo que precisávamos fazer, nós fomos nos arrumar e dar uma descansada no sofá até o povo começar a chegar.

E como sempre Taozi ficava lançando ou cantadas ou algumas frases de duplo sentido e eu já estava ficando extremamente constrangido quando a campainha tocou.

- Eu atendo! - eu disse apressado me levantando dali. Tao riu da minha pressa, pois ele sabia porque eu estava assim. Ele sabia como eu ficava constrangido quando ficávamos sozinhos assim por ele não controlar a língua dele. E adivinhem quem eram os meus salvadores? Lay e Luhan.

- Hey Fanfan. - disse Luhan me abraçando quando abri a porta. - Muito torturante passar a tarde toda com o Tao?

- Você não imagina o quanto! - disse suspirando e os dois riram de mim.

- Oi Kris. - Lay disse sorrindo pra mim e me abraçou. Foi a primeira vez que ele me abraçava assim e eu jurava que meu coração iria sair pela boca.

- Ei Xing, como cê tá? - disse sorrindo para ele.

- Eu to bem. - disse ainda sorrindo.

- É Tao, tu perdeu seu macho pro Yixing. - Luhan disse atrás da gente fazendo Lay ficar todo envergonhado.

- Porra Fan, anos me negando e já tá todo arreganhado pro Yixing que conheceu a menos de 2 meses. Assim eu fico triste. - disse Tao fingindo tristeza.

- Cala a boca Tao, olha o que cês tão fazendo com o pobre coitado do menino. Ta vermelho, parecendo um tomate ambulante. - eu disse aos meninos revirando os olhos dando espaço pro Yixing passar.

- Só to falando as verdades da vida. - disse Luhan dando de ombros e rindo.

- Cês não prestam, na moral. - disse negando com a cabeça. - Enfim, animados para primeira festa do ano? - perguntei me jogando no sofá entre Luhan e Yixing. Eu queria distancia de Tao, já aguentei ele dando em cima de mim o dia todo, não quero ter que aguentar mais coisa agora, principalmente com Yixing aqui. Afinal, não era segredo para ninguém que eu estava interessado no mais baixo.

- Bastante! To louco pra ver o povo caindo de bêbado e ficar rindo deles. - disse Luhan rindo fazendo a gente rir também.

- Da última vez, a pessoa caindo de bêbado foi você Luge, então não fala muito não. - disse Yixing rindo, aparentemente se lembrando do que aconteceu.

- Luhan caindo de bêbado não é novidade pra ninguém. - eu disse rindo.

- Realmente, nunca vi Luhan numa festa sóbrio. Sempre tá caindo de bêbado e vomitando pelos cantos. - agora foi a vez de Tao de falar sobre as vergonhas que Luhan passava.

- Ah vai tomar no cu, ficar lembrando coisa do Ensino Médio! - disse Luhan puto.

- Só do Ensino Médio, Luhan? E a festa de final de semestre? As festas, no caso. - disse Yixing rindo da cara de bravo que ele tava.

- Vamos mudar de assunto! - disse Luhan cruzando os braços revoltado, fazendo nós gargalharmos. - O que vocês vão querer fazer hoje?

- Ah, beber até cair, beijar umas bocas aleatórias. Já que o senpai não me quer, tenho que procurar outras bocas né. - disse Taozi com uma falsa cara triste.

- Puta que pariu Tao, desiste do Yifan. Cansou de levar fora não? - Luhan ria da minha cara de constrangido.

- Eu já desisti, mas é legal ver ele assim todo constrangido. - disse Tao apontando pro meu rosto vermelho e rindo.

- Babaca. Depois apanha e não sabe porque. - eu disse revirando os olhos.

- Bate que eu gosto bebê. - disse Tao com uma cara bem sugestiva pra mim.

- Puta merda, desisto. - disse batendo a mão na testa fazendo os meninos rirem. Vou pegar bebida, alguém quer?

- Eu quero. - Luhan e Tao falaram juntos.

- Eu sou um só meu povo. - disse rindo. - Vou tentar trazer.

- Eu vou contigo, quero pegar bebida também. - disse Yixing se levantando comigo. Os meninos me olharam com uma cara de “agora vai” que eu quase virei um avestruz e afundei minha cara no primeiro buraco que eu achasse.

- Tá bom, vamos lá. As bebidas tão lá fora. - disse para Yixing e fomos lá pra fora. Nós tivemos um papo muito interessante no caminho, a casa de Tao era bem grande então deu pra gente conversar bastante.

- Yifan, é verdade o que os meninos andam falando? - perguntou Yixing enquanto estávamos pegando as bebidas.

- O que? Eles dizem tantas coisas sobre mim.. - eu disse me fazendo de sonso. Eu sabia muito bem do que ele estava falando, mas preferi me fazer de sonso.

- Sobre, você sabe, você estar afim de mim? - falou Lay meio envergonhado.

- Olha Yixing, não vou mentir pra você. É verdade sim. Desde que te vi eu tenho muito interesse em ti.

- E porque nunca me falou isso?

- Eu quis evitar, sabe? Você é uma pessoa tímida, fiquei com medo de você acabar se afastando de mim eu ficar extremamente constrangido.

- Entendi.. - disse Yixing tomando um gole de sua bebida. - Vamos voltar?

- Vamos sim. - eu estava completamente constrangido e o silêncio se formou entre nós dois de uma forma horrível, então fomos andando até os meninos em silêncio.

- Aqui Taozi. - entreguei a bebida dele e me sentei onde estava antes, sendo acompanhado por Yixing depois dele entregar a bebida de Luhan.

- Obrigada bebê. - Tao mando um beijo no ar pra mim e eu só neguei com a cabeça rindo.

- Tu não tem jeito mesmo, né Huang Zitao? - disse rindo.

- Não mesmo. - ele disse me acompanhando na risada.

Depois disso, nós conversamos os quatro por bastante tempo até as pessoas começarem a chegar. Nós fomos nos enturmando, conversando com o povo e quando fomos ver a casa já estava cheia. Aquela fez realmente iria ser épica.

*

- VIRA, VIRA, VIRA - era a única coisa que eu escutava naquele momento enquanto meu querido crush virava mais um copo maior que ele de cachaça. Ele já estava bem alterado e aquilo só piorou a situação dele. Ele já estava tontinho quando eu fui o ajudar.

- Yixing, vamos sair daqui, ir lá pra fora. Você tá muito alterado cara. - eu disse para ele e o mesmo apenas se apoiou em mim e nós fomos pro lado de fora da casa de Tao. - Meu Deus Xing, como foi que tu chegou a esse ponto? - perguntei a ele rindo, vendo ele quase cair para apenas se sentar em um banco.

- Eu tinha que beber pra tomar coragem de fazer uma coisa, mas acabei exagerando. - disse ele rindo junto comigo.

- Tomar coragem pra quê criatura? A única coragem que tu tem que tomar é pra ir dormir agora. - eu disse rindo.

- Idiota, não é pra dormir. - falou ele rindo, logo em seguida parando e olhando pra mim. - eu tava tomando coragem pra dizer pra você que eu também estou interessado em ti, desde o primeiro dia que te vi. - disse ele olhando em meus olhos me deixando completamente pasmo. Nunca pensei que ele seria tão direto, efeitos do álcool meus amigos.

- Xingxing, eu.. - eu comecei a falar, mas logo fui interrompido pelo mais baixo.

- Yifan, só cala a boca e me beija pelo amor de Deus. - disse Yixing revirando os olhos. Depois de um pedido daqueles, como eu negaria?

Então eu agarrei seu pescoço com uma mão e o beijei. O nosso beijo era cheio de desejo acumulado e dava pra perceber isso de longe. Depois de um tempo, nós nos separamos por falta de ar, os dois com sorrisos nos rostos.

- Isso foi… wow, melhor do que eu imaginei. - disse Yixing rindo. Ele estava alterado, então ele ria de tudo, normal de todo bêbado.

- Foi realmente muito bom Xing. - disse rindo de como ele estava engraçado daquele jeito bêbado.

- Porque ta rindo e olhando pra mim? - perguntou ele com um biquinho nos lábios e não pude evitar de mordê-lo. Quando soltei seu bico, ele riu e eu o respondi.

- Porque você tá engraçado bêbado desse jeito. Todo lesado e rindo atoa. Nunca pensei que te veria assim.

- Tadinho dele, é inocente. Eu sempre fico assim Fanfan, se acostume. - disse Lay todo risonho.

- Acho que não vou conseguir me acostumar não em. - disse rindo também.

Depois disso, nós ficamos uma boa parte da festa ali apenas conversando sobre várias coisas aleatórias e dando uns pegas de vez em quando. Ninguém nem tinha percebido que nós tínhamos sumido, afinal, tava todo mundo bêbado, ninguém tava ligando pro resto do mundo.

2 de Julio de 2018 a las 02:19 0 Reporte Insertar 1
Leer el siguiente capítulo Como viramos amigos

Comenta algo

Publica!
No hay comentarios aún. ¡Conviértete en el primero en decir algo!
~

¿Estás disfrutando la lectura?

¡Hey! Todavía hay 3 otros capítulos en esta historia.
Para seguir leyendo, por favor regístrate o inicia sesión. ¡Gratis!

Ingresa con Facebook Ingresa con Twitter

o usa la forma tradicional de iniciar sesión