0
3.2mil VISITAS
Completado
tiempo de lectura
AA Compartir

Ele...

Olá,  meu nome é Michel, tenho 21 anos estou cursando o último ano de enfermagem, me considero um ômega até que bonito, apesar ser baixinho, corpo curvilíneo. Moro com meus pais que são maravilhosos, sendo filho único sou muito paparicado.

Minha família considero de classe média, meus pais são funcionários públicos, faz oito meses que estou namorando Luke ,  um alpha maravilhoso, divertido, brincalhão e um pedaço de mal caminho, alto, másculo, parece um deus grego, ele é filho único  de uma das família mais ricas da cidade. desde que se formou começou a trabalhar na empresa da família. Fico apreensivo porque a mãe do Luke não aprova nosso namoro, ela quer que o filho se relacione somente com pessoas da classe social  deles. Luke me afirmou que a opinião da mãe dele não importa que nunca irá interferir no nosso relacionamento. Alguns meses depois, estou saindo da faculdade, pensando como comemorar um ano de namoro, recebo uma mensagem da mãe do Luke , me pedindo para encontra-la em um café próximo dali, fico  nervoso o que será que aquela mulher quer comigo, cheguei no café e fui direto na mesa que ela se encontrava. A mesma me encarou com aquele olhar de nojo, e foi logo falando que era pra mim se afastar do filho dela, que eu era simplesmente um capricho do filho , que com certeza o filho mais tarde iria se perceber que não sou digno de entrar pra família deles. E me ameaçou se eu não me afasta-se dele minha família sofreria as consequências, que ela tinha parentes e amigos do alto escalão do governo, que seria muito fácil conseguir que meus pais perdessem os empregos. Saí do café chorando como uma pessoa podia ser tão má , tão mesquinha como Luke podia ser filho daquela mulher. 

Assim que cheguei em casa, minha oma  percebeu que não estava bem, contei o que tinha acontecido, minha oma ficou furiosa, como aquela mulher teve coragem de fazer isso com você, minha gritava, depois nos abraçamos e choramos juntos.

A noite com minha família reunida, resolvemos conversar sobre o assunto, meus pais ficaram muito triste e ao mesmo tempo revoltados com a situação. Eu não podia prejudicar meus pais, apesar de amar muito o Luke,  infelizmente não tinha outra alternativa teria que terminar  com Luke. Tenho que colocar meus pais em primeiro lugar, não seria justo com eles perderem os empregos por minha causa, depois te tudo que fizeram  por mim.

Naquela noite nem consegui dormir , o que falaria para Luke, apesar da mãe dele ser uma pessoa má , ele  amava a mãe  eu não tinha coragem jogar  o filho contra a mãe. Tinha se passado uma semana, eu evitei me encontrar com Luke, inventei que era semana de  provas da faculdade, que estava atrasado com alguns trabalhos, que os horários do estágio estava alternados,  como ele sabe que amo a profissão que escolhi ele compreendeu.

No dia seguinte, recebi uma mensagem da maligna (mãe do Luke), que pra provar que ela realmente cumpre o que promete, que ela já tinha tomado algumas providências ,  

aquela mensagem não fez sentido, somente só quando cheguei em casa eu entendi a mensagem, meus pais tinham sido transferidos para outra cidade, fiquei arrasado com tudo o que estava acontecendo, agora não me restava mais nada, iria perder o Luke e teria que ir embora da cidade onde nasci e amo.

Meus pais aproveitaram o fim de semana, e foram até a cidade onde vamos morar, procurar uma casa para alugar ou se possível comprar, já que a nossa seria colocada a venda, também providenciar minha transferência pra faculdade de lá.  Aproveitei e fui me encontrar com Luke no apartamento que ele tem no centro, cheguei mais cedo e me joguei no sofá,  olhando cada cantinho daquele apartamento onde tive os melhores momentos da minha vida,  pensando nas promessas que não poderei cumprir.

Luke chegou e sentou ao meu lado , dizendo que estava morrendo de saudade, me enchendo de beijos sendo carinhoso como sempre. Não tive coragem de terminar com Luke , teria que mentir pra ele , eu não consegui, acabei optando em fugir sem falar pessoalmente com ele, enquanto ele dormia escrevi uma carta inventando um monte de coisas, dizendo que está indeciso se realmente o amava, queria que ficasse com ódio de mim, assim logo ele me esqueceria.  No dia seguinte saí cedo e deixei Luke dormindo, deixei a carta ao lado dele.  No mesmo dia deletei tudo das redes sociais, mudei meu número de telefone e fiquei hospedado na casa do meu amigo Lucas até a mudança, pedi aos meus pais que tomasse precauções para que luke não descobrisse nada, fomos embora três dias depois as pressas.

Cinco anos se passaram...

Estava retornando a cidade aonde nasci, para o casamento do Lucas,  a princípio não queria vir, mas lucas foi o amigo que mais ajudou nos momentos que  precisei, então decidi que tinha que estar com ele no momento mais importante na vida dele, deixei meus medos e temores de lado,  afinal será um fim de semana na segunda já estou retornando.

Assim que cheguei fui direto para hotel, liguei pra meus pais avisando que tinha chegado bem , tomei um banho e resolvi dar um passeio próximo ao hotel, apesar de ter passado tantos anos eu ainda amava o Luke , foi muito difícil no começo logo que me mudei, me joguei no estudos,  me dediquei completamente a faculdade, logo que me formei , consegui trabalho em um dos melhores hospitais, hoje sou enfermeiro chefe, tentei ser forte principalmente pelos meus pais. Caminhando pelas ruas fico imaginando com Luke está, será que casou, já tem filhos, é feliz. Passei próximo ao um shopping resolvi comprar o presente do Lucas afinal amanhã é o casamento, procurei em várias lojas queria dar um presente especial afinal ele merecia depois de tudo que fez por mim, depois de muito procurar encontrei, resolvi comer algo na praça de alimentação antes de voltar para o hotel, estava sentado tomando um suco quando percebi que alguém me olhava, e lá estava a mulher que destruiu minha vida,  a mãe do alpha que amo. Desviei o olhar e sai em seguida, voltei ao hotel e resolvi que sairia  somente para ir ao casamento. 

Já estava deitado quando bateram na porta, ao abrir senti que meu coração ia sair pela boca , na minha frente estava o alpha que mais amei, ele estava magro, abatido mas continua lindo.

Não conseguia falar nada,  comecei chorar então ele se aproximou e meu abraçou e começou a chorar também, depois de um tempo nos acalmamos começamos a conversar, perguntei como ele sabia que estava hospedado ali,  ele me disse que sua mãe tinha lhe contado, que hoje ela tinha confessado tudo que tinha feito pra nos separar, ele confessou que depois que fui embora, ele sentiu um ódio mortal por mim, que não entendia como eu podia ser tão frio ao terminar com ele, que logo em seguida ele se tornou outra pessoa, não tinha mais vontade de viver, com isso começou aprontar, saiu da casa de seus pais, mal falava com eles, saia do empresa e ia direto para bares, pegava todo mundo, não se importava com mais nada, que sua mãe com certeza tinha se arrependido do que tinha feito, mas com é uma mulher extremamente orgulhosa, não lhe contou que era culpada por ele se tornar um alpha frio, sem escrúpulos, que tinha tirado sua vontade de viver.

Ela me disse que quando te viu no shopping,  lembrou de como eu era como estava com você, uma  pessoa alegre,  que  vivia sorrindo, então  decidiu que mesmo com medo que passe a despreza-la.Me contou a verdade, e aqui estou.

Eu nunca deixei te amar Michel, espero mesmo depois de tudo que minha mãe fez, que seu amor por mim não tenha morrido.

Quando ele me disse isso, me joguei em seus braços e falei que ele era o único e verdadeiro amor da minha vida.

Depois de cinco anos voltei a sentir aquela aroma que me leva-la a loucura, foi uma noite maravilhosa matamos a saudade que sentíamos um do outro, e Luke me pediu em casamento. No dia seguinte fui acompanhando do homem mais lindo e feliz ao casamento do Lucas. 

30 de Junio de 2018 a las 02:42 0 Reporte Insertar 0
Fin

Conoce al autor

Siil dubii AMO OMEGAVERSE

Comenta algo

Publica!
No hay comentarios aún. ¡Conviértete en el primero en decir algo!
~

Historias relacionadas